The LYCRA Company (*)

worldfashion • 25/02/22, 17:04

the-lycra-company-fabrica-foshan-china1Alinhada com suas metas globais, a empresa começa o ano com novidades que reforçam seu compromisso com o meio ambiente e a circularidade. A empresa foca no desenvolvimento de soluções de fibras e tecnologia para o setor têxtil, e apresenta as ações focadas em sustentabilidade.

As novidades são: as fibras LYCRA® DUAL COMFORT e THERMOLITE® EcoMade, a certificação de sustentabilidade de sua maior fábrica, em Foshan (China) e aqui no Brasil a parceria com a Roupateca.

Essas novidades visam ampliar a promoção de ações ambientais que se intensificaram nos últimos anos. Desde 2008, foi implementado o Planet Agenda, projeto que define o compromisso da empresa com a sustentabilidade de seus processos operacionais e de produção, englobando todos os aspectos do negócio da empresa.

O Planet Agenda estabelece três ambições de sustentabilidade para a The LYCRA Company que há anos já seguem em prática:

• Excelência na Fabricação para minimizar o impacto ambiental, conservando recursos, reduzindo emissões e eliminando desperdício em suas fábricas;

• Sustentabilidade de Produtos com a oferta de produtos competitivos que satisfaçam as necessidades dos mercados de vestuário usando menos recursos além de melhorar o desempenho ambiental de todos os tecidos; e

• Responsabilidade Corporativa, protegendo a saúde e a segurança dos trabalhadores e comunidades.

tecnologia-lycra-dualcomfort

LYCRA® DUAL COMFORT

A nova  tecnologia une funcionalidade com recursos sustentáveis para as confecções e fábricas de tecidos, características tão desejadas pelo consumidor atualmente. A produção é feita com o fio LYCRA® T400® EcoMade, de material reciclado e renovável, reduzindo o impacto ambiental se comparado com as fibras virgens. Além da preocupação com a sustentabilidade, a linha mantém a qualidade do fio LYCRA® que garante a liberdade de movimento sem deforma do fio aliando o conforto térmico.

“Agora que experimentamos conforto durante todo o dia, esperamos roupas versáteis feitas de tecidos sustentáveis que proporcionam a liberdade de adotar um estilo de vida casual e confortável”, disse Ebru Ozaydin, diretora estratégica de marketing da The LYCRA Company.

THERMOLITE® EcoMade

É um fio produzido com 100% de resíduos têxteis, reciclando um material que seria enviado para aterros sanitários ou incineradores. São várias etapas de produção para transformar essa matéria-prima em um tecido tecnológico de alto desempenho com isolamento térmico que passam por: despolimerização e refino, formação de fios e produção de isolamento.

Inicialmente, a novidade é oferecida em duas versões de isolamento - tanto acolchoados finos quanto médios feitos com fibras recicladas. Ambas oferecem durabilidade e excelentes níveis de desempenho combinados com credenciais de sustentabilidade incomparáveis para a indústria. Os níveis de calor por unidade de peso e outras características de isolamento atendem às mais altas expectativas da indústria hoje.

Ao utilizar resíduos têxteis como insumo para a fabricação de fios, a The LYCRA Company está fornecendo uma solução para ajudar a indústria a lidar com seu problema de geração de resíduos, além de criar um ponto de partida para a circularidade.

HiggFEM

A verificação Higg FEM é baseada no percentual de questões concluídas e verificadas numa autoavaliação, relacionadas aos seus sistemas de gestão ambiental, utilização de energia, emissões de gases de efeito de estufa, utilização da água, águas residuais, emissões atmosféricas, gestão de resíduos e gestão de produtos químicos. O Higg FEM faz parte de um conjunto de ferramentas desenvolvido pela Sustainable Apparel Coalition, uma aliança global sem fins lucrativos com mais de 270 stakeholders na indústria da moda.

Localizada em Foshan, na China, a unidade fabril  recebeu no início do ano uma pontuação alta no seu Módulo Ambiental para Instalações Industriais (HiggFEM), auditada por terceiros.

“Foshan é a primeira de nossas seis instalações globais de fabricação a passar pela verificação Higg FEM. Estamos entusiasmados por alcançar uma pontuação tão alta em nossa primeira avaliação”, disse Choon Hueei Beck, gerente da fábrica de Foshan, na The LYCRA Company.

PARCERIA ROUPATECA

featured_image1Roupateca é o primeiro serviço de guarda-roupa compartilhado do Brasil que funciona à base de assinatura mensal, fundado em 2015, a empresa vem liderando o movimento de moda circular no Brasil. Já atraiu centenas de assinantes com sua curadoria de estilo plural. E a The LYCRA Company fechou parceira com a plataforma de assinatura leia sobre no link da World Fashion Revista - link https://bit.ly/3hlvOxv

(*) A The LYCRA Company inova e produz soluções em fibras e tecnologia para as indústrias de vestuário e cuidados pessoais. Sediada em Wilmington, Delaware, a The LYCRA Company é reconhecida mundialmente por seus produtos inovadores, conhecimento técnico e suporte inigualável em marketing, e é proprietária de marcas como LYCRA®, LYCRA HyFit®, LYCRA® T400®, COOLMAX®, THERMOLITE®, ELASPAN®, SUPPLEX® e TACTEL®. O legado da The LYCRA Company iniciou-se em 1958 com a invenção do fio de elastano original, o fio LYCRA®. Hoje, a empresa está focada em agregar valor aos produtos de seus clientes, desenvolvendo inovações para atender às necessidades do consumidor por conforto e durabilidade.

da redação com informações da Inovaetc  imagens: fotos/divulgação

BEIJO DO SOL (*)

worldfashion • 18/02/22, 10:59

bs-externa-191Empresa especializada em moda praia, foca e aposta nos pilares do ESG (Governança Ambiental, Social e Corporativa), avaliação da consciência coletiva para fatores sociais e ambientais.

Assim a Beijo do Sol uma empresa de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, tem a sustentabilidade e a responsabilidade social como as suas principais propostas de crescimento e desde o começo, focada em transformar essa visão, atuando em frentes que gerem boas práticas sustentáveis.

Sabedores de que a indústria da moda é um dos setores que mais causa preocupação quando o assunto é meio ambiente, afinal, esse setor é responsável por cerca de 8% a 10% das emissões mundiais de gases de efeito estufa e gastos de 215 trilhões de litros de água por ano, e preocupados também com as condições de trabalho, que muitas vezes são precárias, e seus resíduos gigantescos deixados para trás, após a confecção dos produtos, a empresa optou por soluções de produção que diminuísse esse impacto com a impressão 100% digital das estampas, que reduz em 95% o uso de água, se comparado bs-externa-22com o método tradicional de estampagem, além da redução da utilização d’água, também tem economia no consumo de energia e evita o descarte dos resíduos de tintas coloridas.

E a adesão na reciclagem no seu processo produtivo, afinal a empresa produz em média 10 mil peças por ano, acaba gerando uma quantidade de resíduos enorme. Então faz doações regulares dessas sobras de tecidos para artesãos locais, que transformam em outros produtos.

Segundo a diretora financeira da empesa, Érika Nogueira Bianchini, as sobras de tecidos usados nas coleções são sempre destinadas às pessoas que fazem tapetes e pulseiras, justamente para que, ao invés de serem descartadas no meio ambiente, possam se tornar uma fonte de renda para quem mais precisa neste momento difícil que vivemos. “Unimos sempre meio ambiente e social e pensamos em ações que possam impactar positivamente”, defende ela.

Um levantamento intitulado como “Pesquisa sobre vida saudável e sustentável”, feito pela consultoria GlobeScan em 27 países, mostra que a parcela de brasileiros cientes do quanto determinados produtos podem ser letais para o meio ambiente aumentou de 69% para 81% nos últimos anos.

Pensando nisso, um dos principais valores de produção para a Beijo do Sol, se concentra na preocupação da sustentabilidade e responsabilidade social. Segundo a diretora da marca, o compromisso é cumprido em diversas frentes e já tem perspectivas de crescimento.

diretora-financeira-da-beijo-do-sol-erika-nogueira-bianchini-1-1“Sempre tivemos vontade de abrir um negócio consciente, e, ao surgir a oportunidade, a ideia da sustentabilidade foi muito importante no processo. Começamos ao optar por estampas digitais em nossas peças, que geram economia de água e causam menos impacto ao meio ambiente, e ampliamos para a doação de resíduos sólidos. Agora, isso é motivo de orgulho e inspiração para futuras iniciativas internas”, ressalta Érika Bianchini, na foto a cima

(*) SOBRE A BEIJO DO SOL - Empresa especializada em Moda Praia, a Beijo do Sol foi fundada em Ribeirão Preto em meio a pandemia do novo coronavírus. Iniciou a fabricação de moda feminina em agosto de 2020 e hoje também oferece peças masculinas e infantis. Conta com uma facção em Votuporanga – indústria terceirizada de confecção e vestuário. Está presente em lojas multimarcas por todo o Brasil e on-line. Suas coleções prezam pela versatilidade, sustentabilidade e responsabilidade social.

da redação com informações da Juliana Rangel Comunicação  imagens: fotos divulgação

CEDRO TEXTIL

worldfashion • 14/01/22, 14:01

cedro-textil_cred-marcio-rodriguesA fabricante de denins e sarjas comemora este ano os seus 150 anos de atuação ininterrupta como um dos principais players do segmento e, além de concorrer no mercado interno com produtos premium, com alto valor agregado, vem ampliando sua margem de exportações. No comparativo entre 2021 e 2020, a alta nas vendas para a exterior foi de 235%, crescendo principalmente na América Latina. Colômbia, Argentina, Peru, Equador, Uruguay, Paraguay, Bolívia e Chile são atualmente os principais países compradores e é visando esse público que a Cedro Têxtil é presença confirmada na edição 2022 da Colombiatex de Las Americas, o maior evento do setor na América Latina que acontece presencialmente de 25 a 27 de janeiro em Medellín, na Colômbia.

Após um ano sem o evento físico, devido às restrições impostas pela pandemia, o evento volta a reunir expositores de todo o mundo.

A empresa apresenta pela primeira vez ao mercado internacional, a sua mais recente coleção Jeanswear - Reflexos.

Segundo Alessandra Leonel, gerente de exportação da companhia, desta vez a expectativa é que o interesse dos compradores extrapole a tradicional busca pelos artigos elastizados. “O stretch vem sendo há muitos anos a prioridade de compra, mas ao longo de 2021 os artigos rígidos tomaram espaço e foram responsáveis pelo maior percentual de venda, principalmente no denim. Em relação a tingimentos, a preferência sempre é pelos tons azuis e estamos otimistas com as possibilidades que vamos apresentar com a nova coleção”, explica Alessandra, que se refere, em especial, aos dois novos tingimentos presentes na coleção: Blue Gum e Top Azulado.

Os novos tons somam-se a outras opções de azuis diferentes, com grande versatilidade e prometem agregar bastante na oferta que para o cliente final. E como o azul puro índigo tem dominado as tendências de mercado há alguns anos, sendo percebido como valor para o consumidor, a Cedro chega ao evento com importante diferencial sustentável. A empresa passou a adotar recentemente, em todos os jeans azuis com coloração 100% índigo, o tingimento com corante “anilina-free”. Com níveis insignificantes e indetectáveis de corante, o tingimento é inofensivo e seguro para o meio ambiente, já que a água utilizada na lavagem não passa pelo processo de salinização presente em outros corantes.

Além das novidades no segmento Jeanswear, a Cedro Têxtil levará todo o seu portfólio Workwear, e será a primeira oportunidade de apresentar presencialmente o tecido com AM-V, um acabamento antibacteriano, antifúngico e antiviral que pode ser aplicado a diversos tecidos. Criado para atender a nova demanda por tecidos com proteção contra o coronavírus, o acabamento também age contra bactérias Staphylococcus, Escherichia, Klebsiella e contra o fungo Cândida albicans.

O acabamento AM-V foi testado dermatologicamente e hipoalergênico no ICB – Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (USP) e segue as normas ISO18184, de avaliação da atividade viral e AATCC 147, de avaliação da atividade microbiana. A eficácia é comprovada: ele inativa a SARS-COV-2 com 99,8% de eficiência, a partir de dois minutos, podendo apresentar uma pequena variação dependendo do tecido.  “A vestimenta do futuro é sustentável e aliada a funcionalidades. Por isso, a Cedro pesquisou, testou rigorosamente e, agora, chega ao mercado com um produto com altíssima eficiência, desenvolvido a partir tecnologia nacional”, finaliza Renata Garcia Parsia, gerente comercial Workwear da Cedro Têxtil.

da redação com informações da 22 Graus Comunicação e Marketing  imagens: foto divulgação

BOAS FESTAS

worldfashion • 22/12/21, 09:29

A todas, todos e todes que nos prestigiaram boas festas e um feliz 2022 !

natal

PUBLI EDITORIAL

worldfashion • 27/11/21, 14:54

banner_wf-positivo1Alinhados à evolução do mercado têxtil e às necessidades de comunicação pontual com o público-alvo, a nossa plataforma digital é a publicação. O objetivo é levar as informações, novidades e noticias dos vários elos desta cadeia: desde a matéria prima até o varejo, em tempo real.

O nosso BLOG está no ar desde junho de 2009, acompanhando os vários acontecimentos do mercado, com eficiência e qualidade necessária, atingindo acessos significativos numa escala ascendente, provenientes também, através dos links das redes sociais como - Facebook: https://www.facebook.com/worldfashionrevista  e os Instagrans: https://www.instagram.com/worldfashionrevista/ ou  https://www.instagram.com/worldfashiondaily/.

Convidamos vocês a interagir e conectar seus produtos ou serviços neste universo inimaginável de oportunidades, para um seleto e qualificado público, dos vários segmentos que compõem o mercado têxtil e de moda

Enviem seus dados e conte-nos a sua idéia, podemos sugerirmos várias possibilidades. O e-mail é comercial@worldfashion.com.br

DENIM - lançamentos

worldfashion • 09/12/20, 17:12

CANATIBA DENIM INDUSTRY

img_6101-elastopol-500-4288-640x444Com mais um passo inovador, reafirma o protagonismo do Denim nacional, mesmo em tempos de pandemia, fazendo a diferença no segmento mais competitivo da indústria têxtil brasileira. A nova coleção tem Elastopol, uma nova tecnologia com a inédita utilização de fios 100% produzidos nas fábricas da tecelagem. O resultado é um tecido com ótima performance térmica e de elasticidade. Esta tecnologia confere ao denim a possibilidade de secagem na metade do tempo de tecidos comuns, com a mistura de algodão e elastano. Outra característica é a durabilidade e a resistência dessas bases na manutenção da forma, mesmo depois de inúmeras lavagens.

Esse exclusivo sistema de fiação deu origem a um fio que ‘respira’ melhor que os fios filamentados, proporcionando um conforto térmico diante de temperaturas elevadas (ideal para o uso urbano), associado a um toque bem mais confortável.

img_6108-elastopol-500-4288-640x427img_6111-elastopol-500-4288-640x427Os tecidos com a tecnologia Elastopol resistem aos processos de lavagem e alvejamento sem perda da elasticidade. Essa resistência permite maior flexibilidade na lavanderia, com a utilização de acabamentos em lazeres e puídos.

As  bases que levam esta tecnologia são: Santa Fé Elastopol, com tingimento azul médio ecológico, 9,5 Oz, 69% de algodão, 29% de poliéster, 2% de Elastano e 25% de Stretch.

E a Denim Collor Elastopol, um PT com 9,5 Oz, 67% de algodão, 32% de poliéster e 35% de Stretch.

A tecnologia está inserida na plataforma Smart Denim criada para agrupar tecidos que se destacam por suas propriedades funcionais, na vanguarda tecnológica do segmento.

Com a Elastopol a empresa incorpora aos seus processos técnicas de fiação que conferem domínio e autonomia produtivos, sem onerar o custo do tecido e com ganhos de performance e qualidade para o produto final.

da redação com informações dea Duo Press imagens: fotos/divulgação

CAPRICORNIO

_wm_2599-640x427A empresa totalmente conectada com seus clientes e as necessidades do mercado, atuante em toda cadeia produtiva, do algodão, fabricação de fios, à construção dos tecidos, com um vasto portifólio de produtos e grande variedade de cores, possibilitando diversas opções de lavanderia, lançou a nova coleção, na abertura do DCSP - Denim City São Paulo, em outubro passado,

_wm_2661-427x640As novidades foram na Linha Original, a ideia foi ampliar a variedade de cores – uma gama de produtos de 7 a 13 OZ, bem completa, com artigos com flamê e fios lisos. Destaque para o Algarve, um tecido já consagrado na sua categoria e faltava complementar a sua linha com um Black. Um preto bem intenso com ótimas opções de clareamento, com lindos tons de cinza, mantendo a cor. Largura útil muito boa, de 1,76 m, com excelente aproveitamento e rentabilidade.

Um outro destaque para a linha de 100% é o Aveiro. O artigo com fio flamê, 10,5OZ, proporcionando o efeito “ringado” que muita gente procura, ótimo para fazer jaquetas, saias, shorts e até calças. Largura útil de 1,63m e atendendo a pedidos do mercado, foi lançado o tingimento Blue Black, realçando bem os contrastes da marcação de reserva e costuras.

Outro artigo bem versátil dessa linha, porém bem mais leve é o Juno. Ideal para esse nosso momento de peças confortáveis, é perfeito para peças femininas, shorts, vestidos, macacões e calças mais larguinhas. Também a pedidos dos clientes, uma cor menos intensa, Baby Blue, para facilitar o clareamento e quem não quiser um delavê tão forte, porte somente amaciar a peça.

_wm_2668-427x640Na linha de poliéster – Poli Comfort Denim –  lançando o Orfeu Black, para complementar o artigo Intense Blue  – um Broken Twill, muito utilizado  pelo mercado country. Artigo de 9,5OZ, com strech intermediário.

A Linha Comfort foi o principal foco dessa coleção. Destaque para o Medina, um pouquinho mais pesado, de 10,5OZ, flamê, com strech bem conforto, largura útil de 1,72m com custo benefício excelente.

Outro lançamento de destaque é o Grael, artigo mais largo da coleção, com 1,78 m e já chegou com três cores: Intense Blue, Black e Blue Black. Flamê mais pronunciado e 10,5OZ, com strech conforto.

Já no Ibira Flex, foi feito um complemento de cor – Baby Blue. Um artigo que lembra muito o 100%, de mais peso, com sarja bem marcada e strech moderado.

O último lançamento da coleção, complementando a linha de Dual Core, é o Pitanga. Com a tecnologia do T400, proporciona um “recover” maior, não trazendo deformidade na peça. Bem flat, limpo, puro índigo intenso e visual bem nobre com strech de 40%. Diferencial na largura, com 1,61 m, o que não é muito usual nessa categoria de tecidos, com excelente aproveitamento.

da redação com informações da Taissa Cruz   imagens: fotos/divulgação

SANTISTA JEANSWEAR

31

A  marca que é referência em denim na América Latina, apresentou a sua nova coleção de verão 2022 reforçando o índigo Santista, uma marca registrada da empresa, com tecidos em alto power de stretch, conforto e maior largura.

soft-first-denim-221017db-2-copiar-427x6401Momentos desafiadores como o que estamos passando, forçaram as marcas a uma reinvenção e a uma remodelação para atender as necessidades do mercado. A empresa elevou a outro nível o Stretch Power e a largura do tecido devido aos constantes investimentos, inclusive durante a pandemia. Com isso, a empresa oferecerá produtos Super Premium, com a melhor cor, a melhor estrutura, o maior conforto e alto desempenho em lavanderia.

Os grandes diferenciais dessa coleção são os tecidos nas cores Lazuli e Galaxy, uma das cores mais intensas e versáteis do mercado. Para chegar nessa coleção, a equipe da Santista trabalhou durante um ano inteiro para entregar um leque completo de opções que vão do básico ao diferenciado, para permitir as mais diversas interpretações.

justin-lazuli221009db-2-copiar-405x6401Entre as novidades na família Icon estão os artigos Justin Lazuli, Justin Galaxy e o Soft First Denim; na família Free de stretchs os lançamentos são o New West, New Glue, AXL Plus, Scape Galaxy, New Sandler e Aurora Lazuli. A Santista reforçou a linha Tri-blend®, com os lançamentos Queen Triblend, New Extreme Triblend e Absolut Lazuli Triblend, tecidos com alto power, alto recover e maior largura, resultando em maior performance para o consumidor e confeccionista.

Ainda no segundo semestre de 2020, a marca investiu em novos acabamentos e aspectos inteligentes para oferecer maior valor agregado ao consumidor, como a linha Bio Protect Antiviral, inovação 100% brasileira, que se mostrou eficiente para inativar o vírus SARS-CoV-2 em até 3 minutos, com 99,8% de eficiência.

da redação com informações da Helena Augusta Assessoria em Comunicação   imagens: fotos divulgação

VICUNHA

capturar4-640x304

A empresa é referência global em soluções jeanswear, e conectada com o que há de mais novo no universo jeanswear e aos movimentos da moda, apresentou a sua segunda coleção do ano, com um portfolio de produtos pautados 100% por tecnologias sustentáveis.

A nova coleção valoriza os processos de transformação e investe na gestão de recursos e resíduos como premissa para o desenvolvimento dos produtos. A fabricante aposta em artigos que contam uma história de sustentabilidade do campo ao consumidor final, e mesclam diferentes técnicas e processos, como a combinação de fibras recicladas naturais e sintéticas e processos de tingimento ou preparação que reduzem o consumo de químicos e de água, assim como a utilização de corantes naturais, produzidos a partir de resíduos renováveis. Com estes lançamentos, a Vicunha reforça seu pioneirismo em práticas positivas na indústria do jeanswear, ao oferecer ao mercado de moda novas soluções sustentáveis alinhadas ao espírito do tempo, atrelando conforto, beleza e versatilidade ao menor impacto possível.capturar15

Aliando diferentes processos produtivos, como a reciclagem e recuperação de algodão, além da redução no consumo de água e químicos, as tecnologias exclusivas lançadas em primeira mão com parceiros como o caso do LYCRA® EcoMade, primeiro fio elastano produzido com 20% de material reciclado pré-consumo e certificação GRS (Global Recycled Standard), inédito na América Latina. Outra novidade pioneira são os tingimentos EarthColors® by Archroma, produzidos a partir de resíduos naturais renováveis como sobras agrícolas não comestíveis, folhas de palmeiras do palmito, cascas de nozes, extração de ervas como o alecrim, além de frutos, substituindo as matérias-primas tradicionais à base de petróleo.

Além das tecnologias, para esta coleção os tecidos são compostos com fio de poliéster reciclado ECORAMA da Indorama Ventures, derivado de garrafas PET; e fibra de liocel TencelTM, RefibraTM, desenvolvida a partir da polpa de celulose da madeira e do algodão reciclado pós-consumo industrial, derivado de sobras do processo de confecção.

A coleção enxuta e assertiva aposta em oito produtos, sendo três no Denim e cinco no Denim Colour, conectados a quatro tendências de comportamento e moda em sustentabildade:

capturar6-640x307Eco.Extremo: Com um caminho em aberto e partindo de uma visão sistêmica, a sustentabilidade na moda está em constante evolução. A trend é baseada na economia circular e busca traduzir o máximo de sustentabilidade em tecidos e shapes, apostando em inúmeras possibilidades e experimentos que combinam diferentes técnicas, processos e materiais. Um casamento perfeito entre as tecnologias Vicunha e de parceiros, que resulta em uma série de produtos inovadores e ultra ecológicos.

Um deles é o denim Taiga (9,4oz), que leva o selo Eco Cycle (Less Water e Recycle) da Vicunha e utiliza as tecnologias TencelTM RefibraTM e LYCRA® EcoMade. No urdume, os fios de algodão reciclado tintos em puro índigo, com redução no consumo de água, garantem um azul intenso e versatilidade na lavanderia, perfeito para acabamentos como sal pimenta.

capturar11-640x3601Já no Denim Colour, a novidade é o tecido Eco Forest (9,2oz), que além das tecnologias TencelTM RefibraTM e LYCRA® EcoMade, leva os fios de poliéster reciclado ECORAMA da Indorama Ventures, derivado de garrafas PET, e tingimentos de corantes naturais EarthColors® by Archroma, nas cores marinho, marrom, verde e preto.

O estilo upcycling, patchwork, panelled, de contrastes, new folk e os efeitos vintage traduzem um novo momento para a moda.

capturar13-640x3601Resíduos positivos: Valoriza a conexão do campo com o consumidor e o investimento na gestão e transformações de resíduos da fibra mais usada no jeanswear: o algodão. Esta trend dá luz ao manuseio responsável do algodão, a partir das certificações ABR e BCI e ressalta a importância da reastreabilidade e da transparência na cadeia de moda.

As novidades levam o selo Eco Cycle da Vicunha: os denim com algodão reciclado Zatar (11,4oz) e Zat Black Black (10,6oz) se destacam ainda pelos tingimentos diferenciados: o primeiro deles com azul intenso para ser explorado desde o dark ao baby blue, e o segundo no black super intenso, ambos versáteis em lavanderia.

O estilo da trend é contemporâneo e valoriza o upcycling, que explora a alfaiataria, looks com contrastes de volumes (oversized & justos) e tons (reservas de cor). As modelagens desencontradas, 80´s, girly e pretty stravaganza completam o mood.

capturar10Plant Based: O reaproveitamento de materiais é uma das alternativas promissoras para sustentabilidade na moda. No jeanswear, o conceito que se originou com o algodão reciclado se expande para outros materiais que também vêm da terra, como flores, frutas, cascas e sementes, que permitem tingimentos naturais. Agora, esses resíduos orgânicos originam pigmentos que dão vida a um denim colour cada vez mais inspirado na natureza, construindo novas relações com o que vem da terra.

Os novos artigos do Denim Colour Pantanal (9,4oz) e Amazônia (9,5oz) trazem a inovação dos corantes EarthColors® by Archroma. Além disso, Amazônia conta com as tecnologia LYCRA® EcoMade, TencelTM RefibraTM e algodão reciclado Vicunha.

Ambos são ideais para shapes que traduzem o novo workwear, mais inspirado na jardinagem e minimalista, assim como calças confortáveis slim fit, sempre guiados pelos tons terrosos.

capturar9-640x3081-É +: A ascensão do essencial na vida das pessoas se traduz na indústria pela redução de processos, trazendo a união do denim colour rígido e estruturado com a valorização do aspecto natural, raw e bull denim.

Destaque para as sarjas 100% algodão Astra (11,4oz) e Renzo (11,9oz), produzidas com algodão reciclado no urdume e na trama, conferindo destaque para a construção de shapes em alfaiataria e uma lavanderia minimalista, evidenciando o aspecto natural do algodão. O estilo carpenter, a alfaiataria minimal e o clean look ditam esta tendência.

da redação com informações da Press Pass  com imagens:fotos/divulgação

ABIT

worldfashion • 05/11/20, 11:21

logoHoje 05 de Novembro de 2020, o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção- ABIT, Fernando Valente Pimentel, divulgou nota salientando  que “a derrubada do veto à desoneração da folha de pagamentos no Congresso Nacional, nesta quarta-feira, 4 de novembro, não é uma vitória de empresas, entidades e setores de atividades, mas sim do Brasil, pois representa uma política que ajuda a preservar e a gerar empregos”.

Para as empresas representadas pela Abit, que geram 1,5 milhão de empregos diretos, a folha desonerada significará a manutenção de cerca 30 mil postos de trabalho, além de perspectivas mais promissoras para que se efetivem novas contratações. O setor foi o responsável por saldo positivo de 15.033 empregos do total de 313 mil apurados pelo Caged em setembro último.

fernando_pimentel-460x300“Nada é mais importante nesse momento do que nós criarmos condições pela empregabilidade”, diz Pimentel. “Além disso, essa derrubada do veto está em linha com o discurso do próprio governo federal, no sentido de reduzir o custo da geração de postos de trabalho no País”, completa.

“Sendo assim, a Abit, como um dos quatro setores pioneiros na adoção dessa modalidade de pagamento da contribuição patronal de previdência sobre o faturamento, enaltece e agradece a votação de deputados e senadores que entenderam a relevância do tema nesse momento tão grave e tão crítico por que passa nosso País”, afirma.

Para Fernando Pimentel, o cenário da crise relativa à pandemia ainda é muito grave. “A pandemia ainda não foi superada, temos muitos desafios à frente, e dizer que irá reonerar para depois desonerar nos parece um contrassenso”, argumenta.

A ABIT  foi uma das entidades que trabalhou de modo incansável para que a desoneração fosse prorrogada. “Portanto, parabéns a todos aqueles que se envolveram de corpo e alma nesse trabalho junto aos parlamentares, fazendo mobilizações, prestando esclarecimentos, emitindo posicionamentos e organizando uma série de outras ações voltadas para a derrubada do veto”, diz. Pimentel também destacou a importância de que o setor produtivo siga unido por uma agenda de modernização do Estado brasileiro. “Vamos agora trabalhar pelas reformas estruturantes, que são fundamentais para a retomada consistente do desenvolvimento.”

A desoneração permite a empresas de 17 setores optar por pagar a contribuição previdenciária patronal padrão de 20% sobre a folha de salários ou calcular o tributo aplicando alíquotas predefinidas sobre o faturamento bruto. No caso do setor têxtil, o índice é de 2,5%.

da redação com informações da  Ricardo Viveiros & Associados Oficina de Comunicação  imagens: fotos/divulgação

Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios

worldfashion • 01/10/20, 16:11

slide-03-feira-zero-grau-2020-pt_brA Merkator Feiras e Eventos, empresa promotora da feira, amparada no decreto estadual e vai realizar a feira presencial, obedecendo rígidos protocolos de número 55.240, de 29 de setembro de 2020 : - os organizadores deverão seguir, integralmente todos os protocolos e regras já estabelecidos na Portaria 617/2020, da Secretaria da Saúde.

thumbnailJá estão confirmados para a feira  220 expositores dos polos brasileiros de calçados, somando cerca de 1000 marcas dos segmentos femininos, masculinos, infantis e esportivos, além de bolsas, cintos e demais acessórios, que apresentarão ao mercado as coleções do outono/inverno 2021. “Estávamos ansiosos pela definição do governo e agora já estamos comunicando os expositores e os lojistas para que possam dar inícios aos últimos preparativos para a feira”, acentua Pletsch.

Conforme informações do organizador, o setor calçadista brasileiro foi um dos mais atingidos pela desaceleração do mercado, chegando a registrar índices alarmantes em termos de fechamento de postos de trabalho. A  Associação Brasileira das Indústrias de Calçados – Abicalçados – informam que os números do setor foram os seguintes: 43 mil postos de trabalho fechados entre janeiro e julho, perdas de vendas no mercado domésticos 37% menos que o mesmo período do ano passado, e as exportação caíram de 25% já de janeiro a agosto deste ano em comparação ao ano passado.

” Agora nos resta organizar uma feira completamente diferente de tudo que já realizamos até agora com a finalidade de auxiliar o mercado ingressar na normalidade possível. Faremos um palco ideal para negócios nos dias de hoje. Não vamos esquecer, por nenhum instante, que ainda estamos numa pandemia e que são necessárias medidas sanitárias preventivas e rigorosas para cuidar da saúde de todas pessoas que vão estar conosco nos pavilhões”, finaliza Frederico Pletsch.

slide-03-feira-zero-grau-2019-pt_brA Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.

frederico-pletsch_diretor-da-merkator-feiras20e20eventos_crc3a9dito20dinarci20borges_1420-582x6401A feira acontece de forma presencial nos dias 16, 17 e 18 de novembro, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS), finalmente o tão esperado momento, pelo setor da indústria coureiro calçadista, que nas últimas décadas tem acumulado perdas devido ao desaquecimento, e ainda mais perdas desde o mês de março 2020, em função da pandemia do Coronavirus.

Segundo o diretor da Merkator Feiras e Eventos, empresa promotora da feira, “nós estamos empenhados em fazer um evento dentro de todas as regras para marcar a retomada deste setor que está necessitando muito de um ânimo para começar 2021 de uma maneira bem promissora”, salienta Pletsch.

da redação com informações da Assessora Marta Araújo   imagem: foto/divulgação

CALÇADOS

worldfashion • 10/07/20, 19:23

HS - HOMEM DO SAPATO

jonas-esticado-612x640O estilista cearense Jhonatan Rêgo vem conquistando os pés de grandes artistas brasileiros, ele é o diretor da empresa Homem do Sapato, uma marca que se tornou referência nacional em calçados masculinos, ele tem no seu catálogo de clientes grandes artistas como os cantores Gusttavo Lima, Xand Avião, Wesley Safadão, a dupla Jorge e Mateus, Jonas Esticado, os integrantes da Banda Melim, os apresentadores Rodrigo Faro e Geraldo Luís, os atores e influenciadores Whindersson Nunes, Silvero Pereira, Igor Saringer e João Quirino, os atletas Willian Arão e José Aldo, dentre muitos outros. O estilista também foi um dos destaques do DFB Festival maior evento de moda autoral da América Latina.

Com criatividade , simpatia e carisma, o jovem estilista conquistou um público fiel de artistas e influenciadores e se tornou referência na hora do calçar. Elegância, estilo e sofisticação são as palavras chaves para definir os calçados da empresa que criou, Homem do Sapato leva o conceito de que um sapato é muito mais do que o calçar. “A HS preza por muito estilo e identidade, com sapatos exclusivos e de design  diferenciados. Estamos lançando atualmente a linha Flag, uma coleção de modelos premium que carrega o conceito da campanha atual ‘Your Next Step’, uma experiência completa de bell-marques-480x640jorge-e-mateus-480x640calçar por meio de um sapato de alto padrão, um box super moderno e atendimento de excelência”, destaca Jhonatan Rêgo.

Para Jhonatan, a Homem do Sapato é resultado de um esforço contínuo. “É fruto de um sonho e de muito trabalho meu e de todos que acreditaram na minha ideia. O intuito é a expandir ainda mais a nossa marca para todo o Brasil”, completa o estilista.

banda-melim-540x6401A HS nasceu em 2014, a partir da visão e do desejo do estilista Jhonatan Rêgo em inovar. A brand é conhecida por apresentar aos seus clientes experiências únicas, desde o atendimento, em lojas conhecidas mundialmente pelo termo Flagship Store que traz as tendências de lojas-conceito, até a tecnologia para o desenvolvimento de calçados como solados exclusivos. Todos os produtos são desenvolvidos com couro e materiais de alta qualidade. A matriz é em Fortaleza, e a brand tem franquias em João Pessoa, Salvador, Teresina, Manaus, e novas lojas previstas para serem abertas ainda em 2020.

da redação com informações da Capuchino Press   imagens: fotos/divulgação

ASICS

O período Edo é um dos mais importantes da história Japonesa e também o antigo nome da região onde se estabeleceu a capital Tóquio que conhecemos atualmente. Foi durante esse período que a reutilização e a reciclagem foram parte integrante da vida no Japão - as pessoas viam tudo como um recurso valioso, desde roupas velhas e papel usado até panelas gastas, itens de cerâmica quebrados e pingos de cera de vela. Valorizando as práticas ecológicas do Período Edo no Japão, dos séculos XVII a XIX, foi lançado a coleção Edo Era Tribute Pack, seguindo o acordo e o compromisso da ASICS com a sustentabilidade em vários aspectos de seus negócios.

21Todos os modelos da coleção, empregam na parte superior, fibras de poliéster recicladas feitas de um total de cerca de 300.000 garrafas PET. Essa novidade representa o primeiro passo da ASICS em direção ao uso de 100% de fibras de poliéster recicladas em todas as suas partes superiores dos calçados até 2030, para ajudar a combater as mudanças climáticas. Além do menor uso de materiais, também houve a troca de tintas à base de óleo para tintas à base de água que acabam rendendo muito mais.

Para o cabedal dos tênis, a ASICS imprimiu símbolos gráficos que incorporam uma combinação de dois estilos de letras da Era Edo, em memória à inspiração desse período. Um estilo de letras é yose moji, normalmente usada para pôsteres e folhetos. O outro é o kakuji, um estilo de caractere quadrado e grosso, que geralmente aparece em pedaços de papel que os adoradores costumavam postar nos portões de santuários e templos.

Ainda com foco em sustentabilidade, as caixas de tênis sustentáveis serão utilizadas gradualmente a partir de julho de 2020, sendo totalmente substituídas em 2021, reduzindo assim as emissões anuais de CO2 da ASICS em aproximadamente 1.200 toneladas.

Toda a coleção fica disponível no e-commerce da ASICS, com numeração do 34 ao 43. Corre para garantir o seu

da redação com informações da Agência Lema

INSECTA SHOES

insecta-ca-9568encer-intl-14275-427x640insecta-ca-9568encer-intl-14061-640x512Marca de sapatos veganos e ecológicos, cujos modelos são feitos com a reutilização de roupas vintages, garimpadas em diversos locais, e tecido ecológico feito com a reciclagem de garrafas PET. O solado também é de borracha reaproveitada e o restante dos materiais usados são excedentes da indústria. Todos os sapatos da Insecta são inteiramente produzidos no Brasil, no Rio Grande do Sul, região em que a empresa foi fundada.

A empresa em parceria com a Wildness Studio criou para o mês de Julho para homenagear os nascidos sobre o signo de câncer  e considerando as características dos nascidos sobre este signo, que é regidos por Vênus e Júpiter, e são pura emoção, com sensibilidade e intuição suas melhores qualidades. Assim o Scarabeus de cancer traz estampas de flores como rosas brancas, lírios e jasmim que mais representam esse signo e expressam romantismo e tranquilidade. A  edição é limitadíssima, disponível até dia 20 de julho com frete grátis para todo Brasil. Dá uma olhada em www.insectashoes.com. Todo mês teremos uma nova estampa que ilustrará as principais características do signo vigente.

da redação com informações da CPO Comunicação  imagens: fotos/divulgação

BIRKENSTOCK

birkenstock-1001135-84990-1-640x340dc0366-7913-22004-f-489x640Tendência já estabelecida no Hemisfério Norte há anos, o combo sandálias + meia começa a ganhar adeptos no Brasil a cada temporada, protegendo do frio e garantindo muita personalidade aos looks.

As sandálias Birkenstock, marca de calçados alemã, é uma referência mundial no quesito conforto e estilo, confirma a tendência, com seus modelos combinados com as meias divertidas da italiana Calzedonia que dá o styling ideal para esta estação, com a prioridade de ficar sempre aquecido e confortável, mas sem perder o estilo.

da redação com informações da Suporte Comunicação    imagens: fotos/divulgação

AREZZO

4da24ec9f15f3c0a6b7ebf3b67cbe0ae-427x640755ef078a672867abfc34c556172a6d7-427x640Em modelos modernos - e confortáveis! - como as mules e flats, a coleção Arezzo Pop Metal, traz a energia dos tons de azul e rosa, além do clássico dourado, para o mundo fashionista. As peças são a certeza de glamour instantâneo ao look, e garantem um ponto de luz para qualquer visual. Tanto para o dia, quanto para a noite, as peças dão um ar sofisticado e fun para as composições. E claro, para as amantes de salto, a marca também traz opções irresistíveis, como as mules de salto, e as sandálias com salto taça - trend alert!

As peças da linha POP METAL são um convite para o Preview do Verão 21, em as criações metalizadas destacam essa tendência que já virou um must have no mundo e no Brasil disponíveis nos canais e-commece e lojas da marca.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação

“Use sua voz para Agir”

worldfashion • 01/06/20, 11:54

logoA Levi’s® desde sua invenção por Levi Strauss & Co. em 1873, é o estilo Americano clássico e despojado e tornou-se a roupa mais reconhecida e imitada no mundo - capturando a imaginação e a fidelidade das pessoas por várias gerações. Hoje, o portfólio da Levi’s® continua a evoluir através de um pioneirismo persistente e um espírito inovador sem paralelo na indústria de vestuário. A linha líder de jeans e acessórios está disponível em mais de 110 países, permitindo que pessoas do mundo inteiro expressem seu estilo pessoal.

aA Levi´s® Brasil desenvolveu a ação “Use sua voz para Agir” que tem como propósito refletir sobre empatia, coletividade e consumo consciente. Felipe Morozini, amplamente reconhecido por seus trabalhos com artes plásticas e fotografia, foi convidado a criar uma obra que manifestasse os direcionamentos da ação. O vídeo produzido pelo artista será projetado pelo “Falando Pelas Paredes”, iniciativa criada por Juliana Cretella e Alberto Zanella, que exibe projeções de diversos artistas em prédios. O vídeo produzido para ação mescla imagens da cidade, da vida coletiva e da interação com arte e está disponível no instagram da marca (@levisbrasil).  Resistência e autenticidade são palavras-chave que norteiam todas as coleções da marca e durante um período que se faz tão necessário repensar hábitos, a Levi’s® convida à ação, buscando reações que geram transformações.

b

Além da projeção de Morozini, a ação conta com cinco artistas que sempre fizeram parte da história marca no país: Renato Gave, Diego Alcensio, Vanessa Preta Ilustra, Karina Beraldo e Edu Caires. Eles foram selecionados para customizar jaquetas Trucker e t-shirts que terão 100% do valor da venda revertido à ONG TETO, que trabalha pela defesa dos direitos de pessoas que vivem nas favelas mais precárias, diminuindo sua vulnerabilidade por meio do engajamento comunitário e da mobilização de jovens voluntários (saiba mais em http://www.techo.org/brasil/).

1222 As Jaquetas Trucker customizada por Edu Caires (primeira acima e a segunda) por Morozini já estão disponíveis no e-commerce desde 25 de maio. A ação une empatia e consumo consciente, incentivando a criatividade e movimento de auto expressão.

da redação com informações da  Agência Lema  imagens: fotos/divulgação