O VAREJO CONTEMPORÂNEO

worldfashion • 28/07/20, 16:03

AREZZO

32Com projeto arquitetônico exclusivo, assinado pela renomada Bel Lobo e baseado no conceito Clean da flagship da marca, a Arezzo inaugurou a sua primeira digital store, localizada no Shopping Morumbi, Zona Sul de São Paulo. a loja apresenta modelo digital inédito com o objetivo de oferecer uma experiência de compra ainda mais tecnológica e diferenciada, integrada à todos os canais da Arezzo.

“Não estamos apenas inaugurando uma loja, estamos inaugurando um novo conceito: Arezzo digital store, com uma pop up store de tênis, pop up de bolsas e toda a estratégia omnichannel, desde a inauguração até a gestão, e a forma de atender, tudo será inovador. É uma nova era!”, diz Luciana Wodzik, diretora da marca Arezzo.

31Com área total de 170m² de loja, a Arezzo Digital Store, contará com o conceito inovador de “Store in store”, com espaços dedicados apenas para bolsas - o Leather Goods - e para o portfólio de tênis da marca - o ZZMOV, além de produtos exclusivos que poderão ser encontrados apenas nesta loja.

O espaço contará com ZZ Station e vendedoras digitais, que poderão fazer as vendas via link, garantindo a segurança das clientes para evitar o contato com a máquina de cartão.

Como um verdadeiro espaço de experimentação e troca de experiências que integram o mundo físico e digital, a loja contará com sistemas de entregue/retire com área exclusiva sinalizada, 34prateleira infinita, que possibilita a compra do produto pelo e-commerce, na loja, caso não tenha a cor ou o tamanho desejado, além de checkout 100% móvel (como funciona?) e pagamentos sem contato. A nova proposta será referência em transformação digital com uma experiência completa para a jornada de compra dos consumidores, conectando todos os canais de compra da marca.

Todas as lojas da marca, contam com ações, ferramentas e comunicações que visam garantir a saúde e a integridade de seus colaboradores e consumidores. Algumas medidas adotadas, e que seguem as orientações da OMS são: utilização obrigatória de máscaras, controle e limitação do número de clientes, pontos de álcool em gel na loja e distanciamento seguro.

da redação com informações da Index  imagens: fotos/divulgação

VANS®

13A empresa é parte da VF Corporation (NYSE: VFC), a marca original dos tênis, vestuário e acessórios para action sports. As coleções autênticas da Vans® estão em 84 países através de uma rede de subsidiárias, distribuidoras e lojas parcerias. A Vans® possui mais de 2.000 lojas ao redor do planeta, incluindo lojas próprias, franquias e portas parceiras. A marca promove a expressão criativa na cultura jovem com os action sports, arte, música e cultura de rua além de entregar plataformas progressistas como o Vans Park Series, Vans Triple Crown of Surfing®, Vans Pool Party, Vans Custom Culture e o hub cultural e espaço para a música internacional House of Vans, inaugurou a sua primeira loja ca capital fluminense.

72a8759b4566b324f84bcaccea8ae7delow1Composta por 121 m² de loja, a Vans Store Barra Shopping conta com o conceito atual de varejo global da Vans, trazendo experiências, campanhas e lançamentos da marca encontradas nas principais Vans Stores ao redor do mundo, como as mais recentes coleções de tênis: o novo membro da versátil e confortável família UltraRange, o UltraRange EXO, os icônicos e renomados Classics em inúmeras variações de cores, materiais e execuções além de coleções de vestuário e acessórios que incorporam o estilo de vida carioca.

ede0d61a63edeeedb5ef9877762f2f10lowA Vans Store Barra Shopping, assim como todas as outras três Vans Stores (todas localizadas na cidade de São Paulo) e as quatro Vans Outlets distribuídos entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás contam com a estrutura Enxoval Covid, composto por ações, comunicações e ferramentas que visam garantir a saúde, a segurança e a integridade tanto das equipes das unidades, quanto dos consumidores. Utilização obrigatória de máscaras, controle e limitação do número de clientes, pontos de álcool em gel na loja e distanciamento seguro de 2 metros são algumas das medidas adotadas pela Vans seguindo todas as orientações das organizações de saúde.

Além da tradicional venda física, as oito Vans Stores têm o compromisso de atender às necessidades de segurança e conforto de seus consumidores através da Venda Online. O processo é simples, prático e seguro, com o método de entrega de acordo com a sua preferência: delivery (frete grátis para compras acima de R$ 299,99 em regiões atendidas) ou retirada drive thru a combinar com os especialistas de cada loja.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação imagens: fotos divulgação de Felipe Diniz

RIACHUELO

Reforçando seu posicionamento de marca inovadora e tecnológica, a empresa agora conta com um podcast com conteúdo exclusivo e informativo sobre inovação e tecnologia para colaboradores, clientes e entusiastas do assunto.

14Apresentado por membros das equipes das áreas, o programa, batizado de RCHLO TECH, comenta semanalmente as principais tendências do mercado e apresenta cases de sucesso de projetos da empresa, desenvolvidos pelos times internos.

Disponível nas plataformas Spotify, Deezer, Google e Itunes, o programa já conta com quatro episódios que tratam sobre Cybersecurity, Metodologia Ágil, startups e programas internos como o Portal “Sou RCHLOVER” - programa colaborativo interno que propõe comissão de vendas.

O próximo episódio irá abordar ações emergenciais que a empresa tomou para adaptação à quarentena causada pela pandemia do Covid-19. “O podcast é mais uma ferramenta pela qual conseguimos impactar e amplificar a nossa cultura, e queremos falar sobre temas que estão presentes em nossa rotina, como startups, ominicanalidade e muitos outros”, comenta Demetrio Teodorov, Head de Inovação da Riachuelo.

da redação com informações da FSB Comunicação   imagem foto divulgação

RECCO LINGERIE

A empresa fundada em 1979, acaba de contratar a plataforma TOTVS Omni by Moddo, como solução para auxiliar no varejo a integrar todos os canais físicos e online para um estoque totalmente unificado. Com o novo sistema, os clientes terão acesso ao estoque completo de todas as lojas em qualquer canal de atendimento, podendo efetuar uma compra online para retirar na loja física ou comprar na loja física para receber em casa, entre outras diversas possibilidades.

eloi-8724-640x611“O atual cenário de crise econômica causado pelo coronavírus fez com que muitos varejistas tivessem que acelerar seu processo de transformação digital para estarem presentes em novos canais digitais, ao mesmo tempo que precisam capturar novas oportunidades de receita. Nossa solução facilita a integração de canais de vendas, estoques, parceiros logísticos e marketplaces, proporcionando ao nosso cliente a execução de uma estratégia totalmente integrada, em uma plataforma que permite aos varejistas escalarem suas ambições omnichannel muito rapidamente”, comenta Elói Assis, (na foto à esquerda) diretor de varejo da TOTVS

O TOTVS Omni by Moddo é uma solução completamente agnóstica e que pode ser conectada a qualquer sistema utilizado pelo cliente. “No caso da RECCO, o cliente terá também a funcionalidade de compra online e retirada na loja física, compra física e recebimento em casa, além de prateleira infinita, por conta da unificação dos estoques”, destaca Assis. Com a solução, as lojas físicas passam a funcionar como centros de distribuição, podendo reduzir custos - como taxas de entrega - e envio de produtos de forma mais rápida aos clientes.

marcelo-recco“Escolhemos a solução da TOTVS por meio de uma consultoria que contratamos. A parceria permitirá a integração de nossas 26 lojas próprias e 8 lojas franqueadas. A primeira fase, focada nas lojas próprias, já terá seu go-live no segundo semestre deste ano. O principal benefício é garantir que o cliente sempre consiga o produto que procura, independente do canal que faça a compra, evitando perda de oportunidade de receita devido a quebra de estoque”, comenta Marcelo Recco,( na foto à direita)  diretor conselheiro da Recco. “Além disso, vale destacar que, na próxima fase, iremos trazer a integração também das lojas multimarcas, uma oportunidade de levar os produtos Recco para todas as regiões do país, tudo sob uma única plataforma integrada”, complementa.

loja-recco-campinas-2-dest-300x300Sobre a Recco - Produzindo lingerie de qualidade desde 1979, a história da Recco começou a ser escrita com a ajuda de três colaboradores, em uma pequena garagem, localizada na casa do Sr. Antônio Recco. Em 1987, com apenas oito anos de existência, já contava com uma sede própria de 470 m². Três anos depois, uma nova sede é inaugurada na Avenida Colombo, desta vez com 1750 m². Em 2002 passou para 3370 m² e o número de colaboradores para 196. Atualmente conta com dois parques industriais, nos municípios de Maringá e Munhoz de Melo, que somando abriga uma área de 11 mil m² e mais de 700 colaboradores, com geração de empregos e impacto econômico na região.

Sobre a TOTVS - Líder absoluta no mercado SMB do Brasil, a TOTVS cria soluções inovadoras para transformar o dia a dia das empresas e ajudá-las a superar os desafios de seus negócios. É a maior empresa de desenvolvimento de software de gestão do?país, investindo R? 1,7 bilhão em pesquisa e desenvolvimento nos últimos 5 anos para atender as exigências de 12 setores da economia. Como uma empresa originalmente brasileira, a TOTVS acredita no “Brasil que Faz” e apoia o crescimento de milhares de negócios e empreendedores, de norte a sul do país, por meio da tecnologia.

da redação com Informações da TOTVS Ideal H+K Strategies imagens: fotos/divulgação

RESERVA MINI

11A primeira marca a estrear na plataforma da TROC RAAS - Resale as a Service ou Revenda como Serviço - acaba de ser lançado pela startup curitibana de revenda online de roupas e acessórios premium. A solução de logística reversa para grandes marcas do mercado da moda brasileiro abre a possibilidade das empresas transformarem roupas sem uso de seus consumidores em créditos para novas compras em suas lojas.

Na prática, a novidade permite que as marcas se tornem parte da moda circular, assim o Grupo Reserva, que entende que essa inovação é uma solução viável para as marcas assumirem um papel sustentável e transparente com relação ao pós-consumo. O braço de peças infantis da empresa, a Reserva Mini, encabeçará a iniciativa.

“Iniciar esse projeto com uma grande referência do varejo nacional como nosso primeiro cliente dá uma dose extra de motivação para seguir desbravando o mundo do RESALE. Temos grande sinergia com as marcas do Grupo Reserva no que diz respeito à visão de mercado, empreendedorismo, inovação e, principalmente, impacto social. Propósito é o que define essa parceria antes de tudo!”, conta Luanna Toniolo, CEO da TROC.

luana-tonioloSegundo a executiva, (na foto à direita), esse serviço estava no radar da empresa desde sua fundação, em 2016.  A adesão ao serviço pelo consumidor é o processo usual da plataforma online da TROC, mas os clientes Reserva Mini terão uma vantagem extra. Nomeado pela marca como RSVCIRCULAR, os interessados poderão enviar na mesma remessa peças de qualquer marca - desde que três delas sejam obrigatoriamente da Reserva Mini - e todas gerarão crédito para recompra nas lojas da Mini. Em Curitiba e São Paulo, a plataforma retira as peças na casa do cliente. Em outras praças, é possível enviar via correio com custo zero.

ronnyPara o CEO do Grupo Reserva, Rony Meisler (na foto abaixo de Daniel Mattar), a TROC está liderando um movimento de transformação na indústria da moda. “Que o futuro do varejo é circular, nós já sabíamos, mas a TROC conseguiu fazer com o que processo ficasse simples e fácil para os consumidores e também para as marcas. No Grupo Reserva queremos cada vez mais ser sustentáveis e essa parceria faz parte dessa enorme jornada que temos pela frente”, afirma Meisler.

O Mercado de Resale no Mundo  e a aposta no TROC RASS se dá com base em vários indicativos, principalmente porque as parcerias circulares geram receita, estimulam o reconhecimento das marcas e aumentam a fidelidade do cliente. “Depois de quatro anos atuando na revenda nacional é possível ver similaridades de movimentação com o mercado americano, apesar deles estarem bem à frente dos brasileiros. Porém, com a pandemia, a expectativa é que esse hábito seja acelerado e se antes a previsão era dobrar de tamanho, acredito que teremos boas surpresas pela frente”, comenta Toniolo. Em relatório apresentado pela ThredUP recentemente, o mercado de segunda mão online deve crescer 69% entre 2019 e 2021, enquanto o setor de varejo em geral deverá diminuir 15%. Os brechós online se tornam uma diversão acessível e o acesso à plataforma da líder americana do setor de revenda cresceu 31%.

A TROC é o maior brechó online do Brasil. A plataforma conecta pessoas que querem vender e comprar roupas, bolsas, sapatos e acessórios usados das melhores marcas e em perfeito estado. O grande diferencial da startup é a curadoria feita sobre os produtos e o volume de opções que oferecem - mais de sete mil peças são recebidas por mês e o estoque conta com mais de 40 mil itens. As opções variam para todos os gostos e bolsos, com opções desde fast fashion, premium e luxo. Hoje, a TROC realiza mensalmente mais de dois mil pedidos e tem cerca de quatro mil “lojinhas” ativas no site. Todos os produtos recebidos passam pelo processo de curadoria - 40% dos itens são devolvidos para o dono original ou enviados para doação. A TROC foi fundada por Luanna Toniolo, em 2016, após cursar Gestão em Marketing em Harvard e já vendeu mais de 100 mil peças.

da redação com informações da Fala Criativa  imagens: fotos/divulgação

Tecnologias de sanitização e biodesinfecção

worldfashion • 22/07/20, 15:30

SANOX

photo-2020-07-21-14-19-29O grupo SANOX é uma empresa brasileira, que surgiu por conta dos efeitos da pandemia mundial, gerando uma necessidade na mudança dos comportamentos e hábitos de higienização das pessoas, com o compromisso de erradicar qualquer tipo de contaminação em ambientes, roupas e objetos. Inspirados em uma tecnologia que já vem sendo usada em comércios na Europa, desenvolveram o primeiro Box de Higienização com Ozônio, como forma mais eficiente de sanitizar roupas, acessórios e objetos em geral, uma cabine de higienização pioneira no Brasil.

Os idealizadores desse novo projeto são José Marcelo Bezerra e Júlio César Moraes com larga experiência e expertis, no mercado têxtil, atuando há mais de 20 anos na área de jeans e vestuário e acumularam conhecimentos suficientes para o desenvolvimento e criação do projeto.

Sabedores do poder do ozônio e sentindo a necessidade de reabertura do comércio, desenvolveram o OZONE BOX de forma viável para o mercado brasileiro, com tecnologia e fabricação 100% nacional.

O Ozone Box Higienização tem 1,50m de altura e 80cm de largura, com espaço interno para até 50 peças no cabide, além das barras de inox removíveis, onde podem ser

colocado calçados, acessórios e objetos em geral.

A funcionalidade da cabine é simples e de fácil aplicação:

. Basta ligar na tomada, dar um clique no display de iniciar e programar o tempo de uso.

. Em seguida o Box muda a cor de branco para azul e o ozônio está sendo aplicado por todo o interior do Ozone Box.

photo-2020-07-21-14-19-301. O tempo de espera de desinfecção é de 10 minutos para o processo completo de higienização e sanitização de tudo o que está dentro do Box.

A certificação do gerador de Ozônio foi feita pela Unicamp, atestando 99,99% de inibição e eliminação dos vírus ( Coronavírus, SARS, MERS e H1N1), e tem o selo da ANVISA

visite www.sanox.com.br para mais informações

da redação com informações da Sanox   imagens: fotos/divulgação

DeVant Care

É uma empresa provedora de soluções de limpeza e desinfecção, com portfólio de consumíveis, containers, equipamentos, mobiliário, transporte de produtos para saúde, projetos, coletores de perfuro cortantes e biodesinfecção de ambientes e superfícies, fundada em 2017 pelo executivo Ivam Cavalcante. Noventa por cento do seu portfólio é importado de parceiros da Alemanha, França, Turquia e China e, em breve, dos EUA. Conta ainda com fornecedores nacionais e a maior parte dos seus produtos são exclusivos. Sua rede de distribuição está espalhada em todo o território nacional e tem hoje cerca de 600 clientes ativos, entre eles o Hospital Santa Catarina, Hospital Santa Joana e o Hospital do Coração (Hcor), em São Paulo. A DeVant Care é parceira exclusiva no Brasil da Oxy’pharm, empresa que desenvolveu a tecnologia Nocotech de biodesinfecção de ambientes e superfícies, já presente em mais de 85 países e que agora chega ao país.

imagem2Uma das soluções que vêm sendo utilizadas com sucesso na Europa é a Nocotech, um sistema de geração de vapor seco que libera nanopartículas e distribui de modo uniforme as soluções biodesinfetantes em cada centímetro quadrado sem deixar residual úmido, capaz de matar microorganismos, vírus, bastérias, com ação antimicrobiana e antifúngica, além de atuar no combate ao novo coronavírus. Sua formulação econ-friendly é biodegradável, não tóxica, não alérgica e não corrosiva.

O conceito Nocotech é constituído do equipamento de aplicação automatizada aliado às soluções de biodesinfecção, desinsetização e desodorização. O processo de desinfecção de ambientes com tecnologia avançada dos produtos é intuitivo: é fácil de operar e pode ser programado por qualquer pessoa. O equipamento, móvel, libera um vapor seco com produto a base de peróxido de hidrogênio e prata, uma combinação balanceada, segura, cientificamente testada, analisada e comprovada ação desinfetante, com garantia e efetividade contra o coronavírus e outros vírus, bactérias, fungos e suas variações esporuladas. A biodesinfecção garante ambiente seguro e livre de vírus.

As soluções Nocotech da DeVant Care são projetadas para tratamento em ambientes que vão de 10 m³ a 20.000 m³ e o custo dos equipamentos variam entre R$ 50 mil e R$ 200 mil. “Temos clientes com interesse em compra dos equipamentos para operação dos mesmos com sua própria equipe, e também clientes que estão adquirindo o produto para depois prestar serviço a terceiros, pois o leque de possibilidades para a solução Nocotech é extenso”, afirma Ivam. Pode-se fazer a biodesinfecção desde em residência e escritórios, até o varejo, hotéis, hostels, pousadas, ônibus, metrô, escolas, universidades, asilos, academias, clínicas, aeroportos, aeronaves e transatlânticos, restaurantes, shoppings, hospitais e indústrias, como a hospitalar, alimentícia e farmacêutica, entre tantas outras. “Vale para todas as áreas, hoje é uma necessidade até para constar como diferencial competitivo. O modelo de negócio, que inclui comodato do equipamento varia de acordo com o porte e objetivo do cliente”, finaliza o executivo.

nocotechO sistema já disponível no Brasil e foi reconhecido pela ANVISA. E segundo Ivam Cavalcante Pereira Jr, diretor executivo da DeVant Care, “Cuidar apenas de limpeza de superfície não foi suficiente para limitar o crescimento do número de infectados. A contaminação de ambientes e superfícies deve ser tratada com prioridade. É de extrema importância reforçar o combate à Covid-19, mas a solução não é algo somente para o momento pandêmico, é algo para sempre”, diz Ivam, ressaltando que os produtos já eram requisitados antes da pandemia e devem atender às necessidades do futuro também. “Somos efetivos desinfetadores. A maioria das empresas proporciona a sanitização, que combate. A desinfecção mata”, explica.

da redação com Informações da COMMUNICA BRASIL  imagens:foto/divulgação

Everclean

worldfashion • 10/07/20, 11:11

A tecnologia Everclean da Canatiba Denim Industry, foi desenvolvida com foco nas demandas mais urgentes de um mundo em transformação. São tecidos capazes de prevenir a proliferação de vírus, bactérias e fungos, com acabamentos inovadores e sustentáveis.

2A primeira base é o Sarkozy, um denim de 9 Oz, com 98% algodão e 2% elastano, Best Seller Canatiba. No seu acabamento, esse tecido recebe uma resina que repele líquidos além de um tratamento especial desenvolvido pela companhia suíça Sanitized, utilizada até então em produtos para uso esportivo.

4Trata-se de um óleo de hortelã, absolutamente natural e sustentável (risco zero de agressão ao meio ambiente) que garante proteção contra bactérias, fungos e mofos. O resultado é um produto que, além de impermeável, é livre de odores e não perde as características de conforto e toque de um bom índigo Canatiba.

O tratamento permanece no tecido por mais de 30 lavagens caseiras. A única exigência é que as peças confeccionadas com esse denim passem por um processo de amaciamento (e não lavagem) na lavanderia industrial, conservando suas características.

Os tecidos com tecnologia Everclean fazem parte da plataforma Smart Denim da tecelagem, criada para agrupar tecidos que se destacam por suas propriedades funcionais, na vanguarda tecnológica do segmento.

3Como o Molly, uma base 100% Tencel para camisaria (5 Oz), desenvolvido em duas cores – o índigo original e o azul brilhante. A proteção diminui consideravelmente a demanda de lavagens caseiras e, por isso, prolonga a vida do tecido.

E o Terapia com 56% de algodão e 44% de viscose, esse tecido recebe acabamento HeiQ Viroblock, com sais de prata e vesícula lipossomal, um princípio usado na produção de remédios contra o câncer. A prata se conecta ao vírus e os polissomas destroem os microrganismos que aderem à roupa, com eficiência de 99%.

Desenvolvido em 6 cores (preto, marinho, azul, verde, vermelho e branco), o Terapia é ideal para a confecção de roupas utilizadas por profissionais de saúde, constantemente expostos ao contato com pessoas infectadas.

Sem perder de vista seu compromisso sustentável, a Canatiba prossegue procurando agregar valor à cadeia têxtil e contribuir com desenvolvimento humano em todas as frentes que atua.

da redação com informações da Duo Press  imagens: fotos/divulgação

V.PROTECTIVE

worldfashion • 08/07/20, 11:39

vicunha-_tecidos-funcionais-452x640Chega ao mercado com o intuito de oferecer segurança e cuidado às pessoas no atual contexto de enfrentamento à Covid-19 e também no cenário pós-pandemia, uma coleção de tecidos com acabamento que dá além do efeito obtido de neutralizar: a inovação nestes tecidos que é capaz de inativar e imobilizar vírus envelopados. Os tecidos que utilizam a tecnologia Suiça HeiQ Viroblock by CHT contam com uma combinação inovadora de duas tecnologias: a atividade antimicrobiana dos sais de prata e a tecnologia de vesículas de gordura, que são capazes de destruir mecanicamente a parede dos vírus envelopados (incluindo o SARS-CoV-2). Além de efeito antiviral comprovado, a tecnologia tem efeito também contra bactérias e fungos.

A tecnologia foi testada contra vários tipos de vírus respiratórios (envelopados) incluindo H1N1, HCoV-229E Coronavírus e recentemente a tecnologia foi testada contra o SARS-CoV-2 - vírus responsável pela COVID-19. Testes conduzidos em laboratório pela inovadora empresa suíça HeiQ, juntamente com Instituto Peter Doherty de Infecção e Imunidade em Melbourne, Austrália (Doherty Institute) mostraram que os tecidos testados apresentaram uma rápida ação antiviral. Os resultados indicaram uma redução de 99,99% de vírus SARS-CoV-2 relativo ao inóculo controle.

De olho em um consumidor cada vez mais sensível às transformações do mundo e mais atento às suas escolhas, preocupado com aspectos como segurança, praticidade e conforto, a solução anunciada pela Vicunha visa auxiliar o mercado de moda na criação de roupas que possam facilitar o dia a dia das pessoas neste momento, além de proteger contra o vírus.

A durabilidade deste acabamento é de 30 lavagens domésticas suaves a uma temperatura máxima de 40oC.

german_imgl7709-ok-427x640“O consumidor precisa da ajuda da indústria e do varejo para acessar soluções adequadas à sua nova forma de viver. Por isso, desenvolvemos tecidos funcionais em nossa coleção de denim e denim colour, que receberam tratamentos têxteis especiais para atender aos novos anseios da sociedade neste momento desafiador”, explica German Alejandro (na foto à esquerda)  diretor de Marketing e Vendas da Vicunha.

A novidade é uma das primeiras tecnologias têxteis no mundo a serem testadas com eficácia comprovada em laboratório contra o coronavírus. A coleção também contará com tecidos tecnológicos que repelem líquidos e gotículas de saliva, além de opções que eliminam bactérias, evitando sua proliferação.

“Sabemos que o consumidor está revisando suas prioridades e não é de hoje que ele está em busca de produtos que facilitem sua rotina e suas atividades em geral. Com a pandemia, essa necessidade se acelerou e temos um mercado pedindo por elementos que se adequem ao novo lifestyle das pessoas”, conclui German.

Desde o avanço da epidemia pelo Brasil, a Vicunha esteve à frente de importantes ações com foco na garantia da saúde, bem-estar e segurança das pessoas, como a criação de um banco de tecidos para apoia a projetos voltados à produção de máscaras e itens médico hospitalares, a doação de 27 mil EPIs às secretarias do Ceará e Rio Grande do Norte e a reabertura de sua Sala de Costura para produção de 36 mil máscaras para funcionários, suas famílias e comunidade. A empresa também criou o site “Juntos no combate ao coronavírus”, canal oficial para orientações, serviços, notícias do setor e informações úteis sobre a pandemia para todos o seus públicos.

da redação com informações da Press Pass    imagens: fotos/divulgação

Amni® Virus-Bac OFF.

worldfashion • 03/07/20, 15:37

LUPO

O Grupo Lupo, que há 100 anos entrega carinho e afeto para as famílias brasileiras, toma mais um passo inovador em relação à tecnologia têxtil no Brasil. A marca lança máscaras, item indispensável para a proteção de todos, em contexto atual, e peças exclusivas para a linha Lupo Sport, a partir do fio têxtil de poliamida da Rhodia, Amni® Virus-Bac OFF. Esta poliamida funcional é contra a ação de vírus e bactérias, bloqueando a contaminação cruzada entre os artigos têxteis e o usuário e evitando que a roupa seja um veículo de transmissão de vírus e bactérias, que podem estar em uma superfície têxtil.

mascara01mascara02Com o seu pioneirismo apresenta para o mercado as máscaras inéditas com a tecnologia do fio têxtil Amni® Virus-Bac OFF. A máscara é produzida com um tecido de toque macio, extremamente confortável e que oferece conforto térmico e bem-estar aos usuários - além de possuir rápida absorção de umidade, é fácil de lavar e seca rapidamente. As máscaras são laváveis, reutilizáveis e não devem ser compartilhadas. E mias a linha Lupo Sport oferece produtos de alta qualidade tecnológica, unindo conforto e estilo em suas peças, com produtos para diferentes modalidades e tecnologias, como a Seamless Dry, focada na alta performance de roupas esportivas sem costura, para atletas profissionais ou consumidor em geral. O upgrade da linha a partir do fio têxtil Amni® Virus-Bac OFF contempla os best sellers Lupo Sport - top, legging, camisetas manga comprida e curta, e manguitos. A marca estuda o lançamento de uma linha exclusiva voltada para profissionais da saúde, incluindo gorro cirúrgico, manguito, entre outros.

Todas as peças oferecem proteção contra bactérias e vírus, incluindo os vírus envelopados, como são classificados os vírus como influenza, herpesvírus, novo coronavírus e outros. Amni® Virus-Bac OFF tem a grande vantagem do efeito permanente, o que significa que a sua ação antiviral e antibacteriana permanecerá durante toda a vida útil do artigo têxtil, ou seja, uma roupa terá a mesma eficácia e de maneira uniforme mesmo após inúmeras lavagens. Além disso, o material reúne o conforto e a praticidade tão valorizadas neste momento, uma vez que oferece como benefícios toque macio, conforto térmico, respirabilidade, facilidade de manutenção e secagem rápida.

Os novos itens Lupo Sport e Máscaras com poliamida Amni® Virus-Bac OFF já estão à venda no e-commerce da Lupo (http://www.lupo.com.br), com entrega para todo o Brasil, em franquias da marca e em varejistas parceiros.

FELINE

img_5781_facetune_26-06-2020-22-06-20img_5783A marca de beachwear queridinha das celebridades, fundada pela designer Lidiane Feline, apresenta a primeira coleção de body produzida com ação antiviral do Amni Virus-Bac OFF – As peças trazem uma tecnologia que protege de influenzas, herpes e, também, do Coronavírus – COVID-19, com eficácia comprovada em laboratório, a Feline decidiu trazer essa novidade para suas peças, como uma proteção adicional para todos que buscam ter mais tranquilidade em momento de pandemia. “Sabemos a importância de ficar em casa no momento como esse, porém, muitas pessoas precisam transitar – ainda mais com a reabertura das atividades econômicas – por isso busquei o que existia de mais eficaz no universo da moda e oferecer o que há de mais fashion e com total proteção”, explica Lidiane.

As novidades estão disponíveis em dois modelos, com manga curta e comprida, nas cores: preto e branco. Além dos bodys, a Feline criou máscaras com a mesma tecnologia, pensando na saúde e segurança das pessoas. Vale dizer que estas propriedades são permanentes e não se perdem com a lavagem. A coleção estará disponível no site https://soufeline.com

CHROMA-LÍQUIDO

A Chroma-Líquido Tecidos Tecnológicos, joint venture formada entre o Grupo Chroma e a Líquido Indústria Têxtil, é homologada exclusiva da Rhodia, empresa do Grupo Solvay, para produzir artigos têxteis que utilizem o fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF, para todo o mercado automotivo, aéreo e ferroviário. Inovação genuinamente brasileira, o fio tem ação antibacteriana e antiviral com efeito permanente, inclusive para os vírus envelopados, como são classificados os vírus influenza, herpesvírus, coronavírus, entre outros.

foto-1-640x427 Luís Gustavo de Crescenzo, Naim Marof Hasan e Leandro Capucho (da esq. para dir.)

A exclusividade da CHROMA–LÍQUIDO, que tem como sócios-diretores Luís Gustavo de Crescenzo, CEO, Naim Marof Hasan, COO, e Leandro Capucho, CFO, inclui diversas áreas. A automotiva abrange montadoras e cadeia de fornecedores, concessionárias, oficinas e indústrias de acessórios. A de transporte público e privado, ônibus urbano e rodoviário, incluindo rodoviárias e pontos de embarques. A ferroviária engloba metrô, trem, VLT, além de estações e pontos de embarque. O setor aéreo comporta aviões e aeroportos.

Segundo Luís Gustavo de Crescenzo, os artigos fabricados com o fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF podem ser utilizados em bancos de carros, ônibus, caminhões, aviões e outros meios de transporte, e também na confecção de máscaras, roupas e protetores, usados em concessionárias, oficinas, fábricas, entre outras aplicações.

“O tecido produzido com o novo fio é o único indicado para uso profissional, por causa do efeito permanente da ação antiviral e antibacteriana, resistindo a atritos, higienizações e lavagens constantes, como exige os assentos do transporte público, o vestuário e o enxoval hospitalares e os uniformes das fábricas, por exemplo. Além de evitar a proliferação de bactérias e a transmissão de vírus por superfícies têxteis, possuem toque macio, conforto térmico, respirabilidade, facilidade de manutenção e secagem rápida”, afirma o CEO.

Projeções Chroma-Líquido

• Faturamento: nos próximos 12 meses, estima-se que a nova unidade de negócio fature R$ 250 milhões.

• Produção: cerca de duas mil toneladas de tecidos produzidos com o fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF, em 12 meses.

• Contratações: inicialmente, realocações. Ao longo de 12 meses, geração de até 500 novos empregos.

• Tamanho do mercado: potencial superior a R$ 5 bilhões.

1Mais informações sobre Amni® Virus-Bac OFF:

Inovação e vantagens do fio têxtil de poliamida Amni® Virus-Bac OFF / Rhodia é que o fio possui, agente antiviral presente na matriz polimérica do fio de poliamida Rhodia tem afinidade eletrônica com regiões de proteínas da estrutura externa do vírus, impedindo a hospedagem em células humanas, bloqueando a contaminação. em sua matriz polimérica, e atua no rompimento do envelope lipídico (gordura) dos vírus envelopados, quando este rompimento acontece, o material genético do vírus é exposto e o vírus inativado, impedindo assim a sua replicação, em outras palavras o vírus perde a sua capacidade de atuação (contaminação), o que garante um efeito permanente. Isso significa que a ação antiviral e antibacteriana permanecerá durante toda a vida útil do artigo têxtil, tecido ou malha, assegurando um produto bem homogêneo, e  traz ganhos no processo produtivo, com redução de etapas na cadeia produtiva e, consequentemente, aumento da produtividade. com a mesma eficácia e de maneira uniforme, mesmo em condições extremas de uso e manutenção.

Graças à tecnologia de aditivação da Rhodia, as funcionalidades desta poliamida não saem nas lavagens, agregando sustentabilidade ao processo têxtil. O fio de poliamida Amni® nasce de um processo que respeita o meio ambiente. Com o ciclo fechado de água, 0% de geração de resíduos e redução de emissão de CO2.

A eficácia do fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF foi comprovada por laboratório independente, seguindo os protocolos têxteis internacionais contidos na norma ISO 18184 (Determination of Antiviral Activity of Textile Products). Além de antiviral, a poliamida Amni® Virus-Bac OFF também tem ação antibacteriana comprovada, de acordo as normas têxteis internacionais AATCC100.

A Rhodia está no Brasil, sob as marcas do pioneirismo e da inovação, hoje empresa do Grupo Solvay, completou 100 anos de atividades no Brasil em 2019. A Rhodia iniciou sua trajetória de sucesso em Santo André – SP, com a instalação de uma unidade industrial de produtos químicos, que representou o primeiro passo da industrialização da região do ABC paulista. Sempre à frente do seu tempo, a Rhodia tem dado ao longo desse período uma contribuição decisiva para o fortalecimento do setor químico/têxtil e da indústria do Brasil em geral, com o desenvolvimento de tecnologias, processos e produtos para diversos mercados, e com um profundo relacionamento com a sociedade brasileira. O Grupo Solvay, é um dos mais relevantes players internacionais em materiais avançados e especialidades químicas.

A Rhodia destaca que esta tecnologia é uma barreira adicional no combate à contaminação cruzada de vírus e bactérias. O uso de peças com a poliamida Amni® Virus-Bac OFF não elimina a necessidade de cuidados de higienização frequente, segundo as instruções de segurança da OMS (Organização Mundial da Saúde) perante o cenário de pandemia do novo coronavírus.

da redação

com informações da LUPO pela INDEX,     da FELINE pela CANAL  A     da CHROMA LÍQUIDO pela  GRUPO PRINTER COMUNICAÇÃO  e   do Grupo Solvey/Rhodia pela Pexpress    imagens; fotos/divulgação

V.SPACE

worldfashion • 25/06/20, 16:18

1Em sinergia com um mercado em constante transformação, a Vicunha, acaba de lançar ao público a versão completa do catálogo virtual de seu portfólio.

É o primeiro app do setor têxtil com simulação 3D, o V.Space permite navegação ágil e intuitiva pelos mais de 150 produtos e 500 itens de conteúdo audiovisual e oferece funcionalidades que facilitam a imersão em todo o universo da marca. A plataforma conecta todos os públicos do mercado têxtil em um só lugar e está disponível gratuitamente para download em três idiomas na Apple Store e no Google Play.

2Com a novidade, a Vicunha confirma seu protagonismo no setor ao oferecer inovação, agilidade e simplicidade no acesso a seus serviços e soluções, promovendo aproximação com funcionários, força de vendas, clientes, parceiros e entusiastas da moda. O aplicativo funciona como um hub de conhecimento e informações exclusivas disponibilizadas pela fabricante, e desempenha um papel estratégico para os negócios em um novo contexto de mundo, com foco na conectividade com seus diversos públicos e nas necessidades específicas de cada cliente.

german_imgl7709-ok-427x640De acordo com German Alejandro(na foto à esquerda) Diretor Comercial e de Marketing, a plataforma tem como objetivo promover relações duradouras, em qualquer hora e em qualquer lugar do mundo, por meio de ofertas assertivas e maior autonomia conferida ao cliente. “Desde o processo produtivo à apresentação do portfólio, nossa inovação tecnológica aparece de ponta a ponta e surge em um momento desafiador e necessário que exige maior agilidade e aproximação com nossos públicos, que procuram as melhores soluções em tendências de moda, sustentabilidade, design e produtos inovadores em um só lugar, materializando nosso modelo de negócios conhecido como one stop shop”, explica o executivo.

O resultado é uma ferramenta de navegação simples, que garante autonomia ao cliente para selecionar seus produtos favoritos. Como complemento, o usuário conta com o auxílio de uma consultoria capacitada e eficiente da equipe comercial e de especialistas.

Dá uma olhada nas funcionalidades do novo V.Space:

4• V.Products: todos os tecidos, especificações técnicas e seus diferenciais, fotos de produtos, shapes, shades de lavagens e vídeos;

• V.News: as principais novidades da Vicunha, como detalhes de produtos, campanhas, projetos, feiras, eventos, webinars;

5• V.Trends: as últimas tendências sobre moda, arte e comportamento em um guia completo com os principais lançamentos da Vicunha para cada temporada;

• Sustentabilidade: informações sobre as práticas sustentáveis e certificados da Vicunha, bem como novidades sobre o tema;

• Lista de Desejos: aqui os clientes podem escolher os tecidos desejados, solicitar pilotagem ou realizar desenvolvimento exclusivo e compartilhar com sua rede de contatos.

Para baixar e testar o aplicativo, basta acessar o link: https://apps.apple.com/br/app/vspace/id1439614652 ou  https://play.google.com/store/apps/details?id=br.grupovex.vicunha

da redação com informações da Press Pass  imagens: fotos/divulgação

CEDRO TÊXTIL

worldfashion • 19/06/20, 10:44

“Reinvenção” sempre foi uma palavra de uso frequente na Cedro Têxtil, inclusive utilizada para nomear uma das coleções da fabricante de sarjas e denim. Em quase 148 anos de história, a companhia já precisou se reinventar diante de diversos momentos desafiadores - e não está sendo diferente agora, durante a pandemia do Coronavírus. Sem o tradicional lançamento de editorial no primeiro semestre, sem eventos de moda agendados e, ainda, sem a possibilidade de confirmar uma data para o lançamento de coleção do segundo semestre, a Cedro reestruturou suas redes sociais para estar ainda mais próxima de seus clientes e colaboradores.
Com uma linguagem mais institucional e com o objetivo de aproximar, unir, criar laços e pontos de contato entre seus seguidores, todas as redes sociais da Cedro estão com um novo posicionamento: cedro-realinhando-o-futuro-11“Realinhando o Futuro”. O conceito celebra a capacidade de resiliência da companhia, para persistir diante de situações adversas, e de adaptação, para seguir em frente apesar de cenários inesperados. “Estamos unindo esforços para passar por tudo isso da melhor forma possível, atendendo nossos clientes com atenção e transparência e, ao mesmo tempo, cuidando de nossa equipe”, explica Eduardo Vaz, responsável pelo marketing da Cedro Têxtil. Ele conta ainda que, este mês, a empresa inaugurou um perfil na rede social profissional Linkedin, com o intuito de ampliar o diálogo com confecções e representantes.

Nas redes sociais a Cedro integra a campanha da Associação Brasileira da Industria Têxtil, Abit, “Moda Brasileira – Tamo Junto”, com a proposta de reunir as indicações de empresas nacionais de moda, de qualquer porte ou segmento. As indicações podem ser feitas até o final de junho por meio de comentários no perfil da @cedrojeanswear, no Instagram.  “Com essas indicações, vamos disponibilizar para download em nossas redes sociais um e-book da moda brasileira. Queremos usar esse espaço para apoiar marcas e empresas, unindo forças entre todos os integrantes do setor para que fique tudo bem”, detalha Eduardo.

da redação com informações da 22 Graus Comunicação e Marketing - imagens: foto/divulgação

TECIDOS ANTIVIRAIS

worldfashion • 18/06/20, 14:23

senai-visita2-196O Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil - SENAI CETIQT - vem reunindo parceiros para o desenvolvimento de tecidos antivirais, no combate à disseminação do COVID-19,  um deles é a Diklatex, única indústria têxtil selecionada no Edital SENAI de Inovação da Indústria – Missão contra o COVID-19 e que desenvolve o projeto do tecido antiviral.

O projeto consiste no desenvolvimento de têxteis funcionais com propriedades antivirais e já conta com pesquisas e testes de eficácia realizados pela Bio-Manguinhos/Fiocruz, organização das mais gabaritadas no país, para este fim.  A expectativa é que sejam produzidas 600 mil peças por mês, entre máscaras, aventais e scrubs, que contarão com compostos químicos que já conseguiram inativar os vírus do sarampo e da caxumba em testes.

A observação da eficácia em relação ao novo coronavírus (SARS-CoV-2) está em execução e terá seus resultados divulgados até o final de junho deste ano.

Desde março, equipes com médicos, microbiologistas, engenheiros têxteis, de materiais e químicos, trabalham no desenvolvimento da solução.

adriano-passos“A plataforma de inovação em fibras trabalha em soluções inovadoras que envolvem o mapeando de matérias-primas alternativas, o desenvolvimento de novas formulações para funcionalização de antivirais em substratos têxteis e ajustes de processo aplicação. Temos o apoio do Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção na produção de protótipos de itens hospitalares. A Bio-Manguinhos/FIOCRUZ é um parceiro importante em nosso desenvolvimento para determinação antiviral no artigo têxtil”, afirma Adriano Passos (na foto à esquerda) coordenador da plataforma de Fibras do Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras, organização integrante do SENAI CETIQT.

A Bio-Manguinhos está testando, experimentalmente, a ação antiviral do tecido em seu Laboratório de Tecnologia Virológica (LATEV). Segundo a chefe do laboratório, Sheila Maria Barbosa de Lima (na foto à esquerda junto com Waleska Schwarcz) os estudos foram iniciados usando como modelo outros vírus de transmissão respiratória, como os de sarampo e caxumba, agentes biológicos que podem ser manipulados em laboratório com Nível de Biossegurança 2 (NB-2) e que possuem modo de transmissão semelhantes ao Sars-CoV-2.sheila-de-lima-e-waleska-schwarcz1adriana-azevedo1

A equipe das pesquisadoras Adriana Azevedo (na foto à direita)  e Waleska Schwarcz esta conduzido os ensaios e declaram que: “Nossos resultados preliminares demonstraram que amostras de tecidos formulados pela Diklatex foram capazes de inativar 99% das partículas virais (sarampo ou caxumba), nos ensaios in vitro. Os tecidos com maior ação antiviral serão selecionados para a próxima etapa do estudo que irá avaliar a eficiência antiviral dos têxteis contra o Sars-CoV-2 em laboratórios NB-3. Até o momento, os resultados alcançados são promissores e a expectativa é que em curto prazo seja comprovada a ação antiviral também contra o novo coronavírus”, conclui a chefe do Laboratório.

andre-jativaAndré Jativa (foto à direita)  diretor executivo da Diklatex afirma que “desta forma, consolidamos nossa presença como marca que pensa além e fazendo isso primeiramente por nossa nação, nossas empresas e nossas pessoas. É assim que enxergamos o nosso papel e o da indústria têxtil nacional, nessa crise. Eduardo Habitzreuter, engenheiro têxtil da Diklatex, cita a importância da valorização a produção e toda a cadeia nacional. “Este projeto produziu e agrega muitos conhecimentos técnicos, já que depois desta pandemia poderemos ampliar ainda mais o espectro de aplicações têxteis diferenciadas, produzindo soluções inovadoras que quebrarão alguns paradigmas do mercado e até mesmo uma maior independência nacional em relação à estas soluções.”

O projeto é financiado com recursos do Edital de Inovação para a Indústria (SENAI) e pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

Sobre o SENAI CETIQT - Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil - criado em 1949 - é formado pela Faculdade SENAI CETIQT, Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras e Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção. E hoje é um dos maiores centros de geração de conhecimento da cadeia produtiva química, têxtil e de confecção, setores que juntos geram cerca de 11,9 milhões de empregos no país.

da redação com  informações da Target  imagens:fotos/divulgação

dicas de respostas à crise

worldfashion • 01/04/20, 11:44

O surto de COVID-19 declarado pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS), diferentemente dos cenários sazonais de gripe, estima-se que essa crise seja um evento autossustentável, que dure pelo menos um ano ou mais.

credit-crunch-1-1237440-1920x1440As organizações provavelmente precisarão desenvolver uma estratégia de resposta a crises que vão muito além do plano de resposta existente, adaptando os protocolos vigentes à crise atual. Isso deve incluir os meios para monitorar continuamente o bem-estar dos funcionários e comunicar efetivamente os acontecimentos, para proporcionar confiança aos colaboradores.

A seguir, diretrizes e dicas da BlackBerry que as organizações podem adotar ao trabalhar para atualizar as estratégias de resposta existentes.

• Revise seus planos atuais de resposta a doenças pandêmicas ou infecciosas para determinar se há alguma divergência com os conselhos de saúde locais sobre o COVID-19 e atualize os pontos principais o mais rápido possível.

• Comunique esses planos a todos os funcionários, fornecedores e clientes da sua organização. Se as informações já estiverem no portal online da empresa, faça um resumo rápido e comunique os principais pontos novamente.

• Inicie uma campanha de comunicação sustentada e determine a frequência dos principais pontos/lembretes. Exceções seriam “notícias de última hora” ou comunicações “com efeito imediato”.

• Revise os acordos legais dos fornecedores e clientes atuais e ative seus respectivos planos de continuidade de negócios, especialmente quando o fornecimento de bens ou serviços precisar ser interrompido ou adiado.

• Se um pré-arranjo tiver sido feito, aumente a quantidade de seus equipamentos de proteção individuais (EPIs), como máscaras faciais, desinfetantes para as mãos e termômetros para além do estoque atual, que pode ter sido baseado em antigas premissas de planejamento. No entanto apenas os disponibilize com base na recomendação da autoridade de saúde local.

despair-work-falure-computer-1494555• Inicie uma abordagem equilibrada para trabalho remoto, reuniões virtuais, adiamento de eventos não críticos e/ou não essenciais, bem como práticas de distanciamento social.

• Como o COVID-19 exigirá a segregação do local de trabalho e as rotas designadas a serem seguidas nas instalações, caso a equipe precise ser transportada para o hospital, determine se essas medidas afetarão os processos de outros planos de cenário de segurança física.

• Analise as iniciativas de aconselhamento da equipe, a fim de garantir que a organização esteja preparada para apoiar as necessidades de bem-estar dos funcionários.

• Pense na pós-recuperação, quando sua empresa poderá retomar os negócios normalmente e até prosperar. Analise as habilidades da equipe atual da organização e invista em treinamento; considere quais iniciativas de tecnologia facilitarão não apenas a situação atual do COVID-19, mas também farão parte do aprimoramento da resiliência organizacional durante a normalidade ou crises futuras.

• Continue a monitorar, de perto, os acontecimentos e a adaptar seu(s) plano(s) de acordo. Acima de tudo, mantenha a calma, mas não seja complacente.

Para mais informações e atualizações sobre a situação do COVID-19, visite o site da Organização Mundial da Saúde (OMS) .

Sobre a BlackBerry - a empresa fornece softwares e serviços de segurança inteligente para empresas e governos em todo o mundo. Ela assegura mais de 500 milhões de endpoints, incluindo 150 milhões de carros na estrada hoje. Sediada em Waterloo, Ontário, Canadá, a empresa utiliza inteligência artificial e aprendizado de máquina para fornecer soluções inovadoras nas áreas de segurança cibernética, proteção e privacidade de dados, e é líder nas áreas de gerenciamento de segurança de terminais, criptografia e sistemas integrados.

da redação com informações da Ketchum imagens: fotos/divulgação

Cuidados ao trabalhar de casa

worldfashion • 01/04/20, 10:57

wireless communication networkCom as medidas de reduzir a circulação de pessoas, para frear a propagação do novo coronavírus, muitas empresas aderiram ao “home office”, evitando assim a aglomeração dentro de escritórios, salas de reuniões e coworkings de funcionários, clientes e prestadores de serviços,

De acordo com Fellipe Guimarães, CEO da Codeby, empresa de tecnologia a implementação de um plano eficaz e suporte para funcionários que trabalham remotamente é essencial para garantir que as empresas sejam capazes de manter as operações mesmo com adversidades como, por exemplo, epidemias e doenças contagiosas.

fellipe-codeby-640x427“Existem alguns fatores que influenciam o trabalho “home office”, dentre eles: muitos trabalhadores em home office tendem a usar seus próprios dispositivos ou usar o computador da empresa (que geralmente está logado em uma rede segura), ambos cenários implicam riscos potenciais à segurança”, esclarece Guimarães.

Para ajudar os empresários e funcionários que estão organizando as atividades do trabalho, algumas dicas para ter um “home office” tranquilo e seguro.

São elas:

Dica 1 - Rede: Caso sua casa seja movimentada e muitas pessoas tenham acesso a sua senha do wifi, vale ressaltar que, é importante trocá-la periodicamente. “Com a senha passando de boca a boca é difícil avaliar se sua rede é segura.”, menciona o sócio da Codeby, Victor Almeida.

Dica 2 - Responsabilidade com a empresa: mantenha os sistemas atualizados, não deixe de atualizar os dispositivos. Mantenha sempre o antivírus atualizado e ativo, pois ele pode evitar um ataque e a perda de dados sigilosos da empresa. Use o antivírus com frequência, fazendo “varreduras” e atualizações, caso tenha que atualizar alguma frente ou excluir algum programa, faça a permissão via antivirus e depois reinicie o computador.

Dica 3 - Backups: “Não se esqueça de ter backups do seu trabalho em caso de qualquer problema. Aqui caímos em uma contradição, pois fazer o backup em casa pode ser um assunto controverso, pois você estará mantendo cópias de dados da empresa em um ambiente que ela não controla. No entanto, perder todos os dados pode ser pior. Nesse caso, é importante pedir para que sua empresa determine o que fazer com relação ao assunto.”, alerta Almeida.

Dica 4 - Bloqueio de tela: Outra medida necessária é a de bloquear a tela do computador, caso você divida o espaço com outros membros da família. Os dados da empresa são sigilosos e não dizem respeito a mais ninguém, além de você que é funcionário. Então bloqueie o computador ao se afastar dele.

Dica 5 - Roteador: É importante manter o sistema do seu roteador sempre atualizado, ou seja, muitos fabricantes publicam periodicamente atualizações que corrigem problemas de segurança.

Dica 6 - WPA2: Ativar a configuração WPA2 que dificulta bastante a captura da senha de sua rede em caso de ataque externo.

Dica 7 - VPN: Muito importante pois cria uma espécie de túnel em que, dependendo da configuração, só permitirá a comunicação do computador com a sua empresa. Nesse caso, é necessário que a área de TI da organização configure o mecanismo em seu computador corporativo.

Essas dicas são fundamentais para o combate e prevenção de cibercrimes, onde criminosos virtuais se aproveitam de momentos delicados e vulneráveis para conduzir golpes nas empresas e em seus funcionários. Ou seja, o ataque pode vir via e-mail, SMS, ligação, aplicativos de mensagem (se passando por alguém da equipe).

Além disso, fique atento ao seus e-mails, envio de links suspeitos, domínios inexistentes, e as famosas fake news. “Importante o funcionário ficar em alerta, evitar compartilhar senha do wifi, e-mail, banco, evitar transferências bancárias ou expor informações da empresa via e-mail, telefone, ou mensagens suspeitas.”, finaliza Guimarães.

Sobre a Codeby - a empresa atua há mais de 6 anos no mercado de tecnologia, o Grupo Codeby contribui diariamente para o crescimento de negócios online de diversos segmentos e portes, e se orgulha de ser uma empresa criativa e sempre desenvolvendo produtos e funcionalidades inéditas no mercado. O seu principal objetivo como empresa de tecnologia, é desenvolver ambientes online que não só expresse o que o cliente inspira, mas que seja uma experiência incrível para os clientes também.

da redação com informações da PS Comunicação   fotos: divulgação