DA MODA PARA À MODA

worldfashion • 22/06/17, 14:43

1

A Monthal além de trazer a coleção baseados nos elementos da natureza, apresentou durante o Salão Moda Brasil, o embasamento no conceito upcycling, processo que transforma resíduos ou peças já sem utilização em novos materiais ou produtos, criando uma nova finalidade a eles. Em parceria com Rhodia, o projeto batizado de “Moda para à Moda” transforma resíduos de tecidos e peças descartadas em acessórios como anéis, pulseiras, armação de óculos, até objetos de design como porta-copos, bancos e mesas.

O processo de transformação dos resíduos em uma fibra sólida foi chamado de Reboard, um desenvolvimento inédito liderado pelo engenheiro de produção da Monthal, Felipe de Souza. “Hoje, a indústria tem a consciência da sua responsabilidade com a destinação dos descartes da moda, e nós estamos na vanguarda desse processo”, revelou Felipe.

Além do compromisso da Monthal e da Rhodia com a sustentabilidade, este projeto que ainda está sendo produzido de forma artesanal, em breve gerará renda e trabalho para as mulheres da zona rural de Bom Jardim, no Rio de Janeiro, promovendo a autonomia e o empoderamento, muito importante para que assumam suas verdadeiras funções na sociedade e no lar.

rhodia-montal1A iniciativa ficou entre finalistas como destaque em sustentabilidade em moda no Demo Day, evento do Social Good Brasil, uma organização que busca inspirar, conectar e apoiar indivíduos e organizações para o uso das tecnologias, novas mídias e ter um comportamento inovador para contribuir com a solução de problemas da sociedade. O movimento +SocialGood é encabeçado por um grupo de organizações como Fundação das Nações Unidas, PNUD, Fundação Bill&Melinda Gates, Mashable, entre outras.

O projeto “Moda para à Moda” também é finalista da categoria Processos do Prêmio Nacional de Inovação (PNI), iniciativa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo SEBRAE, para reconhecer as melhores iniciativas em processos e em gestão da Inovação no Brasil. A cerimônia de premiação ocorrerá no próximo dia 26 de junho em São Paulo.

A empresa faz a sua produção calçada em três pilares: o social, o ambiental e o econômico.  Juntando o social e o ambiental, foi lançado o projeto Monthal Lúdica, com a confecção de fantoches feitos com as sobras dos tecidos usados para fazer as camisolas e os pijamas. “Doamos os fantoches para uma escola municipal de Bom Jardim, onde fica a nossa sede, e houve uma transformação social no local”, revelou Eleonora Erthal, proprietária da Monthal.

Com a doação dos fantoches, as crianças prepararam uma peça teatral de final de ano com os bonecos para apresentar para seus pais e também na festa dos funcionários da Monthal. Elas utilizaram os retalhos e confeccionaram até cenários. E essa ação deu uma injeção de ânimo em todos da escola e da sociedade. A partir daí, novas ações foram implementadas, pois outros empresários da cidade abraçaram a causa e lançaram o “Projeto Unindo Forças”, que atua nas ações sociais, ambientais e econômicas do município, com o intuito de gerar oportunidades e inclusão social, encabeçado pela empresária Ana Paula Plácido, da Academia de Aqua Live.

141A Academia Aqua Live levou os fantoches para a piscina, para ensinar as crianças, de forma lúdica. “Ana Paula apresentou os fantoches ao nadador e empresário Gustavo Borges, que se encantou com o projeto e pretende levar os nossos bonecos para serem usados na sua metodologia de ensino”, explicou Eleonora.

E, a escola municipal, que recebeu os fantoches e estava prestes a fechar, vive hoje uma nova realidade. “Através do Projeto Unindo Forças, as salas de aula foram pintadas, uma horta orgânica está sendo cultivada e o número de alunos dobrou, de 30 para 60”, entusiasma-se Eleonora.

Assim a natureza sempre esteve presente na Monthal Lingerie Noite, seja literalmente ou através da consciência ambiental que a empresa tem. E na coleção Verão 2018, os quatro elementos da Natureza são a fonte de inspiração. Terra, fogo, água e ar estão presentes nas peças.

A produção consciente e o desenvolvimento de projetos sustentáveis faz parte do DNA da marca. “Nossa empresa nasceu em meio à natureza, em uma fazenda do interior do estado do Rio de Janeiro. Então, nada mais natural que usar os quatro elementos da natureza como inspiração para desenvolver nossa coleção”, explicou Débora Erthal, estilista da Monthal Lingerie Noite.

terraA linha Terra traz as malhas inteligentes, estampas exclusivas e detalhes no barrado. “São peças com muita personalidade, que conferem um ar jovem e divertido aos modelos do dia a dia”, disse Débora.

fogoCom uma pitada de sensualidade, as peças da linha Fogo são feitas com materiais especiais, como sedas com estampa únicas e rendas chantilly, que dão efeitos de transparências e muitos recortes.  “Essa é a linha mais sofisticada. Traz a elegância para se sentir sexy, sem deixar o conforto de lado”, completa a estilista.

aguaAs peças em microfibra de poliamida, com toque leve e fresco, fazem parte da linha Água, trazendo frescor para o Verão tropical, assim como esse elemento da Natureza.

arA grande novidade dessa coleção está na linha gestante, inspirada no elemento Ar, que traz peças de lingerie dia (calcinha e sutiã) leves, confortáveis e bem práticas para todos os estilos de mães. Mas a linha gestante noite também vem com inovações, as camisolas longas com detalhes em renda chantillys, em peças com abertura frontal, click na alça ou boleros “Oferecemos elegância, sofisticação e conforto para quem não abre mão de se sentir linda em todos os momentos da vida”, conclui Débora

da redação do World Fashion    Fotos: divulgação

BIJOIAS HIGHLIGHTS

worldfashion • 01/11/16, 13:26

koisas-chic-640x4551A 75ª edição da BIJOIAS, que acontece nos dias 8 e 9 de novembro, em São Paulo (SP), apresenta os lançamentos para as festas de final de ano e o alto verão 2017 de cerca de 150 marcas de diversas regiões do país, que atenderão compradores nacionais e internacionais para pronta-entrega dos produtos que com certeza irão as suas vitrines, no dia seguinte.

ipe-1-640x640O espaço ECO+DESIGN, tem destaque, com a participação de marcas antenadas com um estilo de vida mais sustentável, que vem conquistando o mercado. São marcas que utilizam matérias-primas que antes não eram consideradas nobres e costumavam ser descartadas. Hoje, materiais reciclados e de reaproveitamento trazem a sustentabilidade como característica principal para peças de marcas e designers.

vera-masi1-427x640Vera Masi, diretora da B8 EVENTOS, empresa que promove e organiza a BIJOIAS,declara: “Estamos sempre acompanhando o comportamento e o timing contemporâneo para atender às necessidades e aos desejos dos consumidores do século XXI, e a moda sustentável – contextualizada em um estilo de vida que valoriza o consumo consciente, o respeito ao meio ambiente e a importância crescente de produzirmos menos lixo, reciclandoe reaproveitando materiais – ganha cada dia mais adeptos. Diante dessa realidade,planejamos um espaço especialmente pensado e decorado para marcas que desenvolvem produtos com a pegada ecológica”.

mariana-dias-2-602x601Entre as trends que serão expostas, destaque para: Oversized, peças em tamanho maxi – argolas muito grandes, brincos Bold, gargantilhas enormes; Brincos Descombinados, um pequeno e outro grande ou dois grandes mas não idênticos - o que vale é misturar sempre respeitando a harmonia, ou seja, não precisam ser iguais mas que falem a mesma língua; acessórios para cabelo, tiaras, turbantes, lenços; peças handmade e com pegada sustentável.

aline-jewrly-549x640Aline Jewelry– Marca paulista de acessórios sustentáveis,criada em 2014 pela designer Aline Mota, que confecciona bijuterias com resíduos da indústria calçadista, entre outros. A coleção “Naturalmente Linda”,para o verão 2017,mistura pitadas étnicas com uma dose de sofisticação em peças exclusivas, desenvolvidas com técnicas artesanais, mixando formas, cores e texturas em materiais como couro, pedras, conchas, cordas, chifres e cerâmica.

da-tribu-375x640Da Tribu– Fundada em agosto de 2009 pela artesã Kátia Fagundes, a marca de Belém (PA) traz a produção familiar como seu principal motor. Mais do que uma marca de acessórios, a DaTribu é uma ponte que liga redes de integração e formas sustentáveis de se concretizar ideias. Utilizando látex e outras matérias-primas e tecnologias da floresta – como encauche, técnica de impermeabilização com o látex da árvore do caucho–, Kátia tece peças únicas, que contam histórias. São colares, anéis, pulseiras, brincos, carteiras e outros adornos como slings, acessório usado para carregar bebês, e turbantes. A marca trabalha do papel ao crochê, do tecido ao látex.

espaco-articulado-481x640Espaço Articulado – As cápsulas de café estão cada dia mais em evidência entre os materiais sustentáveis para acessórios, e o ateliê paulista tem como matéria-prima principal as cápsulas de café da Nespresso, que se transformam em brincos, colares, pulseiras e outros objetos de decoração, como bandejas.

la-gaveta-640x6401La Gaveta– Criada para expressar uma estética livre e responsável socialmente, a marca alagoana desenvolve peças feitas à mão com uma releitura do artesanato local através de novas formas, cores, estampas, flores e rendas, sem regras e que tornam cada peça única, como bolsas, brincos, pulseiras e colares.

maria-oiticica-bijoias-640x640Maria Oiticica Biojoias– Focada em responsabilidade social e ambiental, a marca carioca cria joias com sementes e fibras do Norte do País, cipó, palha, bambu, chifres, madeira e elementos amazônicos. Suas peças transcendem o comercial, contam histórias e refletem o brilho pessoal de quem as usa. São colares, anéis,brincos e pulseiras perfeitos para quem flerta com o lúdico.

mayrles-emille-640x6402Mayrles  Emille – Valorizando o handmade, a marca de João Pessoa (PB) enxerga fios e cordas como telas brancas, prontas para ganhar cores e formas de um país tropical, colorido e alegre. São contas, miçangas, linhas, fitas, pedras naturais, couros, cordas e cordões entrelaçados com diferentes técnicas de costura, macramês e tramas. O desejo ao criar cada peça é o de tocar de forma sutil no sonho de cada mulher ser mais bonita e feminina.

75ª BIJOIAS – Highlights  Datas: 8 e 9 de novembro de 2016  Horário: das 10h às 19h  Local: Centro de Convenções Frei Caneca  Rua Frei Caneca, 569 – 4ºe 5º andares– Consolação  São Paulo – SP

Da redação WORLD FASHION   Informações para a imprensa: Persona Consultoria de Comunicação           Fotos: divulgação

BENTO STORE

worldfashion • 15/12/15, 16:09

barra_4016-640x435

A BENTO STORE  idealizada por Carlos Ferreirinha e Carlos Otávio da Costa é a primeira curadoria no mundo especializada em marmitas, bolsas, garrafas e acessórios, com design e personalidade. Mas não apenas isto. A BENTO STORE é uma marca inovadora, que leva à frente a marcha pelo SENTIR-SE BEM, através do conceito de ‘MOBILE FOOD’, daquilo que é o estado da arte na rotina da alimentação. E faz isto como embaixadora de um novo ‘LIFESTYLE’, de uma proposta de consumo, relacionamento, experiência e um novo ponto de vista.

272370_567884_bento_store___loja_food_hall___shopping_cidade_jardim__5_-480x640A BENTO STORE anuncia a abertura  da Pop Up Store  localizada no Food Hall  do Shopping Cidade Jardim e apresenta opções de presentes para o Natal e sugesatões para as férias e verão 2016, com acessórios certos para mudar o estilo de vida e a maneira de se relacionar com a portabilidade de alimento, ficará aberta até o final de março de 2016.  ”Acreditamos que o Cidade Jardim e a BENTO STORE tem essências que se complementam, com destaque para o viver bem e o lifestyle”, comenta Carlos Otávio da Costa, um dos sócios da marca.

bentostore-1-640x427

Carlos Otávio da Costa e Carlos Ferreirinha

Você pode encotrar a BENTO STORE  nos Jardins, em São Paulo ( (Shopping Iguatemi e Rua da Consolação, 3344), e em mais quatro endereços: Rio de Janeiro (Shopping Leblon e BarraShopping), Recife (Shopping RioMar).

272370_567885_bento_store___loja_food_hall___shopping_cidade_jardim__8_-480x640A marca é reconhecida como case mundial de inovação no varejo e foi a empresa brasileira premiada no Retail Innovations 10, promovido pelo Ebeltoft Group, responsável por revelar os negócios mais criativos ao redor do mundo. Além disso, é a única representante brasileira a entrar na lista das 10 operações de varejo mais inovadoras do mundo, segundo a revista Design: Retail de Março/2015.

da Redação       Informações à imprensa: MktMix Assessoria de Comunicação    Fotos: Divulgação

Mãos da Terra

worldfashion • 17/09/15, 14:00

lcm-maos-da-terra-427x640

A grife de bijuterias finas Mãos da Terra, nasceu em 2009, na cidade de São José do Rio Preto, SP, sob o comando de Mércia Stela e Paula Santos, que trouxeram para a empresa tanto o seu encanto pelos produtos naturais como a preocupação pela conservação do meio ambiente. Todo o trabalho é artesanal e 90% da matéria-prima colhida por comunidades ribeirinhas do Cerrado e da Amazônia através de coleta seletiva, que não ocasiona nenhuma degradação ambiental. Todos os seus fornecedores possuem certificação ecofriendly, com indicação da procedência da matéria-prima, de regime fiscal íntegro e a não utilização de trabalho escravo e infantil.

lcm-maos-da-terra-499x372Além da seleção da matéria-prima, as embalagens são feitas de papel reciclado, fibra de bananeiras e algodão 100% orgânico. Seu conceito e o design sofisticado trabalhado em peças exclusivas conquistaram o mercado externo e, atualmente a marca exporta para doze países, na Europa, América do Norte, Oriente Médio e Oceania. No Brasil conta com uma loja virtual, está presente no Fashionroom, um dos melhores showroons de São Paulo e está iniciando um processo de franquias cuja loja piloto fica no Shopping Galleria em Campinas, SP. A Mãos da Terra representa o estilo de vida moderno em que há a convivência da urbanidade e da natureza, da tecnologia e da organicidade, razão de seu extremo sucesso.002-lcm-maos-daterra-516x640Quando o assunto é tendência a Mãos da Terra, não nega esforços para desenvolver peças charmosas e delicadas com a cara de cada estação.

001-lcm-maosdaterra-401x640Assim para a primavera verão 2015/16 apresenta a fantástica união da fibra com as pedras naturais.

O grande destaque vai para um mega colar com palha de arroz ocre, fibras de Rami, madrepérolas em cascalhos e pedra natural Olho de Tigre, outra peça que merece atenção

é a pulseira com mix de correntes folheadas no ouro e ouro velho, pérolas naturais e fios de fibras, a perfeita junção entre o rústico e o moderno. Impossível não desejar!

Os modelos já podem ser encontrados nas loja virtual da grife http://www.maosdaterrabrasil.com.br.

Divulgação:    Lilica Cesar de Mattos - Assessoria de Imprensa

VICUNHA LAUNDRY EDITION

worldfashion • 01/09/15, 16:58

foto-0-640x4331A Vicunha Têxtil deu início a série de eventos para lançamento de coleções especiais, com foco nas maiores novidades em beneficiamento e produção limpa. Na primeira edição,  uniu seu profundo conhecimento em matéria prima e pesquisa de tendências à expertise do Grupo GB Customização.

vicuha-e-gb_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_036-640x427O evento, aconteceu na última terça-feira (25) no showroom da Vicunha e reuniu confecções varejistas e atacadistas para palestras ministradas por especialistas da área, além de desfile técnico com a coleção criada.

vicuha-e-gb_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_164-427x640

Fábio Felix, coordenador de lavanderia da Vicunha, falou sobre a iniciativa em criar a coleção, inspirada na essência vintage. “A curadoria que resultou na união entre Vicunha e GB Customização se propõe a trazer para o mercado novos caminhos e possibilidades para criar diferencial e desejo, de maneira sustentável e acessível”, explicou o especialista. Renzo Brum, designer de atendimento do Grupo GB, abordou técnicas utilizadas no desenvolvimento da coleção, destacando também as vantagens da parceria. “Queremos trazer mais naturalidade às peças e reproduzir efeitos que parecem únicos e ganharão destaque nas lojas, com um ótimo custo benefício”, destacou.

vicuha-e-gb_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_217-427x640A coleção Vicunha Laundry Edition – Creating Desire by GB Customização foi desenvolvida em cima de algumas das tendências. A Cool Hunter Lorena Botti apresentou os três pilares chaves para a criação das peças:

ATMOSPHERE - O estilo apresenta um espírito jovem e experimental com visual conceitual, porém discreto e elegante. As peças trazem temas celestiais, conferindo ao jeans uma energia artística. O efeito manchado também aparece nessa trend, mas de forma discreta e pontual, deixando um visual urbano e moderno.

vicuha-e-gb_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_172-427x6402STARRY SKY- Com inspiração na vista noturna do céu estrelado, o jeans ganha uma superfície com microtexturas, feitas de discretos pontos de luz.

CLOUDY- O céu nublado presente no visual suavemente manchado explora o índigo em diversos tons.

vicuha-e-gb_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_224-427x640DÉCOR - Aqui a natureza, a arquitetura e os objetos étnicos são pensados como elementos decorativos. Inspirado nestes temas, o visual apresenta texturas sutis com desenhos ornamentais e delicados.

BOTANIC – As qualidades efêmeras da natureza marcam esta estética, que mistura padronagens botânicas, como florais e folhagens, em uma cartela de verdes aquarelados.

vicuha-e-gb_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_202-427x6402EMBOSSED – O design rococó dos afrescos franceses e italianos inspira esta estética, que traz desenhos com formas orgânicas e efeito 3D.

INDIGO TRUSS – O universo étnico está presente no visual com formas geométricas e irregulares. A estampa Ikat é uma forte referência.

VINTAGE - O vintage está sempre presente, é eternamente uma tendência, ainda que apresente algumas diferenças em cada estação. Cada vez mais o jeans, que mostra os sinais do tempo, está em voga e os elementos que acusam a memória do uso continuarão a ser bastante utilizados.

TIME AND MEMORY – O registro da memória é uma das principais características do jeans e influencia esta estética, que traz tecidos com azuis especiais e lavagens contrastantes, além de muita marcação 3D.

vicuha-e-gb_embossed_alta-resolucc2a6c2baac2a6ao_185-427x640DUSTY – O estilo é influenciado pelo espírito aventureiro dos viajantes que exploram lugares desconhecidos. Elementos da natureza como a terra e a areia inspiram o efeito empoeirado e manchado e as tonalidades quentes do visual.

I LOVE OLD – Da paixão pela ação do tempo e da adoração do antigo é que surge o visual destruído e harmônico da tendência que apresenta superfícies cheias de texturas, rasgos, arranhados e puídos.

JAPANESE LEGACY – Em tempos nos quais a sustentabilidade e a cultura local são elementos cada vez mais valorizados, o visual do boro japonês continua a ganhar diferentes interpretações no jeanswear. Os patches e o visual com efeito de remendo são elementos bastante utilizados.

Informações para Imprensa:  CDI Comunicação Corporativa

Por Yuko Suzuki

Malwee no Grupo Mundial de Sustentabilidade

worldfashion • 03/12/13, 08:40

ivete02Com todos os olhares mundiais voltados para o tema Sustentabilidade, a procura das empresas por práticas que minimizem os impactos ambientais e sociais negativos e intensifiquem os positivos é cada vez maior. No segmento de moda, já existe um grupo internacional que representa 30% do mercado mundial de vestuário e calçado.

A Sustainable Apparel Coalition (SAC) é um grupo mundial da indústria de moda, com mais de 100 marcas conceituadas internacionalmente relacionadas a cadeia de valor do segmento. São fabricantes de roupas e sapatos, varejistas, fornecedores, universidades, organizações sem fins lucrativos e ONGs que trabalham para reduzir os impactos ambientais e sociais da produção de vestuário e calçados em todo o mundo.

A Malwee é a primeira empresa de moda brasileira a integrar o grupo, e é a única representante da América Latina. A empresa que tem a sustentabilidade no seu DNA formalizou sua integração este mês, e a Gestora de Sustentabilidade, Taíse Beduschi, esteve na semana de 18 a 22 de novembro na Espanha, onde participou da reunião semestral do SAC, com objetivo de discutir o desenvolvimento de ferramentas que permitam a melhor gestão dos impactos sociais e ambientais da cadeia de valor.

Pioneira no Brasil em tecnologias de produção, em agosto deste ano conquistou o prêmio Onda Verde, em reconhecimento pelo seu sistema inédito de tratamento de efluentes, que resulta na economia anual de 200 milhões de litros de água.

É pioneira também na aplicação de nanotecnologia em seus produtos, através de cápsulas biodegradáveis, de fonte natural, produzidas por tecnologia limpa. Uma ação que vai além da inovação, pois através de técnicas como estas é possível reduzir os impactos da cadeia de produção ao meio ambiente. Utiliza em sua linha de produtos a malha pet, produzida a partir de fios de garrafas pet, com esta ação já retirou do meio ambiente mais de oito milhões de garrafas.

ivete01

Dentro da linha de produtos, tem o jeans com ozônio, uma técnica que reduz o uso de produtos químicos no processo gerando economia de água e energia. Prova de seu Compromisso com a Preservação e as Novas Gerações, é a única empresa brasileira de moda a se tornar Carbono Zero nos parâmetros do IPCC (Intergovernamental Panel on Climate Change).

As ações na campanha Eu Abraço Sustentabilidade com Estilo, que tem por objetivo inspirar outras pessoas a se unirem a empresa em campanhas, projetos, iniciativas e ações em toda a cadeia de valor, fortalecendo e ampliando os resultados que contribuem para desenvolvimento de uma sociedade mais sustentável.

Fonte:Malwee divulgação: Monica Simões Comunicação

RVB malhas recebe cinco selos dos “8 jeitos de mudar o mundo”

admin • 30/11/11, 14:41

Em 2000, ao analisar os maiores problemas mundiais, a Organização das Nações Unidas, (ONU), lançou uma campanha que estabelece os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). Mais de 190 países participam do projeto. Aqui no Brasil, conhecido como “8 Jeitos de Mudar o Mundo”.

Na cidade de Brusque, SC, o projeto foi apresentado pela Prefeitura, que criou o Selo Social de Brusque “ uma estratégia para estimular as empresas, órgãos públicos e organizações não governamentais a realizar investimentos internos e externos para cumprirem o proposto.

A RVB Malhas topou o desafio e aderiu ao projeto. Inscreveu suas ações de responsabilidade social e o resultado foi muito positivo. Dos oito selos, a indústria catarinense recebeu a certificação em cinco, sendo eles:

- Educação Básica de Qualidade para Todos;
- Igualdade entre sexos e valorização da mulher;
- Combater a AIDS, malária e outras doenças;
- Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente e
- Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento

Um dos critérios usados para a conquista do selo social é que a empresa precisaria ter implantado suas ações sustentáveis no período

entre outubro de 2010 e outubro de 2011, ou seja, só foram premiadas aquelas que já tinham na sua rotina a prática de ações sustentáveis.

No caso da RVB Malhas, não houve necessidade de aplicar nenhum investimento especial para a conquista desses selos, pois são ações que já faziam parte do perfil e estrutura da empresa. O que mais uma vez comprova o comprometimento da empresa com as pessoas e com o meio ambiente.

“O Selo Social de Brusque é um diferencial, pois trata-se de um sí­mbolo de responsabilidade social e fiscal de ordem e dimensões mundiais comenta o diretor comercial e administrativo, Charles Koschnik

Moda amiga da natureza

admin • 01/03/11, 15:39

As temáticas ambientais estão cada vez mais presentes em nosso dia a dia. Tendo em vista esse pensamento, a EFW (Eco Fashion Week), que aconteceu em Vancouver de 22 a 25 de fevereiro, reuniu industriais, estilistas e empresários da moda, preocupados com práticas sustentáveis. A marca brasileira Melissa, conhecida mundialmente por seus sapatos de plástico com design moderno, marcou presença com seus conceitos de reciclagem de plástico e métodos de produção que não agridem a natureza. A próxima edição do evento, ecologicamente correto, acontecerá em setembro. Fernando Gallo

Malhas Teda lança nova marca Vivus

admin • 15/02/11, 15:45

vivusA malharia Teda, utilizando toda sua experiência e sucesso em seus 25 anos no mercado, lança a nova marca Vivus. A marca nasceu do compromisso que a empresa tem com o desenvolvimento sustentável na indústria da moda. Aliando processos produtivos de ponta e o respeito com a natureza, a família de produtos Vivus foi desenvolvida com fios advindos da reciclagem de garrafas PET. Flávia Portillo

SINDITÊXTIL-SP lança cartilha de Desempenho Ambiental do Setor Têxtil

admin • 26/07/10, 11:32

O Sindicato da Indústria Têxtil de São Paulo (Sinditêxtil) lança a cartilha com os Indicadores de Desempenho Ambiental, com o objetivo de criar uma gestão mais pró-ativa e sustentável para o meio ambiente, a partir de conceitos de Produção Mais Limpa (P+L).

O documento foi desenvolvido durante aproximadamente dois anos em parceria com a Câmara Ambiental da Indústria Têxtil da CETESB coletando informações sobre o processo produtivo de cada empresa. Os indicadores escolhidos para compor a cartilha foram: água consumida, água reutilizada, energia, carga orgânica, geração total de resíduos e resíduos recicláveis. Na área têxtil, o sindicato elaborou o material a partir de uma metodologia voltada para a criação de quatro categorias para medir o consumo de recursos dos processos produtivos: preparação e fiação de fibras têxteis, tecelagem sem tinturaria, tecelagem com tinturaria e acabamento em fios, tecidos e artefatos têxteis.

Segundo Rafael Cervone, presidente do Sinditêxtil-SP, “essa cartilha é uma ferramenta importante para o fortalecimento do setor têxtil paulista e brasileiro, tanto no mercado nacional quanto internacional. A participação das empresas monitorando os processos produtivos utilizando os Indicadores Ambientais é essencial para a continuidade deste projeto que visa o desenvolvimento sustentável da nossa sociedade”.