COMUNICADO

worldfashion • 12/01/21, 10:40

logologo-2A Rhodia, empresa do Grupo Solvay, assinou acordo com Grupo MCassab, que atuará na distribuição de fibras e fios têxteis de poliamida. Atualmente, a MCassab já é distribuidora de especialidades químicas produzidas pela Rhodia no Brasil.

A implantação deste canal de distribuição para as fibras e fios têxteis da Rhodia faz parte da estratégia de crescimento da empresa neste segmento, ampliando a sua rede de promoção, atendimento e disponibilidade junto aos clientes com necessidades e volumes específicos.

imagemDentre os principais fios de poliamida da Rhodia que o Grupo MCassab passa a distribuir destacam-se:

Amni® Virus-Bac Off, desenvolvido para combater a contaminação cruzada de vírus e bactérias, incluindo o coronavírus, entre os artigos têxteis e o usuário. A poliamida pode ser usada em roupas casuais, esportivas, uniformes escolares, roupas profissionais, meias, calçados e acessórios, máscaras de uso social e até vestimentas e enxovais hospitalares.

Amni Soul Eco®, primeiro fio de poliamida 6.6 biodegradável do mundo, cuja fórmula foi aprimorada para permitir que as roupas feitas com esse fio se decomponham rapidamente após serem descartadas em aterros sanitários.

Amni® Biotech Eco, fio biodegradável com proteção bacteriostática para uso diário, especialmente em peças de lingerie, underwear, meias e roupas esportivas.

Amni® UV Protection, tecnologia com proteção contra raios UVA e UVB com, principalmente para alta exposição à luz solar, usado em artigos de moda praia, esportiva, de lazer e acessórios.

Amni Colors®, que oferece otimização de recursos têxteis com o desenvolvido para inserir uma tonalidade especial ao fio. Além de eliminar a etapa de tingimento e o risco de manchas, também evita a perda de intensidade da cor nas roupas.

Emana®, fio inteligente com minerais bioativos incorporados em seu DNA, que absorvem o calor do corpo humano e emitem raios infravermelhos longos de volta ao corpo, proporcionando benefícios cosméticos e esportivos com muito conforto e bem-estar.

antonio-leite“Estamos confiantes de que, juntos, conseguiremos ampliar ainda mais a aplicação das tecnologias inovadoras da Rhodia no setor têxtil, levando as nossas inovações sustentáveis e que promovem qualidade de vida para um maior número de pessoas”, afirmou Antonio Leite, Vice-Presidente Global de Poliamida e Fibras do Grupo Solvay.

Sobre o Grupo Solvay

A Solvay é uma empresa de ciências cujas tecnologias oferecem benefícios em muitos aspectos da nossa vida cotidiana. Com 24.100 empregados em 64 países, a Solvay une pessoas, ideias e elementos para reinventar o progresso. O Grupo busca criar valor compartilhado sustentável para todos, principalmente por meio do programa Solvay One Planet, elaborado em torno de três pilares: proteger o clima, preservar recursos e promover uma vida melhor. As soluções inovadoras do Grupo contribuem para produtos mais seguros, limpos e sustentáveis, que podem ser encontrados em residências, alimentos e bens de consumo, aviões, carros, baterias, dispositivos inteligentes, equipamentos de saúde, sistemas de purificação de água e ar. Fundada em 1863, a Solvay está hoje entre as três principais empresas do mundo na maioria de suas atividades e obteve vendas líquidas de € 10,2 bilhões em 2019. A Solvay está listada na Euronext Brussels (SOLB) e Paris e nos Estados Unidos, onde ações (SOLVY) são negociadas através de um programa de ADR Nível I. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

da redação com informações da PexPress  imagens: fotos/divulgação

HYOSUNG

worldfashion • 08/01/21, 11:59

20160711-1-3-1A Hyosung empresa Sul Coreana, é referência mundial em tecnologia de ponta, inovação, qualidade e serviço incomparável. Com mais de 100 locais de trabalho localizados em 30 países, possui 20 mil colaboradores em todo o mundo. O elastano é produzido em 10 plantas industriais localizada na Coréia do Sul, China, Turquia, Vietnã, Brasil e Índia. No segmento têxtil é a líder mundial em fios de elastano através da marca creora®.

43No Brasil, em 2011 instalou a mais moderna planta industrial do Grupo, situada na cidade de Araquari, em Santa Catarina. Com terreno de 250 mil metros quadrados e área construída de 40 mil metros quadrados. É a unidade com o ponto estratégico, não só para produção e distribuição nacional, mas como base de produção e distribuição de elastano para países como a Argentina, Peru, Equador, Colômbia e Chile.

11O Grupo sul-coreano Hyosung anunciou essa semana o investimento de R$ 200 milhões no Brasil para ampliação de sua planta industrial, o que aumentará a escala de produção de sua fábrica de elastano localizada em Santa Catarina. Com isso a sua capacidade produtiva aumentará para 22 mil toneladas no total - 80% a mais da capacidade produtiva atual (hoje a produção é de 12 mil toneladas por ano).

3-640x3601No Brasil a expansão foi decidida devido ao rápido aumento da demanda no mercado por elastano, fibra sintética conhecida por seu excepcional alongamento, já que a venda de roupas confortáveis, como homewear e uso esportivo aumentou no mercado têxtil da América Latina devido à propagação do COVID-19. Outro motivo são as tarifações de importação no Brasil. Portanto, uma base de produção local é essencial para manter a competitividade de preços. Além disso, o Brasil faz fronteira com dez dos doze países da América do Sul e tem uma grande extensão do seu limite em contato com o mar, características geográficas vantajosas para exportação para regiões próximas.

Com a expansão da fábrica, a Hyosung espera não apenas atender à crescente demanda na região Sul Americana, mas também responder preventivamente à era pós-COVID-19, expandindo a liderança frente aos seus concorrentes. Atualmente, a participação da empresa no Brasil é a maior, com 65% do mercado.

presidente-hyosung-554x640“O risco sem precedentes causado pelo COVID-19 agravou a incerteza e acelerou a velocidade da mudança”, disse o presidente da Hyosung, Cho Hyun-joon. Ele enfatizou: “Em tempos de mudança, devemos transformar a crise em oportunidade, investindo continuamente em nosso futuro”.

Expansão também na Europa, que se iniciou em novembro 2020, a empresa decidiu ampliar sua fábrica de elastano na Turquia para 2021 por meio de um investimento de USD 55 milhões (KRW 60 bilhões) para atingir o mercado europeu. Também foi estabelecida uma base de produção na Índia em 2019 para os mercados emergentes da Ásia, além de uma fábrica no Vietnã para atingir todo o mercado asiático.

A estratégia é dedicar esforços para estabelecer plantas de produção de elastano por continentes, mantendo sua posição incontestável como líder global. Elastano creora® marca posição da empresa no setor têxtil e de confecção O posicionamento da Hyosung Brasil está muito atrelado a seu desenvolvimento de produtos inovadores em elastano, reconhecido mundialmente no mercado por sua alta performance e rendimento – com seu rendimento, de 8 a 10% superior, gerando resultado direto para os produtores de têxteis e confecções.

hyosung1_2maio20181Os artigos confeccionados com o fio creora® tem maior qualidade e durabilidade e sua consistência superior garante estabilidade produtiva, com risco de rompimento de fibra quase nulo. Resistente a altas temperaturas, o elastano suporta até 135 graus no processo de tingimento. Além disso, também aceita reprocesso sem perder a força do fio e sem comprometer as características do produto têxtil, que mais chama atenção no elastano.

5-640x289Este ano a Hyosung também apresentou ao mercado mundial seu novo fio creora® 3D Max especial para Denim, creora® Color+ com afinidade tintorial para cores extraordinárias em misturas de fibras naturais e/ou sintéticas e seus recentes desenvolvimentos como creora® Regen fio certificado pela Global Recycle Standard (GRS) e feito 100% de resíduos recuperados, e o creora® Bio-massa, uma série de fios com tecnologias multifuncionais de desempenho.

da redação com informações de Carlos Lopes Assessoria    imagens: fotos/divulgação

The LYCRA Company reforça time comercial

worldfashion • 17/12/20, 15:14

A The LYCRA Company, anuncia a contratação de dois novos executivos para reforçar o seu time comercial.

adriana-morasco_vice-presidente-da-the-lycra-company-na-america-do-sul-427x640“As contratações desses dois executivos não apenas reforçam o nosso time comercial, como também confirmam a rápida retomada do mercado têxtil. Ainda no primeiro trimestre de 2021, já teremos os mesmos níveis de pré-pandemia”, declara a Vice-Presidente para América do Sul da The LYCRA Company, Adriana Morasco.

carlos-fernandes-baixa06-427x640O novo diretor comercial de vestuário na América do Sul, Carlos Eduardo Fernandes (na foto à direita), é engenheiro têxtil pela Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e com MBA em Gestão pela Insper, tem quase 20 anos de experiência no mercado têxtil, com atuação na formação de equipes comerciais, administrando agentes e prospectando novos mercados e clientes. Seu último cargo foi como diretor comercial da NILIT Fibras de Poliamida para a América Latina, além de ter atuado em outras empresas do setor.

gferrariJá Guilherme Ferrari (na foto à esquerda), será gerente de contas e chega para fortalecer a equipe comercial, é engenheiro agrônomo e com MBA como Executivo de Marketing Internacional pelo Insper, possui experiência anterior em grandes empresas como a Firmenich S.A., empresa suíça no ramo de fragrâncias e aromas, além de Votorantim e Itaú.

A The LYCRA Company inova e produz soluções em fibras e tecnologia para as indústrias de vestuário e cuidados pessoais, bem como especialidades químicas usadas nas cadeias de valor de elastano e poliuretano. Sediada em Wilmington, Delaware, é reconhecida mundialmente por seus produtos inovadores, conhecimento técnico e suporte inigualável em marketing, e é proprietária de marcas como LYCRA®, LYCRA® T400®, LYCRA HyFit®, COOLMAX®, THERMOLITE®, ELASPAN®, entre outras.

da redação com informações da Inova.etc     imagens:fotos/divulgação

NILIT®

worldfashion • 16/12/20, 15:14

sensil-watercareLíder global em poliamida premium e sustentável, apresenta Sensil® WaterCare como parte da sua agenda ‘Planet Promise’ de compromissos sustentáveis com a indústria têxtil. Sensil® WaterCare já traz a coloração no DNA da fibra, o que permite que fabricantes de tecidos e roupas economizem 100% de água, energia e produtos químicos envolvidos no processo tradicional de tingimento. O produto também poupa tempo de produção, custos de tratamento de água, e elimina o risco de poluição de rios, lagos e oceanos.

ilan-melamed-gerente-geral-da-nilit“Água é a base da vida e proteger este recurso é um compromisso coorporativo de extrema importância para nós da NILIT”, afirma Ilan Melamed, Gerente Geral da NILIT. “Nossos esforços de Pesquisa & Desenvolvimento tem como foco criar novos produtos da marca Sensil®, como o WaterCare, que apoiem as metas de sustentabilidade da indústria e que atendam a crescente demanda de consumidores que buscam roupas produzidas de forma mais responsável.”

O novo Sensil® WaterCare possui pigmentos de cor naturais como carvão e cascas de grãos de café introduzidos no DNA da fibra oferecendo uma coloração sustentável. A cor se incorpora à fibra resultando em um produto sofisticado, com cor uniforme e profunda, e um aspecto de roupa nova que permanece mesmo exposta a em altas temperaturas. As peças de roupas não desbotam e duram muito mais.

bernardo-staiano-diretor-de-tecnologia-da-nilit“Pela perspectiva do Programa de Sustentabilidade Total da NILIT (TPS), Sensil® WaterCare representa uma redução do impacto ambiental muito significativa com inúmeras vantagens a serem consideradas, afirma Bernardo Staiano, diretor de tecnologia da NILIT. “Sensil® WaterCare reduz o ciclo de desenvolvimento de produtos, aumenta a produtividade e reduz devoluções e o número de amostras. Esses fatores representam é um ganho de eficiência tangível para toda a indústria têxtil e também benefícios substanciais para o planeta e para as pessoas”.

A família de poliamida premium Sensil®  contempla a conservação de recursos, a eliminação de poluição, a biodegradabilidade e a reciclagem  para promover os avanços para uma indústria têxtil mais sustentável. A NILIT trabalha em colaboração com parceiros-chave na cadeia de valor global para promover a sustentabilidade e informar os consumidores para escolhas sustentáveis.

logo3*Sensil® é marca registrada da NILIT®

da redação com informações da AG Três imagens: fotos/divulgação

LENZING

worldfashion • 14/12/20, 17:00

lenzing20180509427-640x427O Grupo Lenzing foi reconhecido pelo CDP ambiental global sem fins lucrativos, garantindo um lugar em sua prestigiosa ‘A List’ para combater as mudanças climáticas, bem como agir para proteger as florestas. Por meio de ações significativas demonstráveis ​​nessas áreas, a Lenzing está liderando a ambição ambiental corporativa, a ação e a transparência em todo o mundo.

A divulgação ambiental anual e o processo de pontuação do CDP são amplamente reconhecidos como o padrão ouro de transparência ambiental corporativa. Este ano, mais de 5.800 empresas foram pontuadas com base em dados enviados por meio de questionários do CDP.

lenzingag_vorstand03102016005-640x427“Estamos particularmente orgulhosos de ser o único divulgador pela primeira vez que alcançou uma pontuação ‘A’ por lidar com as mudanças climáticas e agir para proteger as florestas. A pontuação dupla ‘A’ reafirma nossa estratégia de sustentabilidade de longo prazo e é um reconhecimento estimulante de nossos esforços em transparência, bem como no fornecimento sustentável de matéria-prima ”, disse Stefan Doboczky, CEO do Grupo Lenzing. “Este reconhecimento aumentará nossa visibilidade entre um amplo grupo de partes interessadas importantes.”

maxresdefault-640x608Paul Simpson, CEO do CDP, disse: “Estendemos nossos parabéns a todas as empresas na ‘A List’ deste ano. Assumir a liderança na transparência e ação ambiental é um dos passos mais importantes que as empresas podem dar e é ainda mais impressionante neste ano desafiador marcado pela COVID-19. A escala do risco de mudanças climáticas, desmatamento e insegurança hídrica para as empresas é enorme, e sabemos que as oportunidades de ação superam em muito os riscos da inação. A liderança do setor privado criará um ‘ciclo de ambição’ para uma ação governamental maior e garantirá que as ambições globais para uma economia sustentável líquida zero se tornem uma realidade. Nossa ‘A List’ celebra as empresas que estão se preparando para se destacar na economia do futuro, agindo hoje. ”

12Como as empresas entram na ‘Lista A’ - processo e metodologia

Em 2020, mais de 515 investidores com mais de US $ 106 trilhões em ativos e mais de 150 compradores principais com US $ 4 trilhões em gastos com aquisições solicitaram às empresas que divulgassem dados sobre impactos ambientais, riscos e oportunidades por meio da plataforma do CDP. Mais de 9.600 responderam - o maior de todos os tempos.

Uma metodologia detalhada e independente é usada pelo CDP para avaliar essas empresas, atribuindo uma pontuação de A a D- com base na abrangência da divulgação, conscientização e gestão de riscos ambientais e demonstração de melhores práticas associadas à liderança ambiental, como ambiente ambicioso e alvos significativos. Aqueles que não divulgam ou forneceram informações insuficientes são marcados com um F.

A pontuação do CDP para florestas é conduzida através das lentes das quatro commodities que causam a maior parte do desmatamento: produtos madeireiros, produtos pecuários, soja e óleo de palma. As empresas precisam receber nota A em pelo menos uma dessas commodities de risco florestal para ganhar um lugar na ‘Lista A’ de florestas.

A lista completa das empresas que fizeram do CDP ‘A List’ deste ano está disponível aqui, junto com outras pontuações de empresas disponíveis ao público: https://www.cdp.net/en/companies/companies-scores

Principais ações da Lenzing para enfrentar as mudanças climáticas

tree-branch-640x427A Lenzing se tornou o primeiro produtor mundial de fibras celulósicas à base de madeira, assumindo o compromisso estratégico de reduzir em 50% as emissões de CO 2 por tonelada de produto até 2030. Essa meta foi cientificamente verificada e aprovada pela iniciativa Science Based Targets. Além disso, Lenzing tem como objetivo as emissões Net-Zero até o ano 2050.

Marcos importantes este ano na jornada da Lenzing para a neutralidade de carbono foram a introdução das primeiras fibras CarbonNeutral ® da marca TENCEL ™ , uma plataforma de rastreabilidade habilitada para blockchain, bem como a execução de soluções de redução de energia de CO 2 em seus locais de produção em Lenzing (AT) e Nanjing (RPC). Esses marcos são parte integrante da estratégia de sustentabilidade da Lenzing, uma vez que ajudam a combater as mudanças climáticas e desencadeiam um novo nível de transparência em toda a cadeia de valor. Além disso, tecnologias pioneiras como REFIBRA ™ e “Eco Cycle” contribuem para uma economia circular ao combinar a produção de fibra de liocel ambientalmente responsável com a reciclagem de resíduos de algodão.

produktvorteile-contentbild-desktopA nova fábrica de celulose no Brasil, que vai até exportar energia verde para a rede local e uma unidade de produção de fibra de liocel neutra em carbono de última geração na Tailândia, serão os principais contribuintes para reduzir a pegada de carbono da Lenzing nos próximos 18 meses .

Principais ações de Lenzing para proteger as florestas

Junto com seu projeto de florestamento na Albânia, Lenzing foi reconhecida por um registro limpo de longa data de abastecimento sustentável de madeira, com mais de 99% de suas fontes de madeira e celulose sendo certificadas pelo FSC ® [1] ou PEFC ™ [2] , ou controlada de acordo com esses padrões.

editada-pb-640x623Outro anúncio importante é a chegada da Sra. Juliana Jabour, que fará parte da equipe Lenzing, na função de Gerente de Desenvolvimento de Negócios, auxiliando na promoção dos produtos Lenzing, TENCEL ™ Lyocell, TENCEL ™ Modal e LENZING ™ ECOVERO ™ viscose.  Juliana possui um rico conhecimento por conta de seu trabalho com marcas e varejistas no mercado brasileiro, juntamente com a experiência adquirida com a criação e gestão contínua de sua própria marca de moda.

Ela dará apoio ao mercado sul-americano da companhia, fornecendo aos clientes, uma visão geral dos planos e objetivos da Lenzing e principalmente observando o mercado para melhor entendimento das necessidades para aplicações específicas das fibras da Lenzing.

da redação com informações da Lenzing  com imagens: fotos/divulgação

NILIT®

worldfashion • 22/09/20, 11:57

ilanmelamed“Há 50 anos, a NILIT® tem se pautado por um forte código de ética que define como a companhia atua com seus clientes, marcas locais e globais, parceiros, colaboradores, e com o meio ambiente”, afirma Ilan Melamed, Gerente Geral Global da NILIT®.  “Estamos honrados de termos sido reconhecidos por nossas conquistas recentes em relação à sustentabilidade, sobre a qual apoiamos nossos objetivos de longo-prazo, ajudando a moldar o mundo do vestuário para que se utilize produtos mais sustentáveis, de forma mais responsável.”

A NILIT® participou do programa EARTH transmitido nos Estados Unidos, que mostram as soluções criativas que contribuem com o cuidado do planeta, apresentado pelo vencedor do Emmy Award e ex-correspondente da NBC News, John Holden.

img-2794-640x480No quadro, “Today’s Eco-Friendly Apparel”, a equipe do programa visitou as instalações da NILIT® em sua matriz em Israel e em sua planta nos Estados Unidos, entrevistando seu time de executivos para entender mais sobre suas operações e produtos ambientalmente responsáveis.

O Sourcing Journal também reconheceu a NILIT® através de sua inciativa “Vozes da Sustentabilidade” que celebra ações inovadoras e disruptivas do setor têxtil no que diz respeito à preocupação com o meio ambiente. A NILIT® foi legitimada na categoria de Redução de Emissões, ao lado de outras grandes marcas e empresas como Gucci e Maersk. A unidade de co-geração de energia limpa da empresa em Israel não apenas atende com eficiência as próprias operações da empresa, como fornece energia para a comunidade local. A inovação para uma fonte de energia mais limpa, possibilitou à companhia reduzir a emissão de CO2 em 40% e eliminar por completo toda a emissão de gases tóxicos.

sagee-photo-532x6401“Consumidores, cada vez mais conscientes e engajados, querem saber se as roupas que compram possuem alta qualidade, se os tecidos são duráveis, sustentáveis, e produzidos com respeito pelas pessoas e pelo planeta”, diz Sagee Aran, Head  Global de Marketing. “Sensil® e seu amplo portfólio oferecem essa segurança e compromisso, associando performance a estilo, conforto e bem-estar. Benefícios estes que os consumidores também esperam de peças premium.”

nilit-e-reconhecida-por-acoes-sustentaveis1A NILIT® líder mundial na produção de fios poliamida 6.6 premium, sustentável e de performace, para o mercado de vestuário e moda, é reconhecida por suas iniciativas que reduzem a pegada ambiental, desenvolvendo fibras têxteis de forma responsável e com comprometimento social com as comunidades nas quais opera pelo mundo. Foca os esforços na Pesquisa e Desenvolvimento para criar novos produtos responsáveis para a família de fibras e tecidos Sensil®, que visam a conservação dos recursos, eliminação da poluição, biodegradabilidade e reciclagem. A empresa planeja lançar em breve, novos produtos, trabalhando em colaboração com parceiros-chave que possuem valores e objetivos em comum, no fornecimento de produtos têxteis responsáveis para o mercado.

da redação com informações da  AG Três    imagens:fotos/divulgação

RHODIA - GRUPO SOLVAY

worldfashion • 16/09/20, 11:22

antonio-leiterenato-boaventura-ceo-da-unidade-global-de-negocios-fibras-do-grupo-solvay-jun-15-11-640x427O executivo Antonio Leite assume como vice-presidente pelas área de Fibras Têxteis e Poliamida da Rhodia, empresa do Grupo Solvay*,  acumulando também a vice-presidência global das áreas de negócios Fenol e Derivados e Solventes Oxigenados da companhia, o cargo ocupado até recentemente por Renato Boaventura, que assumiu a posição como presidente da Unidade Global de Negócios Fibras, do Grupo Solvay, em 2015,  substituindo Francisco Ferraroli, que se aposentou da empresa. Na gestão de Renato Boaventura, que ingressou na Rhodia em 1992,  a empresa lançou vários fios com tecnologias inovadoras e impactantes para o mercado têxtil, sendo a mais recente, em tempo recorde, o fio têxtil  Amni® Virus-Bac OFF, com agente antiviral incorporado em sua matriz polimérica.

Antonio Leite  com larga experiência no setor químico, coordenará e dará continuidade ao crescimento da empresa na área de fios, fibras e polímeros para aplicações têxteis e de produtos químicos intermediários de poliamida utilizados em diferentes segmentos de mercados.

“Nossas equipes estão engajadas em buscar permanentemente o desenvolvimento dos segmentos em que temos presença, trabalhando em conjunto com os clientes para entregar sempre ao consumidor final as melhores soluções”, disse Antonio Leite.

Como temos feito há décadas – acrescentou o executivo -, continuaremos a valorizar o setor têxtil nacional como um polo relevante de inovação que temos desenvolvido junto com o mercado. Ao mesmo tempo, estamos ampliando a internacionalização de nossos negócios de polímeros e fibras têxteis.

foto-de-producao-de-fios-texteis-sustentaveis-da-rhodia-em-santo-andre-sp-foto-de-eliana-rodrigues-divulgacao-rhodiaA Rhodia é a única empresa da América Latina totalmente integrada na cadeia de poliamida, desde as matérias-primas produzidas no conjunto industrial de Paulínia (SP) até a produção de fios e fibras têxteis, em Santo André (SP).  Modernizada recentemente, a unidade industrial em Santo André funciona sob o conceito de sustentabilidade, com processo produtivo voltado para o uso responsável dos recursos disponíveis e valorização dos recursos renováveis. Além de laboratório local para pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e aplicações, a área de fibras da Rhodia tem parcerias e acordos de produção na Europa e na Ásia.

Ao longo de sua trajetória na área têxtil, a Rhodia tem dado uma contribuição importante para o crescimento da cadeia industrial do setor, através do desenvolvimento de inovações e lançamento de produtos funcionais e sustentáveis, tais como como os produtos das linhas Amni®, Emana® e Rhodianyl®.

img_5783A mais recente inovação da empresa, desenvolvida em tempo recorde em meio à pandemia do novo coronavírus, é o fio têxtil de poliamida Amni® Virus-Bac OFF com ação permanente para tornar inativos os vírus e eliminar as bactérias presentes em superfícies têxteis.

O fio têxtil Amni® Virus-Bac OFF, com agente antiviral incorporado em sua matriz polimérica, pode ser usado na construção de malhas, tecidos, em diversas aplicações, tais como roupas casuais, esportivas, uniformes escolares, roupas profissionais, meias, calçados e acessórios, máscaras de uso social e até vestimentas e enxovais hospitalares. Também pode ser utilizada em tecidos aplicados no segmento de transporte individual e coletivo (autos, ônibus, trens e aviões).

*A Solvay é uma empresa de ciências cujas tecnologias oferecem benefícios em muitos aspectos da nossa vida cotidiana. Com 24.100 empregados em 64 países, a Solvay une pessoas, ideias e elementos para reinventar o progresso. O Grupo busca criar valor compartilhado sustentável para todos, principalmente por meio do programa Solvay One Planet, elaborado em torno de três pilares: proteger o clima, preservar recursos e promover uma vida melhor. As soluções inovadoras do Grupo contribuem para produtos mais seguros, limpos e sustentáveis, que podem ser encontrados em residências, alimentos e bens de consumo, aviões, carros, baterias, dispositivos inteligentes, equipamentos de saúde, sistemas de purificação de água e ar. Fundada em 1863, a Solvay está hoje entre as três principais empresas do mundo na maioria de suas atividades e obteve vendas líquidas de € 10,2 bilhões em 2019. A Solvay está listada na Euronext Brussels (SOLB) e Paris e nos Estados Unidos, onde ações (SOLVY) são negociadas através de um programa de ADR Nível I. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

da redação com informações do Grupo Solvay e a Rhodia no Brasil pela PEXPRESS  imagens: fotos/divulgação

LYCRA®, aposta no melhor cenário para a moda brasileira

worldfashion • 15/09/20, 15:38

O mercado brasileiro acena com significativo movimento de retomada, segundo a vice presidente da The Lycra Company, Adriana Morasco, em entrevista exclusiva ao World Fashion.

adriana-morasco_vice-presidente-da-the-lycra-company-na-america-do-sul-427x640Segundo a executiva, que responde pelos negócios da companhia na América Latina, no ano de 2019 a empresa registrou notável crescimento em volume de vendas, o que seria um anúncio da retomada para 2020. “A chegada da pandemia da Covid19, no entanto, derrubou as vendas para patamares próximos ao zero no período de março a abril desse ano, só não sendo pior porque a indústria catarinense retomou as atividades um pouco antes que a região Sudeste”, revela.

A partir de junho, porém, com a reabertura gradual de alguns setores, ainda que com muitas restrições, as vendas de matérias primas do têxtil reagiram. “O percentual para as vendas de junho chegou a 30%, subindo para 50% em julho e chegando a 75% em agosto”, informa vice presidente da The Lycra Company, ressaltando que os índices animadores estão concentrados nos segmento de têxteis para vestuário e na divisão de “higiene e personal care” – especialmente de  fraldas para bebês.

Essa reação nos negócios vem cercada de peculiaridades. “O consumidor, diante da ameaça vinda do coronavírus, estocou tanto papel higiênico quanto fraldas. Com estoques altos desses dois artigos em casa, as vendas retrocederam no momento seguinte ao início da pandemia”.

Já o mês de setembro veio registrando números iguais ou muito próximos ao do mesmo período de 2019, segundo a executiva, que tem ouvido os principais players do setor. Já se fala até em limitação de produção, devido à escassez de matéria prima, bem como de embalagens.

Protocolos

Outro aspecto limitante vem das regras de segurança sanitária impostas no momento. “Na linha de produção, a necessidade de distanciamento tem feito com que também os turnos de trabalho sejam revistos”.

Lycra tem fábricas na China, em Singapura, na Europa (duas plantas), nos Estados Unidos e no México, além do Brasil. “Como fomos a última região afetada pela pandemia, os protocolos de convivência já estavam em vigor em outras regiões. Assim pudemos entender e aplicar regras com segurança”.

Na relação entre gestão de pessoas e protocolos de segurança, The Lycra Company optou, por exemplo, por comprar tablets que possibilitaram o comando e gerenciamento de produção à distância. As visitas às plantas de produção foram suspensas, além da revisão dos turnos para refeições.

Se, por um lado, a pandemia limitou ações e confinou pessoas, por outro, “possibilitou que planos e projetos de digitalização ligados à segurança e sustentabilidade fossem acelerados”.

Cenário de retomada

A retomada se dá num ritmo acima do que todos previam, diz a empresária. “Até mesmo a sede da companhia, nos Estados Unidos, observa com admiração a retomada brasileira, tendo por base os níveis de produção e vendas para determinados setores”.

Isso não quer dizer necessariamente que o Brasil seja um ponto fora da curva dentro do universo de negócios de LYCRA®. “A retomada chinesa, seguida pela europeia, tem sido muito importante, e isso provoca certo desequilíbrio na produção e consumo no restante do mundo”.

Justificativas para a retomada no consumo existem. “O vestuário, principalmente num momento crítico como o atual apresenta-se, por exemplo, como opção para presentear. Além disso, recorrendo ao e-commerce, muitos consumidores adquiriram peças confortáveis para o trabalho em home office”. Adriana Morasco assinala que a relação custo/benefício, no caso do vestuário, é vantajosa. Há, segundo ela, um fator muito lembrado em momentos de crise: “nesses momentos, o segmento do vestuário é o primeiro a se abater e o primeiro também a reagir”. Na visão da executiva, seja comprando para si, seja para presentear, o vestuário é “um agrado que cabe no bolso”.

No caso de LYCRA®, o item conforto tem sido muito lembrado pelo consumidor na escolha da roupa, principalmente no atual cenário. “LYCRA® é matéria prima que atende essa demanda”.

Tivemos todos que nos reinventar rapidamente. O consumo visando ao fortalecimento da cadeia produtiva nacional chega como um reflexo de uma lição tirada da pandemia: daqui a pouco, teremos uma etiqueta LYCRA®, made in Brazil, de um produto produzido no Brasil para mostrar esse compromisso com a indústria local. Quando o consumidor chegar à loja, verá na roupa a etiqueta de LYCRA®, produzida no Brasil. Como canal de informação, o dado do made in Brazil é super relevante. Temos que valorizar isso no mercado e possibilitar que Lycra converse com o consumidor final.

e58d96d96ff187e77004c62d95c1c1a5-640x5831Esferas de consumo

É possível diferenciar a oscilação das vendas ocorridas em diferentes níveis de mercado. “O consumo popular teve uma queda muito diferente, bem menor em relação aos artigos de preços mais altos”. Seja em polos de confecção do Nordeste, seja em regiões do Sul e Sudeste, a isto se inclui até a Feirinha da Madrugada, no bairro do Brás, o gráfico da queda é muito mais ameno. “Shopping centers e marcas consagradas sofreram mais este impacto”.

O conforto das roupas, por sua vez, parece ser um item essencial incorporado pelo consumidor no momento da compra. “As pessoas não querem mais abrir mão da roupa confortável, mesmo com o trabalho voltando ao ambiente empresarial”, afirma, acrescentando que Lycra preenche essa expectativa por parte do comprador.

Adriana Morasco lembra, nesse sentido, sobre o lançamento do fio LYCRA® MyFit™, ocorrido no final de 2019. A versatilidade do fio permite que uma marca de lingerie, com uma grade menor, ofereça igual conforto à consumidora. Isto porque uma lingerie de tamanho “G pequeno” ou “P grande” pode se adaptar confortavelmente à silhueta.

O fato é que o produto inovador motivou que empresas têxteis apostassem nos atributos do novo fio de LYCRA® para otimizar lançamentos e vendas. “Durante a pandemia, várias malharias nos procuraram para lançar em curtíssimo prazo novos artigos com a LYCRA® MyFit™”, revela. Este é o caso da Rosset que, em parceria com a Body For Sure, desenvolveu a linha LYCRA® Energise, com esta característica de conforto. Vale lembrar que a Rosset fez grande investimento em vários setores da fábrica, visando à modernização e produtividade.

A Vicunha, conforme lembra a executiva, é outra das empresas brasileiras que tem plano de constante investimento no próprio parque industrial. “A companhia fechou uma das unidades e investiu nas outras. O denim com LYCRA® na composição tornou-se exigência do consumidor”.

As inovações que atendem as demandas que nasceram no período de pandemia serão aceleradas, na visão da executiva. O mesmo ocorreu com o LYCRA® EcoMade, 100% produzido no Brasil. A matéria-prima para a fabricação do fio é justamente o refugo gerado na linha de produção da fábrica. “O apelo, calcado na sustentabilidade, é forte e será evidenciado em outubro próximo com o lançamento programado por um importante parceiro têxtil de LYCRA®, juntamente com uma grande rede de varejo”, afiança Adriana Morasco.

Pesquisa

9b3226c8d9e43300ab312a888330559c-441x640A imagem da LYCRA® está em plena sintonia com requisitos como qualidade, conforto e inovação. “Em recente pesquisa, vimos que a marca tem ótima conexão com o item qualidade”, destaca, destacando que sustentabilidade é outro atributo procurado pelo consumidor de LYCRA®.

Em contrapartida, o público, na visão da vice-presidente da The Lycra Company, também reviu o posicionamento pessoal em relação ao consumo. “Muitos puderam checar o próprio guarda roupa, refletindo se algumas de melhor qualidade, por exemplo, podem substituir peças de padrão inferior”.

Meta para 2021 e a nova década que se inicia

O desempenho atual é bastante positivo, conforme aponta a empresária, e a companhia mantém o compromisso de focar em inovação, “seja investindo em ações no Brasil ou trazendo modelos de fora, desenvolvidos em outras plantas”.

Segundo Adriana Morasco, a meta para 2021 é que os negócios ocorram em patamares similares aos de 2019, considerado um ano de crescimento para a indústria como um todo. “Se o ritmo se mantiver como o atual, atingiremos essa marca”.

“Retomaremos os patamares de 2019 em volumes de produção e vendas”, prevê, mantendo sigilo quanto a cifras de faturamento. “Até porque estamos sob a influência do câmbio, o que impacta sobre os preços de matérias primas do setor químico”. Ela observa que há um limite no repasse de preços para o mercado. “Se houver alta significativa no valor de uma matéria prima ou variação importante do câmbio, a rentabilidade do negócio será afetada”, contabiliza.

A empresária frisa que o parque industrial brasileiro está muito preparado tecnologicamente. “Muitos grupos fizeram investimentos em produção industrial e estão muito preparados para produzir um volume adicional”.

O fato de o Brasil ter a cadeia completa de produção – da matéria prima até a Semana de Moda, passando pelos demais elos – “faz com que tenhamos desempenho excepcional”. A isso soma-se o grande contingente de consumidores do País. “Sem contar a tendência verificada entre os importantes players do varejo que, ao contrário do comportamento anterior, agora mostram o interesse pelo produto feito no Brasil”. O impacto, dessa forma, será muito grande no setor como um todo.

the-lycra-company_paulinia_sp1Qualidade nacional

Otimista, a vice presidente da The Lycra Company afirma que haverá um fortalecimento da cadeia têxtil nacional de produção e, consequentemente, empresas preparadas para as exportações se beneficiarão com o atual câmbio. “LYCRA® atende todas as malharias grandes e inovadoras do mundo e, com certeza, as empresas brasileiras do setor não deixam a desejar a nenhuma delas”. A maioria das tecelagens que LYCRA® atende fizeram investimentos para conseguir utilizar o “kit” LYCRA® MyFit™, porque trata-se de um composto de produtos.

O Brasil é muito relevante para a LYCRA® como negócio. No comparativo, o Brasil tem grande relevância. Temos uma fábrica aqui instalada desde 1974, com investimentos constantes em tecnologia, pois o país é estratégico para esse atendimento para a América do Sul.

Houve preocupação por parte das empresas na conservação dos empregos. No passado, em meio a uma crise, as demissões seriam uma saída. “Hoje não, o esforço foi justamente pela manutenção da mão de obra. Houve demissões nas confecções pequenas que não tiveram acesso ao crédito. No geral, a preocupação foi pela preservação de empregos”.

“Estamos assistindo a um movimento de valorização do que é produzido no Brasil, com uma cadeia logística mais curta. Quando uma empresa do porte da Renner dirige-se ao mercado para dizer que deixará de importar determinados itens para comprar localmente, o impacto é muito grande para o setor como um todo”.

Por Eleni Kronka   imagens: fotos/divulgação

Amni® Virus-Bac OFF.

worldfashion • 03/07/20, 15:37

LUPO

O Grupo Lupo, que há 100 anos entrega carinho e afeto para as famílias brasileiras, toma mais um passo inovador em relação à tecnologia têxtil no Brasil. A marca lança máscaras, item indispensável para a proteção de todos, em contexto atual, e peças exclusivas para a linha Lupo Sport, a partir do fio têxtil de poliamida da Rhodia, Amni® Virus-Bac OFF. Esta poliamida funcional é contra a ação de vírus e bactérias, bloqueando a contaminação cruzada entre os artigos têxteis e o usuário e evitando que a roupa seja um veículo de transmissão de vírus e bactérias, que podem estar em uma superfície têxtil.

mascara01mascara02Com o seu pioneirismo apresenta para o mercado as máscaras inéditas com a tecnologia do fio têxtil Amni® Virus-Bac OFF. A máscara é produzida com um tecido de toque macio, extremamente confortável e que oferece conforto térmico e bem-estar aos usuários - além de possuir rápida absorção de umidade, é fácil de lavar e seca rapidamente. As máscaras são laváveis, reutilizáveis e não devem ser compartilhadas. E mias a linha Lupo Sport oferece produtos de alta qualidade tecnológica, unindo conforto e estilo em suas peças, com produtos para diferentes modalidades e tecnologias, como a Seamless Dry, focada na alta performance de roupas esportivas sem costura, para atletas profissionais ou consumidor em geral. O upgrade da linha a partir do fio têxtil Amni® Virus-Bac OFF contempla os best sellers Lupo Sport - top, legging, camisetas manga comprida e curta, e manguitos. A marca estuda o lançamento de uma linha exclusiva voltada para profissionais da saúde, incluindo gorro cirúrgico, manguito, entre outros.

Todas as peças oferecem proteção contra bactérias e vírus, incluindo os vírus envelopados, como são classificados os vírus como influenza, herpesvírus, novo coronavírus e outros. Amni® Virus-Bac OFF tem a grande vantagem do efeito permanente, o que significa que a sua ação antiviral e antibacteriana permanecerá durante toda a vida útil do artigo têxtil, ou seja, uma roupa terá a mesma eficácia e de maneira uniforme mesmo após inúmeras lavagens. Além disso, o material reúne o conforto e a praticidade tão valorizadas neste momento, uma vez que oferece como benefícios toque macio, conforto térmico, respirabilidade, facilidade de manutenção e secagem rápida.

Os novos itens Lupo Sport e Máscaras com poliamida Amni® Virus-Bac OFF já estão à venda no e-commerce da Lupo (http://www.lupo.com.br), com entrega para todo o Brasil, em franquias da marca e em varejistas parceiros.

FELINE

img_5781_facetune_26-06-2020-22-06-20img_5783A marca de beachwear queridinha das celebridades, fundada pela designer Lidiane Feline, apresenta a primeira coleção de body produzida com ação antiviral do Amni Virus-Bac OFF – As peças trazem uma tecnologia que protege de influenzas, herpes e, também, do Coronavírus – COVID-19, com eficácia comprovada em laboratório, a Feline decidiu trazer essa novidade para suas peças, como uma proteção adicional para todos que buscam ter mais tranquilidade em momento de pandemia. “Sabemos a importância de ficar em casa no momento como esse, porém, muitas pessoas precisam transitar – ainda mais com a reabertura das atividades econômicas – por isso busquei o que existia de mais eficaz no universo da moda e oferecer o que há de mais fashion e com total proteção”, explica Lidiane.

As novidades estão disponíveis em dois modelos, com manga curta e comprida, nas cores: preto e branco. Além dos bodys, a Feline criou máscaras com a mesma tecnologia, pensando na saúde e segurança das pessoas. Vale dizer que estas propriedades são permanentes e não se perdem com a lavagem. A coleção estará disponível no site https://soufeline.com

CHROMA-LÍQUIDO

A Chroma-Líquido Tecidos Tecnológicos, joint venture formada entre o Grupo Chroma e a Líquido Indústria Têxtil, é homologada exclusiva da Rhodia, empresa do Grupo Solvay, para produzir artigos têxteis que utilizem o fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF, para todo o mercado automotivo, aéreo e ferroviário. Inovação genuinamente brasileira, o fio tem ação antibacteriana e antiviral com efeito permanente, inclusive para os vírus envelopados, como são classificados os vírus influenza, herpesvírus, coronavírus, entre outros.

foto-1-640x427 Luís Gustavo de Crescenzo, Naim Marof Hasan e Leandro Capucho (da esq. para dir.)

A exclusividade da CHROMA–LÍQUIDO, que tem como sócios-diretores Luís Gustavo de Crescenzo, CEO, Naim Marof Hasan, COO, e Leandro Capucho, CFO, inclui diversas áreas. A automotiva abrange montadoras e cadeia de fornecedores, concessionárias, oficinas e indústrias de acessórios. A de transporte público e privado, ônibus urbano e rodoviário, incluindo rodoviárias e pontos de embarques. A ferroviária engloba metrô, trem, VLT, além de estações e pontos de embarque. O setor aéreo comporta aviões e aeroportos.

Segundo Luís Gustavo de Crescenzo, os artigos fabricados com o fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF podem ser utilizados em bancos de carros, ônibus, caminhões, aviões e outros meios de transporte, e também na confecção de máscaras, roupas e protetores, usados em concessionárias, oficinas, fábricas, entre outras aplicações.

“O tecido produzido com o novo fio é o único indicado para uso profissional, por causa do efeito permanente da ação antiviral e antibacteriana, resistindo a atritos, higienizações e lavagens constantes, como exige os assentos do transporte público, o vestuário e o enxoval hospitalares e os uniformes das fábricas, por exemplo. Além de evitar a proliferação de bactérias e a transmissão de vírus por superfícies têxteis, possuem toque macio, conforto térmico, respirabilidade, facilidade de manutenção e secagem rápida”, afirma o CEO.

Projeções Chroma-Líquido

• Faturamento: nos próximos 12 meses, estima-se que a nova unidade de negócio fature R$ 250 milhões.

• Produção: cerca de duas mil toneladas de tecidos produzidos com o fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF, em 12 meses.

• Contratações: inicialmente, realocações. Ao longo de 12 meses, geração de até 500 novos empregos.

• Tamanho do mercado: potencial superior a R$ 5 bilhões.

1Mais informações sobre Amni® Virus-Bac OFF:

Inovação e vantagens do fio têxtil de poliamida Amni® Virus-Bac OFF / Rhodia é que o fio possui, agente antiviral presente na matriz polimérica do fio de poliamida Rhodia tem afinidade eletrônica com regiões de proteínas da estrutura externa do vírus, impedindo a hospedagem em células humanas, bloqueando a contaminação. em sua matriz polimérica, e atua no rompimento do envelope lipídico (gordura) dos vírus envelopados, quando este rompimento acontece, o material genético do vírus é exposto e o vírus inativado, impedindo assim a sua replicação, em outras palavras o vírus perde a sua capacidade de atuação (contaminação), o que garante um efeito permanente. Isso significa que a ação antiviral e antibacteriana permanecerá durante toda a vida útil do artigo têxtil, tecido ou malha, assegurando um produto bem homogêneo, e  traz ganhos no processo produtivo, com redução de etapas na cadeia produtiva e, consequentemente, aumento da produtividade. com a mesma eficácia e de maneira uniforme, mesmo em condições extremas de uso e manutenção.

Graças à tecnologia de aditivação da Rhodia, as funcionalidades desta poliamida não saem nas lavagens, agregando sustentabilidade ao processo têxtil. O fio de poliamida Amni® nasce de um processo que respeita o meio ambiente. Com o ciclo fechado de água, 0% de geração de resíduos e redução de emissão de CO2.

A eficácia do fio de poliamida Amni® Virus-Bac OFF foi comprovada por laboratório independente, seguindo os protocolos têxteis internacionais contidos na norma ISO 18184 (Determination of Antiviral Activity of Textile Products). Além de antiviral, a poliamida Amni® Virus-Bac OFF também tem ação antibacteriana comprovada, de acordo as normas têxteis internacionais AATCC100.

A Rhodia está no Brasil, sob as marcas do pioneirismo e da inovação, hoje empresa do Grupo Solvay, completou 100 anos de atividades no Brasil em 2019. A Rhodia iniciou sua trajetória de sucesso em Santo André – SP, com a instalação de uma unidade industrial de produtos químicos, que representou o primeiro passo da industrialização da região do ABC paulista. Sempre à frente do seu tempo, a Rhodia tem dado ao longo desse período uma contribuição decisiva para o fortalecimento do setor químico/têxtil e da indústria do Brasil em geral, com o desenvolvimento de tecnologias, processos e produtos para diversos mercados, e com um profundo relacionamento com a sociedade brasileira. O Grupo Solvay, é um dos mais relevantes players internacionais em materiais avançados e especialidades químicas.

A Rhodia destaca que esta tecnologia é uma barreira adicional no combate à contaminação cruzada de vírus e bactérias. O uso de peças com a poliamida Amni® Virus-Bac OFF não elimina a necessidade de cuidados de higienização frequente, segundo as instruções de segurança da OMS (Organização Mundial da Saúde) perante o cenário de pandemia do novo coronavírus.

da redação

com informações da LUPO pela INDEX,     da FELINE pela CANAL  A     da CHROMA LÍQUIDO pela  GRUPO PRINTER COMUNICAÇÃO  e   do Grupo Solvey/Rhodia pela Pexpress    imagens; fotos/divulgação

COOLMAX®

worldfashion • 03/07/20, 14:18

A ampla coleção de Verão da linha masculina da H&M conta com uma série de peças para o dia a dia com a tecnologia COOLMAX®, dos fios da The LYCRA Company, que permitem o transporte de umidade para longe do corpo. O grande diferencial é que a tecnologia passa a ser usada muito além da linha esportiva e é incorporada em uma grande coleção de roupas sociais. A coleção da H&M que incorpora a tecnologia COOLMAX® é extensa e diversificada. São camisas sociais, blazers, calças, além de itens básicos do guarda-roupa, como camisetas, meias e outros, que passam a proporcionar conforto térmico, deixando-os mais secos e confortáveis por mais tempo.

hm-blog-698x408-640x374

O uso da tecnologia COOLMAX® nas peças é ideal durante as condições de calor, pois ajuda a manter o usuário seco e confortável por mais tempo, deixando-o com sensação de frescor e elegante independente do clima. Outro diferencial é que a solução COOLMAX® pode ser usada em uma ampla gama de produtos, cobrindo a maioria das aplicações de tecido.

adriana-morascoSegundo a vice-presidente para América do Sul da The LYCRA Company, Adriana Morasco, essa coleção é um importante passo da empresa, pois a tecnologia agora é aplicada em larga escala em roupas sociais. “Ao mesmo tempo, as peças estão sendo vendidas em uma grande rede internacional. Portanto, muitos consumidores terão acesso à nossa tecnologia”.

No Brasil, a Santista e a Canatiba já contam com tecidos em índigo com o fio  COOLMAX®. “Agora, esperamos ansiosamente que mais indústrias de tecidos e confecções nacionais também apliquem a solução COOLMAX® nas mais diversificadas peças e em larga escala. Assim, mais consumidores brasileiros, que vivem em um clima tropical e ideal para a tecnologia, poderão usufruir dessa inovação da The LYCRA Company que proporciona frescor e conforto”, conclui Adriana.

A The LYCRA Company inova e produz soluções em fibras e tecnologia para as indústrias de vestuário e cuidados pessoais, bem como especialidades químicas usadas nas cadeias de valor de elastano e poliuretano. Sediada em Wilmington, Delaware, a The LYCRA Company é reconhecida mundialmente por seus produtos inovadores, conhecimento técnico e suporte inigualável em marketing, e é proprietária de marcas como LYCRA®, LYCRA® T400®, LYCRA HyFit®, COOLMAX®, THERMOLITE®, ELASPAN®, entre outras. Apesar de seu novo nome, seu legado iniciou-se em 1958 com a invenção do fio de elastano original, o fio LYCRA®. Hoje, a empresa está focada em agregar valor aos produtos de seus clientes desenvolvendo inovações para atender às necessidades do consumidor por conforto e durabilidade.

da redação com informações da Inova.etc Estratégia e Conteúdo   imagens: fotos/divulgação