MASH 50 anos

worldfashion • 14/02/20, 16:29

imagesA Mash tradicional marca de underwear masculino lançou a campanha de comemoração das cinco décadas, repletas de inovação, personalidade e ousadia. O objetivo é reforçar o posicionamento da empresa que vem construindo nos últimos dois anos, repensando a forma de se comunicar com o seu público, ligado diretamente ao universo masculino e às mudanças culturais que a sociedade vem passando.

Ao longo dos anos, a Mash se reinventou diversas vezes, sempre entendendo o cenário atual que estava vivendo, mas principalmente preocupada em unir produtos de qualidade com moda e muito estilo. A partir de 2018, o novo posicionamento chegou com o propósito de celebrar a energia dos homens que se reinventam, que não tem vergonha de ser exatamente quem eles são, mas sempre diferentes. 50 anos é só o começo, é a idade que traz a chance de repensar os valores e as escolhas.

f21b487c5fc2a97987d8130971e952f1lowA campanha reúne um grupo de “amigos da Mash” para comemorar seus 50 anos com o objetivo de mostrar experiências através do estilo, da dança, das conversas e do movimento. Suas histórias retratam como eles não possuem mais o medo de mudar e como nunca querem estar parados, sempre “mashendo” e se transformando. O contexto da festa traz uma aproximação entre os homens por meio do humor, possibilitando a discussão de temas mais profundos sobre masculinidade e sobre a postura do homem atual.

c220841680d19e862118937581a43a94low30e45bfc8e9482e167acfd9e81e8e325low1Assim a Mash lança a cueca comemorativa dos 50 anos. A peça, em modelo boxer e confeccionada em modal com elastano, contém uma etiqueta bordada exclusiva para a comemoração da edição limitada. A novidade, que pode ser encontrada em duas opções de cores, preta e branca, e nos tamanhos P ao GG, chega em todos os pontos de venda da marca espalhados pelo Brasil a partir do mês de março.

Ficha Técnica Campanha Mash 50 anos:

Direção Criativa: Isabela Valentin, Guilia Barber, Jéssica Pádua, Laura Zambni.

Diretora de produção: Tarcila Villa

Produtor: Bernie Walbenny

1AD: Luiza Azevedo - Assistente de Direção de Produção

Vídeo oficial da campanha: Rodrigo Inada

Beleza: Laura La Laina

Fotógrafa: Lorena Dini

Stylist: Juliana Bordin

Modelos: Shaolin, Ricardo Lima, Caco Santos, Luiz Almeida, Daniel Aguiar, Jullio Reis, Wanderson Brasil, Brown G (Gustavo Siqueira).

Idades:  Shaolin (18 anos); Ricardo Lima (27 anos); Caco Santos (61 anos); Luiz Almeida (51 anos); Daniel Aguiar (48 anos); Jullio Reis (23 anos); Wanderson Brasil (48 anos); Brown G (25 anos).

propaganda-antiga-wolkswagen-leasingmash-cuecatramontina-d_nq_np_272521-mlb20783495384_062016-fSobre a Mash:

Uma empresa familiar 100% brasileira que preza pela felicidade e bem-estar de seus colaboradores por acreditar que juntos são melhores e que cada um da equipe é essencial em sua jornada. Criada por imigrantes libaneses que vieram para o Brasil fugindo da guerra em busca de uma nova vida e se encontraram na essência do brasileiro e de nosso país, fincaram raízes e carregam uma trajetória de 50 anos de dedicação e conquistas. Hoje já são quase 1.000 profissionais sob responsabilidade da empresa. Ao longo dessas cinco décadas, a Mash se transformou e se reinventou várias vezes. Hoje é referência nas categorias de moda íntima masculina, meias e moda praia. A alta qualidade dos produtos confeccionados pela empresa, aliada ao design diferenciado e busca constante por inovação garantem a satisfação diária dos consumidores da marca. Em seu complexo industrial com mais de 25 mil metros quadrados na zona leste da cidade de São Paulo, produz quase 3 milhões de peças por mês. A Mash produz 100% das peças que comercializa e tem certificação no programa ABVTEX, que qualifica fornecedores da indústria têxtil e garante a não utilização de trabalho escravo e infantil, entre outras formas de exploração. E tem orgulho disso.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação

Lez a Lez

worldfashion • 20/01/20, 02:07

lez-a-lez-sustentabilidade-22-2Lez a Lez, marca do Grupo Lunelli, tem embalagem plástica biodegradável para as peças da coleção cápsula Graphic Tees By Maya Gabeira, firmando seu compromisso com as causas sustentáveis e o consumo consciente.

lez-a-lez-sustentabilidade-4-2lez-a-lez-sustentabilidade-112A iniciativa veio do desejo de incluir na produção da empresa mais ações em benefício do cuidado com o meio ambiente. As embalagens plásticas feitas de álcool polivinílico são solúveis em água quente e compostáveis, sendo mais eficientes que as sacolas de resina. Com isso, o processo de decomposição da matéria plástica se torna muito maislez-a-lez-sustentabilidade-28-2 lez-a-lez-sustentabilidade-7-2rápido e eficiente, reduzindo impactos ambientais.

Os primeiros testes com a embalagem ecológica já estão sendo feitos e a adesão nas coleções está acontecendo de forma gradativa. Estima-se que em pouco tempo todas as marcas do Grupo Lunelli usarão o plástico biodegradável como embalagem.

lez-a-lez-sustentabilidade-2-2Para o Grupo Lunelli, cuidar do meio ambiente é um dever de todos, por conta disso, a empresa adota diversas atitudes sustentáveis para tentar minimizar os impactos. Entre as ações do grupo estão o tratamento de efluentes utilizadas no processo de fabricação das roupas, economia de energia, reutilização de resíduos, coleta seletiva, tratamento e monitoramento da fumaça que sai das chaminés das fábricas, a recuperação de margens de rios próximos às fábricas e reflorestamento. Além disso, a Lez a Lez utiliza em suas coleções a Ecovero, viscose com menos impacto ambiental.

Os jeans Eco Recycle da Lez a Lez também tem como objetivo a redução dos impactos no meio ambiente, por isso em seu processo de produção tem 90% menos alvejantes químicos e economiza até 60% de água.

Atualmente, o Brasil ocupa a quarta posição no ranking dos países que mais produzem plástico no mundo, totalizando mais de 11 milhões de toneladas de lixo plástico no ano. Por essa razão, ações como a da Lez a Lez são cruciais para a redução do descarte deste material que demora, em média, 450 anos para se decompor.

da redação com informações da Index Conecta  imagens fotos divulgação

NIKE X SACAI

worldfashion • 18/12/19, 07:24

su19_sacai_assets_stills_primary_02_89811A nova collab NikeXSacai celebra a beleza do movimento e mistura a qualidade do desempenho das roupas da Nike com a criatividade e estilo das criações de Sacai. A coleção é composta por onze peças - como tênis, saias, jaquetas, camisetas, shorts, meias, calças e tops - que ganharam uma nova perspectiva com o design inovador que só a união entre as duas marcas poderia trazer.

su19_sacai_assets_stills_secondary_09_89821su19_sacai_assets_stills_secondary_06_89824A partir da mistura de peças e modelos diferentes, a estilista fundadora da Sacai, Chitose Abe, cria algo completamente novo. “Muitas vezes pego as partes que mais gosto de duas peças diferentes e as uno para criar uma nova roupa, que se torna muito maior. O resultado final chamo de híbrido”, explica Abe. As peças híbridas criadas pela estilista são as marcas registradas da Sacai.

Para essa coleção, Chitose realizou uma releitura das peças de corrida clássicas da Nike - trazendo a su19_sacai_blazer_black_1080x1215_89825su19_sacai_blazer_white_1080x1215_89826trajetória da marca junto a irreverência da estilista, por exemplo, ao transformar o corta-vento em uma saia ou criar um novo shorts a partir da adição de drapeados a um clássico da marca.

O tênis LDWaffle, por exemplo, é uma das peças que pode ser considerada a cara da coleção, já que une o protagonismo da Nike na área de sneakers e o estilo de criação de peças ‘híbridas’ de Abe. “Nós literalmente tínhamos duas fotos impressas de dois tênis diferentes que foram dobradas ao meio e colocadas em cima umas das outras para criar a ideia da estilista”, conta Fraser Cooke, Diretor de Projetos Especiais da Nike sobre os primeiros passos da criação do tênis.

Todas peças de roupas, assim como os tênis, da nova collab NikeXSacai estarão disponíveis no nike.com.

da redação com informações da Tastemakers   imagens fotos divulgação

DUPONT

worldfashion • 09/12/19, 00:49

logoA DuPont Segurança & Construção é líder mundial no fornecimento de inovação para as necessidades essenciais da vida, como água, abrigo e segurança; permitindo que seus clientes beneficiem-se através de capacidades únicas, com escala global e marcas icônicas, que incluem Corian®, Kevlar®, Nomex®, Tyvek®, GreatStuff™, Styrofoam™ e Filmtec®.

Com a primeira viagem prevista já para 2020, a VIRGIN GALACTIC projeto criado pelo magnata inglês Richard Branson, está desenvolvendo espaçonaves para voos turísticos suborbitais e missões científicas.para tanto a empresa recentemente revelou o vestuário de bordo dos futuros astronautas. Um design com muito estilo, predominantemente azul com detalhes dourados, a roupa espacial da Virgin Galactic foi desenvolvida pela Under Armour. turistaespacial_credito-divulgacao-under-armourAlém de proteção e segurança, essenciais para a permanência no espaço, a vestimenta visa proporcionar conforto ao usuário. A funcionalidade não foi esquecida: o design inclui diversos bolsos e até um botão integrado para intercomunicação. O Nomex®, a fibra da DuPont para proteção elevada contra calor e resistência a chamas, é um dos componentes essenciais do traje. Presente nas roupas dos astronautas no primeiro pouso na Lua, há 50 anos, o Nomex® também está em uniformes de milhares de bombeiros em todo o mundo. A fibra vai garantir aos turistas espaciais proteção contra a variação de espectro de temperaturas na jornada.

A Under Armour também incluiu tecnologias como o tecido com infusão de minerais UA RUSH, que reflete energia para garantir mais fluxo e recuperação de sangue de quem veste. Outra novidade é a UA Intelliknit, tecnologia que mapeia necessidades específicas do corpo para fornecer gerenciamento perfeito de calor e suor, evitando superaquecimento e resfriamento.

Até o calçado dos futuros viajantes espaciais foi apresentado pela Under Armour. O acessório não lembra em nada as pesadas botas dos astronautas, também exibindo um desenho todo fashion.

da redação cominformações da 2PRÓ Comunicação Crédito/Foto: Divulgação/Under Armour

30 ANOS DO GRUPO PACÍFICO SUL

worldfashion • 12/11/19, 14:51

collab-1-595x640Em comemoração aos 30 anos do Grupo Pacífico Sul, de Blumenau, Alexandre Herchcovitch foi convidado para desenvolver uma coleção COLLAB com o a Vic&Vicky, uma das marcas do portfólio do grupo.

A parceria colaborativa inédita entre a marca infantil e a grife de luxo do estilista, À La Garçonne, resultou na coleção inverno fashion 2020 que reforça o lifestyle de cada marca. “A ideia é mostrar um pouco do DNA das duas marcas e fazer uma roupa para uma criança que já está crescendo e tem gostos diferentes”, explica o estilista representante legítimo de uma geração de estilistas que, ainda cedo, nos anos 1990, entendeu a evolução do papel do designer na moda.

Continua com as ações que marcam os 30 anos de fundação, o grupo projeta ser um dos maiores consolidadores de marcas de moda do Brasil e assumiu o controle da Labellamafia, uma das maiores grifes de fitness wear da América Latina.

collab-2-640x460“A Pacífico Sul é o segundo maior empregador do setor têxtil em Blumenau valorizando sempre a mão de obra e fornecedores locais”, salienta o CEO Célio Martins Júnior (na foto à direita de  Sabrina Cerede, diretora criativa do Pacífico Sul ao lado de Alexandre Herchcovitch) que manteve seu parque fabril em Blumenau mesmo com ofertas de outros estados. Os planos para os próximos quatro anos são de dobrar a receita. “Isso tudo só é possível quando se tem um time espetacular”,  finaliza.

da redação com informações da RMCOM Comunicação  imagens: fotos/divulgação

Canatiba no varejo

worldfashion • 16/01/19, 23:26

A nova proposta da empresa em 2019, no relacionamento com o mercado, é informar o consumidor sobre as características e propriedades dos produtos e tecnologias empregadas nos produtos.

A ideia é marcar presença no cotidiano de confeccionistas e marcas de varejo para além do simples uso do tecido, agregar valor ao produto final com o aumento da informação sobre as suas características e processos produtivos.

zinzane3zinzane21A parceria com a rede Zinzane, nas primeiras semanas do ano, nos produtos fabricados com tecidos usando a tecnologia Éko ganharam uma tag a partir da qual o cliente era conduzido a um vídeo de animação mostrando as propriedades sustentáveis da matéria-prima.

O acesso com o celular do próprio consumidor, abre um aplicativo e faz a leitura de um ícone. A animação surge na tela com recursos interativos, mostrando como aquele produto foi feito com fibras recicladas de algodão.

Para cada duas peças compradas, Canatiba e Zinzane presentearam os clientes com uma charmosa sacola denim.

Outra ação “Na Consciência Jeans”  demonstra as propriedades da tecnologia Duo Core® e da plataforma LYCRA® Beauty. Uma caixa de espelhos foi colocada no centro da loja da Zinzane. Clientes provavam os produtos e se divertiam com imagens em 360 graus com efeito de emagrecimento.

conscienciaA experiência promete ser um dos principais recursos da Canatiba Denim Industry nesse ano que se inicia com a marca da competividade e da geração de valor na cadeia têxtil.

da redação da WORLD FASHION        fonte: assessor de imprensa Ronald Sclavi    fotos: divulgação

Lingeries com flores

worldfashion • 20/09/18, 09:58

lcmdelrioprimavera01A DelRio, que completa em 2018, 50 anos, possui uma fábrica em Maracanaú no Ceará e mais 20 unidades fabris, em várias localidades do Ceará, se consagra como uma das três maiores produtoras de lingerie brasileiras. A marca que buscou inspiração na beleza e ousadia da mulher, representada por Dolores DelRio, uma atriz à frente de seu tempo, tornou-se referência no segmento.

lcmdelrioprimavera05Para a primavera, estação alegre e florida, a DelRio aliou conforto, tecnologia, qualidade e design exclusivo, o conjunto Romantic Vintage, traz um sutiã triangular em microfibra devorê floral e renda. Disponível nos tamanhos 40 a 46 - pode e deve ser mostrado sem restrição! Já a calcinha tipo boxer em devorê floral e parte traseira confeccionada em renda, com efeito “bumbum up”, está disponível nos tamanhos P ao G. Nas cores nature/new nude e romance/carmim, são peças alegres e que elevam a auto-estima de toda mulher.

lcmdelrioprimavera021As novas camisolas DelRio são confeccionadas em liganete e podem ser encontradas nas versões com manga ou somente com alças com regulagem. Disponíveis nos tamanhos P ao GG.

lcmdelrioprimavera04Para finalizar, a dica é o Kit de Calcinhas Cotton que traz duas calcinhas: uma lisa na cor bege e outra com uma estampa super delicada, em rosa com florzinhas. O kit pode ser encontrado nos tamanhos P ao GG e tem tudo para se tornar um must have no seu guarda-roupa da nova estação!

da redação do WORLD FASHION

Lilica Cesar Mattos Assessoria de Imprensa da DELRIO

Fotos: divulgação

Black West do Grupo XT Têxtil

worldfashion • 30/04/18, 11:40

1-483x640

Conforme já divulgamos a Black West, fundada em 2013, por Eduardo Cristian e Julio Zhou, dois jovens empreendedores tem gestão jovem e muita atitude, como quando Eduardo Cristian, que tinha experiências em vendas, inclusive em moda masculina, estava em um momento de vida um pouco conturbado e de mudanças quando teve a ideia de criar uma eduardo-cristian-e-juliomarca que desenvolvesse as roupas que os lojistas  e os consumidores desejavam, mas as confecções não atendiam. Com muitas ideias na cabeça e sem dinheiro para começar o negócio, criou a coleção, fez peças pilotos e bateu na porta de uma empresa em busca de parceria, pois não tinha capital para comprar os tecidos, Em quinze dias, o jovem Julio Zhou, CEO da empresa XT Têxtil, propôs parceria e investimento na criação da marca.

Nestes primeiros cinco anos da marca foram investidos R$ 60 milhões. Com faturamento de R$ 40 milhões em 2017 e projeção de crescimento de 20% para 2018, a  Black West, fundada em 2013, traça estratégia para se tornar a maior marca de moda masculina do Brasil até 2025.

2-483x6401Com gestão moderna comandada pelos dois jovens empreendedores Julio Zhou e Eduardo Cristian a Black West em cinco anos no mercado saltou de 3 mil peças/mês para 120 mil peças/mês. Com foco em uma moda atemporal e que atenda as necessidades e desejos dos homens contemporâneos que querem se vestir confortavelmente e com estilo nas mais diversas situações do dia a dia a marca conta com 1.200 peças em seu mix de produtos e realiza lançamentos diários.

4-483x640Para se tornar a maior marca de moda masculina do país até 2025, a Black West, do Grupo XT Têxtil, pretende investir R$ 10 milhões somente nesse ano.

Atualmente com 7 lojas próprias em São Paulo e presente em multimarcas e monomarcas em todas as regiões do país a Black West pretende abrir mais 23 lojas.

A coleção é composta por calças, camisas, polos e camisetas em materiais como jeans, malha, moletom e tecidos diferenciados e exclusivos. A Black West sempre investe em estampas pouco exploradas no universo masculino. A cartela de cores para a estação destaca preto, mesclas, branco e marinho. Semanalmente a marca lança novos produtos que se juntam a coleção principal.

da redação do WORLDFASHIONREVISTA      fonte: assessora Suzana Elias Azar   fotos: divulgação

Cia do Jeans é licenciada da WRANGLER

worldfashion • 12/03/18, 14:51

downloadA história da Cia do Jeans começou em 1999, em Belo Horizonte (MG), sob o comando de Fernando Abras, produzindo apenas para lojas próprias da marca que dá nome ao grupo, que tem seu parque fabril em Colatina (ES) desde 2008. Os três primeiros anos da organização, hoje detentor da Vilejack Jeans e com licença para produzir a Enrico Rossi e, agora, a Wrangler, foram intensos.

vilejack1Com o sonho de conquistar o mercado nacional, em 2000, a Cia do Jeans adquiriu a licença para produzir e comercializar a Vilejack Jeans, passando a vender para as multimarcas. A experiência foi um sucesso, tanto que no ano seguinte foi a vez de optar pela indústria e abdicar do varejo, mas sem deixar de produzir com etiqueta própria. Assim, nasceu a Scanner, voltada para o público jovem masculino. Somente em 2010, que ocorreu a compra definitiva da Vilejack Jeans.images

Com as marcas consolidadas, veio a oportunidade da Cia do Jeans arrendar, na forma de licenciamento, a marca Enrico Rossi, com foco na moda masculina para a classe A, e, no final de 2017, foi assinado o licenciamento da Wrangler para o Brasil .camisaria-1

A nova operação deve elevar o faturamento de 2018 na casa dos 20%. De acordo com o diretor do grupo com sede em Belo Horizonte (MG), Fernando Abras, uma projeção modesta tendo em vista o potencial de mercado da marca criada em 1947, focada em jeans western para o público classe A, comercializada até final de 2017 no Brasil pela própria VF Corporation, detentora também das icônicas Lee, Timberland, Vans ,entre outras etiquetas renomadas.

As negociações entre a VF Corporation e a Cia do Jeans encerraram-se em dezembro, e a primeira coleção sob novo comando chega às lojas em março.

wrangler-_-credito-vf-corporation-1A produção inicial de 80 mil peças é a mesma da coleção western Outono-Inverno 2017/2018 americana e tem como objetivo atender o público fiel da marca. A retomada da moda urbana, compromisso assumido no Plano de Negócio para os próximos cinco anos, será com a coleção Primavera-Verão 2018/2019, com previsão de lançamento em maio. Na linha urbana, 40% das peças serão iguais às fabricadas no mundo todo com a etiqueta da Wrangler, e o restante já chega com design próprio da confecção brasileira.

Com o licenciamento da Wrangler, a Cia do Jeans passa a produzir uma média de 200 mil peças/mês, além de aumentar a importação para a faixa de 80 mil peças/mês. Dessa primeira coleção, linha western, calças, camisetas, t-shirts e polo são fabricação própria. Somente as camisas de tecido plano continuam sendo importadas. Para isso, foi necessária a compra de máquinas específicas para o jeans de montaria que tem costuras mais reforçadas. A contratação de mão de obra está em estudo. Fernando Abras acredita que será necessário abrir novos postos de trabalho para atender a demanda do mercado. De acordo com o Plano de Negócios, já no primeiro ano, a ideia é passar dos atuais 800 pontos de venda para 1.500. Com isso. A projeção para o final de 2022 é dobrar o faturamento da Cia do Jeans, que entra, com a Wrangler, em uma nova fatia do mercado.

wrangler-_-credito-vf-corporationWrangler é uma marca associada ao mundo do rodeio, um símbolo do estilo de vida country americano. As peças com a etiqueta da marca pertencente a VF Corporation são consideradas o verdadeiro jeans cowboy cut. Hoje, são mais de cem estilos de jeans associados a Wrangler. No Brasil, além da linha western também será produzida a linha urbana. A exigência da marca é que 40% da produção seja igual em todas as licenciadas.

A VF Corporation também exigiu a adequação da indústria, matéria-prima, além de visita aos fornecedores, para verificar se está dentro dos padrões exigidos pela marca Wrangler.

ciadojeansjan17g“Por ser uma marca produzida mundialmente pela norteamericana VF Corporation e alguns licenciados no mundo, a aquisição da licença da Wrangler acrescenta muito em informações de tendências e tecnologias na fabricação do jeans em termos mundiais. Além disso, é um grande passo na consolidação de uma produção com responsabilidade ambiental e social, ponto muito importante na aprovação do licenciado pela VF Corporation.” declarou Fernado Abras diretor do Grupo Cia do Jeans.

da redação WORLDFASHIONREVISTA        fonte: Valliosa      fotos:divulgação  fotos Wrangler da VF Corporation

CAVALERA LANÇA COLEÇÃO ‘DEUS SALVE O REI’

worldfashion • 09/03/18, 16:22

15107858405a0cc3303410a_1510785840_3x2_smA Cavalera foi convidada pela Globo para desenvolver uma coleção de camisetas inspirada na novela ‘Deus Salve o Rei’, da emissora. Para o processo criativo, o estilista Caio Bayer foi aos Estúdios Globo e mergulhou no universo medieval da cidade cenográfica criada para a ficção, além de acompanhar algumas gravações de perto.

cavalera-em-deus-salve-o-rei-2cavalera-em-deus-salve-o-rei-6“Lá pude ver as artes conceituais e a estética geral da trama, as diferenças entre os reinos, cenários e personagens. A partir disso iniciei minha pesquisa, cruzando os arquivos e informações liberadas pela própria Globo, a uma pesquisa histórica medieval e heráldica”, lembra o estilista.

cavalera-em-deus-salve-o-rei-7cavalera-em-deus-salve-o-rei-9Dessa forma, a Cavalera desenvolveu um mix de produtos para todos os gostos, mas levando muito em  consideração o universo geek. Muitos brasões, espadas, armaduras e campos de batalha, assim como romantismo, sutileza, feminilidade e até um toque de misticismo sempre misturados à pegada rock’n'roll, marca registrada da marca paulistana.

alberto-hiar-diretor-criativo-da-cavalera-foto-cleiby-trevisan-alta-4Para Alberto Hiar, diretor criativo da marca, unir a indústria do entretenimento com a moda trará um grande movimento ao mercado, pois ambos são difusores e influenciadores de comportamentos.

ls2017-09-26-photo-00000023-1030x686No lançamento da coleção, no próximo dia 13, será oferecido um mix de experiências temáticas na loja, da Oscar Freire. Para os convidados um cardápio (e drinks) do restaurante Walfenda Medieval, novíssimo espaço comandado pela chef Angelita Gonzaga, trará a inspiração da cozinha ibérica do fim da Idade Média. Já o som ficará por conta da banda Oaklore , formada por Alexandre Chamy, Aline Polisello, Gustavo Mugnatto e Aruan Siqueirae será música folclórica e traz um repertório medieval bastante autêntico: muito folk, celta, além de clássicos de filmes, séries e jogos  épicos, todos com visual medieval para combinar com o evento.oaklore

da redação WORLDFASHIONREVISTA       fonte: Canal Comunicação   fotos:divulgação