TECNOLOGIA NA INDUSTRIA TÊXTIL

worldfashion • 22/09/21, 15:47

16A tecnologia está cada vez mais no presente e futuro das empresas do mercado têxtil de moda pelo mundo afora. Chegou ao nosso conhecimento o produto da FibreTrace® que capacita marcas e fornecedores para o rastreamento e verificação dos produtos têxteis da origem à loja e além se necessário. Fornecem não apenas o poder da rastreabilidade, mas também a quantificação e os principais dados de impacto do produto, proporcionando a real transparência. Apresentamos o lançamento do fio LYCRA® ADAPTIV, feito com um polímero revolucionário, que possui uma composição exclusiva, que permite que o fio se adapte às necessidades funcionais do usuário de um jeito híbrido. A NILIT detentora da marca SENSIL®,  anuncia a publicação de seu relatório de sustentabilidade que compreende o período de 2017 a 2020,  intitulado “Making Nylon Sustainable” detalha as significativas conquistas da companhia para a redução de sua pegada ambiental, assim como seus projetos para exercer uma influência positiva em toda a cadeia têxtil com o desenvolvimento de produtos feitos com foco em sustentabilidade. E a parceria das multinacionais SENSIL® e LYCRA® líderes globais em inovação, unidas no projeto colaborativo para o lançamento do tecido Ecoblack da SALOTEX, focado em sustentabilidade.

FIBRETRACE®

27A empresa foi fundada em 2018 por um grupo de líderes com a mesma opinião na indústria têxtil global, focados em enfrentar uma nova era de transparência, honestidade e responsabilidade.

A missão é garantir que cada membro da cadeia de abastecimento têxtil tenha a capacidade de assumir a responsabilidade direta para reduzir o impacto ambiental da indústria global. Ao fazer isso, pretendem fornecer ao consumidor a oportunidade de escolher uma cadeia de suprimentos transparente e sustentável para seguir e comprar.

No desenvolvimento do FIBRETRACE®, concentrou-se na superação dos objetivos que a indústria global enfrenta. Efetuando a verdadeira custódia do trabalho, verificação em tempo real de um produto conforme ele se move pela cadeia de global, dados de impacto primário das fibras naturais, animais e outros, com a verificação do conteúdo e quantidade das fibras.

cNão há linha de chegada e a circularidade é uma chave para o nosso futuro. Ao longo dos anos, a empresa tem desenvolvido discretamente o FIBRETRACE®, garantindo ser indestrutível e que ainda pode ser lido após a reciclagem de produtos em novos fios, e combinando rastreabilidade com impacto de impacto.

Dando às marcas uma visão 20/20 de sua cadeia de suprimentos em tempo real a cada etapa, conforme um produto passa da fibra bruta para a loja e se estende até uma interação com o consumidor. Adicionam o poder dos dados de impacto primário e medem a quantificação do conteúdo de fibra para garantir a autenticidade. A tecnologia é indestrutível e estabilizada com a fibra desde a reciclagem ou reutilização.

A tecnologia FIBRETRACE® incorpora pigmentos luminescentes na fibra, diretamente na origem da matéria-prima ou na fiação. O pigmento liga-se e é indestrutível ao longo de todo o ciclo de processamento têxtil. O pigmento não é tóxico e não tem impacto sobre o produto, ele foi testado e aprovado nos padrões de segurança para contato com a pele humana.

eOs pigmentos aplicados, podem ser lidos e rastreados em todas as fases da cadeia de suprimentos por meio do uso de um dispositivo de hardware FIBRETRACE® portátil que faz a varredura e lê a assinatura individual da marca criada no pigmento luminescente. Esses dados criam insights da cadeia de suprimentos acionados por IA para a empresa. Acessível a partir de qualquer dispositivo conectado à internet, com seu login seguro.

dCada auditoria é registrado no blockchain. É seguro, acessível e irrefutável. Varreduras ou auditorias são produzidas em tempo real ao longo da jornada do produto para ver em cada etapa do caminho.

Os dados constroem um passaporte único, contando a história de cada item, da origem à prateleira - contando essa história para o consumidor.

A FIBRETRACE® fez uma parceria com Carbon Friendly para apresentar o Módulo de Impacto de Fibra (FIM), uma ferramenta de benchmarking de desempenho de sustentabilidade integrada que coleta e agrega dados de impacto não capturados anteriormente de fontes de fibra bruta.

bPor meio dessa ferramenta, marcas e fornecedores podem capturar, verificar e rastrear com precisão e as fornece de GEE em matérias-primas. Isso inclui o uso de água, uso de energia, uso de produtos químicos e conteúdo de carbono do solo. Todos os dados de impacto são verificados por um terceiro reconhecido globalmente.

Com o poder do FIBRETRACE® e do FIM, a empresa pode desenvolver parcerias relevantes e mensuráveis que impulsionam uma melhoria contínua

Para produtores de fibra -Trabalham com produtores de fibras, levando sua história e paixão até o cliente final. A tecnologia permite proteção de alta qualidade e o valor à fibra em toda a cadeia de alimentação global e relata o progresso positivo na produção de fibra bruta através da redução do uso de carbono, água e energia. FIBRETRACE® é aplicável a todos os tipos de algodão, algodão reciclado, poliéster e poliamida reciclados e viscose. Estão quase 51concluindo os testes em lã e couro e esperam oferecer esta solução ao mercado neste ano. Contam com uma  equipe que auxilia durante todo o processo de instalação, bem como apoio na entrada de dados de impacto de fibra para agregar valor ao cliente.

Para fabricantes - Agregar valor ao seu produto, por meio da verificação transparente e em tempo real de fios e tecidos, a FIBRETRACE® constrói parcerias com fiandeiros e tecelões para aumentar a transparência e o impacto positivo da indústria têxtil global. Ao implementar o FIBRETRACE®, você protege os seus fios e tecidos exclusivos e de alto valor em toda a cadeia de abastecimento, proporcionando seus clientes com segurança e autenticidade que desejam

Para marcas - Criar uma história de marca distinta que seja comprovadamente verdadeira e de confiança em suas afirmações de produto. A FIBRETRACE® orienta uma visão 20/20 para uma cadeia de matéria têxtil global da marca em cada etapa da fibra bruta à loja, garantindo autenticidade.  Você também tem a opção de verificar a quantificação da fibra. A tecnologia é facilmente implementado em sua cadeia de suprimentos, seja em fibra bruta ou na fiação. A equipe global fica disponível para trabalhar com a matriz e parceiros selecionados da cadeia de suprimentos para garantir o sucesso.

O usuário é conectado à plataforma de software FIBRETRACE®,   acessando com segurança de qualquer dispositivo e possui acesso a dados personalizados para diferentes usuários.

Por meio da plataforma de software, você pode visualizar o status atual e a fibra verificada em sua cadeia global de suprimentos de produtos, agregar certificados de sustentabilidade de fornecedores e informações. É uma configuração instantânea e não há custos de assinatura contínua. Temos testes-piloto que fornecem uma solução simples para empresas de qualquer tamanho.

A equipe global trabalha ao lado dos produtores de fibra bruta, fiandeiros, tecelagens e marcas para conectar e unir a cadeia de suprimentos - da semente à loja.  Por meio da transparência, marcas e fornecedores terão poderes para tomar as melhores decisões para o meio ambiente, seus clientes e os resultados financeiros.

https://www.fibretrace.io/

THE LYCRA COMPANY

lycra-r-adaptiv-fiber-image-640x475A empresa apresenta sua nova tecnologia: o fio LYCRA® ADAPTIV, feito com um polímero revolucionário, esse fio de patente pendente possui uma composição exclusiva, que permite que o fio se adapte às necessidades funcionais do usuário de um jeito híbrido. Isso significa que, quando o usuário se encontra em repouso, o polímero adapta a sua força compressiva para proporcionar o ajuste, forma e controle adequados. E quando o usuário encontra-se em movimento, o polímero adapta sua elasticidade para proporcionar mais conforto e um efeito de segunda pele, mantendo a roupa no lugar. O novo fio permite que as roupas se ajustem melhor aos diferentes estilos de vida, movimentos e diferentes formatos de corpos. A identidade de marca criada para este novo fio – LYCRA® ADAPTIV – foi planejada para comunicar essas novas características e benefícios de movimento.

image002“Os consumidores estão buscando por roupas que ofereçam mais versatilidade – que naveguem do ambiente de trabalho ao lazer e ao social, e também de uma temporada a outra, ano após ano”, afirma Steve Stewart, Diretor de Marca e Inovação da The LYCRA Company. “Eles querem roupas que se adaptem às suas necessidades individuais e seu estilo de vida, e também que se adaptem ao seu tipo de corpo, mesmo variando de tamanho ou formato. O fio LYCRA® ADAPTIV é a resposta para satisfazer todas essas necessidades do consumidor”.

A empresa conduziu várias pesquisas internas para avaliar a performance de uso de tecidos e roupas feitas com o novo fio LYCRA® ADAPTIV em comparação com os mesmos tecidos e roupas feitas com elastano comum. Os resultados mostram diversas vantagens no uso do fio LYCRA® ADAPTIV, incluindo a performance de conforto em movimento e do efeito de segunda pele, além da retenção da forma e maior liberdade de movimento com um ajuste extremamente confortável. A capacidade de funcionar com uma maior grade de tamanhos também é um importante benefício, já que o fio facilita o tamanho único. Sua capacidade de expansão e elasticidade mais suaves permite que a roupa funcione confortavelmente em diversos formatos de corpos, mesmo que estes flutuem entre números da tradicional grade de tamanhos. Isso torna viável a criação de peças de tamanho único e potencial redução de SKUs.

drena“Inclusão, quando se fala em tamanho de roupas, não é uma palavra da moda, mas sim cada vez mais importante para os consumidores de hoje”, diz Deana Stankowski, diretora de marketing estratégico para os segmentos esportivos, moda íntima e praia da The LYCRA Company. “O corpo de cada consumidor é único e eles desejam roupas que permitam pensar que foram feitas para eles - roupas que aumentem sua sensação de conforto, bem como seu nível de autoconfiança. O tamanho por si só é uma indicação inadequada do tipo e forma do corpo. Portanto, roupas de tamanho tradicional podem não se adequar a todos os consumidores que vestem aquele tamanho. Isso é o que torna o fio LYCRA® ADAPTIV tão revolucionário - ele permite que roupas feitas com esse fio se adaptem a muitos formatos corporais dentro de uma grade mais ampla de tamanho”.

lycra-r-adaptiv-fiber-print-ad-451x640A empresa trabalhou com a agência DIP Agency para desenvolver uma nova identidade para esta submarca LYCRA®, que comunica a natureza “adaptativa” desse novo fio. A agência global FCB foi selecionada para desenvolver a campanha “LYCRA® ADAPTIV fiber adapts to your world” (“O fio LYCRA® ADAPTIV se adapta ao seu mundo”).

Além disso, dois próximos eventos do setor têxtil apresentarão o lançamento da inovação, primeiro na América do Norte para a indústria de denim por meio de reuniões virtuais exclusivas para convidados, ocorreram entre os dias 21 e 22 de setembro, em seguida na região Ásia-Pacífico no pavilhão da Intertextile Shanghai, estande 1.1 – E51, localizado no Hall 1.1, que acontece de 9 a 11 de outubro no National Exhibition and Convention Centre, em Xangai. O tour virtual do estande e destaques diários da feira veja em  https://www.lycra.com/en/2021Intertextile.

SUCESSÕES

O gerente de tecnologia e produtividade da fábrica de Paulínia (SP) da The LYCRA rodolfo-cardoso-alta02-427x640Company, Rodolfo Cardoso, com mais de 20 anos de experiência, tendo atuado em áreas de processos, engenharia, qualidade e marketing técnico, e liderou a equipe técnica para a América do Sul, é o novo P&D Process & Capabilities Manager e será transferido para a unidade de Waynesboro, estado da Virgínia, nos Estados Unidos.

giovanniCom a mudança de Cardoso (foto à esquerda), Carlos Giovanini (foto à direita), com mais de dez anos de experiência em funções técnicas e de qualidade na fábrica, passa a atuar como gerente técnico da unidade de Paulínia.

img_0042Com essa promoção, outro executivo muda de cargo, Alexandre Luisi (foto a baixo à esquerda), com mais de dez anos de experiência em funções técnicas, incluindo P&D, vendas técnicas e em diferentes empresas do mercado, assumirá a liderança da equipe técnica na região para os segmentos de Vestuário e de Higiene.

A The LYCRA Company inova e produz soluções em fibras e tecnologia para as indústrias de vestuário e cuidados pessoais. Sediada em Wilmington, Delaware, a The LYCRA Company é reconhecida mundialmente por seus produtos inovadores, conhecimento técnico e suporte inigualável em marketing, e é proprietária de marcas como LYCRA®, LYCRA HyFit®, LYCRA® T400®, COOLMAX®, THERMOLITE®, ELASPAN®, SUPPLEX® e TACTEL®. O legado da The LYCRA Company iniciou-se em 1958 com a invenção do fio de elastano original, o fio LYCRA®. Hoje, a empresa está focada em agregar valor aos produtos de seus clientes desenvolvendo inovações para atender às necessidades do consumidor por conforto e durabilidade.

NILIT

making-nylon-sustainableA empresa líder global de poliamida premium sustentável para moda e vestuário, e detentora da marca SENSIL®,  anuncia a publicação de seu relatório de sustentabilidade que compreende o período de 2017 a 2020,  intitulado “Making Nylon Sustainable” detalha as significativas conquistas da companhia para a redução de sua pegada ambiental, assim como seus projetos para exercer uma influência positiva em toda a cadeia têxtil com o desenvolvimento de produtos feitos com foco em sustentabilidade, além do uso destes insumos de forma responsável.

“Sustentabilidade é um valor essencial na NILIT”, diz Ilan Melamed, Gerente Geral Global da NILIT. “Nós nos dedicamos a oferecer os produtos mais relevantes para os consumidores, com a mais alta qualidade em poliamida 6.6 premium sustentável para mercado de moda. Para atingir este objetivo, nós investimos continuamente em operações e no desenvolvimento de produtos, trabalhando em conjunto com parceiros-chave na cadeia de valor. “Making Nylon Sustainable” reune nossa visão e compromisso com responsabilidade social e ambiental, e estamos muito satisfeitos  em trazer a  público este documento”.

“Making Nylon Sustainable”(*) reporta  conquistas e compartilha os projetos  da companhia para melhorias contínuas nos aspectos ambientais e de influência social em relação às suas operações, práticas no mercado e comunidades onde a companhia opera. Por meio da colaboração com marcas, varejistas, clientes, colaboradores e fornecedores, a NILIT desenvolveu o maior portfólio de poliamida sustentável sob sua marca Sensil®, que inclui produtos para performance  que endereçam os principais desafios ambientais da indústria têxtil como: o consumo de água e energia, a redução de resíduos, o uso de insumos reciclados e o impacto nos ecossistemas.

A empresa é reconhecida por diversas conquistas relacionadas à sustentabilidade em suas unidades fabris por todo mundo, especialmente por suas inovações para a co-geração de energia limpa com a conversão de sua matriz que reduziu em  40% a emissão de CO2, além de eliminar a emissão de gases tóxicos. Além disso, o programa Total Product Sustainability da NILIT assegura que todos os produtos da empresa cumpram rigorosos critérios para uma produção responsável. A companhia também introduziu QR Codes em todas as etiquetas de sua marca Sensil® produzidas em papel certificado pela FSC (Forest downloadStewardship Council) e distribuídos em roupas certificadas por todo o mundo. Estas etiquetas garantem a autenticidade e fornecem mais informações aos consumidores sobre as tecnologias e benefícios da poliamida premium sustentável.

“A jornada da nossa indústria para a sustentabilidade depende de criatividade, comprometimento e parceria”, diz, Melamed. “Nossa visão é sermos os produtores de poliamida mais inovadores e sustentáveis do mundo, criando soluções que transformam negócios, assim como vidas. Ao publicar nosso Relatório de Sustentabilidade, estamos compartilhando abertamente esta ideia com todos os nossos públicos e também convidando nossos colegas na indústria a se juntarem a nós nessa fundamental empreitada”.

SUCESSÕES

fabiani-pacini1A empresa acredita também no valor do multiculturalismo, que fortalece o DNA de inclusão e diversidade, com uma visão genuinamente global. Um exemplo disso, são os profissionais que contribuem com suas experiências e ao mesmo tempo se desenvolvem, liderando e reportando para times de diferentes países.

Assim, Fabianne Pacini (foto à esquerda), que exercia a função de Head de Marketing para a América Latina foi indicada para Diretora Global de Marketing da empresa, função que exercerá do paulo-de-biagi1Brasil, já Ricardo Fernandes, Diretor Industrial da planta de Americana em SP, assumiu a Diretoria de Operações na fábrica de Greensboro, na Carolina do Norte - EUA e Renato Godoy, Gerente de Manutenção da planta de Americana em SP, desde 05 de Setembro de 2019 atua também na fábrica dos EUA como Global Maintenance Expert.

“Os bons resultados da nossa operação no Brasil valorizam os profissionais locais que detêm expertise necessária para agregar seu conhecimento ao de outras regiões, em linha com a visão da nossa matriz, localizada no “Vale do Silício Israelense”, de onde saem hoje grandes inovações na área de tecnologia e sustentabilidade para o mundo”, ressalta Paulo De Biagi - Gerente Geral e VP da NILIT para a América Latina.

(*) Para receber o relatório completo no seu e-mail, coloque a solicitação nos comentários.

SALOTEX

divulgacao-ecoblack-427x640A parceria reforça a união de marcas para um futuro da cadeia têxtil com soluções focadas em inovação, pesquisa e desenvolvimento, atendendo as necessidades do mercado e exigências do consumidor atual.

O tecido Ecoblack combina as tecnologias Sensil® WaterCare, poliamida premium já tinta com aditivos incorporados na essência da fibra, que elimina a necessidade de tingimento dos tecidos, preservando 100% da água que seria utilizada nesse processo, reduzindo ainda o consumo energético e o uso de químicos e solventes; e o fio LYCRA® BLACK, o primeiro elastano verdadeiramente preto da indústria, resistente ao suor, calor, cremes, cloro e que tem sua cor profunda derivada do pigmento preto. Nos tecidos com fio LYCRA® BLACK, o preto é mais preto, e os tons mais escuros são mais escuros.

370251_912113_20190902_194405111_ios_web_Segundo a vice-presidente para a América do Sul da The LYCRA Company, Adriana Morasco, “A pandemia acelerou um processo que já vinha acontecendo e é uma realidade para os consumidores - a busca por produtos com maior compromisso sustentável e de maior qualidade e durabilidade.” Também segundo a diretora de Sustentabilidade da The LYCRA Company, Jean Hegedus, “Ao comprar roupas mais duráveis e usando-as por mais tempo, podemos reduzir significativamente o impacto ambiental”.

paulo-de-biagi2A tecnologia Sensil® WaterCare reúne a reconhecida qualidade da poliamida premium da NILIT, à alta durabilidade em roupas que não desbotam com o uso e muito conforto, associados à responsabilidade ambiental. “A NILIT está totalmente comprometida em oferecer soluções para nossos clientes poderem oferecer tecidos que venham de encontro às novas necessidades do mercado global. Nossos parceiros no Brasil têm a possibilidade de acessar as melhores tecnologias para competirem no cenário internacional” diz Paulo De Biagi, Gerente Geral e VP da NILIT para a América Latina.   “Sensil® WaterCare compõe nosso amplo portfolio de fibras de poliamida sustentáveis que veem contribuir para uma nova era na indústria têxtil, pautada por uma atuação cada vez mais responsável minimizando os impactos ambientais. Estamos sempre atentos às mudanças do mercado oferecendo as melhores soluções para atender os consumidores cada vez mais exigentes e conscientes” Fabianne Pacini, diretora global de marketing da NILIT, detentora da marca de poliamida SENSIL®.

beni1Através da combinação de ambas as tecnologias, a tecelagem desenvolveu os tecidos Ecoblack, que oferece para as marcas de moda e vestuário uma nova possibilidade em tecido ambientalmente responsável, capaz de preservar até 24.000 litros de água por tonelada de tecido tinto e reduzir em 80% o consumo de energia pela eliminação do processo de tingimento, além de eliminar o uso de químicos e solventes, normalmente utilizados tanto no tingimento quanto no tratamento da água para devolução à natureza. Adicionalmente às vantagens ecológicas, os tecidos Ecoblack, criados com as tecnologias de SENSIL® WaterCare e LYCRA® Black, possui uma família versátil que atende a moda esportiva e roupas casuais com uma cor preta intensa que permanecerá viva por muito mais tempo nas peças, já que a coloração é inserida na essência dos fios e não se desprenderá com lavagens. “Este lançamento indica o compromisso da SALOTEX com uma atuação ética e colaborativa para minimizar os impactos ambientais. É um passo no sentido de atender às novas necessidades das pessoas e do planeta em que vivemos, plantando nossas sementes para um futuro mais limpo e consciente”, diz Beni Waiswol, diretor da Tecelagem SALOTEX.

da redação com informações da The Lycra Companhy pela INOVA.ETC  e  MktMix Assessoria de Comunicação;   NILIT /SENSIL e SALOTEX  pela Agencia Tres Assessoria de Imprensa Imagens: fotos/divulgação

TECNOLOGIAS, INOVAÇÕES E SUSTENTABILIDADE

worldfashion • 23/07/21, 18:00

downloadCom o aumento das regulamentações para a sustentabilidade, novos desafios são colocados para todos os níveis da cadeia de abastecimento têxtil, e todas as partes interessadas devem trabalhar juntas para apoiar essa transição. Das indústrias como fiações, tecelagens, malharias e confecções aos varejistas, e as parcerias facilitam a troca de recursos e experiências para resolver a questão da poluição têxtil no mundo. Leia sobre as notícias que chegaram da Lenzing Group, da The Lycra Company e sobre o manejo e cuidados com o algodão.

Lenzing & Orange Fiber

tencele284a2-limited-edition-x-orange-fiber_2process_ph-luca-distefano-_-orange-fiberLenzing Group, um produtor líder global de fibras especiais à base de madeira, está fazendo parceria com a Orange Fiber, uma empresa italiana que patenteou o processo de produção de celulose para subprodutos cítricos, para produzir a primeira fibra de liocel com a marca TENCEL ™ feita de polpa de celulose vinda da casca de laranja e polpa de madeira.

Este novo produto visa concretizar a visão compartilhada de ambas as empresas para aumentar a sustentabilidade na indústria têxtil e da moda. A nova iniciativa TENCEL ™ Limited Edition combina a imaginação, inovação e inspiração de têxteis eco-responsáveis, através da reinvenção das fibras da marca TENCEL ™ usando matérias-primas sustentáveis não convencionais.

“A introdução do TENCEL ™ Limited Edition alavanca nossa vanguarda em processos de produção altamente sustentáveis e estamos orgulhosos de colaborar nesta edição especial da série de fibras com a Orange Fiber.” disse Gert Kroner, vice-gert-kroner1presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Global do Grupo Lenzing. “Ao reciclar materiais residuais, como cascas de laranja em nossos produtos, estamos tomando medidas proativas em direção a um futuro mais sustentável e minimizando o impacto ambiental dos resíduos.”

O TENCEL ™ Limited Edition em parceria com a Orange Fiber apresenta uma nova fibra celulósica para inspirar ainda mais a sustentabilidade em toda a cadeia de valor da indústria e expandir os limites da inovação. As fibras estão atualmente sendo transformadas em uma nova coleção de tecidos que a Orange Fiber apresentará ao mercado em outubro de 2021.

enrica-arena1“A Lenzing é uma empresa líder na indústria de fibras sustentáveis e estamos orgulhosos de fazer parceria com eles para criar este novo material que se tornará um recurso valioso para a indústria têxtil e da moda. Este modelo de produção pioneiro pode ajudar a revolucionar a indústria da moda e capacitar marcas que buscam cadeias de valor têxteis ecologicamente responsáveis ”, disse Enrica Arena, CEO da Orange Fiber. “Com os consumidores cada vez mais conscientes do meio ambiente, é imperativo que a indústria evolua tangencialmente e inove com materiais sustentáveis para se manter eficiente, competitiva e salvar nosso planeta para as gerações futuras. Esta sinergia virtuosa representa um passo fundamental em nossa jornada rumo à produção sustentável de tecidos a partir de fontes renováveis, valida nossa patente industrialmente e nos permite aumentar nossa capacidade de produção, satisfazendo assim as necessidades das marcas de moda. ”

tencele284a2-limited-edition-x-orange-fiber_3fiber_ph-luca-distefano-_-orange-fiber-443x6401“Nossa cooperação com a Orange Fiber mostra o compromisso da Lenzing com a parceria para a mudança. Estamos entusiasmados em apoiar os desbravadores da indústria em ascensão para concretizar suas ideias inovadoras ”, acrescenta Kroner. “Colaborações como essas podem trazer mudanças revolucionárias, e nossa iniciativa TENCEL ™ Limited Edition oferece uma oportunidade para empresas de todos os tamanhos unirem forças com a Lenzing.” conclui

As coleções produzidas a partir da TENCEL ™ Limited Edition com Orange Fiber terão materiais de marketing dedicados, como etiquetas de swing de edição especial, que fornecerão informações relevantes sobre o processo de produção e os materiais envolvidos. O objetivo é incentivar o co-desenvolvimento de soluções inovadoras para dar uma nova vida aos resíduos e promover uma maior transparência na indústria têxtil e da moda para atingir plenamente as práticas sustentáveis da indústria.

da redação com informações da Lenzing Global e Orange Fiber  imagens: fotos/divulgação

The LYCRA Company & HeiQ

Os líderes em inovação de tecnologia têxtil, a The LYCRA Company e a HeiQ, empresa fundada em 2005, como uma divisão do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH) e listada no Mercado Principal da Bolsa de Valores de Londres (LSE:HEIQ), a HeiQ é líder em inovação têxtil e materiais, criando algumas das tecnologias mais eficientes, duráveis e de alto desempenho do mercado hoje, celebraram uma colaboração ampla em plataformas múltiplas de tecnologia e de marca que promete gerar tecnologias têxteis mais inovadoras e sustentáveis, que melhorem a qualidade para consumidores de todo o mundo.

Depois de conversas exploratórias que começaram no início de 2019, a HeiQ e a The LYCRA Company resolveram convergir as suas filosofias e capacidades em comum em ciência têxtil, redes comerciais e marketing global para fomentar plataformas de inovação em grandes mercados têxteis. As empresas almejam inovações de marca em mercados de tecido elastizado, termorregulação, frescor e sustentabilidade.

heiq-the-lycra-company1 Julien Born - CEO of The LYCRA Company and Carlo Centonze - co-founder and CEO of HeiQ Group

“Temos o prazer de anunciar o lançamento desta colaboração, resultado de conversas que começaram há dois anos”, comentou o diretor de marca e inovação da The LYCRA Company, Steve Stewart. “Ao combinar a força das duas empresas, vamos continuar a estimular inovações impactantes na indústria têxtil, entregando novas soluções cada vez mais rápido para um público cada vez maior”.

Juntas, a The LYCRA Company e a HeiQ trazem conhecimento consolidado na cadeia de valor têxtil global de processadores de fios, tecelagens e malharias, confecções e varejistas e demonstram compromisso com inovações sustentáveis voltadas para o consumidor, por meio de parcerias que levam a performance têxtil a novos patamares. Esses líderes da indústria possuem forças complementares: a The LYCRA Company é líder reconhecida pelo consumidor por suas marcas de fios e tecidos que atendem as necessidades de elasticidade, aquecimento e resfriamento sustentáveis; a HeiQ é reconhecida por suas inovações em acabamentos que tratam de frescor, sustentabilidade, gerenciamento de temperatura inteligente, antiviral, secagem e em muitos outros mercados.

As primeiras plataformas de inovação, dentre várias, serão lançadas durante o verão no hemisfério norte, trazendo uma nova dimensão de conforto e confiança para o consumidor com a entrega de benefícios antivirais e de frescor, com a qualidade e conforto de tecidos elastizados, homologados com um novo padrão de tecnologia da marca LYCRA® freshFX®. Preparativos para esta inovação já estão em andamento, inicialmente com foco nas cadeias de valor da China, voltadas para o consumidor chinês, e a apresentação está prevista para a feira Intertextile, em Shangai, no final de agosto.

“O objetivo da HeiQ é possibilitar que as marcas e fabricantes na indústria têxtil ofereçam mais conforto, desempenho e sustentabilidade para seus produtos, além de promover consciência de marca nos consumidores, que serão os maiores beneficiados com essas inovações”, destacou o co-fundador e CEO do Grupo HeiQ, Carlo Centonze. “Além de unir as melhores mentes, essa colaboração com a The LYCRA Company também garante que inovações revolucionárias estarão disponíveis e beneficiarão o maior número possível de consumidores”.

“A colaboração tem como base valores mútuos e filosofias que as duas empresas compartilham”, afirmou o CEO da The Lycra Company, Julien Born. “Estamos ansiosos para explorar essas sinergias naturais entre nós e descobrir novas soluções para a indústria têxtil”.

O foco dessas colaborações será atender às necessidades dos consumidores quanto à qualidade, durabilidade e roupas sustentáveis. Amostras de tecido e peças estarão disponíveis no final do verão no hemisfério norte para seleção comercial em alguns países.

The LYCRA Company & ITOCHU

itou1A  empresa reforça também as ações de economia circular no setor têxtil, e acaba de lançar os seus primeiros fios feitos com 100% de resíduos têxteis: são eles o COOLMAX® EcoMade e THERMOLITE® EcoMade, que resultam de uma colaboração estratégica com a ITOCHU Corporation, uma empresa japonesa de comércio e desenvolvimento de negócios internacionais, com força nos setores relacionados ao consumidor final, incluindo o setor têxtil. Os novos fios passam a associar os seus atributos principais de desempenho de resfriamento e aquecimento, respectivamente, à sustentabilidade, em busca de uma necessidade crítica da indústria têxtil global.

“A sustentabilidade se baseia na crença de que, para ter um negócio saudável, precisamos ter um planeta saudável”, com essa declaração, o Chief Executive Officer da The LYCRA Company, Julien Born, resume a proposta da empresa, fabricante de soluções em fios e tecnologia e primeiro elo da cadeia da moda, em relação à sustentabilidade e à economia circular. Esses fios são os primeiros de uma série de inovações em que a empresa está trabalhando com base na reciclagem de têxteis e vestuário.  É um processo único de despolimerização e refino que é usado para converter os resíduos têxteis, que consistem em sobras da produção de fabricantes de roupas, em fibras com propriedades comparáveis ao poliéster virgem.

Os fios COOLMAX® e THERMOLITE® originais já vinham sendo feitos a partir de matérias-primas recicladas, como garrafas PET, por muitos anos. A empresa continuará oferecendo esses produtos em paralelo com os feitos de resíduos têxteis.As ações ambientais da The LYCRA Company têm se intensificado nos últimos anos. Desde 2008, foi implementado o Planet Agenda, um programa que apresenta o compromisso da empresa com a sustentabilidade de seus processos operacionais e de produção, englobando todos os aspectos do negócio da empresa.

Em sintonia com as tendências do conjunto de práticas de ESG (environmental, social and governance), que são diretrizes globais de produção das grandes corporações, o programa “Planet Agenda” estabelece três ambições de sustentabilidade: Excelência na Fabricação para minimizar o impacto ambiental, conservando recursos, reduzindo emissões e eliminando desperdício em suas fábricas; Sustentabilidade de Produtos com a oferta de produtos competitivos que satisfaçam as necessidades dos mercados de vestuário usando menos recursos além de melhorar o desempenho ambiental de todos os tecidos; e Responsabilidade Corporativa, protegendo a saúde e a segurança dos trabalhadores e comunidades.

As ações da empresa vão ao encontro às demandas dos consumidores. Em pesquisa encomendada pela Abit, em relação às mudanças de valores pós-pandemia, foi verificado que o consumo está mais consciente. Segundo o levantamento, 55% dos entrevistados acreditam que passarão a valorizar mais marcas e produtos que sejam realmente sustentáveis.

Da mesma forma, pesquisa da consultoria McKinsey, realizada durante a pandemia, também aponta que, mais de três em cada cinco consumidores disseram que o impacto ambiental é um fator importante na tomada de decisões de compra.

Um estudo do Business of Fashion, o State Fashion 2021, aponta que a economia circular no setor têxtil é fundamental. Isso porque a produção de roupas está crescendo 2,7% ao ano e menos de 1% dos produtos são reciclados em novas roupas. Além disso, 25% das roupas não são vendidas.

adriana-morascoSegundo a vice-presidente para a América do Sul da The LYCRA Company, Adriana Morasco, nesta retomada da economia ficou evidente que os consumidores estão mais conscientes. “A pandemia acelerou um processo que já vinha acontecendo. O lançamento do fio LYCRA® Ecomade, o primeiro fio da empresa fabricado com 20% de material reciclado pré-consumo foi um sucesso global e já esta disponível ao consumidor brasileiro”.

Outro aspecto, segundo Adriana, é que há uma crescente demanda por produtos com mais qualidade. “A busca por roupas com a etiqueta LYCRA® vem aumentando em função da qualidade e conforto que o fio LYCRA® e suas tecnologias conferem às roupas. Durabilidade está diretamente ligada à sustentabilidade”.

“Acelerada pela pandemia e pela consciência em consumir melhor, vemos crescer cada vez mais a demanda de marcas e magazines para o desenvolvimento de coleções com produtos mais sustentáveis. Em 2020, lançamos com a Vicunha Têxtil artigos para o maria-luisa-aamarosegmento de jeanswear. Já com as malharias Kalimo, Berlan Têxtil e Santaconstância foram desenvolvidos artigos para lingerie, fitness, moda praia e “ready-to-wear, todos com fio LYCRA® EcoMade. Acabamos de lançar uma coleção cápsula fitness em parceria com a Riachuelo e muitas outras colaborações estão previstas para o decorrer do ano”, declara a gerente de marketing da The LYCRA Company, Maria Luiza Amaro.

Além de garantirem conforto e liberdade de movimento, as roupas com fio LYCRA® fazem com que as peças não percam a forma e durem mais, evitando descartes. Outro exemplo é o fio LYCRA® XTRA LIFE™. Ele proporciona maior durabilidade para as peças. No caso de beachwear, possibilita que as peças resistam até 10 vezes mais em contato com o cloro da piscina do que um elastano convencional, evitando a aparência de desgaste após muitas lavagens.

jean-hegedus-efc0089c“Ao comprar roupas mais duráveis e usando-as por mais tempo, podemos reduzir significativamente o impacto ambiental”, diz a diretora de Sustentabilidade da The LYCRA Company, Jean Hegedus. Segundo ela, o estudo World Resources Action Programme aponta que estender a vida útil das roupas por apenas nove meses já ajuda a reduzir a emissão de carbono, o uso de água e geração de resíduos em até 10%.

Outras ações

A empresa decidiu continuar apostando na inovação aberta e participar da segunda rodada do Fashion Hub, um programa para que grandes players de mercado se abram para as rápidas transformações no setor da moda. Por meio de mapeamento de desafios tecnológicos do setor e de parcerias com startups e cientistas, as empresas terão a oportunidade de desenvolver novas soluções que impactarão positivamente os seus negócios.

A empresa foi uma das parceiras da 1.ª rodada do Fashion Hub e, baseada nos princípios da economia circular, buscava novas aplicações para a solução polimérica de Poliuretano e os resíduos de fibras de Elastano, que em ambos os casos, possuem ingredientes que podem aditivar outros materiais. Também buscava encontrar novos destinos para resíduos de produção alinhados com a política de sustentabilidade e que possam ser rentáveis para a empresa.

Nesse processo, a Âmago Soluções Têxteis trouxe uma alternativa mais limpa e viável de reciclagem. Já a Aterra Ambiental pensou em um marketplace de resíduos.

trademark-protection1A The LYCRA Company também conta com outras iniciativas de sustentabilidade na produção e na logística. Por meio de soluções de engenharia, a fábrica em Paulínia, no interior de São Paulo, conseguiu reduzir em aproximadamente 40% o consumo de filme plástico em embalagens.

Na logística de transporte, a empresa também tem avançado por meio da otimização da entrega das cargas aos clientes (maior quantidade de cargas por quilometro rodado) e na devolução de contêiner, com o recebimento de um tanque de cada vez, mas devolução de dois por vez. Com essas ações, a empresa já reduziu substancialmente a emissão de dióxido de carbono (CO2). De 2017 para 2019 foram menos 194.135 km rodados, o que equivale à redução de 116 toneladas de CO2 que deixou ser emitido pelo diesel que não foi queimado.

O fio LYCRA® EcoMade, que utiliza material reciclado pré-consumo em 20% de sua composição, é certificado pela Global Recycled Standard (GRS), que verifica o material reciclado e o rastreia desde a origem até o produto final. O GRS inclui rígidos requisitos sociais, ambientais e químicos.

Além disso, em janeiro, 25 produtos da The LYCRA Company obtiveram os Certificados de Saúde de Material no Nível Ouro do Cradle to Cradle Products Innovation Institute, o que reforça o compromisso da empresa com a transparência, sustentabilidade e segurança. Válido por dois anos, o certificado ajuda os fabricantes a afirmarem a transparência na matéria-prima utilizada em seus produtos e em toda cadeia de abastecimento, substituindo produtos químicos de risco por mais seguros e adotando uma química cada vez mais verde.

A empresa também acaba de concluir o Higg Facility Environmental Module (FEM), ou Módulo Ambiental da Instalação Higg (em português), que consiste na autoavaliação em todos os seis locais de fabricação da fibra LYCRA®. O impacto robusto da avaliação - que analisa os sistemas de gestão ambiental, uso de energia, emissões, água uso, águas residuais e gestão de resíduos e produtos químicos no nível da instalação – ajuda as fabricas a buscarem estabelecerem uma melhoria contínua no âmbito ambiental.

da redação com informações da INOVAETC   imagens: fotos/divulgação

SOBRE A FIBRA NATURAL - ALGODÃO

O “Estado da Arte” do algodão brasileiro  por João Vanin*

O Brasil é um dos cinco maiores exportadores de algodão do mundo, sendo o primeiro lugar em produtividade em sequeiro. Os países asiáticos são os maiores compradores de algodão brasileiro, e este protagonismo deve-se à qualidade do produto, amplamente reconhecida. Entretanto, o processo produtivo da cotonicultura, que é realizado por meio de etapas rigorosas e respeitando a preservação ambiental e a sustentabilidade, é ainda pouco conhecido. Em geral, vemos as paisagens brancas em meio às plantações e não nos damos conta de todo o caminho percorrido até ser transformado, por exemplo, em tecidos ou roupas.

13-panorama-640x427Os cotonicultores brasileiros costumam dizer que há 100 lições para atingir o estado da arte da cultura. Mas a história centenária do algodão em nosso País mostrou que há muito mais do que uma simples centena de processos para alcançar um produto de reconhecimento global.

Em primeiro lugar, o planejamento correto de qualquer cultura agrícola é fundamental para um bom resultado produtivo. A escolha da variedade de sementes é considerada uma das decisões mais importantes para o sucesso da colheita. As variedades atuais oferecidas ao mercado são cada vez mais sofisticadas do ponto de vista genético, agregando tolerância a doenças e pragas e podendo representar ganhos significativos em produtividade, economia de custos e qualidade final da fibra. Com as constantes mudanças na agricultura, seja em uso da tecnologia ou no surgimento de novas variedades de doenças, é importante que o produtor esteja atento às novas sementes existentes no mercado, para manter e melhorar a sua produtividade da lavoura.

O sistema de cultivo praticado e o manejo da lavoura são fundamentais para que o conhecimento do crescimento da planta seja conduzido de forma adequada. A definição da data de plantio e da densidade de plantas são fatores significativos para a lavoura, pois refletem diretamente na produtividade e qualidade de fibra. Os tratos culturais precisam ser realizados de forma programada, para que a aplicação de defensivos e fertilizantes seja realizada na quantidade e tempo corretos.

Outros processos importantes durante a safra de algodão são a desfolha e a maturação. Enquanto o primeiro trata-se da retirada das folhas do algodão via aplicação de hormônios vegetais (evitando manchas na pluma pelas folhas), o segundo serve para acelerar o processo de maturação da fibra e a sua uniformização, tornando-se apta a colheita mecanizada.

As intempéries climáticas exercem grande influência na qualidade do algodão pois quanto maior a exposição no campo sob efeito da radiação solar e umidade relativa do ar, mais a lavoura sofre a influência da redução da resistência e do alongamento, da perda de peso da fibra do algodão, além de deixá-la quebradiça.

O beneficiamento do algodão é uma das etapas mais conhecidas e que define o resultado produtivo final da cultura. É importante nesse processo cumprir algumas regras básicas de controle, evitando a presença de contaminantes naturais e artificiais e realizando a segregação do algodão em caroço, de acordo com a variedade e suas características internas e externas, buscando minimizar as agressões mecânicas exercidas sobre a fibra no processo da colheita mecanizada e transporte, minimizando o impacto na perda de qualidade e aumentando a eficiência do processo de beneficiamento.

No beneficiamento, é importante ainda atentar-se para o descaroçamento, pois é nessa etapa que ocorre a extração da fibra do caroço e a maior agressão mecânica sobre o algodão. É quando surgem os subprodutos que são tão importantes quanto a fibra. O caroço é comercializado para a produção de óleo para consumo humano, processamento de ruminantes e em produtos para a indústria de cosméticos, farmacêutica, papel moeda, tecnologia, têxtil e celulose. A fibrilha remanescente desse processo é utilizada na indústria têxtil para produção de fios, que serão direcionados para a fabricação de tecidos rústicos/decorativos, sacaria e panos de prato.

Esta etapa, quando feita com excelência, começa com o planejamento e a programação, que direcionam os módulos para serem processados de acordo com suas particularidades e características. Nesse processo, os controles de umidade, temperatura e carga de alimentação da usina devem ser conferidos de hora em hora e ajustados de acordo com a particularidade e recomendação de cada lote de algodão, evitando danos mecânicos na fibra e impacto na qualidade. Os cuidados e regulagens das escovas, serras, costelas, serrilhas e grelhas são fundamentais para a limpeza adequada da pluma, preservando o comprimento e resistência da fibra, com equilíbrio para não ocorrer desperdício ao longo do processo de beneficiamento.

cpja1471-640x3031A colheita é uma fase que requer muito cuidado para não afetar a produção e a qualidade do algodão. Para se obter uma colheita eficiente, o ideal é que todos os capulhos (como é chamado o fruto do algodão, no qual estão contidas as sementes e fibras) estejam abertos, indicando que a fibra está madura e permitindo que os fusos da colheitadeira consigam retirar o máximo de algodão da planta, evitando assim o impacto negativo na produtividade. Quando a colheita acontece de forma antecipada, algumas impurezas podem afetar o rendimento, por conta da dificuldade de extrair o algodão do capulho, impactando também na qualidade do produto, devido a presença de fibras imaturas e com baixa resistência. A própria manutenção da colheitadeira interfere diretamente no resultado, sendo necessário um cuidado maior com as placas, que devem ser reguladas de forma equilibrada, de modo que não fique nenhum algodão em caroço na lavoura e não haja agressão ao caule da planta, evitando que parte dele siga com algodão em caroço e gere contaminação na pluma.

A logística e o transporte do algodão são fatores preponderantes para que o produto esteja com a qualidade desejada. É importante estar atento ao tamanho dos módulos de algodão, agrupando-os em linha na margem da lavoura para facilitar sua retirada. No transporte, deve-se evitar o rompimento da lona utilizada na formação do módulo, cobrindo-o lateralmente para evitar a contaminação com poeira durante o deslocamento até o pátio da usina de beneficiamento. Neste local, é fundamental realizar o descarregamento segregando e agrupando os módulos por lavoura, variedade e tipos de contaminantes, para facilitar a programação de beneficiamento de forma homogênea, evitando a mistura de diferentes características e consequências negativas na qualidade e eficiência.

Por fim, o atestado de qualidade é realizado a partir do envio de uma amostra de cada lado do fardo e já identificado com a etiqueta SAI (sistema de identificação da Abrapa - Associação Brasileira dos Produtores de Algodão) para o laboratório e sala de classificação, onde realiza é feita a análise de comprimento, resistência, índice de fibras curtas, alongamento, micronaire, joao-vaningrau de cor e refletância da pluma, a classificação visual, com segregação por tipo comercial, e são formados os lotes para serem apresentados aos clientes.

Se todos estes processos forem seguidos à risca, a indústria têxtil terá a certeza de receber um algodão de qualidade. O consumidor final terá uma roupa com fibra de alto padrão. E o Brasil continuará sua trajetória como um dos maiores cotonicultores do mundo.

*João Vanin é Engenheiro Agrônomo, mestre em fisiologia vegetal e especialista em agronegócios, e atualmente gerente de produção de sementes na SLC Agrícola. Atua no sistema de produção soja-milho-algodão a mais de 10 anos, focado principalmente na gestão de recursos produtivos e manejo fitotécnico de culturas.

fonte: CDI  imagens: fotos/divulgação

Bayer*

14f3fb01cac492d32f25056d4042cc01low-reinaldo-lourencoA parceria da empresa com o projeto  Sou de Algodão, busca a conscientização sobre moda e consumo sustentável e reforçar a importância da produção brasileira de algodão, uma das mais responsáveis do mundo. Este é um dos fatores que incentivou a Bayer, que já participa desde 2016, a renovar a parceria com o projeto Sou de Algodão, fundado no mesmo ano, desenvolvido pela Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa) e pelo Instituto Brasileiro do Algodão (IBA). O objetivo é contribuir com a iniciativa, que valoriza o algodão na moda e outros setores, ampliando as práticas sustentáveis presentes desde a produção até a confecção de produtos a partir da utilização da fibra.

“Queremos mostrar que as roupas que as pessoas vestem têm em sua origem uma produção responsável.Quando você escolhe uma calça de algodão, por exemplo, ajuda o mercado interno, colaborando com a economia nacional e contribuindo para a geração de empregos”, afirma Júlio Cézar Busato, presidente da Abrapa. O movimento Sou de Algodão nasceu para despertar uma consciência coletiva em torno da moda e do consumo responsável, unindo vários agentes da cadeia produtiva e da indústria têxtil do algodão, desde produtores rurais até o consumidor final, passando por tecelões, artesãos, fiadores, designers de moda, estilistas e estudantes.

Hoje, 75% da produção do algodão no país possui certificação socioambiental. Um levantamento da própria iniciativa mostra que o Brasil é campeão mundial em produtividade quando o assunto é o algodão sem irrigação: mais de 90% das plantações dependem apenas da água da chuva para se desenvolver.

4-slc_paiaguas_ff0029-640x360“O movimento reforça a importância da sustentabilidade presente em nossa estratégia de negócio, que tem como pilar a inovação aberta e colaborativa. O trabalho desenvolvido com instituições como a Abrapa são fundamentais para construirmos novas soluções e tecnologias para um futuro mais sustentável, impactando positivamente todos os elos da cadeia produtiva do algodão”, explica o líder de negócios em soja e algodão da Bayer, Marcelo Neves.

Tecnologia de algodão Bayer: produtividade e qualidade

O Brasil está entre os cinco maiores produtores de algodão do mundo, ao lado de China, Índia, Estados Unidos e Paquistão. A produção brasileira é também protagonista no consumo e na exportação da pluma, segundo dados da Abrapa.

Líder em tecnologia para a cultura do algodão no Brasil, a Bayer prepara-se para lançar, ainda neste ano, a terceira geração da tecnologia Bollgard (III RR Flex™), que trará mais produtividade e novos manejos a pragas. A solução Bollgard II RR Flex™, principal marca de algodão da companhia, está presente na maioria dos campos da cultura do país, segundo dados da pesquisa realizada pela BIP/Spark (mapeamento da safra 2019/2020).

A ferramenta auxilia o cotonicultor a produzir a cultura de maneira responsável, a biotecnologia Bollgard® facilita o manejo, trazendo mais segurança para o agricultor e para o meio ambiente, além de contribuir na redução dos custos de produção resultantes pelo menor uso de insumos agrícolas e recursos naturais.

* Bayer que celebra, em 2021, 125 anos de Brasil. Chegou ao País em 1896, abrindo a primeira fábrica no Rio de Janeiro; Hoje, está presente em mais de 30 cidades, com 6.500 profissionais espalhados de norte a sul. O Brasil é o maior mercado da Bayer na América Latina e local de grandes descobertas na medicina, de novas tecnologias para o campo e de inovações que melhoram a qualidade de vida do brasileiro e contribuem para o desenvolvimento do país. O Grupo está atento aos novos desafios da humanidade, cada vez mais coletivos e que não podem ser solucionados por atores isolados. Por isso, tem investido cada vez mais em modelos de negócios baseados em colaboração, por meio de suas três divisões e do seu primeiro hub de inovação aberta da América Latina, com parcerias relevantes para os negócios. E para construir os próximos 125 anos, mais que fortalecer sua voz, a Bayer quer ampliar sua escuta e entender cada vez melhor as expectativas da sociedade e as necessidades dos clientes: seja o agricultor, o médico, o paciente, o consumidor - e a sua gente, cada vez mais plural e diversa; quer estreitar laços, alinhar expectativas, promover o diálogo, aproximar sua comunicação e construir os próximos passos da empresa junto ao público.

da redação por Jeffrey Group  imagens: fotos/divulgação

MOD.IND-SP

worldfashion • 04/06/21, 15:51

imagem-2-640x427Projeto MOD.IND-SP é um convênio firmado com o Governo de São Paulo para atender as necessidades de ações em tecnologia e qualificação às empresas de todos os elos e portes do Estado de São Paulo. O valor total de investimentos será de R$ 835.208,00, sendo que R$ 485.581.09 virão do Governo de São Paulo e R$ 349.626,91 serão de contrapartidas, para atender até 320 empresas em ações de capacitações. A vigência do convenio está estimada em dois anos.

Sobre a METODOLOGIA :

1-ENTREVISTAS DIRETAS - Para o diagnostico geral com entrevistas diretas para pesquisa quantitativa, descritiva e qualitativa.

2-CONSULTAS - Para análise têxteis técnicos com consultas individuais com referências aos objetivos da pesquisa e identificação das empresas parceiras do estudo.

3-FORMULÁRIOS - Para relacionar ambientes de produção dos estruturados e semiestruturados, aplicados por entrevistadores treinados especificamente para o projeto

O trabalho será executado pela empresa IEMI-Inteligência de Mercado, que atua no mercado há mais de 30 anos no desenvolvimento de pesquisas de mercado customizadas, quantitativas e qualitativas.

O resumo será apresentado às autoridades parceiras, às empresas com sugestões de melhorias em produtos e processos.

Entre final do 2º semestre de 2021 e começo de 2022 serão agendados os seminários presenciais e virtuais às empresas associadas à ABIT e Sindicatos parceiros.

shutterstock_1070369402-640x427

CAPACITAÇÕES

A - PFTC Programa de Fortalecimento Têxtil e de Confecção terão

6 módulos com  objetivo de aumentar a produtividade, a garantia de qualidade, sustentabilidade, ambiental e financeira, virtualização da produção, lean design e a indústria 4.0 e assim aumentar a competitividade das indústrias dos setores têxtil e de confecção por meio de soluções educacionais e de consultoria em parceria com a Rede SENAI que possui conectividade dinâmica formada pelas áreas de Educação, Tecnologia e Inovação com diferenciais do Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil – SENAI CETQT.  As vagas serão limitadas em 225 atendimentos.

Cada participante terá o período de 60 dias para concluir cada módulo a partir da data da matrícula, e receberão certificado após a finalização.

Valor do investimento: Para associado ABIT  R$ 50,00  para não associado R$ 70,00

Valor por módulo, condições especiais na obtenção de três módulos e/ou na inscrição de 3 ou mais participantes por empresa.

clothes-purchasing-concept-female-clothing-set-rack-wardrobe-640x427

B - DESIGN DE MODA – Ferramenta importante para o diferencial das empresas e diretamente ligado à competitividade. A consultoria visa colaborar para a qualificação das empresas no desenvolvimento de produtos e fortalecimento da marca, com coleções de alto valor agregado, com aspectos de pesquisa, desenvolvimento e criação.

Serão 5 etapas: Diagnóstico/ Plano de ação/ Acompanhamento e Finalização

O conteúdo:

. Projeto de coleção, considerando criação de moodboard, tendências, definição de cartela de cores, formas, texturas e montagem de mix de produto.

. Análise de processo criativo e planejamento da coleção, considerando aspectos de design e produção: Composição e forma / Matéria Prima/ Acabamento/ Modelagem/ Etiquetagem/ Ficha Técnica da coleção/ Gestão dos fornecedores/ Aplicação de tecnologias têxteis.

. Orientação da identidade e posicionamento da marca com proposta de valor / comportamento do consumidor / produtos-chave / política de preços

A capacitação contempla 16 horas de trabalho e serão 90 dias do primeiro atendimento à entrega do relatório. Com desenvolvimento de uma mini coleção com um mix de produtos contendo no mínimo 20 modelos/artigos com o objetivo de editar uma coleção/mostruário de ao menos 10 looks completos.  A consultora será Geni Rodio Ribeiro consultora de moda, produto e mercado nacional e internacional, com atuação no setor há mais de 40 anos com passagem por todos os setores dos elos da cadeia produtiva têxtil.

As vagas serão limitadas a 50 empresas.

Valor do investimento:  Para associado ABIT R$ 576,00  para não associado R$ 960,00

imagem-1-640x427

D – MARKETING DIGITAL – Imprescindível nos dias atuais para alcançar consumidores. Um mundo complexo que requer conhecimento e a boa aplicação dos recursos. Nesta consultoria as empresas entenderão o seu cenário no digital e como marcar presença relevante para a sua marca. Construir um fluxo sólido de exposição compatível com os objetivos, através dos principais KPis que irão orientar melhor os investimentos.

A empresa que dará a consultoria é a MT Soluções denominada como um HUB de soluções para o e-commerce, realiza implantações de lojas virtuais, lay outs e sistema ERP, com expertise em Marketing Digital.

Serão 3 etapas:

1 Diagnóstico da presença digital

2 Design de Comunicação – com recomendações e plano estratégico

3 a) implantação do planejamento nas redes sociais e e-mail marketing efetivo.

b) Business Intelligence (BI) – estratégia que faz o processo de coleta de dados e interpretação em informação clara e valiosa.

Serão 14 horas de consultoria nas etapas 1 e 2, realizados em dois meses. Após análise de desempenho serão selecionados 15 empresas para receberem 22 horas adicionais de consultoria na etapa 3, será realizada em 4 meses. Vagas limitadas para 30 empresas sendo 10 empresas a cada ciclo de 6 meses.

Valor do investimento:

Para associado ABIT        para não associado

Etapa 1: R$ 330,00          Etapa 1: R$ 550,00

Etapa 2: R$ 165,00          Etapa 2: R$ 275,00

Etapa 3: R$ 2.844,00       Etapa 3: R$ 5.688,00

Os valores de investimentos, estão bem abaixo do valor de mercado, os interessados deverão entrar em contato para mais informações com: Fernanda Tamburus no e-mail fernanda.tamburus@abit.org.br  ou Lilian Kaddissi  no e-mail lilian@abit.org.br

da redação com informações da ABIT Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção  imagem: foto divulgação

PROGRAMA da SWAROVSKI

worldfashion • 30/03/21, 11:35

b887a066fb2da44857690d75a6c62c7d-427x640A Swarovski Foundation anunciou em Londres no dia 25 de março de 2021 - o lançamento do Swarovski Foundation Institute: Creatives for Our Future, um novo programa global de bolsas desenvolvido com o assessor do Escritório das Nações Unidas para Parcerias para identificar e acelerar a próxima geração de líderes criativos em sustentabilidade.

O  SFI (Swarovski Foundation Institute): Creatives for Our Future começa com uma chamada aberta de quatro semanas para os jovens criativos de todo o mundo com idades entre 18 e 25 anos nas disciplinas como moda, design, arte, arquitetura, ciência, tecnologia e engenharia - sem limite para o meio criativo. A Fundação Swarovski tem como objetivo atrair um grupo diversificado de candidatos de todo o mundo e trazer novas vozes e perspectivas para o processo criativo. E serão aprovados os que possuirem grande interesse, demonstração ou potencial exemplar de usar o processo criativo para acelerar a conscientização, tecnologias ou soluções para o desenvolvimento sustentável.

26d5d09013d358aed490908a93db990b-427x6402c029417cdcab7b92bc3bf100a1743df-427x640Os selecionados receberão apoio financeiro para promover sua prática e desenvolver novos caminhos para um mundo melhor. O financiamento é ligado a um programa educacional em colaboração com as principais instituições internacionais, orientação personalizada e conexões profissionais na indústria com a orientação da Fundação Swarovski. Cada mentor participante, líder em seu campo, representará a mais ampla gama de disciplinas criativas, desde moda e arte até tecnologia e ciência. Ao longo do programa, os participantes selecionados receberão apoio 77998ae44a51061a973868f2ff8b320a-480x640c9e6ef51cf4620f328077e826387a15a-427x640para desenvolver as inovações e práticas descritas em suas aplicações e impulsionar o progresso em direção à Década de ação para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Decade of Action to Deliver the Sustainable Development Goals - SDGs). Os participantes serão convidados a apresentar em setembro de 2021 - em torno do segmento de alto nível da Assembleia Geral da ONU  que declarou 2021 o Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento 4fbc0adcd7a806ab1d45e9a611b569a4-427x64075186f3e402875a4845b49135b244812-427x640Sustentável pelas Nações Unidas.

O programa global de bolsas é lançado com uma chamada aberta de quatro semanas para inscrições de diversos jovens talentos (18-25) em todas as disciplinas criativas, incluindo moda, arte, design, arquitetura e engenharia

Inscrições abertas em www.sfcreatives.org

de 9 de março a 09 de abril de 2021

Data do anúncio dos beneficiários e mentores selecionados e professores mestres, Dia Mundial da Criatividade e Inovação da ONU:  21 de abril de 2021

0d0668cd50ff771d4c7c1fc45de889e3-640x427Os participantes selecionados receberão uma bolsa, mentoria pessoal, treinamento educacional e conexões profissionais na indústria em apoio às suas práticas de desenvolvimento. Eles serão convidados a se apresentar em setembro de 2021 - em torno do segmento de alto nível da Assembleia Geral da ONU - com o início do programa programado para dezembro de 2021

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação  imagens: fotos/divulgação

Canatiba Printing

worldfashion • 17/03/21, 14:57

4-480x640Nesta terça feira, em coletiva de imprensa virtual, Fábio Covolan - Diretor de Marketing e Exportação da Canatiba, apresentou o lançamento da estamparia digital sobre o denim, reafirmando o prioneirismo da empresa com inovação e sustentabilidade. Foram meses de pesquisa, entre a aquisição do equipamento, montagem/ajustes e produção, para apresentar ao mercado uma revolução no cenário do jeanswear brasileira, abrindo novas fronteiras, em cores, formas e desenhos ( desde imagens fotográficas digitais, passando por grafismos, até os chamados microdesenhos utilizados para gravataria)  o leque de ofertas para a criação de estilistas, confecções e marcas, para desenvolverem estampas exclusivas para suas coleções, a partir de 100 metros de denim, que passarão por testes de qualidade e adequação da arte às bases escolhidas.

600-2354-img_6238-640x603Uma série de bases denim e sarjas PT,  com mais de 97% de algodão, na impressão digital,  alcançam resultados inusitados, possibilitando algo até então impossível para esse recurso de estamparia: a variação visual das lavagens, faz com que cada estampa multiplique seus efeitos.

São poucas e contornáveis as limitações que a nova técnica apresenta, se o fundo da estampa é na cor branca, por exemplo, são utilizadas as bases PT e para fundos escuros em microdesenhos a opção de tingimento se mostrou mais adequada. No mais, o céu é o limite.

frente-6002356-427x640A Canatiba também lança suas próprias estampas, como padrões camuflados, xadrez, dobby (pontilhados de gravataria), animal printing, florais e desenhos de céu que saltam aos olhos pela resolução que alcançam no tecido. O xadrez remete a padronagens de alfaiataria (como o Príncipe de Gales). O animal printing em bases PT chega ao requinte dos efeitos de pelagem e as cores e tons das nuvens - no azul do denim – e das flores – com as múltiplas lavagens – revelam um jeans absolutamente inovador.

No cardápio da tecelagem, consta também ampliação da linha Elastopol - com utilização de fios de poliéster 100% produzidos nas fábricas da tecelagem. São três novas bases. Destaque para o Marrakéxe Elastopol  (9,0 Onças, 65% algodão, 33% poliéster, 2% de elastano, tingimento ecológico e 50% de Stretch). A tecnologia Megaflex apresenta duas novas bases: o Forasteiro Thermofix New Collor (8,0 Onças, 98% algodão, 2% elastano, largura de 1.59 m e  35% de Stretch) e o Marrakéxe Stretch Denim (8,5 Onças, 76% algodão, 22% poliéster; 2% elastano, largura de 1.50 m, tingimento ecológico e 45% de Stretch), o  novo produto de melhor custo/benefício da Canatiba.

frente-6002346-427x640No grupo Premium Denim, com foco em tecidos 100% algodão, a Canatiba apresenta quatro novas bases entre as quais o Mascate + LARGO (10 Onças, tingimento ecológico com 15% de Algodão Reciclado) com o diferencial de largura de 1,80 m e o Phelps Blue Denim (6,0 onças com 1.70 m de largura), muito usado para camisaria, que ganha agora lavagem ecológica, com economia de 80% de água.

SUSTENTABILIDADE

Todos os lançamentos terão como novidade o acabamento Rice Éko, que traz o conceito de economia circular mais uma vez entre as boas práticas utilizadas pela Canatiba. Trata-se de um óleo extraído da casca do arroz. Tradicionalmente usado no mercado cosmético, esse acabamento adiciona vivacidade às cores, toque natural às bases, maciez e boa costurabilidade. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de arroz, com cerca de 11 milhões de toneladas colhidas por ano, o que gera aproximadamente 20% desse volume em resíduos. A casca de arroz leva mais de cinco anos para se decompor. Mesmo quando descartada em aterros, sua decomposição resulta na produção de gases poluentes, como o metano.

frente-6002350-427x640Também na direção dos processos sustentáveis na sua cadeia produtiva, a tecelagem passou a adotar o sorgo na engomagem de todos os tecidos da sua linha. Esse cereal substitui com ganhos ambientais outras fontes de amido (batata, mandioca, milho, etc).

O Sorgo é o quarto cereal mais produzido no planeta e cresce com baixa utilização de água, menor área de cultivo - inclusive em áreas de solos mais secos e pobres - com colheita mecanizada e boa tolerância a pragas (diminuindo o uso de agrotóxicos).

Na base do ciclo de produção do denim, a agricultura, com a utilização do sorgo a Canatiba contribui para o aumento da área cultivável de alimentos, prática das mais importantes para o equilíbrio ambiental.

Os lançamentos e processos sustentáveis da Canatiba Denim Industry reafirmam os compromissos da empresa na geração de valor na cadeia têxtil a partir da inovação com responsabilidade social e ambiental – marcas registradas em mais de meio século de história. Desde do  “envelhecimento” industrial, passando pela elasticidade, até a incorporação características funcionais, como tratamentos antimicrobiais, fazem parte do cardápio de inovação do segmento mais competitivo da cadeia têxtil. E agora com a tecnologia até então utilizada somente em outros segmentos: a impressão digital no denim - Canatiba Printing será a estrela dos lançamentos da tecelagem nas bases Elastopol, Megaflex e Premium Denim,

da redação  com informações da Duo Press imagens: fotos/divulgação

DelfimProtect

worldfashion • 06/01/21, 10:44

maquina-640x427A Delfim Tecidos, indústria de médio porte especializada em produção têxtil com mais de 60 anos de estrada no mercado nacional. Com modernas máquinas Kettenstuhl, Rachel, Jacquard Tronic e Tramadeira saem, tules, filós, organzas e mosquiteiros. Em cores diversas e metragens específicas para produtos finais nas áreas de moda, decoração e artesanato. Sua tinturaria própria permite desenvolver tingimentos e acabamentos específicos para atender as mais recentes tendências e necessidades do mercado. Além de uma coleção de toalhas de mesa rendadas em diferentes tamanhos e padronagens.

A empresa presta serviços personalizados de urdimento, tingimento e acabamento de tecidos para outras empresas do ramo.Qualidade na produção e agilidade na entrega do produto são fatores determinantes no atendimento a clientes de pequeno, médio e grande porte. A competente equipe de vendas e o sistema de distribuição capilarizado permitem obter os melhores resultados para estes clientes. escreveu uma nova história.

Durante a adversidade da pandemia que arrasou diversos negócios, a empresa corajosamente andou na contramão e com um investimento de R$ 1 milhão e desenvolveu um tecido antiviral que inativa o vírus em um minuto e garantiu que a empresa surfasse a onda da inovação nesse período crítico e lançou a DelfimProtect, um tecido inovador antiviral que é capaz de inativar a ação do vírus em um minuto, segundo dado comprovado em laudo emitido pela Unicamp.

foto-mauro-deutsch-640x4271Essa largada foi possível graças à visão da companhia, que desde quando o assunto virou notícia na China, acionou o modo ‘atenção’ e refletiu sobre como as coisas seriam quando a doença chegasse no Brasil. Porém, não imaginava que de sua linha de produção sairia um produto com uma relevância tão significativa e que fizesse sucesso em tão pouco tempo. “Nós não fazíamos ideia onde esse produto iria nos levar, pois ele se mostrou muito mais potente sob o ponto de vista antiviral. E ele nos permitiu surfar muito bem essa onda de inovação”, conta Mauro Deutsch, CEO da empresa.

O DelfimProtect ganhou protagonismo e permitiu que a empresa atravessasse os primeiros meses mais críticos da pandemia sem precisar demitir nenhum colaborador. Concedeu férias coletivas, interrompeu a produção, porém, nesse período concentrou seus esforços totalmente na realização dos últimos testes científicos de validação do tecido, que se diferencia por ser 100% poliéster, possuir alta eficiência da filtração bacteriana superior a 93% (o padrão exigido pela ABNT é de 70%) e repelência à água.

Para garantir que tudo corresse bem com o desenvolvimento do DelfimProtect e alinhar o cenário da empresa para colocá-lo no mercado, contou com um suporte de várias frentes: um comitê gerencial que se encarregou de levantar as condições da companhia e fazer os ajustes necessários, fez contato com médicos infectologistas para trocar informações, teve o apoio dos fabricantes das máquinas de sua linha de produção, a participação de uma equipe interna que detém um forte conhecimento sobre malha e a parceria da Nanox, empresa ligada à Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). “Foi um trabalho bastante disruptivo, desenvolvido de forma rápida, por quase 20 mãos. Nada teria acontecido sem esse time” declara Mauro Deutsch

maquina-1-640x427Com o sucesso do DelfimProtect, a empresa teve que ajustar sua capacidade de produção de sua linha. As máquinas, que antes eram mais dedicadas à fabricação do tule, passaram a produzir o produto. De 60 mil metros/mês, saltou para 500 mil metros/mês. E, de acordo com Mauro, a capacidade produtiva tem fôlego para atingir até 1 milhão de metros/mês. E ele está confiante nisso. “Tem muito mercado e demanda para isso. O tecido deixou de ser usado só para a confecção de máscaras”, analisa. Hoje é possível encontrar o DelfimProtect em toalhas de restaurantes, aventais de uniformes de garçons, equipamentos de EPI, uniformes hospitalares. Mas o céu é o limite, na visão do executivo da Delfim. “Já existem clientes utilizando o produto em camisetas e calças com punho”.

Esse passo dado pela Delfim coloca a empresa em uma situação estratégica neste momento, porém também diante de novos desafios: a busca por novas inovações não pode parar, para Mauro Deutsch: “Essa é uma crise diferente das outras. É mundial, que tirou nossa capacidade de planejar o ano seguinte. Para lidar com as incertezas e o medo, temos que continuar inovando. Nosso mercado principal é o tule, cujo principal período de venda do ano é o carnaval. Já sabemos que em 2021 a festa não será realizada e, por isso, não podemos ficar parados. Temos que ajudar a sociedade a resolver outros problemas”.

Pensar no outro é algo que faz parte do DNA da Delfim. Duas decisões mostram esse princípio. Uma delas foi não repassar integralmente o custo da produção do DelfimProtect para o cliente, tornando o tecido acessível para o mercado. A outra foi uma parceria feita com o G-10 Favelas, que possibilitou a doação de um volume de tecidos equivalente a três mil máscaras para o projeto Costurando Sonhos. “Nós ampliamos nossa preocupação social para além dos portões da empresa. Isso permitiu que muita gente possa se proteger adequadamente durante a pandemia e várias costureiras possam levar comida para casa nesses tempos difíceis”, aponta Mauro Deutsch.

foto-mauro-deutsch-1-472x640Perante o setor, Mauro Deutsch presidente da Delfim está orgulhoso e com os resultados obtidos. Espera que seu exemplo sirva de incentivo para os demais empresários a assumir uma postura mais corajosa perante à crise. “É muito gostoso ver que as coisas estão funcionando, que fomos na contramão e que valeu cada investimento”. Para este ano, a expectativa é fechar o período com tudo equilibrado, sem perda de receitas. “Nós não vamos crescer em 2020, mas se fecharmos no zero a zero será uma grande conquista. A incerteza é a única certeza que nós temos neste momento. Tudo o que fizemos nesses últimos meses será nossa base para que nos próximos dois anos possamos retomar o crescimento”, conclui.

Enquanto isso boa parte do setor lacrou suas portas, cortou custos, perdeu pedidos, demitiu pessoas, teve dificuldade de acesso ao crédito e amargou prejuízos - segundo um levantamento da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (Abit) feito em junho deste ano, 96% das empresas do mercado tiveram queda na carteira de encomendas, sendo que mais da metade das fábricas (55%) registrou redução maior do que 50% no número de pedidos - a Delfim caminhou corajosamente na contramão. Investiu para viabilizar o DelfimProtect. “A dor de barriga veio para todo mundo. Eu aprendi que você tem que ir para frente. Cada vez que você recua, para dar um passo para frente há uma grande inércia a ser vencida. E nós decidimos apostar no produto, mesmo sofrendo muitas críticas pela nossa ousadia. Se não tivéssemos feito isso, estaríamos no retrocesso”, reflete Mauro Deutsch.


da redação com informações da Digital Trix Comunicação  imagens: fotos/divulgação

CAPRI

worldfashion • 12/08/20, 12:05

foto_aerea_fabrica_capricornio_foto_divulgacao-640x4253-640x4261A empresa Capricornio Têxtil, iniciou na indústria têxtil, nos anos de 1946 em São Paulo com produção de tecidos de lã e na década seguinte iniciaram também a produção de tecidos para camisaria, nos anos 70 a expansão foi com a inauguração da planta de Bragança Paulista/SP e em 1990 ingressaram na produção do Denim e a inauguração da planta em Natal/RN.

Em 2016 a Capricórnio Têxtil comemorou 70 anos e assim iniciaram a meta para o futuro, com a formação de um time de alta performace,  a empresa, atualmente líder no ranking do “Melhores & Maiores” da revista Exame, no segmento denim. E nestes últimos quatro anos, a Capricórnio Têxtil, a terceira maior produtora de denim do Brasil, vem trabalhando intensamente na modernização de seus processos, maquinário, gestão e desenvolvimento de seus colaboradores e nesse cenário, aconteceu no último dia 5 de agosto, o lançamento do Projeto Sinergia.

11O projeto tem como objetivo, aliar inteligência e tecnologia, para o  aperfeiçoamento de todos os processos da empresa, dentro da nova gestão, a Capri tem reestruturado seu posicionamento estratégico. Uma nova marca está sendo consolidada e novas linhas de produtos foram concebidas, para atender as necessidades do mercado.

O lema para os próximos dois anos é MELHORAR PARA CRESCER, e isso significa melhorar ainda mais a integração de todos os sistemas para garantir agilidade e qualidade dos nossos produtos e serviços, mantendo o excelente custo benefício.

Ancorado nos valores Valorização e Bem-Estar do Colaborador, Ética e Transparência, Qualidade e Inovação e Foco no Cliente, o Projeto Sinergia tem duração estimada de três a quatro anos e sua atuação será em três pilares:

• Industrial

• Comercial

• Financeiro

Neste mês de agosto. já começaram o mapeamento dos processos na área industrial, com o objetivo de substituição do ERP Industrial para a solução SGT da Operacional Solution, e no mês de setembro implantarão a plataforma de CRM SalesForce na área comercial, projeto que já vem sendo desenvolvido há mais de 01 ano, e que trará imensas possibilidades de atuação e interação com nossos Consultores, Key Accounts e Representantes. No pilar Financeiro, ainda neste semestre, entregam aos clientes o importante Portal Financeiro.

22“Ouvimos atentamente as necessidades dos nossos clientes e do mercado e nos últimos anos, e a Capricórnio veem implementando uma série de serviços e mudanças de processos e produtos.” – ressalta João Bordignon, Diretor de Marketing e TI.

Remodelaram a Áreas de Assistência Técnica, para ser muito mais proativa e próxima ao cliente, tendo como foco a prestação de assessoria personalizada, auxiliando no dia a dia com melhores técnicas de lavanderia e utilização correta dos produtos. Além disso, reestruturaram toda a área de Qualidade, adotando e adequando às melhores práticas do mercado, garantindo a qualidade dos tecidos Capri, da fiação até o envio dos rolos.

Fizeram uma mudança expressiva de teares, modernizando ainda mais o parque fabril e a partir daí aumentaram a largura útil da maioria dos tecidos, garantindo ainda mais rentabilidade para os clientes. As famílias de produtos estão ainda mais variadas com tecidos e tingimentos novos.

Em outubro de 2020, vão inaugurar o showroom de 100mts na Denim City SP, um espaço planejado com o maior carinho e capricho, onde  disponíbilizarão todos os produtos, além de coleções especiais desenvolvidas por estilistas parceiros exclusivamente para a Capri.

joao1“Queremos crescer de forma sustentável, como estamos fazendo – dando um passo de cada vez – de forma responsável, saudável financeiramente, ancorados pelos nossos valores e com o compromisso de garantir a variedade e qualidade nos produtos e serviços que o mercado precisa e merece. E é neste cenário que o Projeto Sinergia nasceu, trazendo a tecnologia como protagonista na formação da base que sustentará o crescimento da Capricórnio nos próximos anos, com foco total na experiência do cliente na interação com todos os pontos de contato da Capricónio.” – ressalta João Bordignon, Diretor de Marketing e TI.

da redação com informações da Capricórnio Têxtil  imagens:foto divulgação

BIO PROTECT

worldfashion • 27/07/20, 11:34

A Santista, em parceria com a Nanox Tecnologia, acaba de lançar no mercado o Bio Protect, produto destinado ao acabamento de têxteis, criado para combater a ação do novo coronavírus. A apresentação, realizada de forma on-line, contou com a participação dos representantes da Santista Sueli Pereira, gerente de Comunicação e Moda, e Inácio Silva, gerente de Marketing, além do responsável pela área de Desenvolvimento Têxtil da Nanox, Guilherme Tremiliosi.

010-santista_covidDiante do atual panorama crítico e da urgência por buscas de soluções, o lançamento do produto se deu no prazo recorde de quatro meses. “A Santista já estava em contato com a Nanox Tecnologia, mas a chegada da pandemia acelerou as nossas ações”, destaca Inácio Silva, acrescentando que a empresa têxtil tem histórico de pesquisas e desenvolvimento de produtos antimicrobianos. “Lançamentos nesse campo vêm desde o início dos anos 2000, com artigos antimicrobianos, contra odores e antimosquitos”.

A tecnologia Bio Protect torna inativo o novo coronavírus em contato com a superfície têxtil num prazo de até três minutos. Com prata na sua composição, o produto apresenta uma eficácia de 99,8% contra o SARS Cov 2, causador da Covid 19.

O acabamento Bio Protect já está presente em 95% dos tecidos da Santista das linhas Workwear (uniformes e roupas profissionais), devendo ganhar mais espaço também nos segmentos de sarjas e denim.

A tecnologia é 100% brasileira e contou com as equipes da Nanox Tecnologia e da Santista para o desenvolvimento. Todas as etapas da pesquisa estão em artigo disponível na internet (biorxiv.org/content/10.1101/2020.06.26.152520v1).

Segundo Guilherme Tremiliosi da Nanox Tecnologia, o acabamento é dermatologicamente aprovado e tem se mostrado resistente a até 30 lavagens, industriais e domésticas. Inácio Silva, por sua vez, afirma que as pesquisas continuam para poder se chegar à marca de 50 lavagens. “No ano, são 52 semanas. Assim, esperamos fazer com que o acabamento permaneça no tecido por pelo menos um ano”.

O Bio Protect conta com a aprovação da Anvisa e deverá receber “atualizações”, decorrentes da continuidade das pesquisas. Para já, a linha ganhou o reforço com a versão em que vem associada a função Repeller, isso é, capaz de repelir líquidos e fluidos corporais.

A pesquisa para o desenvolvimento do novo produto contou com o apoio da Fapesp e do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, com a colaboração da Universidade Jaume I, da Espanha.

da redação por Eleni Kronka    imagens:foto/divulgação

AS NOVIDADES NA MODA URBANA E FITNESS

worldfashion • 17/07/20, 18:26

Umbro Brasil

umbro_street_0186-1-427x640Amplia sua atuação no mercado brasileiro e decide ir além do futebol em sua nova linha de street style, a coleção Casual. Com peças contemporâneas, a nova campanha visa ampliar horizontes, buscando destacar a atuação no visual urbano com peças que refletem muito do histórico de referencial estético da marca.

Os novos calçados, camisetas, bermudas, calças e agasalhos, com designs que fazem parte do DNA da marca, misturando tradição com o que há de mais moderno em traços urbanos e em tecnologia na moda, o que faz da coleção uma forma de expressão a ser exposta em várias situações do cotidiano.

“A própria associação da Umbro ao futebol é sempre muito ligado à percepção visual que trazemos às peças, que sempre leva a estética do futebol para além do campo. Nossa tradição já está ligada a romper barreiras e inovar, entender tendências e alinhá-las com nossos próprios referenciais. Vamos seguir investindo nessa linha de produtos, abrindo caminho para novas coleções”, diz Eduardo Dal Pogetto, brand manager da Umbro Brasil.

umbro_street_0354-427x640A campanha dialoga também com novos públicos, buscando uma aproximação por meio de uma nova abordagem de estilo e vestuário. A coleção será dividida em três “famílias”: Block Colors, Diamond e Line. A primeira é inspirada nas cores da marca e é representada por blocos de core, com recortes contrastantes, ornando o logo junto à estética das peças. A segunda, Diamond, é inspirada no logo da marca. com a utilização do diamante aparecendo em aviamentos como fitas e outros detalhes. A família Line foi criada a partir das linhas que formam o logo da marca, representadas nas peças por duas faixas em contraste em conjunto com o diamante em destaque – esta família traz o esportivo e moderno na medida ideal.

Todas as peças estarão disponíveis para visualização e compra no site da Umbro Brasil: http://www.umbro.com.br.

Sobre a Umbro

Fundada em 1924, a Umbro é a autêntica marca do futebol, pois se dedica a este esporte há mais de 90 anos. Nascida em Manchester, Inglaterra, a Umbro tem seus produtos usados dentro e fora de campo em mais de 100 países por todo o mundo. Hoje, a companhia soma sua herança na alfaiataria esportiva com uma moderna visão do futebol para criar roupas, calçados e acessórios que combinam desempenho e estilo.

da redação com informações da Máindi – Engajamento e Performance

VANS

9838d7b12e4d8bf16a3e55950668d6d9-640x475Recheada de nostalgia do ano 2000, a coleção Vans2K é composta por uma grande amplitude de vestuário e acessórios. A peça central da coleção é a Anorak Vans2K, uma jaqueta composta 100% de nylon ripstop com bolso de remendo duplo, zíper invisível no bolso do lado esquerdo peito, etiqueta exclusiva da coleção bordada no bolso frontal, além de contar com a icônica heeltab de borracha costurada no capuz da peça. O Vans2K Crew é construído com tecido aveludado, tingido em duas cores, além de receber as etiquetas exclusivas da coleção a625ef2d2ad57b02902755d9004a751b-558x640bordadas no peito e na parte traseira do moletom sem capuz.

Complementando o vestuário, o lançamento de vestuário elevado apresenta a calça cargo de modelagem larga, composta 100% de algodão com reforço nas costuras e detalhes da coleção Vans2K, juntamente com a calça de moletom Vans2K Fleece Pant, composta por um mistura de algodão e poliéster, recebendo bolsos laterais com zíperes e finalizada com a assinatura exclusiva da coleção: heeltab de borracha bordada.

Da mesma maneira que um arquiteto desenha e um skatista reinventa, um DJ pega um som criado por outra pessoa e encontra maneiras únicas de torná-lo seu. Para celebrar a o espírito “Do-It-Yourself” (Faça Você Mesmo) e os criadores de músicas na cultura criativa global, nesta temporada a b938eab08313c4a4f0f2afda6449848c-433x640Vans une os universos analógico e digital para apresentar a coleção Vans2K, composta por fabricações premium, silhuetas modernas e progressistas, além de prestar toda a atenção aos detalhes minuciosos. Tingimento, costuras em zigue zague, estampas Checkerboard e tecidos aveludados são as principais características dessa elevada e moderna coleção de vestuário.

A coleção Vans2K estará disponível em revendedores autorizados e em vans.com.br.

Sobre a Vans

A Vans®, parte da VF Corporation (NYSE: VFC), é a marca original tênis, vestuário e acessórios para action sports. As coleções autênticas da Vans® são vendidas em 84 países através de uma rede de subsidiárias, distribuidoras e lojas parcerias. A Vans®? possui mais de 2.000 lojas ao redor do planeta, incluindo lojas próprias, franquias e portas parceiras. A marca Vans® promove a expressão criativa na cultura jovem com os action sports, arte, música e cultura de rua além de entregar plataformas progressistas como o Vans Park Series, Vans Triple Crown of Surfing®, Vans Pool Party, Vans Custom Culture e o hub cultural e espaço para a música internacional House of Vans.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação   imagens: fotos/divulgação

img_3161-copia-640x427DKL MODAS

Um dos maiores e-commerces de moda no Brasil, lançou a coleção Happiness, que investe em inclusão, para ressignificar conceito de moda fitness e valorizar corpo real.

As estrelas do lançamento são Fabiana Karla, Lucy Ramos, Giovanna Lancellotti e Carol Castro, que propõem ressignificar o conceito de moda fitness, valorizar a diversidade da img_3460-copia-427x640beleza feminina e estabelecer uma relação de confiança entre a mulher e esse estilo de roupa. A novidade conta com tops, leggings, shorts e acessórios cheios de brilhos e cores, trazendo felicidade e reforçando a roupa de ginástica como uma ferramenta de bem-estar. A campanha foi clicada por Sérgio Baia, com styling de Marcell Maia e beleza assinada por Krisna Carvalho, além da direção geral de Arianny Vianna, fundadora da marca.

Depoimento Fabiana Karla: “Ver as pessoas aceitando quem elas são e amando todas as suas diferenças me deixa com um sorrisão estampado! E é exatamente essa a proposta dessa campanha, quebrar padrões e incluir a felicidade e o amor próprio na nossa rotina, e propõe: Que tal se vestir de felicidade?”

Depoimento Giovanna Lancellotti: “Felicidade é sinônimo de enxergar amor em todos os detalhes. É compartilhar momentos bons com pessoas especiais, mas saber curtir a própria companhia. É agradecer pelas diferenças que nos tornam únicos! Esse conceito é imenso, mas muito singular.”

img_2544-427x640Depoimento Carol Castro: “Compartilhar sentimentos bons num momento tão delicado como o que estamos vivendo é lindo e muito necessário. E se você me perguntar o que me deixa com o coração cheio de felicidade, eu vou dizer que é enxergar a alma das pessoas. Independente da sua resposta, tenho certeza que o amor é sempre um dos motivos.”

campanha-dlk-modas-happiness-427x640A marca surpreendeu trazendo um time de artistas engajadas e que representam a diversidade da beleza feminina, Fabiana Karla, Lucy Ramos, Giovanna Lancellotti e Carol Castro, para a campanha da coleção Happiness, que conta com novos modelos de tops, leggings, shorts, bermudas e acessórios em seu portfólio de produtos.

Com estilos e belezas complementares, as estrelas simbolizam para a marca a inclusão da diversidade e a felicidade que qualquer mulher pode sentir ao vestir uma roupa de ginástica. “Vamos na contramão de um conceito retrógrado e colocamos cor, brilho e qualidade nos tecidos, tornando uma legging e um top uma ferramenta de bem-estar para qualquer mulher”, comenta Arianny Vianna, fundadora e CEO da DLK Modas.

A campanha da DLK contou com um time de profissionais renomados no cenário nacional, como o stylist Marcell Maia, o fotógrafo Sérgio Baia, o beauty artist Krisna Carvalho, o vídeo maker Fabrício Barreto, além da direção geral de Arianny Vianna e Leonardo Monteiro. A coleção foi lançada no úçtimo dia 15 e está disponível no site da marca www.dlkmodas.com.br.

da redação com informações da Melina Tavares Comunicação  imagens: fotos/divulgação

Everclean

worldfashion • 10/07/20, 11:11

A tecnologia Everclean da Canatiba Denim Industry, foi desenvolvida com foco nas demandas mais urgentes de um mundo em transformação. São tecidos capazes de prevenir a proliferação de vírus, bactérias e fungos, com acabamentos inovadores e sustentáveis.

2A primeira base é o Sarkozy, um denim de 9 Oz, com 98% algodão e 2% elastano, Best Seller Canatiba. No seu acabamento, esse tecido recebe uma resina que repele líquidos além de um tratamento especial desenvolvido pela companhia suíça Sanitized, utilizada até então em produtos para uso esportivo.

4Trata-se de um óleo de hortelã, absolutamente natural e sustentável (risco zero de agressão ao meio ambiente) que garante proteção contra bactérias, fungos e mofos. O resultado é um produto que, além de impermeável, é livre de odores e não perde as características de conforto e toque de um bom índigo Canatiba.

O tratamento permanece no tecido por mais de 30 lavagens caseiras. A única exigência é que as peças confeccionadas com esse denim passem por um processo de amaciamento (e não lavagem) na lavanderia industrial, conservando suas características.

Os tecidos com tecnologia Everclean fazem parte da plataforma Smart Denim da tecelagem, criada para agrupar tecidos que se destacam por suas propriedades funcionais, na vanguarda tecnológica do segmento.

3Como o Molly, uma base 100% Tencel para camisaria (5 Oz), desenvolvido em duas cores – o índigo original e o azul brilhante. A proteção diminui consideravelmente a demanda de lavagens caseiras e, por isso, prolonga a vida do tecido.

E o Terapia com 56% de algodão e 44% de viscose, esse tecido recebe acabamento HeiQ Viroblock, com sais de prata e vesícula lipossomal, um princípio usado na produção de remédios contra o câncer. A prata se conecta ao vírus e os polissomas destroem os microrganismos que aderem à roupa, com eficiência de 99%.

Desenvolvido em 6 cores (preto, marinho, azul, verde, vermelho e branco), o Terapia é ideal para a confecção de roupas utilizadas por profissionais de saúde, constantemente expostos ao contato com pessoas infectadas.

Sem perder de vista seu compromisso sustentável, a Canatiba prossegue procurando agregar valor à cadeia têxtil e contribuir com desenvolvimento humano em todas as frentes que atua.

da redação com informações da Duo Press  imagens: fotos/divulgação