Canatiba Printing

worldfashion • 17/03/21, 14:57

4-480x640Nesta terça feira, em coletiva de imprensa virtual, Fábio Covolan - Diretor de Marketing e Exportação da Canatiba, apresentou o lançamento da estamparia digital sobre o denim, reafirmando o prioneirismo da empresa com inovação e sustentabilidade. Foram meses de pesquisa, entre a aquisição do equipamento, montagem/ajustes e produção, para apresentar ao mercado uma revolução no cenário do jeanswear brasileira, abrindo novas fronteiras, em cores, formas e desenhos ( desde imagens fotográficas digitais, passando por grafismos, até os chamados microdesenhos utilizados para gravataria)  o leque de ofertas para a criação de estilistas, confecções e marcas, para desenvolverem estampas exclusivas para suas coleções, a partir de 100 metros de denim, que passarão por testes de qualidade e adequação da arte às bases escolhidas.

600-2354-img_6238-640x603Uma série de bases denim e sarjas PT,  com mais de 97% de algodão, na impressão digital,  alcançam resultados inusitados, possibilitando algo até então impossível para esse recurso de estamparia: a variação visual das lavagens, faz com que cada estampa multiplique seus efeitos.

São poucas e contornáveis as limitações que a nova técnica apresenta, se o fundo da estampa é na cor branca, por exemplo, são utilizadas as bases PT e para fundos escuros em microdesenhos a opção de tingimento se mostrou mais adequada. No mais, o céu é o limite.

frente-6002356-427x640A Canatiba também lança suas próprias estampas, como padrões camuflados, xadrez, dobby (pontilhados de gravataria), animal printing, florais e desenhos de céu que saltam aos olhos pela resolução que alcançam no tecido. O xadrez remete a padronagens de alfaiataria (como o Príncipe de Gales). O animal printing em bases PT chega ao requinte dos efeitos de pelagem e as cores e tons das nuvens - no azul do denim – e das flores – com as múltiplas lavagens – revelam um jeans absolutamente inovador.

No cardápio da tecelagem, consta também ampliação da linha Elastopol - com utilização de fios de poliéster 100% produzidos nas fábricas da tecelagem. São três novas bases. Destaque para o Marrakéxe Elastopol  (9,0 Onças, 65% algodão, 33% poliéster, 2% de elastano, tingimento ecológico e 50% de Stretch). A tecnologia Megaflex apresenta duas novas bases: o Forasteiro Thermofix New Collor (8,0 Onças, 98% algodão, 2% elastano, largura de 1.59 m e  35% de Stretch) e o Marrakéxe Stretch Denim (8,5 Onças, 76% algodão, 22% poliéster; 2% elastano, largura de 1.50 m, tingimento ecológico e 45% de Stretch), o  novo produto de melhor custo/benefício da Canatiba.

frente-6002346-427x640No grupo Premium Denim, com foco em tecidos 100% algodão, a Canatiba apresenta quatro novas bases entre as quais o Mascate + LARGO (10 Onças, tingimento ecológico com 15% de Algodão Reciclado) com o diferencial de largura de 1,80 m e o Phelps Blue Denim (6,0 onças com 1.70 m de largura), muito usado para camisaria, que ganha agora lavagem ecológica, com economia de 80% de água.

SUSTENTABILIDADE

Todos os lançamentos terão como novidade o acabamento Rice Éko, que traz o conceito de economia circular mais uma vez entre as boas práticas utilizadas pela Canatiba. Trata-se de um óleo extraído da casca do arroz. Tradicionalmente usado no mercado cosmético, esse acabamento adiciona vivacidade às cores, toque natural às bases, maciez e boa costurabilidade. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de arroz, com cerca de 11 milhões de toneladas colhidas por ano, o que gera aproximadamente 20% desse volume em resíduos. A casca de arroz leva mais de cinco anos para se decompor. Mesmo quando descartada em aterros, sua decomposição resulta na produção de gases poluentes, como o metano.

frente-6002350-427x640Também na direção dos processos sustentáveis na sua cadeia produtiva, a tecelagem passou a adotar o sorgo na engomagem de todos os tecidos da sua linha. Esse cereal substitui com ganhos ambientais outras fontes de amido (batata, mandioca, milho, etc).

O Sorgo é o quarto cereal mais produzido no planeta e cresce com baixa utilização de água, menor área de cultivo - inclusive em áreas de solos mais secos e pobres - com colheita mecanizada e boa tolerância a pragas (diminuindo o uso de agrotóxicos).

Na base do ciclo de produção do denim, a agricultura, com a utilização do sorgo a Canatiba contribui para o aumento da área cultivável de alimentos, prática das mais importantes para o equilíbrio ambiental.

Os lançamentos e processos sustentáveis da Canatiba Denim Industry reafirmam os compromissos da empresa na geração de valor na cadeia têxtil a partir da inovação com responsabilidade social e ambiental – marcas registradas em mais de meio século de história. Desde do  “envelhecimento” industrial, passando pela elasticidade, até a incorporação características funcionais, como tratamentos antimicrobiais, fazem parte do cardápio de inovação do segmento mais competitivo da cadeia têxtil. E agora com a tecnologia até então utilizada somente em outros segmentos: a impressão digital no denim - Canatiba Printing será a estrela dos lançamentos da tecelagem nas bases Elastopol, Megaflex e Premium Denim,

da redação  com informações da Duo Press imagens: fotos/divulgação

sem comentários

Atenção: o sistema de comentários foi concebido para promover debates construtivos sobre os assuntos publicados. A Link Editora reserva-se o direito de excluir conteúdos (textos, fotos, urls ou qualquer outro) que julgar preconceituosos, ofensivos, difamatórios, caluniosos, prejudicial a terceiros ou que infrinjam qualquer legislação atual. Conteúdos de caráter promocional ou comentários anônimos também serão removidos.
Ressaltamos que os conceitos e opiniões emitidos nesse espaço serão de única e exclusiva responsabilidade de quem os formular.

ainda não há comentários.

deixe seu comentário