ROUPAS DE ESPORTE E FITNESS

worldfashion • 26/08/21, 15:26

Cada vez mais, as empresas aplicam a tecnologia nos modelos esportivos e com forte posicionamento no mercado. Tanto para os esportistas amadores quanto aos uniformes usados pelos atletas profissionais são temas constantes no mundo dos esportes. No atletismo, principalmente nas provas de corrida, também são usados trajes tecnológicos, mas a maioria das pessoas não sabem exatamente como funcionam e quais tecnologias são permitidas (ou proibidas) em uma competição profissional. Como exemplo os supermaiôs da natação que eram fabricados com poliuretano, que auxiliavam na flutuação do nadador e também repeliam a água, tornando mais fácil e veloz o deslocamento dos atletas durante as provas, foram substituidas por maiôs feitos com material têxtil e que não cubram completamente o corpo do atleta.

AUTHEN

5É uma empresa criada em 2015 pelo norte-americano Christopher J. Spikes (foto abaixo à direita), nascido em Michigan nos EUA, é CEO da Authen, primeira marca de Technical Activewear especializada em produtos de corrida para mulheres. Já atuou como consultor de christopher-spikes_fundador-e-ceo-da-authen_credito-foto_guilherme-leporace-3-640x427Private Equity e General Practice na Bain & Co e foi diretor geral da Groupon Brasil. Spikes possui MBA pela University of Chicago Booth School of Business e é formado em Engenharia Mecânica. Sua relação com o esporte vem desde a faculdade, quando fez parte de um dos times mais vitoriosos de futebol universitário da NCAA, o Grand Valley State.

vanessa-640x427A Diretora de Produtos da Authen é a Vanessa Kotters, formada em Design de Moda e pós-graduada em Gestão de Negócios na Indústria da Moda em São Paulo, Vanessa Kotters trabalha há 18 anos com vestuário esportivo e fitness. Em sua jornada profissional já passou por várias marcas nacionais e multinacionais, como Track & Field, Centauro, Ellesse e Speedo. Com referência dos 4 cantos do mundo, por mais de 5 anos, se dedicou ao seu escritório próprio de criação e desenvolvimento onde atendia marcas de todo o Brasil, como Memo, Flets, Body For Sure, KSL e Mizuno. Foi nesta época que conheceu o empreendedor Christopher Spikes, assim abraçando a oportunidade de trabalhar exclusivamente para a Authen, oferecendo design brasileiro com engenharia aplicada ao propósito de cada produto. Atualmente, com o desenvolvimento de duas coleções por ano em seu portfólio, desde 2013, administra uma equipe especializada em equipamentos para corredoras.

113A primeira empresa no Brasil a produzir uma linha de roupas de performance acessível para corredoras brasileiras, possui características inovadoras para ajudar as atletas nos treinos e competições tornando a marca referência em inovação no seu setor. Ao unir engenharia americana, design thinking e a alma da mulher brasileira, a marca desenvolve produtos que atendem as necessidades das brasileiras, sejam iniciantes ou profissionais. Além de oferecer uma ampla diversidade de medidas, a Authen desenvolve linhas específicas como a Woman’s Needs e o Marathon Cycle™ em que cada produto cumpre um propósito, seja evitar desgaste e lesões ou dar sustentação e segurança, entre outras funções. Dessa forma, todo produto da Authen possui um propósito e passa por 3 fases de elaboração: imersão, criação e a fase de testes.

Um exemplo da aplicação dessa engenharia junto das tecnologias está no Marathon Cycle™, um ciclo desenvolvido pela marca que possui equipamentos projetados para todas as etapas de treinos das corredoras, desde as provas de quilometragem base até os momentos de recuperação corporal.

Algumas outras inovações Authen:

*Alta compressão - Sistema Pressus PRO®  - para reduzir a vibração muscular e economizar energia, evitando a fadiga e contribuindo para a performance;

20aufbegtr_zeb_0094*Consciência postural - Sistema Cós Power® - Tecnologia que auxilia na consciência postural, evita desgaste na coluna e que a peça fique caindo durante o treino. Preservação da musculatura infra-abdominal;

*Previne a flacidez dos seios - Sistema Firmness Control® - Possui compressão 360° distribuída de forma homogênea na peça, reduzindo a vibração muscular e, consequentemente, possíveis dores e incômodos. Previne o rompimento dos ligamentos das mamas pelo impacto, evitando a flacidez;

*Infravermelho - INFRATECH® - Transforma o calor do corpo em raios infravermelhos que ajudam na microcirculação sanguínea, dissolução de ácido lático, redução de inchaços e, consequentemente, aceleram a recuperação muscular. Tecnologia aprovada pela Anvisa e usada por atletas profissionais;

lepo0033*Rápida evaporação do suor - Tecnologia True Dry®  - Rápida evaporação do suor, evitando odores indesejáveis e mantendo a roupa praticamente seca ao longo de todo o treino com mais conforto para a prática das atividades físicas, o tecido com microfibras que facilita a ventilação.

*Proteção Solar - FPU50+ e FPU30+ - Bloqueia mais de 97% dos raios UVA e UVB dando mais proteção para sua corrida de rua

*Fique aquecida - THERMO IMPACT® - Mantém a temperatura corporal  e proteção FPU 50+

da redação com informações da asessoria Pinapple Hub imagens: fotos/divulgação -  Guilherme Leporace

PLIÉ

973a909a-6341-4c80-9c2a-abffb60f3006-640x427A marca fundada em 2000, foi a primeira marca de lingerie no Brasil a abrir uma Guide Shop, oferecendo uma experiência única no segmento. E acredita que o underwear tem que assumir o papel da base para compor um look perfeito. Possuem peças modeladoras, extremamente inovadoras, com conforto e tecnologia. Fabricadas com microfibra super macia e sem costuras laterais, respeitando as mulheres dos mais diferentes biótipos, com uma grande variedade de modelos de calcinhas, sutiãs e b846f7fa-9b76-45f1-bf8f-7a2cf4d620c8-427x640bodies, com maior ou menor compressão. E atualmente reforça sua presença no segmento fitness com 14 novos itens para a Linha Fitness Plié com SUPPLEX®. Desenvolvidas para a realização de atividades físicas com muito conforto, sustentação e segurança nos movimentos, as peças possuem a tecnologia SUPPLEX® que, além de ter toque suave, não amassa e não encolhe, permite alta respirabilidade e mantém as cores das peças vivas por mais tempo, qualidades essenciais para a prática de atividades físicas diárias.

cbc4df0c-b056-4c2e-bd13-21a366257f4b-427x640Entre os itens novos estão tops, jaqueta, cropped manga longa, camisetas, leggings, bermudas e shorts, que com o tecido tecnológico, garantem a praticidade e ainda contam com o exclusivo tratamento hidrófilo, que permite que o suor da pele saia, mantendo o conforto.  A jaqueta, junto com os bottons – que podem ser usados de duas formas, cintura alta ou dobrada -, foi elaborada com capuz, gola alta e fechamento em zíper para que, quando fechada, proteja o pescoço e a nuca. Tem ainda bolso canguru, bolso interno para armazenar objetos pessoais pequenos e dedeiras com efeito de luva, para esquentar as mãos nos dias mais frios.

ron-horovitz“A Linha Fitness vem ganhando importante espaço em nosso portfólio, pois a mulher moderna tem concedido cada vez mais destaque ao autocuidado em sua rotina. Colocamos nela toda nossa expertise em atender às necessidades dos diferentes perfis de mulher, apresentando produtos altamente tecnológicos e confortáveis, resultando em coleções muito bem recebidas pelas consumidoras”, conta Ron Horovitz, (foto à esquerda) CEO da Plié, que comemora o crescimento do segmento dentro da empresa, que resultou na criação de logo exclusivo e comunicação própria.

Os diferenciais de destaque no mercado fitness são pensados para a mulher que se movimenta e procura como aliados dessa rotina produtos confortáveis e versáteis. Estrela da campanha da marca, Ivete Sangalo é uma mulher que conversa com mulheres reais, diversas e poderosas em suas histórias. Ela 1ba91051-9fb2-48f8-89e7-a0505d6c5121-427x640mantém uma vida ativa, cheia de energia e sempre em movimento, e conta quais as peças que considera ideais para prática de exercícios no dia a dia, seja em academia ou ao ar livre. “Eu gosto das leggings e tops, que combinam muito. A Plié tem uma linha fitness que eu amo, que não sai de mim, inclusive quando as minhas amigas e sobrinhas chegam lá em casa é um par ou ímpar para poder pegar emprestado, porque realmente é muito confortável e linda.”

E para completar as novidades do catálogo de produtos, há a máscara Fitness Plié, um acessório essencial, também com a tecnologia SUPPLEX® de toque suave e respirabilidade, possui tratamento antimicrobiano, que reduz odores bacterianos, evita formação de mofos e bolores e melhora a higienização das máscaras para a prática de exercícios em plena segurança.

da redação com informações da Suporte Comunicação

TECNOLOGIAS, INOVAÇÕES E SUSTENTABILIDADE

worldfashion • 23/07/21, 18:00

downloadCom o aumento das regulamentações para a sustentabilidade, novos desafios são colocados para todos os níveis da cadeia de abastecimento têxtil, e todas as partes interessadas devem trabalhar juntas para apoiar essa transição. Das indústrias como fiações, tecelagens, malharias e confecções aos varejistas, e as parcerias facilitam a troca de recursos e experiências para resolver a questão da poluição têxtil no mundo. Leia sobre as notícias que chegaram da Lenzing Group, da The Lycra Company e sobre o manejo e cuidados com o algodão.

Lenzing & Orange Fiber

tencele284a2-limited-edition-x-orange-fiber_2process_ph-luca-distefano-_-orange-fiberLenzing Group, um produtor líder global de fibras especiais à base de madeira, está fazendo parceria com a Orange Fiber, uma empresa italiana que patenteou o processo de produção de celulose para subprodutos cítricos, para produzir a primeira fibra de liocel com a marca TENCEL ™ feita de polpa de celulose vinda da casca de laranja e polpa de madeira.

Este novo produto visa concretizar a visão compartilhada de ambas as empresas para aumentar a sustentabilidade na indústria têxtil e da moda. A nova iniciativa TENCEL ™ Limited Edition combina a imaginação, inovação e inspiração de têxteis eco-responsáveis, através da reinvenção das fibras da marca TENCEL ™ usando matérias-primas sustentáveis não convencionais.

“A introdução do TENCEL ™ Limited Edition alavanca nossa vanguarda em processos de produção altamente sustentáveis e estamos orgulhosos de colaborar nesta edição especial da série de fibras com a Orange Fiber.” disse Gert Kroner, vice-gert-kroner1presidente de Pesquisa e Desenvolvimento Global do Grupo Lenzing. “Ao reciclar materiais residuais, como cascas de laranja em nossos produtos, estamos tomando medidas proativas em direção a um futuro mais sustentável e minimizando o impacto ambiental dos resíduos.”

O TENCEL ™ Limited Edition em parceria com a Orange Fiber apresenta uma nova fibra celulósica para inspirar ainda mais a sustentabilidade em toda a cadeia de valor da indústria e expandir os limites da inovação. As fibras estão atualmente sendo transformadas em uma nova coleção de tecidos que a Orange Fiber apresentará ao mercado em outubro de 2021.

enrica-arena1“A Lenzing é uma empresa líder na indústria de fibras sustentáveis e estamos orgulhosos de fazer parceria com eles para criar este novo material que se tornará um recurso valioso para a indústria têxtil e da moda. Este modelo de produção pioneiro pode ajudar a revolucionar a indústria da moda e capacitar marcas que buscam cadeias de valor têxteis ecologicamente responsáveis ”, disse Enrica Arena, CEO da Orange Fiber. “Com os consumidores cada vez mais conscientes do meio ambiente, é imperativo que a indústria evolua tangencialmente e inove com materiais sustentáveis para se manter eficiente, competitiva e salvar nosso planeta para as gerações futuras. Esta sinergia virtuosa representa um passo fundamental em nossa jornada rumo à produção sustentável de tecidos a partir de fontes renováveis, valida nossa patente industrialmente e nos permite aumentar nossa capacidade de produção, satisfazendo assim as necessidades das marcas de moda. ”

tencele284a2-limited-edition-x-orange-fiber_3fiber_ph-luca-distefano-_-orange-fiber-443x6401“Nossa cooperação com a Orange Fiber mostra o compromisso da Lenzing com a parceria para a mudança. Estamos entusiasmados em apoiar os desbravadores da indústria em ascensão para concretizar suas ideias inovadoras ”, acrescenta Kroner. “Colaborações como essas podem trazer mudanças revolucionárias, e nossa iniciativa TENCEL ™ Limited Edition oferece uma oportunidade para empresas de todos os tamanhos unirem forças com a Lenzing.” conclui

As coleções produzidas a partir da TENCEL ™ Limited Edition com Orange Fiber terão materiais de marketing dedicados, como etiquetas de swing de edição especial, que fornecerão informações relevantes sobre o processo de produção e os materiais envolvidos. O objetivo é incentivar o co-desenvolvimento de soluções inovadoras para dar uma nova vida aos resíduos e promover uma maior transparência na indústria têxtil e da moda para atingir plenamente as práticas sustentáveis da indústria.

da redação com informações da Lenzing Global e Orange Fiber  imagens: fotos/divulgação

The LYCRA Company & HeiQ

Os líderes em inovação de tecnologia têxtil, a The LYCRA Company e a HeiQ, empresa fundada em 2005, como uma divisão do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH) e listada no Mercado Principal da Bolsa de Valores de Londres (LSE:HEIQ), a HeiQ é líder em inovação têxtil e materiais, criando algumas das tecnologias mais eficientes, duráveis e de alto desempenho do mercado hoje, celebraram uma colaboração ampla em plataformas múltiplas de tecnologia e de marca que promete gerar tecnologias têxteis mais inovadoras e sustentáveis, que melhorem a qualidade para consumidores de todo o mundo.

Depois de conversas exploratórias que começaram no início de 2019, a HeiQ e a The LYCRA Company resolveram convergir as suas filosofias e capacidades em comum em ciência têxtil, redes comerciais e marketing global para fomentar plataformas de inovação em grandes mercados têxteis. As empresas almejam inovações de marca em mercados de tecido elastizado, termorregulação, frescor e sustentabilidade.

heiq-the-lycra-company1 Julien Born - CEO of The LYCRA Company and Carlo Centonze - co-founder and CEO of HeiQ Group

“Temos o prazer de anunciar o lançamento desta colaboração, resultado de conversas que começaram há dois anos”, comentou o diretor de marca e inovação da The LYCRA Company, Steve Stewart. “Ao combinar a força das duas empresas, vamos continuar a estimular inovações impactantes na indústria têxtil, entregando novas soluções cada vez mais rápido para um público cada vez maior”.

Juntas, a The LYCRA Company e a HeiQ trazem conhecimento consolidado na cadeia de valor têxtil global de processadores de fios, tecelagens e malharias, confecções e varejistas e demonstram compromisso com inovações sustentáveis voltadas para o consumidor, por meio de parcerias que levam a performance têxtil a novos patamares. Esses líderes da indústria possuem forças complementares: a The LYCRA Company é líder reconhecida pelo consumidor por suas marcas de fios e tecidos que atendem as necessidades de elasticidade, aquecimento e resfriamento sustentáveis; a HeiQ é reconhecida por suas inovações em acabamentos que tratam de frescor, sustentabilidade, gerenciamento de temperatura inteligente, antiviral, secagem e em muitos outros mercados.

As primeiras plataformas de inovação, dentre várias, serão lançadas durante o verão no hemisfério norte, trazendo uma nova dimensão de conforto e confiança para o consumidor com a entrega de benefícios antivirais e de frescor, com a qualidade e conforto de tecidos elastizados, homologados com um novo padrão de tecnologia da marca LYCRA® freshFX®. Preparativos para esta inovação já estão em andamento, inicialmente com foco nas cadeias de valor da China, voltadas para o consumidor chinês, e a apresentação está prevista para a feira Intertextile, em Shangai, no final de agosto.

“O objetivo da HeiQ é possibilitar que as marcas e fabricantes na indústria têxtil ofereçam mais conforto, desempenho e sustentabilidade para seus produtos, além de promover consciência de marca nos consumidores, que serão os maiores beneficiados com essas inovações”, destacou o co-fundador e CEO do Grupo HeiQ, Carlo Centonze. “Além de unir as melhores mentes, essa colaboração com a The LYCRA Company também garante que inovações revolucionárias estarão disponíveis e beneficiarão o maior número possível de consumidores”.

“A colaboração tem como base valores mútuos e filosofias que as duas empresas compartilham”, afirmou o CEO da The Lycra Company, Julien Born. “Estamos ansiosos para explorar essas sinergias naturais entre nós e descobrir novas soluções para a indústria têxtil”.

O foco dessas colaborações será atender às necessidades dos consumidores quanto à qualidade, durabilidade e roupas sustentáveis. Amostras de tecido e peças estarão disponíveis no final do verão no hemisfério norte para seleção comercial em alguns países.

The LYCRA Company & ITOCHU

itou1A  empresa reforça também as ações de economia circular no setor têxtil, e acaba de lançar os seus primeiros fios feitos com 100% de resíduos têxteis: são eles o COOLMAX® EcoMade e THERMOLITE® EcoMade, que resultam de uma colaboração estratégica com a ITOCHU Corporation, uma empresa japonesa de comércio e desenvolvimento de negócios internacionais, com força nos setores relacionados ao consumidor final, incluindo o setor têxtil. Os novos fios passam a associar os seus atributos principais de desempenho de resfriamento e aquecimento, respectivamente, à sustentabilidade, em busca de uma necessidade crítica da indústria têxtil global.

“A sustentabilidade se baseia na crença de que, para ter um negócio saudável, precisamos ter um planeta saudável”, com essa declaração, o Chief Executive Officer da The LYCRA Company, Julien Born, resume a proposta da empresa, fabricante de soluções em fios e tecnologia e primeiro elo da cadeia da moda, em relação à sustentabilidade e à economia circular. Esses fios são os primeiros de uma série de inovações em que a empresa está trabalhando com base na reciclagem de têxteis e vestuário.  É um processo único de despolimerização e refino que é usado para converter os resíduos têxteis, que consistem em sobras da produção de fabricantes de roupas, em fibras com propriedades comparáveis ao poliéster virgem.

Os fios COOLMAX® e THERMOLITE® originais já vinham sendo feitos a partir de matérias-primas recicladas, como garrafas PET, por muitos anos. A empresa continuará oferecendo esses produtos em paralelo com os feitos de resíduos têxteis.As ações ambientais da The LYCRA Company têm se intensificado nos últimos anos. Desde 2008, foi implementado o Planet Agenda, um programa que apresenta o compromisso da empresa com a sustentabilidade de seus processos operacionais e de produção, englobando todos os aspectos do negócio da empresa.

Em sintonia com as tendências do conjunto de práticas de ESG (environmental, social and governance), que são diretrizes globais de produção das grandes corporações, o programa “Planet Agenda” estabelece três ambições de sustentabilidade: Excelência na Fabricação para minimizar o impacto ambiental, conservando recursos, reduzindo emissões e eliminando desperdício em suas fábricas; Sustentabilidade de Produtos com a oferta de produtos competitivos que satisfaçam as necessidades dos mercados de vestuário usando menos recursos além de melhorar o desempenho ambiental de todos os tecidos; e Responsabilidade Corporativa, protegendo a saúde e a segurança dos trabalhadores e comunidades.

As ações da empresa vão ao encontro às demandas dos consumidores. Em pesquisa encomendada pela Abit, em relação às mudanças de valores pós-pandemia, foi verificado que o consumo está mais consciente. Segundo o levantamento, 55% dos entrevistados acreditam que passarão a valorizar mais marcas e produtos que sejam realmente sustentáveis.

Da mesma forma, pesquisa da consultoria McKinsey, realizada durante a pandemia, também aponta que, mais de três em cada cinco consumidores disseram que o impacto ambiental é um fator importante na tomada de decisões de compra.

Um estudo do Business of Fashion, o State Fashion 2021, aponta que a economia circular no setor têxtil é fundamental. Isso porque a produção de roupas está crescendo 2,7% ao ano e menos de 1% dos produtos são reciclados em novas roupas. Além disso, 25% das roupas não são vendidas.

adriana-morascoSegundo a vice-presidente para a América do Sul da The LYCRA Company, Adriana Morasco, nesta retomada da economia ficou evidente que os consumidores estão mais conscientes. “A pandemia acelerou um processo que já vinha acontecendo. O lançamento do fio LYCRA® Ecomade, o primeiro fio da empresa fabricado com 20% de material reciclado pré-consumo foi um sucesso global e já esta disponível ao consumidor brasileiro”.

Outro aspecto, segundo Adriana, é que há uma crescente demanda por produtos com mais qualidade. “A busca por roupas com a etiqueta LYCRA® vem aumentando em função da qualidade e conforto que o fio LYCRA® e suas tecnologias conferem às roupas. Durabilidade está diretamente ligada à sustentabilidade”.

“Acelerada pela pandemia e pela consciência em consumir melhor, vemos crescer cada vez mais a demanda de marcas e magazines para o desenvolvimento de coleções com produtos mais sustentáveis. Em 2020, lançamos com a Vicunha Têxtil artigos para o maria-luisa-aamarosegmento de jeanswear. Já com as malharias Kalimo, Berlan Têxtil e Santaconstância foram desenvolvidos artigos para lingerie, fitness, moda praia e “ready-to-wear, todos com fio LYCRA® EcoMade. Acabamos de lançar uma coleção cápsula fitness em parceria com a Riachuelo e muitas outras colaborações estão previstas para o decorrer do ano”, declara a gerente de marketing da The LYCRA Company, Maria Luiza Amaro.

Além de garantirem conforto e liberdade de movimento, as roupas com fio LYCRA® fazem com que as peças não percam a forma e durem mais, evitando descartes. Outro exemplo é o fio LYCRA® XTRA LIFE™. Ele proporciona maior durabilidade para as peças. No caso de beachwear, possibilita que as peças resistam até 10 vezes mais em contato com o cloro da piscina do que um elastano convencional, evitando a aparência de desgaste após muitas lavagens.

jean-hegedus-efc0089c“Ao comprar roupas mais duráveis e usando-as por mais tempo, podemos reduzir significativamente o impacto ambiental”, diz a diretora de Sustentabilidade da The LYCRA Company, Jean Hegedus. Segundo ela, o estudo World Resources Action Programme aponta que estender a vida útil das roupas por apenas nove meses já ajuda a reduzir a emissão de carbono, o uso de água e geração de resíduos em até 10%.

Outras ações

A empresa decidiu continuar apostando na inovação aberta e participar da segunda rodada do Fashion Hub, um programa para que grandes players de mercado se abram para as rápidas transformações no setor da moda. Por meio de mapeamento de desafios tecnológicos do setor e de parcerias com startups e cientistas, as empresas terão a oportunidade de desenvolver novas soluções que impactarão positivamente os seus negócios.

A empresa foi uma das parceiras da 1.ª rodada do Fashion Hub e, baseada nos princípios da economia circular, buscava novas aplicações para a solução polimérica de Poliuretano e os resíduos de fibras de Elastano, que em ambos os casos, possuem ingredientes que podem aditivar outros materiais. Também buscava encontrar novos destinos para resíduos de produção alinhados com a política de sustentabilidade e que possam ser rentáveis para a empresa.

Nesse processo, a Âmago Soluções Têxteis trouxe uma alternativa mais limpa e viável de reciclagem. Já a Aterra Ambiental pensou em um marketplace de resíduos.

trademark-protection1A The LYCRA Company também conta com outras iniciativas de sustentabilidade na produção e na logística. Por meio de soluções de engenharia, a fábrica em Paulínia, no interior de São Paulo, conseguiu reduzir em aproximadamente 40% o consumo de filme plástico em embalagens.

Na logística de transporte, a empresa também tem avançado por meio da otimização da entrega das cargas aos clientes (maior quantidade de cargas por quilometro rodado) e na devolução de contêiner, com o recebimento de um tanque de cada vez, mas devolução de dois por vez. Com essas ações, a empresa já reduziu substancialmente a emissão de dióxido de carbono (CO2). De 2017 para 2019 foram menos 194.135 km rodados, o que equivale à redução de 116 toneladas de CO2 que deixou ser emitido pelo diesel que não foi queimado.

O fio LYCRA® EcoMade, que utiliza material reciclado pré-consumo em 20% de sua composição, é certificado pela Global Recycled Standard (GRS), que verifica o material reciclado e o rastreia desde a origem até o produto final. O GRS inclui rígidos requisitos sociais, ambientais e químicos.

Além disso, em janeiro, 25 produtos da The LYCRA Company obtiveram os Certificados de Saúde de Material no Nível Ouro do Cradle to Cradle Products Innovation Institute, o que reforça o compromisso da empresa com a transparência, sustentabilidade e segurança. Válido por dois anos, o certificado ajuda os fabricantes a afirmarem a transparência na matéria-prima utilizada em seus produtos e em toda cadeia de abastecimento, substituindo produtos químicos de risco por mais seguros e adotando uma química cada vez mais verde.

A empresa também acaba de concluir o Higg Facility Environmental Module (FEM), ou Módulo Ambiental da Instalação Higg (em português), que consiste na autoavaliação em todos os seis locais de fabricação da fibra LYCRA®. O impacto robusto da avaliação - que analisa os sistemas de gestão ambiental, uso de energia, emissões, água uso, águas residuais e gestão de resíduos e produtos químicos no nível da instalação – ajuda as fabricas a buscarem estabelecerem uma melhoria contínua no âmbito ambiental.

da redação com informações da INOVAETC   imagens: fotos/divulgação

SOBRE A FIBRA NATURAL - ALGODÃO

O “Estado da Arte” do algodão brasileiro  por João Vanin*

O Brasil é um dos cinco maiores exportadores de algodão do mundo, sendo o primeiro lugar em produtividade em sequeiro. Os países asiáticos são os maiores compradores de algodão brasileiro, e este protagonismo deve-se à qualidade do produto, amplamente reconhecida. Entretanto, o processo produtivo da cotonicultura, que é realizado por meio de etapas rigorosas e respeitando a preservação ambiental e a sustentabilidade, é ainda pouco conhecido. Em geral, vemos as paisagens brancas em meio às plantações e não nos damos conta de todo o caminho percorrido até ser transformado, por exemplo, em tecidos ou roupas.

13-panorama-640x427Os cotonicultores brasileiros costumam dizer que há 100 lições para atingir o estado da arte da cultura. Mas a história centenária do algodão em nosso País mostrou que há muito mais do que uma simples centena de processos para alcançar um produto de reconhecimento global.

Em primeiro lugar, o planejamento correto de qualquer cultura agrícola é fundamental para um bom resultado produtivo. A escolha da variedade de sementes é considerada uma das decisões mais importantes para o sucesso da colheita. As variedades atuais oferecidas ao mercado são cada vez mais sofisticadas do ponto de vista genético, agregando tolerância a doenças e pragas e podendo representar ganhos significativos em produtividade, economia de custos e qualidade final da fibra. Com as constantes mudanças na agricultura, seja em uso da tecnologia ou no surgimento de novas variedades de doenças, é importante que o produtor esteja atento às novas sementes existentes no mercado, para manter e melhorar a sua produtividade da lavoura.

O sistema de cultivo praticado e o manejo da lavoura são fundamentais para que o conhecimento do crescimento da planta seja conduzido de forma adequada. A definição da data de plantio e da densidade de plantas são fatores significativos para a lavoura, pois refletem diretamente na produtividade e qualidade de fibra. Os tratos culturais precisam ser realizados de forma programada, para que a aplicação de defensivos e fertilizantes seja realizada na quantidade e tempo corretos.

Outros processos importantes durante a safra de algodão são a desfolha e a maturação. Enquanto o primeiro trata-se da retirada das folhas do algodão via aplicação de hormônios vegetais (evitando manchas na pluma pelas folhas), o segundo serve para acelerar o processo de maturação da fibra e a sua uniformização, tornando-se apta a colheita mecanizada.

As intempéries climáticas exercem grande influência na qualidade do algodão pois quanto maior a exposição no campo sob efeito da radiação solar e umidade relativa do ar, mais a lavoura sofre a influência da redução da resistência e do alongamento, da perda de peso da fibra do algodão, além de deixá-la quebradiça.

O beneficiamento do algodão é uma das etapas mais conhecidas e que define o resultado produtivo final da cultura. É importante nesse processo cumprir algumas regras básicas de controle, evitando a presença de contaminantes naturais e artificiais e realizando a segregação do algodão em caroço, de acordo com a variedade e suas características internas e externas, buscando minimizar as agressões mecânicas exercidas sobre a fibra no processo da colheita mecanizada e transporte, minimizando o impacto na perda de qualidade e aumentando a eficiência do processo de beneficiamento.

No beneficiamento, é importante ainda atentar-se para o descaroçamento, pois é nessa etapa que ocorre a extração da fibra do caroço e a maior agressão mecânica sobre o algodão. É quando surgem os subprodutos que são tão importantes quanto a fibra. O caroço é comercializado para a produção de óleo para consumo humano, processamento de ruminantes e em produtos para a indústria de cosméticos, farmacêutica, papel moeda, tecnologia, têxtil e celulose. A fibrilha remanescente desse processo é utilizada na indústria têxtil para produção de fios, que serão direcionados para a fabricação de tecidos rústicos/decorativos, sacaria e panos de prato.

Esta etapa, quando feita com excelência, começa com o planejamento e a programação, que direcionam os módulos para serem processados de acordo com suas particularidades e características. Nesse processo, os controles de umidade, temperatura e carga de alimentação da usina devem ser conferidos de hora em hora e ajustados de acordo com a particularidade e recomendação de cada lote de algodão, evitando danos mecânicos na fibra e impacto na qualidade. Os cuidados e regulagens das escovas, serras, costelas, serrilhas e grelhas são fundamentais para a limpeza adequada da pluma, preservando o comprimento e resistência da fibra, com equilíbrio para não ocorrer desperdício ao longo do processo de beneficiamento.

cpja1471-640x3031A colheita é uma fase que requer muito cuidado para não afetar a produção e a qualidade do algodão. Para se obter uma colheita eficiente, o ideal é que todos os capulhos (como é chamado o fruto do algodão, no qual estão contidas as sementes e fibras) estejam abertos, indicando que a fibra está madura e permitindo que os fusos da colheitadeira consigam retirar o máximo de algodão da planta, evitando assim o impacto negativo na produtividade. Quando a colheita acontece de forma antecipada, algumas impurezas podem afetar o rendimento, por conta da dificuldade de extrair o algodão do capulho, impactando também na qualidade do produto, devido a presença de fibras imaturas e com baixa resistência. A própria manutenção da colheitadeira interfere diretamente no resultado, sendo necessário um cuidado maior com as placas, que devem ser reguladas de forma equilibrada, de modo que não fique nenhum algodão em caroço na lavoura e não haja agressão ao caule da planta, evitando que parte dele siga com algodão em caroço e gere contaminação na pluma.

A logística e o transporte do algodão são fatores preponderantes para que o produto esteja com a qualidade desejada. É importante estar atento ao tamanho dos módulos de algodão, agrupando-os em linha na margem da lavoura para facilitar sua retirada. No transporte, deve-se evitar o rompimento da lona utilizada na formação do módulo, cobrindo-o lateralmente para evitar a contaminação com poeira durante o deslocamento até o pátio da usina de beneficiamento. Neste local, é fundamental realizar o descarregamento segregando e agrupando os módulos por lavoura, variedade e tipos de contaminantes, para facilitar a programação de beneficiamento de forma homogênea, evitando a mistura de diferentes características e consequências negativas na qualidade e eficiência.

Por fim, o atestado de qualidade é realizado a partir do envio de uma amostra de cada lado do fardo e já identificado com a etiqueta SAI (sistema de identificação da Abrapa - Associação Brasileira dos Produtores de Algodão) para o laboratório e sala de classificação, onde realiza é feita a análise de comprimento, resistência, índice de fibras curtas, alongamento, micronaire, joao-vaningrau de cor e refletância da pluma, a classificação visual, com segregação por tipo comercial, e são formados os lotes para serem apresentados aos clientes.

Se todos estes processos forem seguidos à risca, a indústria têxtil terá a certeza de receber um algodão de qualidade. O consumidor final terá uma roupa com fibra de alto padrão. E o Brasil continuará sua trajetória como um dos maiores cotonicultores do mundo.

*João Vanin é Engenheiro Agrônomo, mestre em fisiologia vegetal e especialista em agronegócios, e atualmente gerente de produção de sementes na SLC Agrícola. Atua no sistema de produção soja-milho-algodão a mais de 10 anos, focado principalmente na gestão de recursos produtivos e manejo fitotécnico de culturas.

fonte: CDI  imagens: fotos/divulgação

Bayer*

14f3fb01cac492d32f25056d4042cc01low-reinaldo-lourencoA parceria da empresa com o projeto  Sou de Algodão, busca a conscientização sobre moda e consumo sustentável e reforçar a importância da produção brasileira de algodão, uma das mais responsáveis do mundo. Este é um dos fatores que incentivou a Bayer, que já participa desde 2016, a renovar a parceria com o projeto Sou de Algodão, fundado no mesmo ano, desenvolvido pela Associação Brasileira de Produtores de Algodão (Abrapa) e pelo Instituto Brasileiro do Algodão (IBA). O objetivo é contribuir com a iniciativa, que valoriza o algodão na moda e outros setores, ampliando as práticas sustentáveis presentes desde a produção até a confecção de produtos a partir da utilização da fibra.

“Queremos mostrar que as roupas que as pessoas vestem têm em sua origem uma produção responsável.Quando você escolhe uma calça de algodão, por exemplo, ajuda o mercado interno, colaborando com a economia nacional e contribuindo para a geração de empregos”, afirma Júlio Cézar Busato, presidente da Abrapa. O movimento Sou de Algodão nasceu para despertar uma consciência coletiva em torno da moda e do consumo responsável, unindo vários agentes da cadeia produtiva e da indústria têxtil do algodão, desde produtores rurais até o consumidor final, passando por tecelões, artesãos, fiadores, designers de moda, estilistas e estudantes.

Hoje, 75% da produção do algodão no país possui certificação socioambiental. Um levantamento da própria iniciativa mostra que o Brasil é campeão mundial em produtividade quando o assunto é o algodão sem irrigação: mais de 90% das plantações dependem apenas da água da chuva para se desenvolver.

4-slc_paiaguas_ff0029-640x360“O movimento reforça a importância da sustentabilidade presente em nossa estratégia de negócio, que tem como pilar a inovação aberta e colaborativa. O trabalho desenvolvido com instituições como a Abrapa são fundamentais para construirmos novas soluções e tecnologias para um futuro mais sustentável, impactando positivamente todos os elos da cadeia produtiva do algodão”, explica o líder de negócios em soja e algodão da Bayer, Marcelo Neves.

Tecnologia de algodão Bayer: produtividade e qualidade

O Brasil está entre os cinco maiores produtores de algodão do mundo, ao lado de China, Índia, Estados Unidos e Paquistão. A produção brasileira é também protagonista no consumo e na exportação da pluma, segundo dados da Abrapa.

Líder em tecnologia para a cultura do algodão no Brasil, a Bayer prepara-se para lançar, ainda neste ano, a terceira geração da tecnologia Bollgard (III RR Flex™), que trará mais produtividade e novos manejos a pragas. A solução Bollgard II RR Flex™, principal marca de algodão da companhia, está presente na maioria dos campos da cultura do país, segundo dados da pesquisa realizada pela BIP/Spark (mapeamento da safra 2019/2020).

A ferramenta auxilia o cotonicultor a produzir a cultura de maneira responsável, a biotecnologia Bollgard® facilita o manejo, trazendo mais segurança para o agricultor e para o meio ambiente, além de contribuir na redução dos custos de produção resultantes pelo menor uso de insumos agrícolas e recursos naturais.

* Bayer que celebra, em 2021, 125 anos de Brasil. Chegou ao País em 1896, abrindo a primeira fábrica no Rio de Janeiro; Hoje, está presente em mais de 30 cidades, com 6.500 profissionais espalhados de norte a sul. O Brasil é o maior mercado da Bayer na América Latina e local de grandes descobertas na medicina, de novas tecnologias para o campo e de inovações que melhoram a qualidade de vida do brasileiro e contribuem para o desenvolvimento do país. O Grupo está atento aos novos desafios da humanidade, cada vez mais coletivos e que não podem ser solucionados por atores isolados. Por isso, tem investido cada vez mais em modelos de negócios baseados em colaboração, por meio de suas três divisões e do seu primeiro hub de inovação aberta da América Latina, com parcerias relevantes para os negócios. E para construir os próximos 125 anos, mais que fortalecer sua voz, a Bayer quer ampliar sua escuta e entender cada vez melhor as expectativas da sociedade e as necessidades dos clientes: seja o agricultor, o médico, o paciente, o consumidor - e a sua gente, cada vez mais plural e diversa; quer estreitar laços, alinhar expectativas, promover o diálogo, aproximar sua comunicação e construir os próximos passos da empresa junto ao público.

da redação por Jeffrey Group  imagens: fotos/divulgação

COLLAB LíQUIDO E LYCRA®

worldfashion • 13/07/21, 16:19

g-cdb9d0c909adf345248e573d58a31e47-640x427A segunda coleção da PPOETA by Líquido, uma collab da Líquido, marca fundada em 2001 com forte conceito em moda praia e fitness e foco em trazer para suas peças funcionais, tecidos de alta tecnologia e sustentáveis, reforça a parceria junto a LYCRA®, marca do fio que há 60 anos, redefiniu o que é conforto, caimento, liberdade de movimento e manutenção da forma em praticamente todas as categorias de vestuário.

b-d364c55dfca0f63afbc2740819d58b97-427x64075f7a04548affd599768a9168a9a5444-427x640A collab oferece peças de moda praia e fitness confeccionadas a partir de tecidos tecnológicos, sendo boa parte com a tecnologia sustentável do fio LYCRA® EcoMade, que tem 20% de material reciclado pré-consumo, coletados do próprio processo de fabricação e misturados com o fio virgem em concentrações específicas, este processo reduz o desperdício e coloca o material de volta em produção, que é certificado pela Global Recycled Standard - organização responsável pela h-feda242a41278a13066f4e81192faa71-427x640e-08dc02d5e81b5a82db463c834b89389b-427x640verificação e rastreamento do material reciclado desde sua origem até o produto final, assegurando a qualidade e o cumprimento dos rigorosos requisitos ambientais, sociais e químicos.

As peças da coleção de praia PPOETA by Líquido apresentam produtos com diversas amarrações e peças modernas. São 48 produtos de moda praia, sendo 4 opções de maiôs, 4 conjuntos de biquínis e 4 modelos de saída para compor o visual. Já a coleção fitness terá b-d364c55dfca0f63afbc2740819d58b97-427x6401j-67050a1f5d87b4aea11a70a44ef661fa-427x640conjuntos de calças leggings e tops distribuídos em um mix de cores neutras e coloridas, com 3 tipos de estampas: Volpi é uma mistura de cores vibrantes e quentes, com um mix de tons avermelhados que mesclam entre as cores rosa, laranja e amarelo, personificando a sensação que o Rio de Janeiro oferece. Oceano, traz listras em diversas cores e espessuras e em tons neutros como preto, branco e azul, imprimindo um toque mais fashion. Eva traz os motivos das folhagens para a cartela, em fundo l-f0269e71500279f733c344889b0772ad-427x640m-3b6ba78b097ab8305c8eddaadf4d54af-427x640branco, mesclando tons terrosos e esverdeados, conferindo um ar tropical.

As peças tem informação de moda e detalhes que trazem a essência da apresentadora, com calcinha Hot Pants, borboleta e os tradicionais cortininha e Ripple. As saídas de praia encaram uma proposta diferente e são apresentadas através de um estilo mais alongado. Já nos maiôs, serão explorados os shapes que desenham o corpo de forma única ao apostarem no decote profundo, amarrações diferenciadas, trançados e outros que apresentam faixas, além de modelos como o Engana Mamãe e de modelagem reta.

A coleção completa estará disponível a partir do dia 05 de julho, com preços a partir de R$ 99,00 até R$ 208,00, nas lojas físicas espalhadas pelo Brasil e no site oficial da Líquido.

da redação com informações da MKT MIX   imagens: fotos/divulgação

TECNOLOGIAS

worldfashion • 14/04/21, 16:03

triwi-marketing-digital-a-transformacao-digital-na-industria-e-como-isso-pode-mudar-seu-negocio-640x375Para falar sobre tecnologias, começamos mostrando a possibilidade de proteger seus produtos originais das falsificações, com a impressão dos códigos com tintas de segurança, que podem rastrear toda cadeia de produção pelos smartphones. Compartilhamos a tecnologia que reinventa o encaixe rápido para atender as necessidade das indústrias em responder rapidamente às mudanças do mercado. Os tecidos para o bem estar, com tecnologias que ajudam no relaxamento e proteção contra virus e bactérias, durante o sono. A utilização da economia circular para acabamentos de malhas. Soluções confiáveis e inovadoras em revestimentos sintéticos para calçados e outros fins. Os fios e fibras que se inovam para atender às necessidades da indústria têxtil com soluções sustentáveis. E as sugestões de estratégias de marketing digital, para se posicionar no mercado cada vez mais tecnológico.

SEGURANÇA

O mercado de produtos falsificados e contrabandeados tem se intensificado no Brasil. De acordo com a Receita Federal, em 2019 o País bateu recorde histórico no número de produtos irregulares apreendidos, totalizando R$ 3,2 bilhões em mercadorias. A indústria têxtil é uma das mais prejudicadas com as falsificações. Os itens de vestuário representaram 7% das apreensões realizadas no ano passado, atrás apenas dos eletroeletrônicos (11,4%) e cigarros (35;7%).

Combater esse mercado ilegal é um grande desafio para as autoridades brasileiras. Neste cenário, cada vez mais, a indústria tem recorrido às tecnologias de ponta para reduzir os riscos de falsificação de produtos. Dentre as tecnologias disponíveis no mercado está o uso de tintas de segurança - as mesmas utilizadas para imprimir cédulas monetárias - que possibilita rastrear toda a cadeia de produção. Isto é possível em razão da alta complexidade físico-química dessas tintas de segurança, que impedem a cópia de etiquetas, rótulos e selos de originalidade, garantindo assim, ao consumidor a origem e qualidade do produto comercializado.

Durante a apresentação a Semana de Ciência e Tecnologia do SENAI CETIQT, Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil, realizado em fins de 2020, 20181126_ceptis_f_0155_017-640x427o palestrante Lucio Barbosa, da Ceptis*, explica que a impressão de etiquetas, rótulos e selos com tintas de segurança agora também traz a possibilidade de verificação digital. De acordo com Lucio, a Ceptis possui patentes de tecnologias avançadas que não permitem a cópia de etiquetas, rótulos e selos de segurança e cita algumas soluções inovadoras: “Hoje podemos, por exemplo, imprimir QR Codes criptografados utilizando tintas de segurança, de forma que qualquer pessoa, com um simples app, possa apontar seu smartphone para o produto e detectar se o produto é original “, explica.

Barbosa afirma ainda que a integração das tintas de segurança à tecnologia digital (verificação de dados criptografados protegidos por blockchain, por meio de apps) aumentará a proteção contra falsificação de produtos e trará maior segurança ao consumidor. Outra vantagem é o uso da inteligência artificial para mapeamento das ocorrências de falsificação do produto e identificação dos locais em que tais práticas ocorreram. “A rastreabilidade segura e o combate à falsificação de produtos têm sido alguns dos desafios da indústria. A proteção dos produtos e mapeamento das informações contribuirá na estratégia de vendas e distribuição. Buscamos soluções inovadoras adaptadas à necessidade do cliente, que além do benefício financeiro e de preservação da marca, proporcionará a qualidade e segurança do produto para o consumidor.”

O mercado ilegal de produtos falsificados causa enormes prejuízos, não somente para a indústria, mas também para o consumidor que muitas vezes não consegue distinguir o produto original do produto falsificado. Em razão dos produtos falsificados não terem a mesma qualidade, o consumidor, enganado, pode julgar e avaliar as marcas negativamente na internet. Comentários sobre a qualidade de produtos falsos (compreendidos como autênticos) podem abalar a imagem de uma empresa rapidamente nas mídias sociais. android-icon-192x192“Além do impacto na imagem e os custos para reverter essa situação, as empresas podem sofrer também queda nas vendas de um determinado produto dependendo do alcance das avaliações negativas associadas a ele. Outro ponto preocupante é que alguns produtos falsificados podem causar riscos à segurança e saúde do consumidor justamente por não possuírem a qualidade do produto original. “, alerta Lucio.

*Ceptis criada em 2016, é uma empresa moderna, ágil, e eficiente, que detém o direito de explorar as atividades tecnológicas para tintas de segurança e rastreabilidade segura garantindo a qualidade, a originalidade e qualidade de diversos produtos. Com propósito de integrar tecnologias digitais, de tintas de segurança e soluções sustentáveis para diversos mercados.

PRODUÇÃOflex-offer_1

A Lectra, grande fornecedora de soluções de inteligência industrial (software, hardware, dados e serviços) para marcas, fabricantes e varejistas do mercado da moda, automotivo e móveis, apresentou a Flex Offer by Lectra, uma nova oferta para os fabricantes de moda. A solução SaaS para encaixes de grandes volumes foi especificamente projetada e desenvolvida para ajudar os fabricantes a responder às novas mudanças e desafios do mercado. Uma vez que o tecido constitui 70% do custo total de uma peça de vestuário, a economia de tecido permite manter ou até aumentar as margens de lucro. A tecnologia na nuvem permite atingir patamares avançados no processamento dos pedidos dos clientes, com a capacidade de lidar com várias centenas de encaixes por hora.

Mais do que nunca, os consumidores querem uma maior variedade de opções, tanto em loja física como online, e estão preocupados com o impacto ambiental das suas compras e valorizam grandemente a sustentabilidade. Estas exigências estão insitando as marcas pela renovação das coleções com mais frequencia e aumentando o número de edições especiais ou coleções capsulas, por exemplo, e impõem ciclos de produção mais curtos para produtos complexos, com requisitos mais rigorosos.

flex-offer_2Estas novas exigências estão sendo um grande fator de mudança para os fabricantes, que estão produzindo quantidades menores de cada modelo, e aumentando a variedade de produtos, registrando um aumento exponencial de pedidos. Além disso, há uma crescente procura, por parte das marcas, da produção em processos acelerados, principalmente os artigos de moda para responder rapidamente a uma tendência emergente e estabelecer inovação num plano de coleção, com um ciclo de desenvolvimento acelerado, e produzidos em pequenas séries. Para manter as margens de lucro, os fabricantes têm de determinar com extrema precisão a quantidade de material de que necessitam. Precisam de um sistema que lhes permita otimizar os fluxos de trabalho, em face aos picos de atividade e evitar congestionamentos.

Aí entre a tecnologia  Flex Offer by Lectra  para a solução de colocação automática alojada na nuvem, que otimiza a gestão do consumo de material em cada etapa: dos pedidos de cotação e encomenda de materiais à produção. A solução determina a quantidade de tecido necessária, impedindo tanto os excedentes como as faltas, assegurando a conformidade com as especificações do cliente. O seu poder de processamento automático - Empowering customers through industrial intelligence 2/2 - baseado na nuvem proporciona poupanças muito significativas. Os algoritmos integrados da solução processam todos os pedidos de posicionamento simultaneamente, e permitem aos fabricantes poupar tempo, uma vez que deixam de ter limitação de capacidade informática.

flex-offer_3A oferta tem funcionalidades para cada etapa do processo: estimativa de custos e resposta a pedidos de cotação, aprovisionamento e produção (Flex Nest Cost & Bid, Flex Nest Procurement, Flex Nest Production). Para isso, foram desenvolvidos três módulos: 1) modo standard, que processa as maiores quantidades de colocações e oferece um equilíbrio entre rapidez e eficiência de material; 2) modo urgente, que proporciona, em minutos, a rapidez de que alguns fabricantes necessitam; e 3) o modo estratégico, que assegura o máximo de poupança de material para os tecidos mais dispendiosos ou para colocações que envolvem grandes volumes de produtos numa encomenda.

Os módulos podem ser utilizados simultaneamente para otimizar o volume de colocações processadas e atribuir prioridades com base na urgência e na eficiência desejada.

Finalmente, a bem da acessibilidade, e para fazer face aos problemas de interoperabilidade dos clientes, a Flex Offer by Lectra converte determinados ficheiros de criação de moldes de outras soluções de desenho assistido por computador (CAD) através do módulo Pattern Converter.

flex-offer_4“Temos grandes ambições para a Flex Offer by Lectra, a nossa nova oferta especificamente concebida para os fabricantes da indústria da moda. Tem em conta todos os seus desafios empresariais, e proporciona know-how e desempenho através da tecnologia na nuvem, da Internet das Coisas e da inteligência artificial. Dá aos fabricantes do setor a oportunidade de aumentar as margens, evitando ao mesmo tempo o desperdício de material”, explica Céline Choussy, Diretora de Marketing e Comunicação da Lectra.

A Lectra fundada em 1973, tem atualmente 34 filiais em todo o globo, prestando serviços a clientes em mais de 100 países. Com mais de 1 700 colaboradores, a Lectra reportou receitas de 236 milhões de Euros em 2020. A Lectra está cotada na Euronext Paris (LSS). As tecnologias premium criadas pela empresa, dão vida nos guarda-roupa, ao interior do nosso automóvel, ao mobiliário e outros facilitando a transformação digital da sua indústria aumentando as capacidades das marcas do design à produção, proporcionando-lhes o respeito do mercado e a paz de espírito que merecem, evitando subtancialmente o desperdício e assim auxiliando na sustentabilidade do planeta.

BEM ESTAR

tecido-para-colchaoA empresa Conexão Malhas, é brasileira que há 27 anos, produz malhas e tecidos de altíssima qualidade para colchões, roupas, calçados e automóveis. Com um dos mais modernos parques fabris da América Latina, está localizada  em Jundiaí (SP). Com tecnologia 100% europeia e com o uso de matérias-primas selecionadas que respeitam o meio ambiente, produz malhas que atendem às exigências mundiais de qualidade. Investiu, em plena pandemia, cerca de 4 milhões de reais em pesquisas e equipamentos que produzem tecidos com nove tecnologias diferentes que vão ajudar o brasileiro a dormir melhor e mais seguro em 2021.

Baseados em dados divulgados pela empresa global de inovação corporativa The Bakery que entrevistou 780 pessoas dos quais 44% disseram estar com problemas para dormir depois da pandemia, e da pesquisa feita pelo Instituto do Sono com 1.738 brasileiros dos quais 55,6% afirmaram que a qualidade do sono piorou nos últimos meses. E de outra pesquisa, feita no início da pandemia pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística), a pedido da empresa farmacêutica Takeda, os números são ainda mais alarmantes. Dos 2.635 entrevistados, 65% afirmaram estar com o sono prejudicado.

tear-circularPensando nisso, empresa apostou em alta tecnologia para garantir um sono mais tranquilo. “Já somos referência em malhas para colchões, mas decidimos oferecer muito mais que conforto. Sabendo das dificuldades durante a pandemia, buscamos os melhores princípios ativos e tecnologia de ponta para garantir um sono de melhor qualidade”, explica Luiz Lago, Gerente Geral da Conexão Malhas. Tem tecidos que matam bactérias, inclusive as causadoras da pneumonia, e tem até uma tecnologia - com íons de prata - que mata o coronavírus em menos de um minuto, indicada, principalmente para lugares onde há grande circulação de pessoas, como hotéis e pousadas. A eficácia deste tecido foi comprovada na Unicamp (Universidade Estadual Paulista).

A tecnologia funciona com nanocápsulas importadas da Celessence (Reino Unido) e da Rudolf Group (Alemanha). Na Conexão Malhas, essas nanocápsulas são aplicadas no tecido e, em alta temperatura, são fixadas. A tecnologia é ativada por fricção, ou seja, as microcápsulas se rompem com a movimentação da pessoa enquanto dorme e liberam o princípio ativo.

São nove tipos de tecidos com benefícios diferentes:

1 - VbacBlock - A tecnologia de íons de prata foi testada e aprovada no Laboratório de Biologia da Unicamp. A malha apresentou 99,99% de eficácia no combate ao coronavírus (Cepa MHV-3). Suas propriedades também atuam como inibidor de bactérias e outros microrganismos presentes no ambiente.

2 - Mandala Dreams - Os óleos naturais de várias ervas com propriedades antioxidantes, bactericidas, anti-inflamatórias e antissépticas formam uma combinação perfeita que ajuda no alívio do stress e controle de alergias. É o primeiro antimicrobial natural com base em ervas para o mercado têxtil. Testes realizados no Biotech Testing Services (Mumbai, Índia) mostraram que os componentes do Mandala Dreams combatem até 99,98% das bactérias Staphylococcus Aureus e Klebsiella Pneumonia, grandes causadoras de doenças cutâneas e respiratórias, como a pneumonia.

3 - Hugstar - A combinação de floral, caramelo e coco, com toque de baunilha, rosas e perfume de almíscar garantem um sono mais prolongado, com mais qualidade e mais disposição durante o dia. Os testes que comprovaram isso foram feitos pela Celessence Technologies, em parceria com a empresa Givaudan (Suíça).

4 - Bio Dress - A combinação de lavanda e camomila ajuda no relaxamento, no combate aos radicais livres, alivia as dores, reduz ansiedade e estresse e ameniza cólicas e sintomas da TPM.

cartela-de-tecidos-no-show-room

5 - CitroCare - O PMD, conhecido como mentoglicol, é usado como repelente de mosquitos e outros insetos. A London School of Hygiene & Tropical Medicine testou e comprovou a eficácia do produto.

6 - NatureClass - Os aromas suaves e refrescantes, como o cheiro do mar e na natureza contribuem para um sono reparador e tranquilo.

7 - Climax - O mentol, uma substância 100% natural, tem propriedades descongestionante, anti-inflamatória, antifúngica e antibactericida.

8 - Coreon - Com sua ação magnética, nanopartículas de polímero tornam a carga de elétrons estável. Ao retirar a energia estática da cama, o Coreon evita choques por fricção, aumenta a vida útil do tecido, além de contribuir para a higiene e saúde respiratória, já que reduz a aderência magnética de poeira, pêlos e células mortas.

9 - Fresh Sleep - Polímeros de silano neutralizam os componentes de odor corporal e do ambiente. Por manter o colchão sem odores por mais tempo, a tecnologia é indicada para locais com alta rotatividade de pessoas, como hotéis e para casas com pets.

ECONOMIA CIRCULAR

photo-2021-04-12-17-33-26Atuando há mais de três décadas no mercado têxtil, a Latina Têxtil, produz tecidos com tecnologia para o bem - estar, coloridos e de qualidade para marcas fitness e de moda íntima que aliam tecnologia e conforto voltados para a moda fitness e moda íntima. Especializada em malharia circular e estamparia com processos inovadores nos maquinários, pesquisa e desenvolve produtos e estampas para gerar valor agregado nas coleções dos seus clientes.

Buscando otimizar processos e recursos que impactam positivamente no meio ambiente e na cadeia têxtil, que a empresa inovou e se tornou a primeira malharia no Brasil a utilizar o acabamento sustentável em todos os seus tecidos. O Recicle+ foi desenvolvido em parceria com o grupo alemão CHT(*),  que atua em soluções químicas têxteis aplicadas em fios, malha e acabamentos dos tecidos e leva em sua composição o TUBINGAL RISE, amaciante produzindo a partir de acessórios de silicone descartados, pós-consumo, como capas de celular, chupetas, utensílios de cozinha e outros.

photo-2021-04-13-18-46“Esta iniciativa comprova que é possível repensar e implantar processos sustentáveis na indústria. A parceria se tornou uma bandeira da Latina com a CHT para que possamos sensibilizar o mercado e a cadeia de consumo sobre a importância da economia circular. Decidimos absorver os custos e não repassar aos clientes para que, juntos, realmente possamos atingir o grande objetivo de gerar impactos positivos no mundo”, comenta André Jativa, Diretor Executivo da Latina Têxtil.

Transformar o lixo em matéria prima é o alicerce da economia circular que vem ganhando cada vez mais espaço ao dar utilidade aos resíduos descartados. Repensar o uso inteligente dos recursos naturais e a maneira como se produz não só minimiza os impactos negativos no meio ambiente, como também agrega propósito e traz competitividade ao mercado.

photo-2021-04-12-17O reuso do silicone acontece após o seu descarte. O material passa por um processo de regeneração e purificação, permitindo que retorne para a cadeia têxtil com grau inicial de pureza para dar acabamento aos tecidos. A cada 10 leggings produzidas com o Recicle+, uma capa de silicone pós-consumo é retirada do meio ambiente e regenerada.

A solução ecológica é aplicada no processo de acabamento, proporcionando lisura e toque macio, secagem rápida e respirabilidade. O ReCicle+ se adequa à uma ampla gama de tecidos e reduz em 30% o uso de matéria prima virgem, tornando o processo mais sustentável.

Lançada na segunda quinzena de março, a coleção 2021 “In Real Life”  traduz os momentos que são vividos no dia a dia, trazendo como pilares a conexão com o ser humano, a valorização do bem-estar e a prática da empatia.

photo-2021-04-12-17-33-27photo-2021-04-12-17-33A coleção conta com 23 tecidos com o selo ReCicle + voltados para o mercado fitness, de lingerie e os que dão origem a peças do estilo comfy. Neste ano foram lançados sete novos artigos com destaque para o Evolution que atende a tendência de conforto e bem-estar tanto no fitness quanto na moda casual, o tecido possui textura com a maciez da poliamida sem esquecer da  sustentação. Assim como o Surface - tecido de poliéster de alta compressão que ajuda a disfarçar imperfeições. Com toque macio, sem transparência é ideal para modelagens como a calça legging.

Já o Hug é uma linha para lingerie voltada ao mercado do bem-estar e diversidade de corpos. Possui média compressão sem aquela sensação de tecido pesado, pois sua gramatura é baixa, proporcionando conforto durante o uso.

O Progress, poliamida com toque gelado e maciez, transita muito bem no mercado fitness e uso para o dia a dia. Na mesma linha o Skinner New Premium é um produto versátil, que atende vários mercados com possibilidades de diversas modelagens e opções de estampas alegres e coloridas - marca registrada nas criações da Latina Têxtil.

CONFORTO

O Grupo Cipatex® oferece ao mercado soluções confiáveis e inovadoras em revestimentos sintéticos, buscando sempre uma posição de vanguarda, com responsabilidade social e ambiental. Criada em 1964, a companhia se diversificou constantemente e hoje conta com uma linha de produtos que atende aos setores de calçados, piscinas, bolsas e acessórios, utilidades domésticas, construção, móveis, vestuário, automóveis, esporte e lazer, brindes, material escolar e comunicação visual. Por essa dedicação tornou-se líder na fabricação de revestimentos sintéticos. Ao todo, a Cipatex® conta com cerca de 1.200 colaboradores distribuídos em cinco plantas industriais.

cipatex_linha-feminina_comfyPara a produção da temporada verão 2022 a coleção “Âmago” tem 12 novos laminados com textuas e acabamentos clássicos, naturais e animal print, para calçados e acessórios femininos. As novidades foram desenvolvidas com tecnologia Vinyl Tech, exclusiva da marca. “Os lançamentos combinam entre si, seja por meio das tonalidades ou acabamentos, contemplando desde o estilo mais atemporal ao rústico, além de materiais diferenciados voltados para calçados mais ousados”, afirma a estilista e consultora de moda Tatiana Ritzel, responsável pela coleção. Composta por 15 cores, a paleta contempla os tons básicos, como preto, branco, scarlet e marinho; os neutros, que vão do creme, nude, antique, canela e deserto; os adocicados e leves que estão cipatex_linha-feminina_dubai_amarelocipatex_linhafeminina_croco_coralem alta, como sky, lilás, vanilla e coral. A estilista também aponta a presença calorosa da cor do ano, um amarelo elétrico, quente e solar. As napas surgem com força entre os lançamentos, como a clássica “Birkie”, um material básico com acabamento em semibrilho, gravação sutil e levemente acetinado para composições com itens texturizados, assim como a napa “Dubai”, que traz referências do couro. Ainda nos artigos clássicos estão o “Sparta”, um nobuck que transmite elegância; o “Matelassê”, com aspecto de maciez e conforto em sete diferentes cores; e o “Paris”, um metalizado sofisticado.

O destaque da temporada fica por conta do “Confy”, uma das principais apostas da Cipatex®. “Especialmente desenvolvido para produções de cipatex_linhafeminina_mayorcacipatex_linha-feminina_snake2calçados que visam proporcionar extremo conforto, o artigo pode ser usado em laços, nós e torcidos que têm conquistado grande espaço no mundo da moda”, diz Tatiana. Ela reforça, ainda, que o material conta com um substrato extremamente leve, o que confere um toque super macio e um caimento praticamente igual a de um têxtil.

Na família dos artigos com aspecto natural, o laminado “San Marino” carrega uma leve gravação em zigue-zague, com brilho sutil e cinco cores perfeitas para compor com artigos mais lisos, tanto na confecção de calçados quanto de bolsas. Em parceria com ele, surge o “Casablanca”, um material rico em detalhes, com um toque mais rústico, desenvolvido em quatro cores quentes e acabamento em sobretom, sendo indicado para forração de cepas e produtos casuais. Seguindo a mesma proposta, a empresa lança o “Mayorca”, um tramado médio com efeito matte e visual de tressê manual. No conceito animal print, a Cipatex® apresenta o “Snake”, com gravação e estampa de cobra em sobretom, trazendo a imponência do réptil, porém sem extravagância. “O material foi trabalhado em cinco cores especialmente pensadas em composições elegantes e atemporais”, completa a consultora de moda.

O artigo “Saara” traz a cobra de forma básica, com um toque sutil e gravação leve. O “Croco” aparece ainda mais natural, buscando a referência do couro, com um brilho acetinado e um suave sobretom.

Conforme Silvio Martins, head de marketing da Cipatex®, o conforto e a durabilidade ganharam a atenção do consumidor no último ano e a proposta é unir os dois aspectos sem abrir mão do estilo e versatilidade. “Conciliar a tecnologia exclusiva Vinyl Tech com acabamentos que permitem inúmeras combinações abrem diversas possibilidades e caminhos para o setor calçadista criar modelos para atender os diferentes perfis de consumidores”, finaliza.

FIOS E FIBRAS

Hyosung é um fabricante abrangente de fibras e fios, produtos de classe mundial, fornecendo inovação e soluções para a indústria têxtil que abrangem malharias e tecelagens.

O fio elástico creora® tem a possibilidade de ser estirado até 500% da sua forma original, característica da força e alongamento, sendo possível reprocessar sem comprometer suas propriedades, proporcionando conforto e suavidade nos tecidos produzidos em sua composição, já responde por 65% do consumo de elastano das empresas têxteis no mercado brasileiro, na posição de produto inovador, reconhecido mundialmente por sua alta performance e rendimento de 8 a 10% superior - gerando resultado direto para os produtos.

21Os artigos confeccionados com este fio em sua composição, possuem superior qualidade e durabilidade, sua consistência garante estabilidade produtiva, com risco de rompimento de fibra quase nulo. Possui classe de polímeros que suportam até 135 graus no processo de tingimento.

15O elastano creora® eco-soft é uma linha especial, que permite fixação a temperaturas mais baixas, mantém a qualidade das cores originais sem perdas de suas características, além de um branco “mais branco”. Aumenta a sensibilidade ao toque dos tecidos em combinações com materiais à base de celulose, sensíveis ao calor, reduz o amarelecimento do tecido e proporciona uma excelente estabilidade dimensional. Por fixado com menor temperatura, permite aos fabricantes a redução de custos e/ou o aumento da produtividade reduzindo a emissão de CO2 para o meio ambiente, o que torna o produto mais sustentável. Uma característica extra do produto é a afinidade tintorial, que resulta num tecido acabado com cores mais profundas e menor risco de desbotar. O fio é utilizado na produção de malhas e tecidos para roupas casual, roupa íntima e denim e sua versatilidade permite ser trabalhado junto a fibras de algodão, lã, seda, viscose, modal, Tencel®, poliamida, acetato e acrílico.

4O elastano creora® highclo, foi testado e comprovado como produto com superior resistência aos impactos de ação do cloro dentre outros agentes que causam danos ao tecido tais como: cremes de proteção solar, óleos bronzeadores e até mesmo a luz UV, proporcionando maior durabilidade dos produtos de swimwear e outdoor. Foi concebido para superar a vulnerabilidade do elastano aos danos provocados por esses agentes. Assim as malhas para confecção da moda praia, piscina, fitness, ciclismo, montanhismo ou mesmo roupas do dia a dia que têm mais exposição à água clorada, protetores solar e óleo de bronzeamento, que causam danos às peças e maximizam o encurtando sua vida útil. Tem no produto a melhora na durabilidade do tecido proporcionando ajuste mais duradouro das peças, além de uma boa compressão e modelagem dos artigos confeccionados para a conservação da forma, garantindo maior durabilidade do produto.

6O Mipan® nylon e poliéster tecnológico oferecem soluções funcionais e sustentáveis de fibras, essenciais para o mercado têxtil.

A Hyosung possui 10 plantas industriais localizada na Coréia do Sul, China, Turquia, Vietnã, Brasil e Índia.  No Brasil, está presente desde 2011, quando instalou a planta industrial situada na cidade de Araquari, em Santa Catarina, com terreno de 250 mil metros quadrados e área construída de 40 mil metros quadrados. A unidade no Brasil é o ponto estratégico não só para produção e distribuição nacional, mas como base de distribuição de elastano para países como a Argentina, Peru, Equador, Colômbia, Chile e Paraguai. Neste ano, a Hyosung investiu mais R$ 200 milhões na ampliação de sua indústria brasileira, aumentando sua capacidade produtiva para 22 mil toneladas/ano de elastano.

ESTRATÉGIAS

Nos últimos 10 anos, foi possível perceber a evolução tecnológica, e com uma rapidez jamais vista em qualquer momento da história mundial. Essa evolução meteórica ocorreu em todas as áreas de nossas vidas que possamos imaginar; desde os aparelhos que já eram tecnológicos e inovadores como os smartphones, até as geladeiras, que hoje podem atuar até mesmo como um celular. Em 2010, existiam 202,9 milhões de dispositivos móveis ativos no Brasil e, em 2019, chegamos a 230 milhões somente no âmbito dos smartphones, o que não inclui os celulares comumente vendidos no início da década.

A indústria foi uma das que mais “sofreu” alterações. Atualmente vivemos a Quarta Revolução Industrial, tamanho o desenvolvimento dos últimos anos, e uma pandemia, não podem ser os únicos motivos para essa digitalização. Devem ser observadas ainda mais as questões de mercado. Assim, a maioria dos consumidores migraram para compras via  “internet” e estar presente nos meios digitais é essencial para que a indústria não fique para trás em relação às outras.

No B2B, é comum as indústrias terem uma carteira fixa de clientes, vendendo sempre para eles. Mas, porque não expandir essa gama de clientes e aumentar o faturamento? Com o marketing digital ao seu lado, você pode manter essa carteira dos seus “fiéis” clientes e ainda conquistar muito mais, já que, obviamente, estará aparecendo para mais pessoas.

ricardo-martinsRicardo Martins, especialista em marketing digital, graduado em Marketing pela Escola Superior Cândido Mendes, no Rio de Janeiro, com Master em Marketing pela ESPM, em São Paulo e CEO da TRIWI agência de inovação digital sugere algumas ferramentas:

•SEO (Search Engine Optimization): essa é a ferramenta responsável pelo ranqueamento dos sites nos mecanismos de busca, como o Google. Através de artigos que, respeitando a quantidade de palavras-chave, ainda são interessantes ao consumidor, o marketing digital consegue deixar sua indústria entre os primeiros resultados;

•Anúncios Pagos: ainda falando nos mecanismos de busca, você já deve ter visto na parte de cima do Google, por exemplo, alguns resultados acompanhados da escrita “anúncio”. Uma agência de marketing digital, através do seu investimento, pode incluir este serviço na estratégia de sua indústria, garantindo visibilidade;

•E-mail Marketing: o marketing digital atuando pela sua indústria, dá a opção da criação de um e-mail marketing! Assim, é possível criar campanhas específicas para cada tipo de cliente, usando as famosas “boas práticas” para que suas mensagens não caiam na caixa de SPAM.

•Redes Sociais: manter uma presença sólida nas redes sociais ajudará sua indústria a gerar diferenciação dos demais concorrentes. Suas publicações ajudarão a gerar relacionamento, reconhecimento de marca e vendas.

da redação com imagens: fotos/divulgação

Lectra + Gerber Technology

worldfashion • 15/02/21, 14:43

lectra-480x3171Em fevereiro, foi anunciado pela Lectra  em Paris,  o plano de adquisição da totalidade do capital e direitos de voto da Gerber Technology, dos Estados Unidos -  empresa fundada em 1968, na cidade norte-americana de Tolland, que nas últimas cinco décadas vem incrementando e aperfeiçoando soluções computadorizadas de última geração, para design e sistemas de produção direcionados à indústria do vestuário, moveleira, automobilística e para os mais diversos setores; abrangendo equipamentos para planejamento, desenvolvimento de produto, modelagem, custos, de corte, encaixe, enfesto, corte automático e automação da sala de costura. Pioneira no Brasil, criadora do sistema CAD e CAM, especializada em alta tecnologia para industria da confecção.  A Lectra por sua vez, fundada em 1973,  possui 34 subsidiárias em todo o mundo, atendendo clientes em mais de 100 países, com cerca de 1.800 funcionários, e registrou receitas de 280 milhões de euros em 2019, listada na Euronext (LSS).

Após o conselho de trabalho francês da Lectra ser consultado e a documentação vinculativa ser assinada, a conclusão da aquisição permanecerá sujeita à liberação do controle da fusão e outras condições habituais e será submetida aos acionistas da Lectra para aprovação.

A aquisição, se e quando consumada, permitirá a Lectra complementar sua posição de mercado e continuar aprimorando suas ofertas com base na tecnologia da Indústria 4.0 que permitirá aos seus clientes aumentar a produtividade e lucratividade de suas operações.

A combinação proposta ocorrerá num momento oportuno para ambas as empresas: Gerber Technology e Lectra são importantes parceiras de tecnologia avançada, capaz de atender rapidamente às necessidades em constante mudança dos clientes e entregar ainda mais valor por meio de soluções perfeitamente integradas. Juntas, as duas empresas terão uma grande base instalada de softwares de desenvolvimento de produtos e soluções de corte automatizado em operação, com presença mundial e uma longa lista de clientes de prestígio.

A consolidação das capacidades de pesquisa e desenvolvimento das duas empresas permitirá uma combinação acelerada no desenvolvimento das tecnologias da Indústria 4.0 e ajudará sua base de clientes expandida a aproveitar todo o potencial dessas inovações

mohiti-uberoi“Foi uma honra liderar a transformação da Tecnologia Gerber e criar uma plataforma eficiente e abrangente que permite as iniciativas de transformação digital de nossos clientes. A Gerber Technology e a Lectra compartilham uma longa história de inovação e excelente atendimento ao cliente que, reunidos, criarão uma empresa ainda mais forte que oferece as melhores soluções e serviços de tecnologia para nossos clientes em todo o mundo ”, disse Mohit Uberoi, CEO, Gerber Technology.

lectra-proposes-to-buy-gerber-technology-for-300m-0“Hoje é um dia histórico para nossas empresas que trará enormes oportunidades de crescimento futuro. Teremos investimentos em inovação e recursos tecnológicos que serão altamente benéficos para o setor. Eles nos permitirão criar valor de longo prazo para nossos clientes e acionistas ”, afirma Daniel Harari, Presidente e CEO da Lectra. “Temos o prazer de dar as boas-vindas ao grupo de profissionais talentosos da Gerber Technology à equipe da Lectra. Unificar as duas equipes mostrará a força de nossos fantásticos funcionários. Juntos, seremos capazes de crescer e expandir os serviços que oferecemos aos nossos clientes e ajudá-los a acelerar sua transformação digital.” completa.

Daniel Harari continuará na presidencia e CEO da Lectra. O CEO da Gerber Technology, Mohit Uberoi, assumiria a função de consultor especial de Daniel Harari até o final de 2021.

Os acionistas da Lectra serão convidados a votar sobre a emissão de 5 milhões de novas ações da Lectra reservadas para AIPCF VI LG em uma Assembléia Geral Extraordinária dedicada, que está atualmente prevista para ser realizada em 30 de abril de 2021. Um relatório contendo informações adicionais estarão à disposição dos acionistas antes da Assembleia Geral Extraordinária.

De acordo com a aquisição proposta, a Lectra irá adquirir todas as ações em circulação da Gerber Technology em uma base livre de dívidas sem dinheiro por um pagamento inicial de 175 milhões de euros - através de uma combinação de dinheiro e dívida - mais 5 milhões de ações da Lectra recém-emitidas para AIPCF VI LG Funding, LP (“AIPCF VI LG”), uma afiliada da American Industrial Partners que é a única acionista da Gerber Technology. Isso representaria um valor total de cerca de 300 milhões de euros com base no preço de fechamento das ações da Lectra em 5 de fevereiro de 2021. Nenhuma contraprestação contingente é contemplada. A receita da Gerber Technology foi de 165 milhões de euros em 2020. Graças à forte criação de valor decorrente de sinergias significativas, a Lectra espera que a transação tenha resultados para os acionistas à partir de 2022. Ao fechar, Daniel Harari possuiria c.14,6% das ações da Lectra e a AIPCF VI LG deteria c.13,3%. O Conselho de Administração da Lectra receberá um diretor que representasse AIPCF VI LG.

lectra1A integração da tecnologia das duas empresas irá dotá-las de recursos para antecipar e lidar com as condições de mercado em constante mudança, e dará aos clientes que utilizam ou pretendem utilizar seus equipamentos, a tranqüilidade e a confiança necessárias para quem tem a responsabilidade presente de um investimento para o futuro. Sejam grandes corporações ou pequenas empresas.

da redação do World Fashion com informações da Adeline FOGEL do Group Public Relations Manager LECTRA    imagens: fotos/divulgação

Persono

worldfashion • 27/01/21, 17:30

A Coteminas  fundada em 1967, em Montes Claros (MG), por José Alencar, é uma empresa têxtil verticalmente integrada, atuante nos mercados nacional e internacional,  produz fios, tecidos, produtos têxteis de cama, mesa e banho, uniformes profissionais, brins e jeans, unindo qualidade e custos altamente competitivos. Entre as marcas do grupo estão: Artex, Santista e mmartan. Lançou em Dezembro 2020, um projeto inédito e inovador, batizado de Persono,.para conscientizar, monitorar e auxiliar no tratamento de distúrbios do sono. A nova unidade da empresa transforma o high-touch em high-tech ao propor um olhar científico para a saúde e para a qualidade do sono dos brasileiros.

img_1624

Segundo Josué Alencar, diretor da Coteminas, responsável pela unidade Persono, “a privação do sono é uma pandemia silenciosa que se agravou ainda mais neste ano de 2020, com o Coronavírus. É extremamente importante que as pessoas tenham consciência de que o sono adequado é o melhor remédio para muitos problemas de saúde”.

fabrica_04-640x427Com o propósito de melhorar a vida das pessoas a partir de um dormir de maior qualidade, a unidade Persono atuará em 3 frentes: conscientização sobre a importância do sono; coleta de dados de monitoramento com diagnóstico e acesso a produtos e serviços para dormir melhor.

As primeiras entregas começam com o pilar da conscientização, tendo por objetivo levar embasamento científico sobre a importância do tema e suas consequências para a saúde. Com o apoio de especialistas em medicina do sono, a marca já lançou webinars, newsletters e um blog dedicado ao tema. E ainda promoverá pesquisas, podcasts e até uma série documental, já em produção, para exibição em TV e canais de streaming.

fabrica_03-640x427fabrica_02-640x427Dados da Associação Mundial de Medicina do Sono (WASM), atual World Sleep Society, revelam que “os problemas de sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e a qualidade de vida de mais de 45% da população mundial.” Infelizmente, o problema de privação de sono é ainda mais grave no Brasil: levantamento de 2016 publicado na revista Science Advanced mostra que somos um dos povos que menos dorme no planeta, só ficando atrás dos japoneses e dos habitantes de Singapura. E isso, certamente tem impactos diretos em diversos aspectos da saúde desses povos e até mesmo das economias de suas nações.

Numa pesquisa realizada entre os dias 5 e 10 de novembro de 2020, em todas as regiões do país, esse estudo representativo abrangeu 5 classes sociais e 4 diferentes recortes etários, computando um total de 2 mil respondentes, amostragem semelhante à realizada por institutos como Ibope para eleições presidenciais. Conduzida pela plataforma de human analytics da MindMiners - empresa de tecnologia - e coordenada pela consultoria Unimark/Longo, a pesquisa “Acorda, Brasil!” teve como objetivo imediato a conscientização da classe médica, autoridades públicas e de toda a sociedade para o grave problema de privação de sono em nosso país, já que mostra que 62% dos brasileiros sofrem de distúrbios do sono, percentual muito acima da média mundial, que é de 45%.

josuecc81alencar2-427x640“Certamente, a pandemia contribuiu para um aumento de distúrbios do sono, fortemente motivados pelas preocupações com questões financeiras” - comenta Josué Alencar - diretor da Coteminas, responsável pela marca Persono, (na foto ao lado).  “Mas há tempos que a qualidade do sono tem sido negligenciada. O sedentarismo, por exemplo, é um dos fatores históricos que contribui negativamente para a má qualidade de sono do brasileiro. E, agora, o vilão da vez é o celular levado para a cama. Com sua luz azul que inibe a produção do hormônio do sono e a ansiedade provocada por notícias e redes sociais, este mau hábito já  faz parte das noites de 78% dos brasileiros” - complementa.

Para corroborar com a necessidade de conscientização, a pesquisa revela que, mesmo tendo plano de saúde, o brasileiro se consulta muito pouco sobre distúrbios do sono: 86% não consideram problemas com sono uma razão suficiente para ir ao médico.

Agora em Janeiro 2021 anunciaram parceria inédita com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e, assim, levar o projeto inovador de conscientização, monitoramento e detecção dos distúrbios do sono Persono ao mundo dos esportes.

imagem-1Na foto: Alberto Cavaleiro - Labortório Olímpico/COB, Marcelo Freitas - Labortório Olímpico/COB, Manoela Penna - diretora de comunicação e marketing/COB, Roberta Martins - gerente de marketing de Persono, Josué Alencar, diretor de inovação e novas tecnologias da Coteminas. e Jorge Bichara - diretor de esportes/COB

Segundo Josué Gomes, presidente do Grupo Coteminas, o patrocínio se inicia com a marca Persono, como fornecedor oficial do COB, mas mais do que simplesmente patrocinar, haverá uma cooperação entre os times técnicos e científicos do Persono e do COB com foco na qualidade do sono e sua importância para atletas de alta performance. Ainda de acordo com o empresário, através do esporte, a Coteminas espera poder contribuir para as próximas conquistas do Time Brasil.

“É um privilégio trabalhar com atletas que representam toda uma nação, afinal eles levam para as competições a esperança da nossa sociedade. E, fazer qualquer contribuição para melhorar a performance deles já é uma conquista que, além de nos orgulhar, marcará a nossa história”, afirma.

“Para o COB, é muito importante ter parceiros que colaborem com o desenvolvimento do esporte no nosso país e nos ajudem a dar aos atletas as melhores condições de treinamento e performance”, diz Paulo Wanderley, presidente do COB.

imagem-3“A parceria com a Coteminas tem duas vertentes importantes: trata-se de mais uma empresa de destaque em seu segmento que faz parte do nosso rol de patrocinadores, levando a marca do COB a novos públicos, além de produzir informação e dados para incrementar nosso trabalho de Ciência do Esporte em busca de resultados sempre melhores”, diz Manoela Penna, diretora da Comunicação e Marketing do COB, (na foto acima à esquerda ao lado de Josué Alencar, diretor de inovação e novas tecnologias da Coteminas, Roberta Martins - gerente de marketing de Persono e Jorge Bichara - diretor de esportes/COB.)

A compreensão do sono de cada atleta olímpico permitirá o desenho de protocolos de recuperação física e mental adequados para cada um, de acordo com as exigências de força, velocidade, resistência e reflexos de cada modalidade esportiva.

“A partir do momento que a tecnologia vai monitorar a qualidade de sono, ela possibilitará um controle sobre o volume de sono e o que o atleta estará apto a realizar no dia seguinte. O Persono será mais uma ferramenta extremamente para o acompanhamento do sono dos atletas e suas condições físicas”, revela Jorge Bichara, diretor de Esportes do COB.

Para o desenvolvimento da tecnologia que irá monitorar o sono dos nossos atletas, a Coteminas tem realizado parcerias com renomados institutos de polissonografia, além de investir em ciência de dados na busca de sistemas de alta precisão e eficiência para monitoramento do sono.

imagem-22Josué Alencar, diretor da Coteminas, responsável pelo projeto Persono foto acima ao lado de Roberta Martins - gerente de marketing de Persono.  detalha: “Temos o propósito de melhorar a qualidade de vida das pessoas através de sono. Expor a importância de uma rotina regrada, que leve a uma vida mais saudável e produtiva, é fundamental numa sociedade em que pouco se fala sobre o assunto”.

O potencial para os atletas é enorme, já que um sono regulado tem a capacidade de ajudar nas vertentes imunológica (mantém a produção de anticorpos); metabólica (controla a diabetes e previne a obesidade); cognitiva (fortalece a memória, previne a depressão, melhora a aprendizagem, estimula a criatividade e agilidade de resposta); cardiovascular (controla a hipertensão e reduz riscos de doenças CV); genética (evita mutações negativas no DNA) e reprodutiva (mantém os níveis normais de testosterona e a capacidade reprodutiva feminina).

“Um sono adequado tem capacidade de recuperação muscular, energética, hormonal e arterial. Além de consolidar a memória e de reorganizar os neurônios e seus circuitos, o que é essencial para os atletas”, conclui Dra. Ana Carolina Corte, coordenadora da equipe médica do COB.

da redação com informações da Epifanica imagens:da fábrica  fotos/divulgação, outras créditos de Rafael Bello/COB

DelfimProtect

worldfashion • 06/01/21, 10:44

maquina-640x427A Delfim Tecidos, indústria de médio porte especializada em produção têxtil com mais de 60 anos de estrada no mercado nacional. Com modernas máquinas Kettenstuhl, Rachel, Jacquard Tronic e Tramadeira saem, tules, filós, organzas e mosquiteiros. Em cores diversas e metragens específicas para produtos finais nas áreas de moda, decoração e artesanato. Sua tinturaria própria permite desenvolver tingimentos e acabamentos específicos para atender as mais recentes tendências e necessidades do mercado. Além de uma coleção de toalhas de mesa rendadas em diferentes tamanhos e padronagens.

A empresa presta serviços personalizados de urdimento, tingimento e acabamento de tecidos para outras empresas do ramo.Qualidade na produção e agilidade na entrega do produto são fatores determinantes no atendimento a clientes de pequeno, médio e grande porte. A competente equipe de vendas e o sistema de distribuição capilarizado permitem obter os melhores resultados para estes clientes. escreveu uma nova história.

Durante a adversidade da pandemia que arrasou diversos negócios, a empresa corajosamente andou na contramão e com um investimento de R$ 1 milhão e desenvolveu um tecido antiviral que inativa o vírus em um minuto e garantiu que a empresa surfasse a onda da inovação nesse período crítico e lançou a DelfimProtect, um tecido inovador antiviral que é capaz de inativar a ação do vírus em um minuto, segundo dado comprovado em laudo emitido pela Unicamp.

foto-mauro-deutsch-640x4271Essa largada foi possível graças à visão da companhia, que desde quando o assunto virou notícia na China, acionou o modo ‘atenção’ e refletiu sobre como as coisas seriam quando a doença chegasse no Brasil. Porém, não imaginava que de sua linha de produção sairia um produto com uma relevância tão significativa e que fizesse sucesso em tão pouco tempo. “Nós não fazíamos ideia onde esse produto iria nos levar, pois ele se mostrou muito mais potente sob o ponto de vista antiviral. E ele nos permitiu surfar muito bem essa onda de inovação”, conta Mauro Deutsch, CEO da empresa.

O DelfimProtect ganhou protagonismo e permitiu que a empresa atravessasse os primeiros meses mais críticos da pandemia sem precisar demitir nenhum colaborador. Concedeu férias coletivas, interrompeu a produção, porém, nesse período concentrou seus esforços totalmente na realização dos últimos testes científicos de validação do tecido, que se diferencia por ser 100% poliéster, possuir alta eficiência da filtração bacteriana superior a 93% (o padrão exigido pela ABNT é de 70%) e repelência à água.

Para garantir que tudo corresse bem com o desenvolvimento do DelfimProtect e alinhar o cenário da empresa para colocá-lo no mercado, contou com um suporte de várias frentes: um comitê gerencial que se encarregou de levantar as condições da companhia e fazer os ajustes necessários, fez contato com médicos infectologistas para trocar informações, teve o apoio dos fabricantes das máquinas de sua linha de produção, a participação de uma equipe interna que detém um forte conhecimento sobre malha e a parceria da Nanox, empresa ligada à Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). “Foi um trabalho bastante disruptivo, desenvolvido de forma rápida, por quase 20 mãos. Nada teria acontecido sem esse time” declara Mauro Deutsch

maquina-1-640x427Com o sucesso do DelfimProtect, a empresa teve que ajustar sua capacidade de produção de sua linha. As máquinas, que antes eram mais dedicadas à fabricação do tule, passaram a produzir o produto. De 60 mil metros/mês, saltou para 500 mil metros/mês. E, de acordo com Mauro, a capacidade produtiva tem fôlego para atingir até 1 milhão de metros/mês. E ele está confiante nisso. “Tem muito mercado e demanda para isso. O tecido deixou de ser usado só para a confecção de máscaras”, analisa. Hoje é possível encontrar o DelfimProtect em toalhas de restaurantes, aventais de uniformes de garçons, equipamentos de EPI, uniformes hospitalares. Mas o céu é o limite, na visão do executivo da Delfim. “Já existem clientes utilizando o produto em camisetas e calças com punho”.

Esse passo dado pela Delfim coloca a empresa em uma situação estratégica neste momento, porém também diante de novos desafios: a busca por novas inovações não pode parar, para Mauro Deutsch: “Essa é uma crise diferente das outras. É mundial, que tirou nossa capacidade de planejar o ano seguinte. Para lidar com as incertezas e o medo, temos que continuar inovando. Nosso mercado principal é o tule, cujo principal período de venda do ano é o carnaval. Já sabemos que em 2021 a festa não será realizada e, por isso, não podemos ficar parados. Temos que ajudar a sociedade a resolver outros problemas”.

Pensar no outro é algo que faz parte do DNA da Delfim. Duas decisões mostram esse princípio. Uma delas foi não repassar integralmente o custo da produção do DelfimProtect para o cliente, tornando o tecido acessível para o mercado. A outra foi uma parceria feita com o G-10 Favelas, que possibilitou a doação de um volume de tecidos equivalente a três mil máscaras para o projeto Costurando Sonhos. “Nós ampliamos nossa preocupação social para além dos portões da empresa. Isso permitiu que muita gente possa se proteger adequadamente durante a pandemia e várias costureiras possam levar comida para casa nesses tempos difíceis”, aponta Mauro Deutsch.

foto-mauro-deutsch-1-472x640Perante o setor, Mauro Deutsch presidente da Delfim está orgulhoso e com os resultados obtidos. Espera que seu exemplo sirva de incentivo para os demais empresários a assumir uma postura mais corajosa perante à crise. “É muito gostoso ver que as coisas estão funcionando, que fomos na contramão e que valeu cada investimento”. Para este ano, a expectativa é fechar o período com tudo equilibrado, sem perda de receitas. “Nós não vamos crescer em 2020, mas se fecharmos no zero a zero será uma grande conquista. A incerteza é a única certeza que nós temos neste momento. Tudo o que fizemos nesses últimos meses será nossa base para que nos próximos dois anos possamos retomar o crescimento”, conclui.

Enquanto isso boa parte do setor lacrou suas portas, cortou custos, perdeu pedidos, demitiu pessoas, teve dificuldade de acesso ao crédito e amargou prejuízos - segundo um levantamento da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (Abit) feito em junho deste ano, 96% das empresas do mercado tiveram queda na carteira de encomendas, sendo que mais da metade das fábricas (55%) registrou redução maior do que 50% no número de pedidos - a Delfim caminhou corajosamente na contramão. Investiu para viabilizar o DelfimProtect. “A dor de barriga veio para todo mundo. Eu aprendi que você tem que ir para frente. Cada vez que você recua, para dar um passo para frente há uma grande inércia a ser vencida. E nós decidimos apostar no produto, mesmo sofrendo muitas críticas pela nossa ousadia. Se não tivéssemos feito isso, estaríamos no retrocesso”, reflete Mauro Deutsch.


da redação com informações da Digital Trix Comunicação  imagens: fotos/divulgação

O VAREJO CONTEMPORÂNEO

worldfashion • 28/07/20, 16:03

AREZZO

32Com projeto arquitetônico exclusivo, assinado pela renomada Bel Lobo e baseado no conceito Clean da flagship da marca, a Arezzo inaugurou a sua primeira digital store, localizada no Shopping Morumbi, Zona Sul de São Paulo. a loja apresenta modelo digital inédito com o objetivo de oferecer uma experiência de compra ainda mais tecnológica e diferenciada, integrada à todos os canais da Arezzo.

“Não estamos apenas inaugurando uma loja, estamos inaugurando um novo conceito: Arezzo digital store, com uma pop up store de tênis, pop up de bolsas e toda a estratégia omnichannel, desde a inauguração até a gestão, e a forma de atender, tudo será inovador. É uma nova era!”, diz Luciana Wodzik, diretora da marca Arezzo.

31Com área total de 170m² de loja, a Arezzo Digital Store, contará com o conceito inovador de “Store in store”, com espaços dedicados apenas para bolsas - o Leather Goods - e para o portfólio de tênis da marca - o ZZMOV, além de produtos exclusivos que poderão ser encontrados apenas nesta loja.

O espaço contará com ZZ Station e vendedoras digitais, que poderão fazer as vendas via link, garantindo a segurança das clientes para evitar o contato com a máquina de cartão.

Como um verdadeiro espaço de experimentação e troca de experiências que integram o mundo físico e digital, a loja contará com sistemas de entregue/retire com área exclusiva sinalizada, 34prateleira infinita, que possibilita a compra do produto pelo e-commerce, na loja, caso não tenha a cor ou o tamanho desejado, além de checkout 100% móvel (como funciona?) e pagamentos sem contato. A nova proposta será referência em transformação digital com uma experiência completa para a jornada de compra dos consumidores, conectando todos os canais de compra da marca.

Todas as lojas da marca, contam com ações, ferramentas e comunicações que visam garantir a saúde e a integridade de seus colaboradores e consumidores. Algumas medidas adotadas, e que seguem as orientações da OMS são: utilização obrigatória de máscaras, controle e limitação do número de clientes, pontos de álcool em gel na loja e distanciamento seguro.

da redação com informações da Index  imagens: fotos/divulgação

VANS®

13A empresa é parte da VF Corporation (NYSE: VFC), a marca original dos tênis, vestuário e acessórios para action sports. As coleções autênticas da Vans® estão em 84 países através de uma rede de subsidiárias, distribuidoras e lojas parcerias. A Vans® possui mais de 2.000 lojas ao redor do planeta, incluindo lojas próprias, franquias e portas parceiras. A marca promove a expressão criativa na cultura jovem com os action sports, arte, música e cultura de rua além de entregar plataformas progressistas como o Vans Park Series, Vans Triple Crown of Surfing®, Vans Pool Party, Vans Custom Culture e o hub cultural e espaço para a música internacional House of Vans, inaugurou a sua primeira loja ca capital fluminense.

72a8759b4566b324f84bcaccea8ae7delow1Composta por 121 m² de loja, a Vans Store Barra Shopping conta com o conceito atual de varejo global da Vans, trazendo experiências, campanhas e lançamentos da marca encontradas nas principais Vans Stores ao redor do mundo, como as mais recentes coleções de tênis: o novo membro da versátil e confortável família UltraRange, o UltraRange EXO, os icônicos e renomados Classics em inúmeras variações de cores, materiais e execuções além de coleções de vestuário e acessórios que incorporam o estilo de vida carioca.

ede0d61a63edeeedb5ef9877762f2f10lowA Vans Store Barra Shopping, assim como todas as outras três Vans Stores (todas localizadas na cidade de São Paulo) e as quatro Vans Outlets distribuídos entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás contam com a estrutura Enxoval Covid, composto por ações, comunicações e ferramentas que visam garantir a saúde, a segurança e a integridade tanto das equipes das unidades, quanto dos consumidores. Utilização obrigatória de máscaras, controle e limitação do número de clientes, pontos de álcool em gel na loja e distanciamento seguro de 2 metros são algumas das medidas adotadas pela Vans seguindo todas as orientações das organizações de saúde.

Além da tradicional venda física, as oito Vans Stores têm o compromisso de atender às necessidades de segurança e conforto de seus consumidores através da Venda Online. O processo é simples, prático e seguro, com o método de entrega de acordo com a sua preferência: delivery (frete grátis para compras acima de R$ 299,99 em regiões atendidas) ou retirada drive thru a combinar com os especialistas de cada loja.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação imagens: fotos divulgação de Felipe Diniz

RIACHUELO

Reforçando seu posicionamento de marca inovadora e tecnológica, a empresa agora conta com um podcast com conteúdo exclusivo e informativo sobre inovação e tecnologia para colaboradores, clientes e entusiastas do assunto.

14Apresentado por membros das equipes das áreas, o programa, batizado de RCHLO TECH, comenta semanalmente as principais tendências do mercado e apresenta cases de sucesso de projetos da empresa, desenvolvidos pelos times internos.

Disponível nas plataformas Spotify, Deezer, Google e Itunes, o programa já conta com quatro episódios que tratam sobre Cybersecurity, Metodologia Ágil, startups e programas internos como o Portal “Sou RCHLOVER” - programa colaborativo interno que propõe comissão de vendas.

O próximo episódio irá abordar ações emergenciais que a empresa tomou para adaptação à quarentena causada pela pandemia do Covid-19. “O podcast é mais uma ferramenta pela qual conseguimos impactar e amplificar a nossa cultura, e queremos falar sobre temas que estão presentes em nossa rotina, como startups, ominicanalidade e muitos outros”, comenta Demetrio Teodorov, Head de Inovação da Riachuelo.

da redação com informações da FSB Comunicação   imagem foto divulgação

RECCO LINGERIE

A empresa fundada em 1979, acaba de contratar a plataforma TOTVS Omni by Moddo, como solução para auxiliar no varejo a integrar todos os canais físicos e online para um estoque totalmente unificado. Com o novo sistema, os clientes terão acesso ao estoque completo de todas as lojas em qualquer canal de atendimento, podendo efetuar uma compra online para retirar na loja física ou comprar na loja física para receber em casa, entre outras diversas possibilidades.

eloi-8724-640x611“O atual cenário de crise econômica causado pelo coronavírus fez com que muitos varejistas tivessem que acelerar seu processo de transformação digital para estarem presentes em novos canais digitais, ao mesmo tempo que precisam capturar novas oportunidades de receita. Nossa solução facilita a integração de canais de vendas, estoques, parceiros logísticos e marketplaces, proporcionando ao nosso cliente a execução de uma estratégia totalmente integrada, em uma plataforma que permite aos varejistas escalarem suas ambições omnichannel muito rapidamente”, comenta Elói Assis, (na foto à esquerda) diretor de varejo da TOTVS

O TOTVS Omni by Moddo é uma solução completamente agnóstica e que pode ser conectada a qualquer sistema utilizado pelo cliente. “No caso da RECCO, o cliente terá também a funcionalidade de compra online e retirada na loja física, compra física e recebimento em casa, além de prateleira infinita, por conta da unificação dos estoques”, destaca Assis. Com a solução, as lojas físicas passam a funcionar como centros de distribuição, podendo reduzir custos - como taxas de entrega - e envio de produtos de forma mais rápida aos clientes.

marcelo-recco“Escolhemos a solução da TOTVS por meio de uma consultoria que contratamos. A parceria permitirá a integração de nossas 26 lojas próprias e 8 lojas franqueadas. A primeira fase, focada nas lojas próprias, já terá seu go-live no segundo semestre deste ano. O principal benefício é garantir que o cliente sempre consiga o produto que procura, independente do canal que faça a compra, evitando perda de oportunidade de receita devido a quebra de estoque”, comenta Marcelo Recco,( na foto à direita)  diretor conselheiro da Recco. “Além disso, vale destacar que, na próxima fase, iremos trazer a integração também das lojas multimarcas, uma oportunidade de levar os produtos Recco para todas as regiões do país, tudo sob uma única plataforma integrada”, complementa.

loja-recco-campinas-2-dest-300x300Sobre a Recco - Produzindo lingerie de qualidade desde 1979, a história da Recco começou a ser escrita com a ajuda de três colaboradores, em uma pequena garagem, localizada na casa do Sr. Antônio Recco. Em 1987, com apenas oito anos de existência, já contava com uma sede própria de 470 m². Três anos depois, uma nova sede é inaugurada na Avenida Colombo, desta vez com 1750 m². Em 2002 passou para 3370 m² e o número de colaboradores para 196. Atualmente conta com dois parques industriais, nos municípios de Maringá e Munhoz de Melo, que somando abriga uma área de 11 mil m² e mais de 700 colaboradores, com geração de empregos e impacto econômico na região.

Sobre a TOTVS - Líder absoluta no mercado SMB do Brasil, a TOTVS cria soluções inovadoras para transformar o dia a dia das empresas e ajudá-las a superar os desafios de seus negócios. É a maior empresa de desenvolvimento de software de gestão do?país, investindo R? 1,7 bilhão em pesquisa e desenvolvimento nos últimos 5 anos para atender as exigências de 12 setores da economia. Como uma empresa originalmente brasileira, a TOTVS acredita no “Brasil que Faz” e apoia o crescimento de milhares de negócios e empreendedores, de norte a sul do país, por meio da tecnologia.

da redação com Informações da TOTVS Ideal H+K Strategies imagens: fotos/divulgação

RESERVA MINI

11A primeira marca a estrear na plataforma da TROC RAAS - Resale as a Service ou Revenda como Serviço - acaba de ser lançado pela startup curitibana de revenda online de roupas e acessórios premium. A solução de logística reversa para grandes marcas do mercado da moda brasileiro abre a possibilidade das empresas transformarem roupas sem uso de seus consumidores em créditos para novas compras em suas lojas.

Na prática, a novidade permite que as marcas se tornem parte da moda circular, assim o Grupo Reserva, que entende que essa inovação é uma solução viável para as marcas assumirem um papel sustentável e transparente com relação ao pós-consumo. O braço de peças infantis da empresa, a Reserva Mini, encabeçará a iniciativa.

“Iniciar esse projeto com uma grande referência do varejo nacional como nosso primeiro cliente dá uma dose extra de motivação para seguir desbravando o mundo do RESALE. Temos grande sinergia com as marcas do Grupo Reserva no que diz respeito à visão de mercado, empreendedorismo, inovação e, principalmente, impacto social. Propósito é o que define essa parceria antes de tudo!”, conta Luanna Toniolo, CEO da TROC.

luana-tonioloSegundo a executiva, (na foto à direita), esse serviço estava no radar da empresa desde sua fundação, em 2016.  A adesão ao serviço pelo consumidor é o processo usual da plataforma online da TROC, mas os clientes Reserva Mini terão uma vantagem extra. Nomeado pela marca como RSVCIRCULAR, os interessados poderão enviar na mesma remessa peças de qualquer marca - desde que três delas sejam obrigatoriamente da Reserva Mini - e todas gerarão crédito para recompra nas lojas da Mini. Em Curitiba e São Paulo, a plataforma retira as peças na casa do cliente. Em outras praças, é possível enviar via correio com custo zero.

ronnyPara o CEO do Grupo Reserva, Rony Meisler (na foto abaixo de Daniel Mattar), a TROC está liderando um movimento de transformação na indústria da moda. “Que o futuro do varejo é circular, nós já sabíamos, mas a TROC conseguiu fazer com o que processo ficasse simples e fácil para os consumidores e também para as marcas. No Grupo Reserva queremos cada vez mais ser sustentáveis e essa parceria faz parte dessa enorme jornada que temos pela frente”, afirma Meisler.

O Mercado de Resale no Mundo  e a aposta no TROC RASS se dá com base em vários indicativos, principalmente porque as parcerias circulares geram receita, estimulam o reconhecimento das marcas e aumentam a fidelidade do cliente. “Depois de quatro anos atuando na revenda nacional é possível ver similaridades de movimentação com o mercado americano, apesar deles estarem bem à frente dos brasileiros. Porém, com a pandemia, a expectativa é que esse hábito seja acelerado e se antes a previsão era dobrar de tamanho, acredito que teremos boas surpresas pela frente”, comenta Toniolo. Em relatório apresentado pela ThredUP recentemente, o mercado de segunda mão online deve crescer 69% entre 2019 e 2021, enquanto o setor de varejo em geral deverá diminuir 15%. Os brechós online se tornam uma diversão acessível e o acesso à plataforma da líder americana do setor de revenda cresceu 31%.

A TROC é o maior brechó online do Brasil. A plataforma conecta pessoas que querem vender e comprar roupas, bolsas, sapatos e acessórios usados das melhores marcas e em perfeito estado. O grande diferencial da startup é a curadoria feita sobre os produtos e o volume de opções que oferecem - mais de sete mil peças são recebidas por mês e o estoque conta com mais de 40 mil itens. As opções variam para todos os gostos e bolsos, com opções desde fast fashion, premium e luxo. Hoje, a TROC realiza mensalmente mais de dois mil pedidos e tem cerca de quatro mil “lojinhas” ativas no site. Todos os produtos recebidos passam pelo processo de curadoria - 40% dos itens são devolvidos para o dono original ou enviados para doação. A TROC foi fundada por Luanna Toniolo, em 2016, após cursar Gestão em Marketing em Harvard e já vendeu mais de 100 mil peças.

da redação com informações da Fala Criativa  imagens: fotos/divulgação

Tecnologias de sanitização e biodesinfecção

worldfashion • 22/07/20, 15:30

SANOX

photo-2020-07-21-14-19-29O grupo SANOX é uma empresa brasileira, que surgiu por conta dos efeitos da pandemia mundial, gerando uma necessidade na mudança dos comportamentos e hábitos de higienização das pessoas, com o compromisso de erradicar qualquer tipo de contaminação em ambientes, roupas e objetos. Inspirados em uma tecnologia que já vem sendo usada em comércios na Europa, desenvolveram o primeiro Box de Higienização com Ozônio, como forma mais eficiente de sanitizar roupas, acessórios e objetos em geral, uma cabine de higienização pioneira no Brasil.

Os idealizadores desse novo projeto são José Marcelo Bezerra e Júlio César Moraes com larga experiência e expertis, no mercado têxtil, atuando há mais de 20 anos na área de jeans e vestuário e acumularam conhecimentos suficientes para o desenvolvimento e criação do projeto.

Sabedores do poder do ozônio e sentindo a necessidade de reabertura do comércio, desenvolveram o OZONE BOX de forma viável para o mercado brasileiro, com tecnologia e fabricação 100% nacional.

O Ozone Box Higienização tem 1,50m de altura e 80cm de largura, com espaço interno para até 50 peças no cabide, além das barras de inox removíveis, onde podem ser

colocado calçados, acessórios e objetos em geral.

A funcionalidade da cabine é simples e de fácil aplicação:

. Basta ligar na tomada, dar um clique no display de iniciar e programar o tempo de uso.

. Em seguida o Box muda a cor de branco para azul e o ozônio está sendo aplicado por todo o interior do Ozone Box.

photo-2020-07-21-14-19-301. O tempo de espera de desinfecção é de 10 minutos para o processo completo de higienização e sanitização de tudo o que está dentro do Box.

A certificação do gerador de Ozônio foi feita pela Unicamp, atestando 99,99% de inibição e eliminação dos vírus ( Coronavírus, SARS, MERS e H1N1), e tem o selo da ANVISA

visite www.sanox.com.br para mais informações

da redação com informações da Sanox   imagens: fotos/divulgação

DeVant Care

É uma empresa provedora de soluções de limpeza e desinfecção, com portfólio de consumíveis, containers, equipamentos, mobiliário, transporte de produtos para saúde, projetos, coletores de perfuro cortantes e biodesinfecção de ambientes e superfícies, fundada em 2017 pelo executivo Ivam Cavalcante. Noventa por cento do seu portfólio é importado de parceiros da Alemanha, França, Turquia e China e, em breve, dos EUA. Conta ainda com fornecedores nacionais e a maior parte dos seus produtos são exclusivos. Sua rede de distribuição está espalhada em todo o território nacional e tem hoje cerca de 600 clientes ativos, entre eles o Hospital Santa Catarina, Hospital Santa Joana e o Hospital do Coração (Hcor), em São Paulo. A DeVant Care é parceira exclusiva no Brasil da Oxy’pharm, empresa que desenvolveu a tecnologia Nocotech de biodesinfecção de ambientes e superfícies, já presente em mais de 85 países e que agora chega ao país.

imagem2Uma das soluções que vêm sendo utilizadas com sucesso na Europa é a Nocotech, um sistema de geração de vapor seco que libera nanopartículas e distribui de modo uniforme as soluções biodesinfetantes em cada centímetro quadrado sem deixar residual úmido, capaz de matar microorganismos, vírus, bastérias, com ação antimicrobiana e antifúngica, além de atuar no combate ao novo coronavírus. Sua formulação econ-friendly é biodegradável, não tóxica, não alérgica e não corrosiva.

O conceito Nocotech é constituído do equipamento de aplicação automatizada aliado às soluções de biodesinfecção, desinsetização e desodorização. O processo de desinfecção de ambientes com tecnologia avançada dos produtos é intuitivo: é fácil de operar e pode ser programado por qualquer pessoa. O equipamento, móvel, libera um vapor seco com produto a base de peróxido de hidrogênio e prata, uma combinação balanceada, segura, cientificamente testada, analisada e comprovada ação desinfetante, com garantia e efetividade contra o coronavírus e outros vírus, bactérias, fungos e suas variações esporuladas. A biodesinfecção garante ambiente seguro e livre de vírus.

As soluções Nocotech da DeVant Care são projetadas para tratamento em ambientes que vão de 10 m³ a 20.000 m³ e o custo dos equipamentos variam entre R$ 50 mil e R$ 200 mil. “Temos clientes com interesse em compra dos equipamentos para operação dos mesmos com sua própria equipe, e também clientes que estão adquirindo o produto para depois prestar serviço a terceiros, pois o leque de possibilidades para a solução Nocotech é extenso”, afirma Ivam. Pode-se fazer a biodesinfecção desde em residência e escritórios, até o varejo, hotéis, hostels, pousadas, ônibus, metrô, escolas, universidades, asilos, academias, clínicas, aeroportos, aeronaves e transatlânticos, restaurantes, shoppings, hospitais e indústrias, como a hospitalar, alimentícia e farmacêutica, entre tantas outras. “Vale para todas as áreas, hoje é uma necessidade até para constar como diferencial competitivo. O modelo de negócio, que inclui comodato do equipamento varia de acordo com o porte e objetivo do cliente”, finaliza o executivo.

nocotechO sistema já disponível no Brasil e foi reconhecido pela ANVISA. E segundo Ivam Cavalcante Pereira Jr, diretor executivo da DeVant Care, “Cuidar apenas de limpeza de superfície não foi suficiente para limitar o crescimento do número de infectados. A contaminação de ambientes e superfícies deve ser tratada com prioridade. É de extrema importância reforçar o combate à Covid-19, mas a solução não é algo somente para o momento pandêmico, é algo para sempre”, diz Ivam, ressaltando que os produtos já eram requisitados antes da pandemia e devem atender às necessidades do futuro também. “Somos efetivos desinfetadores. A maioria das empresas proporciona a sanitização, que combate. A desinfecção mata”, explica.

da redação com Informações da COMMUNICA BRASIL  imagens:foto/divulgação

Everclean

worldfashion • 10/07/20, 11:11

A tecnologia Everclean da Canatiba Denim Industry, foi desenvolvida com foco nas demandas mais urgentes de um mundo em transformação. São tecidos capazes de prevenir a proliferação de vírus, bactérias e fungos, com acabamentos inovadores e sustentáveis.

2A primeira base é o Sarkozy, um denim de 9 Oz, com 98% algodão e 2% elastano, Best Seller Canatiba. No seu acabamento, esse tecido recebe uma resina que repele líquidos além de um tratamento especial desenvolvido pela companhia suíça Sanitized, utilizada até então em produtos para uso esportivo.

4Trata-se de um óleo de hortelã, absolutamente natural e sustentável (risco zero de agressão ao meio ambiente) que garante proteção contra bactérias, fungos e mofos. O resultado é um produto que, além de impermeável, é livre de odores e não perde as características de conforto e toque de um bom índigo Canatiba.

O tratamento permanece no tecido por mais de 30 lavagens caseiras. A única exigência é que as peças confeccionadas com esse denim passem por um processo de amaciamento (e não lavagem) na lavanderia industrial, conservando suas características.

Os tecidos com tecnologia Everclean fazem parte da plataforma Smart Denim da tecelagem, criada para agrupar tecidos que se destacam por suas propriedades funcionais, na vanguarda tecnológica do segmento.

3Como o Molly, uma base 100% Tencel para camisaria (5 Oz), desenvolvido em duas cores – o índigo original e o azul brilhante. A proteção diminui consideravelmente a demanda de lavagens caseiras e, por isso, prolonga a vida do tecido.

E o Terapia com 56% de algodão e 44% de viscose, esse tecido recebe acabamento HeiQ Viroblock, com sais de prata e vesícula lipossomal, um princípio usado na produção de remédios contra o câncer. A prata se conecta ao vírus e os polissomas destroem os microrganismos que aderem à roupa, com eficiência de 99%.

Desenvolvido em 6 cores (preto, marinho, azul, verde, vermelho e branco), o Terapia é ideal para a confecção de roupas utilizadas por profissionais de saúde, constantemente expostos ao contato com pessoas infectadas.

Sem perder de vista seu compromisso sustentável, a Canatiba prossegue procurando agregar valor à cadeia têxtil e contribuir com desenvolvimento humano em todas as frentes que atua.

da redação com informações da Duo Press  imagens: fotos/divulgação