concurso

worldfashion • 06/10/19, 10:38

11Alexandre Birman, CEO do grupo Arezzo&CO, comanda atualmente cinco grandes marcas de footwear direcionadas a diferentes públicos, visando atender suas diferentes necessidades e estilos.
O grupo líder no setor de calçados, atualmente comandado por Alexandre, foi fundado por seu pai em 1972 e possui uma grande variedade de produtos que se destacam pela qualidade, design, conforto e inovação,
Hoje, a marca Alexandre Birman está presente nas maiores lojas de departamento de luxo no cenário internacional, contando também com endereços próprios em Miami, Dallas e Nova York. Além de consolidar sua carreira no mercado internacional, construiu um forte relacionamento com grandes celebridades e influencers do mundo da moda. Com seu background de moda e conhecimento em business, fará uma mentoria exclusiva durante o Iguatemi Talks, circuito de talks e conferências que acontece no JK Iguatemi, no mês de outubro. Portanto, gostaríamos de divulgar essa oportunidade para as pessoas apaixonadas pelo mercado de moda e design.
Abaixo está o convite e também os detalhes de como funcionará a mentoria com Alexandre.
As inscrições deverão ser feitas pelo e-mail - mentoria.alexandrebirman@gmail.com

MENTORIA COM ALEXANDRE BIRMAN

Perfil dos participantes
• A partir de 18 anos
• Apaixonadxs por moda, design e sapatos

Como participar
• Criação de mini coleção, com 05 (cinco) modelos de sapatos
• Desenho artístico e/ou desenho técnico

Os selecionados
• Alexandre Birman e a equipe da marca selecionarão 10 designers para receber a mentoria
• A mentoria abordará as principais etapas da criação de uma coleção de sucesso (Mood – Cores e Materiais – Desenhos – Detalhamento), trazendo para os participantes uma visão de como aplicar a criatividade para gerar bons negócios
• O/A autor/a da melhor coleção ganhará uma viagem para a sede da Arezzo&Co, terá 03 de seus modelos produzidos na fábrica Alexandre Birman, em Campo Bom – uma fábrica referência mundial em produção de calçados, acompanhando e aprendendo durante todo o processo produtivo.

da redação com informações da INDEX imagem: foto/ divulgação

aceleração de soluções sustentáveis para calçados

worldfashion • 20/09/19, 18:30

A Osklen marca contemporânea brasileira comprometida com as filosofias: As Sustainabl, As Possible, As Soon as Possible, e desenvolvedor constante de formas para melhorar o desempenho de sustentabilidade da marca. O fundador e criador da Osklen, Oskar Metsavaht, também fundou o Instituto-E, uma organização brasileira sem fins lucrativos cuja missão é conectar conhecimento e práticas sociais e ambientais sustentáveis de diferentes campos para a sociedade e a indústria.

A missão do Instituto -E é conectar e reunir conhecimentos e práticas de diferentes áreas - como de instituições científicas e acadêmicas, de organizações não-governamentais, do setor privado, de instituições supranacionais - para promover um desenvolvimento humano mais sustentável. Construindo pontes e atuando como um hub, os projetos liderados e/ou apoiados pelo Instituto-E são inspirados nos 6 e’s: earth, environment, energy, education, empowerment e economics desenvolvidos e implementados no Brasil e no exterior. Por isso, nos últimos 15 anos o Instituto-E tornou-se colaborador de instituições como a UNESCO; Ethical Fashion Initiative / ITC-UN; WWF; Ministério do Meio Ambiente da Itália; osklenConservação Internacional; Brazil Foundation, entre outros. Entre seus projetos estão os e-fabrics, que consiste no mapeamento de materiais sustentáveis para serem usados pela indústria têxtil; os projetos Traces e Water Traces - desenvolvidos em parceria com o Ministério do Meio Ambiente da Itália - que analisaram as pegadas de carbono, hídricas e sociais de dez produtos da Osklen; o projeto E-Ayti - implementado em colaboração com Ethical Fashion Initiative - que gera renda para artesãos locais no Haiti através da produção de acessórios projetados pela equipe da Osklen e o projeto Entrelaços, que conecta artesãos brasileiros de comunidades em situação de extrema vulnerabilidade social com designers de marcas de moda para facilitar inclusão social através da geração de renda e do empoderamento e com componentes que possam ser ressignificados e a dificuldade de encontrar atores da cadeia calçadista que atuem de maneira transparente e responsável, torna-se necessária a promoção de iniciativas de fomento à inovação que possam agregar valor e implementar práticas que possibilitem validar tais modelos de negócio, acelerando tecnicamente os processos-chave a fim de gerar mínimos produtos viáveis, suportados por uma cadeia real de produção.

A Osklen e Instituto-E anunciam a parceria com o SENAI CETIQT e o Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção (IST),  o Programa de Aceleração de Soluções Sustentáveis para Calçados.

O programa tem o objetivo de criar condições para o desenvolvimento de produtos e componentes de calçados alinhados aos conceitos do triple bottom line da sustentabilidade - social, econômico e ambiental.

Serão admitidos projetos de desenvolvimento dos seguintes produtos, em fase de desenvolvimento ou aprimoramento de MVP (Minimum Viable Product): cadarço; entretela; biqueira; contraforte; palmilha; espuma de estrutura; forro; solado; e adesivo.

Com o lançamento do edital, startups e empresas de todo o Brasil estão sendo convidadas a participar do programa. As inscrições estão abertas, até o dia 10 de outubro, e serão selecionados oito projetos, que receberão aporte financeiro, além de consultoria durante o desenvolvimento do produto.

fabian-senai-cetiqt“Para o SENAI CETIQT, é fundamental estimular a criatividade, aliada ao desenvolvimento de iniciativas que trazem soluções ligadas à sustentabilidade e a novos modelos de negócios para o mercado. Essa parceria fortalece não só o setor de moda e confecção do país, como também abre novas possibilidades de produtos sustentáveis”, comemora o gerente do Instituto SENAI de Tecnologia em Têxtil e Confecção do SENAI CETIQT, Fabian Diniz.

oskar_metsavaht_por-bob-wolfenson-481x640“Inovação e Sustentabilidade sempre estiveram presentes e foram fundamentais na trajetória da Osklen. Então, temos agora a maior satisfação em ampliar seu alcance, incentivando o surgimento de novos talentos e sua inclusão no universo da moda de vanguarda criada no Brasil. ” menciona Oskar Metsavaht, Diretor de criação da Osklen

“Trata-se de uma iniciativa de vanguarda porque reúne o setor privado, o terceiro setor e uma instituição mista para nina-braga_tedx-640x427fomentar P&D em nosso país, habitualmente relegado a segundo plano, especialmente neste momento crítico que temos atravessado. De certa forma, é um ato de resistência e de oposição à contrição geral a que temos assistido. Continuamos a acreditar que a solução para o crescimento do Brasil é a adoção de um modelo sustentável de desenvolvimento”, finaliza a Diretora Executiva do Instituto-E, Nina Almeida Braga.

Acesse o edital do Programa de Aceleração de Soluções Sustentáveis para Calçados e as inscrições vão até 10 de outubro link: https://senaicetiqt.com/osklen-e-senai-cetiqt-lancam-edital-para-projetos-com-foco-em-calcados-sustentaveis-participe/

parquetecnolgico1O Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil (SENAI CETIQT) criado em 1949 é referência em educação, tecnologia e inovação para a indústria têxtil e de confecção. Sua atuação consiste em oferecer serviços transversais que o consagram como um dos maiores centros latino-americanos de produção de conhecimento aplicado à cadeia produtiva desses setores. Com cursos de nível superior, pós-graduação e extensão, promove formações técnicas, de qualificação e de aperfeiçoamento profissional, em espaços que simulam o processo industrial, possibilitando a aplicação das teorias em situações práticas desde as primeiras aulas. O Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras foi criado para desenvolver soluções em Química Sustentável, por meio de biotecnologia e novos recursos renováveis, para o estabelecimento de produtos e processos, atendendo assim à demanda de PD&I da indústria química brasileira. Já o Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção é focado na prestação de serviços especializados de Metrologia (ensaios para avaliação da conformidade e calibração), Consultoria (moda, produção e qualidade) e Pesquisa Aplicada (criação ou aprimoramento de novos materiais, produtos, processos e sistemas).

da redação   com informações da MktMix Assessoria de Comunicação e Exlibris Comunicação Integrada  imagens: fotos/divulgação

Concurso de Moda Sustentável

worldfashion • 28/08/19, 15:11

foto-fabrica-1A Castanhal Companhia Têxtil sediada na cidade de Castanhal (PA) no interior do Pará, com mais de 50 anos de atividades apoiando mais de 15 mil famílias ribeirinhas que vivem nas margens dos rios Solimões e Amazonas, na região Amazônica, conta ainda com uma filial em Manacapuru (AM) e um escritório comercial em São Paulo (SP). A fibra têxtil  de juta foi introduzida no Brasil pelos japoneses e tornou-se uma das principais atividades econômicas das populações ribeirinhas da região amazônica. A juta é 100% sustentável no seu plantio e no seu processamento, contribuindo para a manutenção da Floresta Amazônica enquanto gera renda para milhares de pessoas.

A empresa maior processadora de fibra de juta do país, oferece ao mercado uma matéria-prima de qualidade, versátil e totalmente integrada ao bioma amazônico, sem provocar queimadas ou desmatamentos e sem a utilização de agrotóxicos, herbicidas ou fungicidas, com adubação natural feita pelo húmus deixado pelas cheias dos im-prod-fios-coloridos2rios amazônicos. Tudo isso confere à Castanhal as certificações de preceito orgânico pela BCS Oko  uma certificadora independente de produtos ecológicos com sede na Alemanha, o selo é reconhecido por toda Europa, EUA e Japão e garante que os produtos de juta da Castanhal sejam compatíveis com os preceitos da agricultura orgânica, Fairtrade da Aliança Sustentável para o Comércio Justo (FairTSA, na abreviatura em inglês) e Pesticide Free, que garante que não há a utilização de pesticidas.

Há mais de dez anos produz fios e telas de juta, voltados para o mercado de moda, artesanato, decoração, tecelagem, im-home-seg-calcadistacalçadista, fumageira, construção civil e é maior fornecedora e única fabricante nacional do país de sacaria para produtos agrícolas como café, batata, cacau, entre outros.

Celia Pinho, Coordenadora de Marketing da Castanhal, declara: “Estamos felizes e honrados em poder contribuir com a transformação e inovação possibilitados por um modelo de ensino e aprendizagem hands on, provando que a Juta pode ser uma das principais matérias-primas para a moda contemporânea e futura”. Os alunos do SENAI CETIQT Rio de Janeiro participaram de duas palestras ministradas por Celia Pinho, nos dias 16 e 19 de agosto, onde a executiva da Castanhal forneceu todas as informações sobre a Juta, seus processos de plantio e produtivo, conceitos, manuseio e utilização, além de esclarecer de todas as dúvidas sobre o Concurso.

celia-pinho-coordenadora-de-marketing-da-castanhal-ladeada-pelos-consultores-do-fashion-lab-do-senai-cetiqt-rj-alexandre-bojar-e-charliene-santos-640x427Celia Pinho, Coordenadora de Marketing da Castanhal, ladeada pelos Consultores do Fashion Lab do SENAI CETIQT RJ, Alexandre Bojar e Charliene Santos (na foto acima)

Participam do Concurso alunos do SENAI CETIQT, acima de 18 anos, regularmente matriculados nos cursos da Graduação: Design - Habilitação Moda; Design -Ênfase em Design de Superfície; Artes - Habilitação Figurino; e Tecnologia em Produção de Vestuário. De Pós-Graduação, participam alunos de: Design de Moda e Gestão e Planejamento em Modelagem - Alfaiataria Industrial e de Nível Técnico em Vestuário. As inscrições se encerraram no dia 23 de agosto.

concurso-de-moda-sustentavel-juta-castanhal-e28093-alunos-do-senai-cetiqt-rj-3-640x4271Os participantes Concurso de Moda Sustentável - Juta Castanhal, trabalharão em duplas, compostas obrigatoriamente por um aluno com conhecimentos em Estilismo ou Design de Moda e outro aluno com conhecimentos em Modelagem do Vestuário. Os 12 alunos (6 duplas) do SENAI CETIQT, que deverão criar e desenvolver dois looks comerciais completos concurso-de-moda-sustentavel-juta-castanhal-e28093-alunos-do-senai-cetiqt-rj-2-640x4271de vestuário com acessórios, utizando a juta como matéria-prima principal no desenvolvimento das coleções. As duplas selecionadas passarão por percurso de coaching destinado ao aprimoramento técnico de suas habilidades, com o apoio técnico dos consultores do Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção durante o período de desenvolvimento dos produtos.

im-prod-dest-i332Os looks deverão ser desenvolvidos fazendo o uso da matéria-prima juta produzida e cedida pela empresa Castanhal, de aviamentos cedidos pela empresa HAK e da lavanderia CILAVE, que auxiliará no beneficiamento das peças prontas e/ou do tecido antes das peças serem produzidas.

im-prod-dest-f9O período de desenvolvimento das coleções será de 09 de setembro de 2019 até 25 de outubro de 2019 e as coleções selecionadas serão apresentadas em um evento no Fashion Lab do SENAI CETIQT no dia 07 de novembro de 2019. A dupla vencedora será contemplada com uma viagem, oferecida pela Castanhal, para conhecer a Fábrica da empresa na cidade de Castanhal, no Pará.

da redação   com informações da Persona Consultoria de Comunicação   Imagens: fotos/divulgação

1º Desafio Sou de Algodão + Casa de Criadores

worldfashion • 18/07/19, 17:45

PrintComo patrocinador master e promovendo com a Casa de Criadores o primeiro concurso que convidou estudantes de moda de todo o país a criarem coleções inspiradas no algodão, teve mais de 400 inscrições, e realizou como etapa final o desfile dos seis finalistas são eles Dario Mittmann – UEM/PR, Assumpta (Denis Mathias, Eduardo Augusto e Gabriela Camazzola) – Santa Marcelina/SP, Era Brand (Alan da Silva Dantas, Lays Santos e Patrick Langkammer) – UVA/RJ, Fellipe Campos e Fernando Carvalho – Santa Marcelina/SP, Mateus Cardoso – Santa Marcelina/SP e Rodrigo Evangelista – IED/SP, que apresentaram suas coleções de 10 looks produzidas com fibra natural, com narrativa coesa, expressiva e uma história com inspirações diversas.  O desfile dos finalistas conteceu na última noite do evento no dia 08 de julho.

desafio-sou-de-algodao-desfile-mateus-cardoso-02-imagem-marcelo-soubhiafotositeO vencedor do Desafio Sou de Algodão, Mateus Cardoso, com coleção masculina e focada em uma alfaiataria precisa e bem acabada, com ombros estruturados e construção impecável. Os shortinhos curtos, blazers e camisas, mas principalmente as jaquetas, com paleta de cores bem pensada fizeram com que Cardoso ganhasse essa primeira edição do Desafio.  “Foi uma experiência incrível por todos os lados e esse projeto em si me enriqueceu muito, porque nunca fiz uma coleção completa sozinho e eu consegui fazer na passarela uma coisa que acredito muito que é a estética do que eu sempre quis passar. Fiquei bem feliz com o resultado na passarela e desafio-sou-de-algodao-desfile-mateus-cardoso-imagem-marcelo-soubhiafotositecom o projeto como um todo.”, relata o vencedor do concurso que entre os prêmios fará parte da line-up da 46ª edição do evento, em novembro de 2019, com apoio do Sou de Algodão.

sou-de-algodao-desfilpe-assumpta-imagem-marcelo-soubhiafotositeO segundo finalista da noite foi a Assumpta, de Gabriela Pfeifer, Daniel Mathias Leão e Eduardo Grella, com uma coleção bem colorida, apresentando bastante técnica no que tange na a transformação do algodão. Em seguida, Dario Mittmann, que fez uma imersão no universo do folclore japonês para criar peças de estética Harajuku, com macacões, casacos e conjuntos cheios de brilhos e aplicações, pichações e recortes. O estilista ficou em segundo lugar no concurso.

desafio-sou-de-algodao-desfilpe-era-brand-marcelo-soubhia-fotositeA coleção foi da Era Brand, de Patrick Langkammer, Lays Santos e Alan Dantos, onde as texturas foram o foco. Muito drapeado, palha e babados decoraram as peças da marca, que brincaram com combinações de cores e inspirações africanas. Rodrigo Evangelista trouxe a inclusão social em sua história, fechando o desafio, com a cantora Ivana Wonder abrindo o show. O estilista convidou pessoas soropositivas para trabalhar com ele, para valorizar essa mão de obra que muitas vezes é deixada de lado.

desafio-sou-de-algodao-imagem-marcelo-soubhia-fotositeA Ateliê Fomenta, de Fellipe Campos e Fernando Carvalho, relembrou os anos de chumbo da Ditadura Militar e reforçou que o passado não deve voltar. Com o algodão, produziu vestidos, saias, calças e shorts com pedaços da constituição e de jornais, trechos que contam bem essa história. Na maquiagem, ora mordaças vermelhas simulando a censura, ora batons contornados por fora da boca, lembrando as drag queens.

da redação com informações da Agência Lema   imagens: divulgação/Marcelo Soubhia/Fotosite

SANTANDER UNIVERSIDADES

worldfashion • 29/03/19, 11:28

461_463_fa_santander_universidades_ev_pos_rgbO Santander foi reconhecido pelo ranking Global Fortune 500 como a empresa que mais investe em educação no mundo. Criado há mais de 20 anos, o Santander Universidades é pioneiro em desenvolver uma oferta adequada para cada fase de vida do estudante e investe fortemente na educação superior: desde 1996, foram mais de ‎€1,6Bi em todo o mundo. Até hoje, já foram concedidas mais de 290 mil bolsas de estudos em 21 países, nos quais mantém parceria mais de 1,1 mil universidades. No Brasil, são mais de 300 grupos conveniados.

anderson-school-of-management-da-universidade-da-californiaO Santander, em conjunto com a Anderson School of Management da Universidade da Califórnia, em Los Angeles (UCLA), abre inscrições para o Programa W50. Dedicado à capacitação do público feminino, a iniciativa dissemina conteúdo focado na liderança em meio acadêmico e empresarial.

O objetivo do Santander ao criar o W50 é dar meios, colaborar e capacitar a próxima geração de líderes mulheres globais para ocupar cargos de liderança, fortalecer o relacionamento institucional com as universidades e reafirmar o compromisso do Banco com a educação. Visa, ainda, desenvolver o autoconhecimento, valorizar a diversidade de estilos de liderança e criar uma rede de relacionamento entre mentores.

O Programa W50, em sua sétima edição, é projetado para mulheres profissionalmente maduras, que já possuam ampla experiência no mercado de trabalho e com alto potencial, caracterizado pela sua motivação e compromisso com os objetivos pessoais e organizacionais. O curso acontecerá entre os dias 23 e 28 de junho de 2019.

gabriela_werner_2Gabriela Werner, 37 anos e sócia fundadora do ImpactHub Floripa, foi uma das selecionadas em 2018. Segundo ela, foi uma oportunidade incrível. “Por uma semana aprendemos sobre governança, negócios e liderança com professores da UCLA, investidores de nível mundial e executivos de empresas como Netflix e Disney. Além dos conteúdos e vivências, saímos de lá com uma rede bem poderosa de mulheres executivas, investidoras e líderes nas suas indústrias, em países como Brasil, México, Espanha, Inglaterra e Quênia. O resultado esperado é termos mais mulheres nos conselhos das empresas e sermos protagonistas”.

As inscrições se estendem até 29 de abril de 2019, pelo endereço https://www.becas-santander.com/program/santander-w50. As 45 mulheres selecionadas receberão uma Bolsa Santander de estudo que inclui deslocamento, hospedagem, curso e materiais a serem utilizados. A proficiência em inglês é requisito indispensável para que as candidatas sejam aprovadas.

da redação do WORLD FASHION com informações da Santander   fotos: divulgação

Concurso dos Novos DFB Festival 2019

worldfashion • 29/03/19, 09:59

Foi realizado nesta quarta feira, 27/03, na sede da Equipe de Produção, responsável pelo DFB Festival 2019, a etapa de análise das propostas enviadas, para selecionar 8 equipes das instituições de ensino, que irão se apresentar no evento, em maio a já tradicional competição dos NOVOS na moda do Brasil, e assim foi dada o início da etapa de 2019.

novos10-800x534A banca de jurados contou com os estilistas Cândida Lopes e Lindebergue Fernandes; a apresentadora Fernanda Levy (TV Cidade); e o digital influencer Luiz Victor Torres. Foram analisados critérios técnicos (modelagem, montagem) e artísticos (styling, criatividade, etc), que definiram a seleção das equipes finalistas.

novos02-800x534novos08-800x534As equipes das instituições selecionadas, abaixo em ordem alfabética, apresentarão coleções-cápsula nos dias 17 e 18 de maio, durante o DFB Festival 2019, no Aterro da Praia de Iracema.

• Centro Universitário Ateneu (CE)

• Centro Universitário Fanor Wyden (CE)

• Faculdade Santa Marcelina (SP)

• Universidade da Amazônia - Unama (PA)

• Universidade de Fortaleza - Unifor (CE)

• Universidade Federal do Piauí (PI)

• Universidade Tecnológica Federal do Paraná (PR)

• Universidade Veiga de Almeida (RJ)

A equipe que conquistar o 1º lugar, além do Trofeu DFB 2019, leva pra casa R$ 10.000,00 (dez mil reais). As equipes posicionadas no 2º e 3º lugares, serão contempladas com troféus DFB.

Este ano foram registrados trabalhos de instituições de sete estados: Ceará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

da redação do WORLD FASHION   com dados da assessoria de imprensa: Capuchino Press   fotos divulgação de Thaís Mesquita.

DFB Festival 2019 concurso de fashion films

worldfashion • 27/02/19, 17:42

praia-fortaleza

A 1ª Mostra DFB Move Moda promove a busca por talentos em um espectro ainda mais amplo, contemplando criativos das áreas de estilismo, artes visuais, design e comunicação. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até 21/03, por meio de submissão do formulário de inscrição devidamente preenchido, disponibilizado em www.dfhouse.com.br, através do download do arquivo “dfbmovemoda.docx”.

A Mostra tem caráter competitivo e visa revelar vocações, solidificando o segmento de audiovisual como elemento complementar e estratégico para marcas e criadores autorais, a partir da exibição de curtas-metragens de moda: os chamados “fashion films”. Os vencedores receberão premiação em dinheiro e terão seus trabalho exibidos durante todo o evento e o resultado será anunciado no dia 18 de maio, antes do último desfile do line up. Além disso, ainda ganham espaço nas redes sociais do evento e em outros espaços de divulgação do evento.

O julgamento dos curtas-metragens será feito por um grupo de profissionais com comprovada experiência em pesquisa e produção de vídeos e fotografia de moda, além de membros da imprensa e designers convidados.

A 1ª Mostra DFB Move Moda tem disponíveis as seguintes categorias, com as respectivas premiações:

•Fashion Film Independente do Ano (obra audiovisual sem vínculo com marcas comerciais, embora possa fazer referência a uma ou mais marcas). Premiação: R$ 3.000,00 + troféu DFB Move Moda;

•Pensamento Crítico (curta-metragem com discurso, ideia ou conceito que propõe-se a imprimir uma mensagem capaz de transcender o próprio universo da moda).  Premiação: R$ 2.500,00 + troféu DFB Move Moda;

•Inovação em Linguagem (obra com caráter mais experimental e livre). Premiação: R$ 2.500,00 + troféu DFB Move Moda;

•Talento Educacional (exclusivo para alunos regularmente matriculados em graduações em Audiovisual, Publicidade, Design e Estilismo e Moda). Premiação: R$ 2.000,00 + troféu DFB Move Moda.

Calendário

12/02/2019 -  Lançamento do Edital

18/02/2019 a 21/03/2019 - Inscrições/recebimento de links

29/03/2019 - Divulgação dos curtas-metragens selecionados

15 a 18/05/2019 - Período de realização do DFB Festival 2019

18/05/2019 - Divulgação do resultado final/premiação

16O DFB Festival 2019 - se realizará de 15 a 18 de maio, celebrando os 20 anos de estímulo aos novos talentos e à criatividade, que o define como o maior encontro da moda autoral da América Latina. Nesta edição, o evento irá ocupar as areias do aterro da Praia de Iracema, lugar ricamente imagético e pleno de significados para a cidade de Fortaleza. E como filho legítimo da Terra do Sol, o DFB Festival 2019 apresenta, como tema,  a “Praia”, esse universo criativo que desdobra-se a partir da energia solar, dos ventos, da areia e do mar.

da redação do WORLD FASHION       assessoria de imprensa: Capuchino Press   fotos: divulgação

SENAI Brasil Fashion 2018

worldfashion • 08/10/18, 11:02

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-2-640x427O projeto realizado pela agência Samba Marketing Ao Vivo, acontece entre 11 de setembro e 22 de novembro, acelera conhecimento dos estudantes de moda sob a orientação de quatro estilistas de primeira linha do mercado, para o desenvolvimento de uma mini coleção com o tema “Todo Mundo Tá na Moda”.  O patrocínio é do CETIQT (Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil), uma unidade do Departamento Nacional do SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e principal centro formador de recursos humanos para a cadeia têxtil nacional. Com o propósito de fortalecer e divulgar a educação profissional no Brasil por meio de uma plataforma de moda que capacita os alunos através de uma experiência hands on – e que gera visibilidade para o segmento, contribuindo na formação e revelação de novos talentos da indústria brasileira de moda.

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-1-640x427Conheça abaixo os nomes das duplas selecionadas para o Senai Brasil Fashion 2018. Organizados em doze duplas de estilista e modelista, os alunos fazem parte dos cursos de longa duração na área de moda oferecidos pelo sistema SENAI em todo o Brasil e foram selecionados via edital, com trabalhos autorais.

Estados

Maranhão

Marielle da Silva Ferreira - estilista

Maria Josete Viegas Rodrigues - modelista

Minas Gerais

Otávio Augusto Ferreira Nascimento - estilista

Douglas Carlos da Silva - modelista

Paraná

Mayara Mamede Correa - estilista

Thiago Gritten - modelista

Pernambuco

Marcel Pereira Feitosa - estilista

Janaina Costa Bezerra de Albuquerque - modelista

Pernambuco

Cíntia Graziela de Souza Silva - estilista

Fabíola Araújo - modelista

Piauí

Jéssyca Maria Siqueira Alves - estilista

Lucas Mesquita Rêgo - modelista

Rio de Janeiro

João Pedro Incerti de Figueiredo - estilistas

Alice Wermelinger Tavares GuzzoPy - modelista

Rio de Janeiro

Isabela Pereira Santhiago - estilista

Maria dos Santos Leal Costa - modelista

Rio Grande do Norte

Anna Elisa Dantas Salgado Pinto - estilista

Iure Medeiro Dantas - modelista

Santa Catarina

Gabriela Henkels - estilista

Milena Ferreira Gardin - modelista

São Paulo

Mauricio Caetano Pires - estilista

Tamires Maria Souza do Nascimento - modelista

São Paulo

Stevan Haad da Costa Cerqueira - estilista

Gabriella Louise dos Santos Silva - modelista

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-3-640x427Durante a série de encontros até o desfile final, os jovens aprendem a ter uma visão 360° da profissão, desde a concepção inicial da coleção até as decisões que envolvem a apresentação. Para isso, no período contam também com o auxílio de uma série de renomados consultores: Daniel Ueda no styling, Max Blum na produção musical, Ed Benini para o casting, Wilson Ranieri para a modelagem, Rodrigo Costa na beleza, Jackson Araújo, como consultor criativo e a produtora Tatiana Palezi, da SAMBA Marketing Ao Vivo, agência que assina a produção do evento.

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-4-640x427Antes do gran finale, que acontece no dia 22 de novembro, cujo tema será “Todo Mundo Tá na Moda”, no Centro Cultural Ação Cidadania com um desfile para jornalistas, empresários e formadores de opinião do mercado da moda, os estudantes e os coaches Alexandre Herchcovitch, Lenny Niemeyer, Lino Villaventura e Ronaldo Fraga, participam de três encontros intensos no Rio de Janeiro.

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-6-640x427No primeiro deles, que aconteceu entre os dias 11 e 13 de setembro, os alunos passaram por vivências para desbloquear a criatividade e também definiram o processo de criação dos looks junto com seus coaches.

No segundo encontro, que aconteceu na semana passada entre os dias  2 e 5 de outubro, avançaram com a criação dos looks do desfile e afinaram a escolha das modelos – uma seleção de grandes nomes entre as top models brasileiras, new faces das passarelas e também de modelos que representam a diversidade.

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-9-640x427Nos dias 21 e 22 de novembro, durante o último encontro, acontecem os ajustes finais, como provas de make e as últimas conversas com os coaches.

Para amplificar e desdobrar todo o conhecimento gerado e compartilhado com as duplas selecionadas durante o ciclo do SENAI Brasil Fashion, todo o conteúdo dos três encontros serão gravados e transformados em vídeo-aulas para exibição nos cursos de moda de toda a rede do SENAI. Dessa forma, a iniciativa proporciona material educacional relevante para complementar a formação de todos os alunos aspirantes a estilistas e modelistas.

senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-5-640x4271senai-brasil-fashion-segunda-etapa-creditos-rafael-aguiar-8-640x427O SENAI CETIQT atua como principal centro formador de recursos humanos para a cadeia têxtil nacional e é um dos mais destacados do mundo, com plantas-piloto completas que reproduzem o ambiente fabril, além da planta-piloto de confecção, de uma rede integrada de laboratórios e uma área de inovação, estudos e pesquisas, com foco em antropometria, comportamento e consumo, cor, design, economia criativa, prospecção tecnológica e mercadológica, além de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental.

A instituição, reconhecida como pioneira no sistema SENAI, foi a primeira unidade a lançar, em 1997, o ensino de nível superior no sistema com o curso de Engenharia Industrial Têxtil, agregando valor na formação de profissionais para a área têxtil. Em 2001, foi lançado o curso superior de Design de Moda, o primeiro do país nesta categoria. Durante sua trajetória inovadora, o SENAI CETIQT passou a oferecer também outros cursos de nível superior, de pós-graduação e de extensão, além dos cursos técnicos, de qualificação e de aperfeiçoamento profissional.

da redação WF   fonte: Index Assessoria de Comunicação     fotos de Rafael Aguiar/divulgação

Ceará Moda Contemporânea 2018

worldfashion • 04/08/18, 21:19

O concurso CMC foi idealizado para promover o reconhecimento e a valorização dos estudantes e profissionais de moda atuantes na cadeia produtiva têxtil e de confecção do Ceará, mostrando sua criatividade e relevância.

vitor-cunha-img_6692-480x640No dia 2 de agosto, após desfile das coleções finalistas, foram anunciados os vencedores de sua nona edição, dentro da programação paralela da terceira edição do Ceará Fashion Trade.

O concurso é dividido em três categorias - “Design”, “Modelagem” e “Costura” – este ano tem como tema “135 anos da indústria têxtil no Ceará: histórias da moda”. Os finalistas usam em suas coleções algumas matérias-primas e insumos das indústrias cearenses que apoiam o Concurso: Unitêxtil, Jangadeiro Têxtil, Vicunha, Pemalex, Haco  e Santana Textiles. A ação também conta com apoio dos parceiros SENAC, UFC, Unifor, Fanor/Devry, Estácio/FIC, Faculdade Farias Brito e Faculdade Ateneu.

Na “Categoria Design” foram selecionados os sete finalistas:

junior-mersquita-img_6655-480x6401bruno-queiroz-img_6660-480x6401luc2b4s-butraco-img_6681-480x6401george-pergentino-img_6649-480x640sherida-livas-img_6687-480x640le-santox-img_6667-480x640José Wilson Cosme de Mesquita Júnior, Bruno Queiroz da Silva, Fernando Luís Butrago da Silva, George Silva do Nascimento, Shérida Amanda Livas Fernandes Paulino, Levi Cavalcante Ribeiro dos Santos e João Vitor da Silva Cunha que desfilaram suas coleções compostas por seis looks.

Os prêmios para os vencedores na categoria Design foram: primeiro colocado R$ 5.000,00; segundo colocado R$ 3.000,00; e terceiro colocado R$ 2.000,00. Um dos finalistas recebeu a uma máquina de costura pelo Prêmio Excelência.

Os finalistas das categorias “Modelagem” e “Costura” passaram pela a avaliação de costura realizada no dia 21 de julho, com 4 horas de duração e a avaliação de modelagem, no dia 28 de julho com 5 horas duração, ambas realizadas no SENAI Parangaba, com apoio equipe do Senai.

photo-2018-08-03-19-02-55photo-2018-08-03-19-06-241Nas categorias modelagem e pilotista as premiações foram: o primeiro colocado modelista recebeu R$3.000,00 e o pilotista recebeu uma máquina de costura; o segundo colocado modelista recebeu R$2.000,00 e o pilotista ganhou uma máquina de costura; o terceiro colocado modelista recebeu R$1.000,00 e o pilotista uma máquina de costura, ficando a critério do candidato a realização em dupla ou individual.

Na categoria Costura, o primeiro colocado recebeu R$3.000,00; o segundo colocado R$ 2.000,00; e o terceiro colocado R$ 1.000,00. Além da premiação em dinheiro, os três primeiros colocados receberam uma máquina de costura.

img_6714-480x640O resultado do Concurso,  primeiro lugar para Bruno Queiroz, o segundo colocado Vitor Cunha que recebeu também o prêmio Excelência  e Luís Butraco ficou em terceiro lugar

A Ceará Fashion Trade é uma feira setorial da moda focada na apresentação de produtos promovendo a interação comercial das empresas expositoras com os mercados nacionais e img_6622-480x6401img_6623-480x640internacionais. O modelo adotado envolve a realização de um evento de negócios de moda voltado à venda de atacado por meio de pronta entrega para pedido futuro, pronta entrega com venda direto, private label e franquias entre os suppliers – as empresas atacadistas dos setores feminino, masculino, infantil, jeans, surf, têxtil, transportadora, moda íntima, praia, fitness, bolsas, calçados, aviamentos e fornecedores  – e  os buyers, compradores de moda dos setores da feira. O evento é oficialmente apresentado pelo Sistema FIEC e pelo SEBRAE, em parceria com os Sindicatos industriais de moda do Ceará. A empresa promotora e realizadora do evento é a IKONE EVENTOS.

da redação do WF      fonte: Ikone/Carol Kossling     fotos: divulgação/ WF

1º Concurso Cultural Artístico ANDRADE & SANSEI

worldfashion • 20/07/18, 16:15

44

O Concurso Cultural Artístico ANDRADE & SANSEI tem caráter exclusivamente recreativo e cultural, de acordo com o disposto no artigo 3º, inciso II da Lei 5.768/71 e no art. 30 do Decreto 70.951/72. A participação neste Concurso Cultural é voluntária e gratuita, não estando vinculada à aquisição de qualquer bem, serviço ou direito. A participação neste Concurso Cultural não implica em qualquer ônus, de qualquer natureza, para os participantes inscritos e para o participante premiado ao final do Concurso Cultural.

25Considerando que a ANDRADE MÁQUINAS LTDA. possui mais de 60 anos no mercado de máquinas de costura e considerando a intenção da ANDRADE em comemorar as suas conquistas ao longo destes anos, resolveu promover um Concurso Cultural Artístico, que visa escolher e premiar as melhores e mais criativas esculturas feitas com peças de máquinas de costura preferencialmente usadas, com até R$ 3.000,00 (tres mil reais).

A participação no Concurso Cultural Artístico não está vinculada à aquisição de qualquer bem, serviço ou direito, é de caráter recreativo e cultural, voluntário e gratuito e não implica em qualquer ônus para os participantes inscritos e/ou para os premiados. O Concurso terá abrangência nacional e qualquer pessoa física ou jurídica, atuante na área de confecção ou máquinas de costura, poderá participar excluídos os funcionários e fornecedores do Grupo Andrade Máquinas.

33As inscrições e o regulamento completo no site https://andradesansei.vpeventos.com/#/ , entre o dia 01 de julho a 30 de setembro de 2018, e o anúncio dos ganhadores será realizado durante o evento Andrade & Sansei – Melhores do Ano, que acontecerá no dia 10 de dezembro de 2018, em São Paulo, com a presença dos cinco finalistas do Concurso e a exposição de suas esculturas.

“Os participantes deverão caprichar nas fotos e no nome da sua escultura, pois nesta primeira fase as esculturas serão avaliadas e selecionadas, por uma comissão formada por profissionais de diferentes Áreas da Andrade Máquinas, apenas por meio das fotos e informações enviadas”, declara Conceição Rüiz, gerente de marketing da Andrade Máquinas (foto acima)

da redação WF       fonte: Persona Consultoria de Comunicação   imagens:divulgação