Canatiba no varejo

worldfashion • 16/01/19, 23:26

A nova proposta da empresa em 2019, no relacionamento com o mercado, é informar o consumidor sobre as características e propriedades dos produtos e tecnologias empregadas nos produtos.

A ideia é marcar presença no cotidiano de confeccionistas e marcas de varejo para além do simples uso do tecido, agregar valor ao produto final com o aumento da informação sobre as suas características e processos produtivos.

zinzane3zinzane21A parceria com a rede Zinzane, nas primeiras semanas do ano, nos produtos fabricados com tecidos usando a tecnologia Éko ganharam uma tag a partir da qual o cliente era conduzido a um vídeo de animação mostrando as propriedades sustentáveis da matéria-prima.

O acesso com o celular do próprio consumidor, abre um aplicativo e faz a leitura de um ícone. A animação surge na tela com recursos interativos, mostrando como aquele produto foi feito com fibras recicladas de algodão.

Para cada duas peças compradas, Canatiba e Zinzane presentearam os clientes com uma charmosa sacola denim.

Outra ação “Na Consciência Jeans”  demonstra as propriedades da tecnologia Duo Core® e da plataforma LYCRA® Beauty. Uma caixa de espelhos foi colocada no centro da loja da Zinzane. Clientes provavam os produtos e se divertiam com imagens em 360 graus com efeito de emagrecimento.

conscienciaA experiência promete ser um dos principais recursos da Canatiba Denim Industry nesse ano que se inicia com a marca da competividade e da geração de valor na cadeia têxtil.

da redação da WORLD FASHION        fonte: assessor de imprensa Ronald Sclavi    fotos: divulgação

neste ano ampla comemora os 15 anos de atuação

worldfashion • 07/01/19, 22:12

Com sua origem, há mais de 35 anos, na indústria gráfica, a AMPLA atua desde 2004 focada no mercado de máquinas e insumos para impressão digital. Desde 2015, o comando da AMPLA é exercido por Ricardo Augusto Lie, sócio-diretor de novos negócios da empresa - filho do fundador da AMPLA, Lie Tji Thjun, hoje no Conselho Administrativo -, também sócio-fundador da empresa. Hoje, Ricardo exerce o comando executivo da empresa ao lado do Diretor Técnico e terceiro sócio-fundador Adriano Coelho e do Sócio-Diretor de Operações Sidnei Marques.

A AMPLA Impressoras Digitais é única fabricante 100% brasileira no mercado de equipamentos de impressão digital – encerrou o ano de 2018, comemorando as conquistas alcançadas. A empresa ajustou seu mix de produtos e serviços, unindo experiência empresarial com a filosofia de oferecer soluções completas, focando na geração de negócios por meio da satisfação e fidelização de seus clientes, através da entrega de produtos e serviços para impressão digital em grandes formatos e para aplicações industriais.

image034Diretoria AMPLA - Sidnei Marques, Diretor de Operações; Ricardo Lie, Diretor de Novos Negócios; Adriano Coelho, Diretor Técnico// foto: Paulo Pedroso

As impressoras digitais de grandes formatos da AMPLA tiveram um importante papel no desenvolvimento do mercado de comunicação visual brasileiro, contribuindo para a evolução das tecnologias analógicas para as digitais. Desde as primeiras impressoras de grandes formatos JHF, no início dos anos 2000, aos desenvolvimentos mais recentes na tecnologia de cura UV LED, as impressoras digitais da AMPLA continuam a expandir as possibilidades de impressão dos pequenos bureaus de serviços gráficos às grandes indústrias de manufatura. Suas soluções em impressão digital estão sempre ajudando inúmeros negócios a alcançar novos patamares de crescimento e lucratividade.

Acreditando em parceria no verdadeiro sentido da palavra, gestão integrada, foco em resultados e na criação de um modelo de Equação de Geração de Receitas, a AMPLA contribui com o desenvolvimento dos negócios de seus clientes. Neste sentido, a empresa alavanca, com suas soluções e seus serviços, o desenvolvimento dos negócios de seus parceiros para que produzam e entreguem o melhor produto e serviço ao mercado. “Entendemos que quanto mais ajudarmos nosso cliente a melhorar a relação com os seus clientes, também venderemos mais. Clientes com boa performance tendem a comprar de quem contribuiu para isso”, declara Ricardo Lie, Sócio-Diretor de Novos Negócios da empresa. “O foco é o cliente do meu cliente, pois antes da fidelização vem a satisfação”, enfatiza o dirigente.

Reconhecida por oferecer ao mercado impressoras que garantem desempenho superior com um tempo de vida útil superior ao estimado para equipamentos de impressão digital, a AMPLA possui soluções em impressão digital nas tecnologias Ecossolvente, Solvente, UV e Sublimação. Atua junto aos seguintes mercados de grandes formatos: comunicação visual, sinalização, indústria gráfica, fotografia, soft signage, envelopamento, eventos e cenografia. Os mercados industriais nos quais a AMPLA já atua incluem o coureiro-calçadista, têxtil (estamparia digital), moveleiro, arquitetura, decoração, brinquedos e prototipagem. Vale destacar que a empresa está sempre aberta ao desenvolvimento de novas aplicações industriais conforme necessidades específicas.

A visão de futuro da AMPLA, com este posicionamento mercadológico, é se consolidar nos mercados em que atua como uma empresa reconhecida como parceira de negócios e uma fonte de serviços e informações. “Nossa meta, para os próximos dois anos, é atuarmos como uma empresa que realmente agrega valor aos seus parceiros, líder de mercado no Brasil, com posição de destaque cada vez maior na América Latina e em franco crescimento nos mercados da América do Norte e da Europa”, resume Ricardo Lie.

A AMPLA conta com uma rede de assistência técnica integrada por profissionais capacitados diretamente pela fábrica, distribuída em três filiais instaladas em pontos estratégicos do país - São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG) e Lauro de Freitas (BA), complementada pela estrutura oferecida pela Matriz, em Pinhais (PR), equipada com um showroom de fábrica.

Com uma rede de distribuidores e assistências técnicas autorizadas atuando em praticamente todas as regiões do país, a AMPLA possui também distribuidores nos seguintes mercados: América Central, Argentina, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Egito, Equador, Índia, México, Oriente Médio, Peru, Reino Unido, Rússia e Uruguai.

Para 2019, a AMPLA destaca um plano de ações para a comemoração de seus 15 anos de atuação no mercado, seguindo as ações iniciadas em 2018, como na Fimec, maior feira do setor coureiro-calçadista na América Latina, realizada em Novo Hamburgo (RS). No stand da AMPLA, os visitantes da feira puderam conferir em operação as impressoras TX-MAX e New Targa XT, esta última conquistou o Prêmio Lançamentos Fimec 2018 - inédito para o setor de impressão digital. A premiação na categoria “Inovação” - palavra que faz parte do DNA da empresa – foi conferida graças à  infinidade de possibilidades de criação que o equipamento proporciona a estilistas e designers, permitindo reações rápidas da

image035Equipe AMPLA com Prêmio Lançamentos Fimec 2018// foto: divulgação

image038Amostras de impressão da AMPLA  foto: divulgação

image041Stand Ampla na Serigrafia Sign 2018// foto: Claudio Macedo

image044Impressora TX Max da AMPLA na Febratex 2018// foto: divulgação

da redação WORLD FASHION       fonte: Persona Consultoria de Comunicação

23º MINAS TREND: AGORA E PARA SEMPRE

worldfashion • 04/10/18, 10:33

_divulgaccca7acc83o2_mt-640x6401

A próxima edição do Minas Trend, semana mineira de lançamentos de moda promovida pela FIEMG – Federação das Indústrias de Minas Gerais, que acontece de 28 outubro a 1 de novembro, em Belo Horizonte.

flavioPara o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, “a entidade está projetando o Minas Trend para o futuro de forma autossustentável e com a moda mineira falando mais alto”. Para o executivo, o setor de moda é de fundamental importância para a sociedade e para a economia do estado, destacando que os momentos de crise podem revelar boas oportunidades para os fabricantes. “A moda mexe com a autoestima das pessoas, além de ter a capacidade de transformar e levar as pessoas ao sonho. O Minas Trend pertence ao segmento - produtores de vestuário, bolsas, calçados e acessórios -, e é ele que vai escrever o presente para definir o futuro”.ronaldo

Para Ronaldo Fraga, diretor criativo, esse “trem”, será cada vez mais inclusivo, democrático e tolerante, segue sua viagem até 2030. “Vamos pensar o Minas Trend daqui a 20 anos, como ele estará em 2030”, provoca Fraga para caracterizar o novo perfil criativo que deve pautar as próximas edições do evento. “O momento é o de pensar de outro jeito. O evento para sobreviver, aliás, a moda para sobreviver, tem que ir além da roupa e, por isso, pensamos no Minas Trend para a próxima década. Em 2030, ao falarmos da 23ª edição, veremos que fizemos história e trilhamos caminhos onde ninguém antes havia pisado”.

Este é o momento ideal para dar força à moda brasileira, destacando que o setor, apesar de ainda bastante importante para o PIB, já foi o 2º empregador do país, posição da qual vem se distanciando a cada ano. Para tanto, a semana de moda passa a refletir um perfil mais participativo e inclusivo, incentivando a adesão da população mineira, conclui Ronaldo Fraga.

como-ir-do-aeroporto-de-confins-para-belo-horizonte“A cidade vai acompanhar e saber como será o próximo Minas Trend. Quando o cliente chegar em Confins, a cidade inteira estará pensando nele para vender roupas, serviços e o desejo de vir para esse lugar”.  Segundo Ronaldo, o tema dessa temporada - “Agora e para Sempre” -, faz alusão à indústria de moda - “a indústria do efêmero que, como nenhuma outra, consegue marcar época e ser inesquecível” -, lembrando que o Minas Trend, a partir de agora, pretende extrapolar a roupa, estabelecendo um diálogo com seu tempo, com a inclusão e a diversidade, para assim falar de criação. “Temos que abrir mão da imagem anglo-saxônica recorrente nos eventos até agora. Precisamos incluir, olhar para o Brasil, olhar para a gente”.

foto_2_vista_geral_sebastiao-jacinto-junior-640x427Esse direcionamento, que visa estabelecer o Minas Trend como um evento de projeção nacional, mas, com características de visibilidade e inserção comercial globais, já pode ser percebido através da linguagem visual adotada por Fraga para a 23ª edição. As tatuagens corporais surgem como a principal referência gráfica da temporada, ocupando os corpos como uma roupa imaginária, mas também bastante real, que se projeta no traço simbolizando o início da criação. “A partir do traço que marca a pele, defendemos aquilo que fica para sempre e nos apresenta para o mundo através das marcas que podem ser tatuagens, rugas, curvas do corpo e, claro, as suas roupas”. Para o diretor criativo, o tema fala do presente e da moda como um reflexo no retrovisor do tempo. “Passados 10 anos, você não vai lembrar quanto lucrou neste ano, mas se você deixou marcas, se você fez parte de um processo de transformação e então sentirá orgulho de ter feito parte dessa história”, conclui o estilista.

minastrend_rc_i18_0020Serviço:

Minas Trend – Outono-Inverno/2019

Data: 29 de outubro a 1 de novembro de 2018 – 2ª a 5ª feira

Horário: 10h00/20h00

Local: Expominas – Belo Horizonte – MG

da redação WF    fonte: NAMÍDIA Comunicação   Fotos: divulgação

Capricornio anuncia novo Diretor Comercial

worldfashion • 31/08/18, 15:56

foto_aerea_fabrica_capricornio_foto_divulgacao-640x425A Capricórnio é a empresa, atualmente líder no ranking “Melhores & Maiores” da revista Exame, no segmento denim.E nestes últimos três anos, a Capricórnio Têxtil, terceira maior produtora de denim do Brasil, tem trabalhado intensamente na modernização de seus processos, maquinário, gestão e desenvolvimento de seus colaboradores e nesse cenário, acaba de agregar à equipe, um  novo diretor comercial e de novos negócios. Alexandre de Oliveira Correa ex-Vicunha, chega à organização para contribuir com sua experiência de 16 anos no segmento do denim, atuando em processos industriais, lavanderia, produto, qualidade, marketing e relações comerciais. Com a vinda do executivo, a Capricórnio dá continuidade ao processo de reposicionamento da empresa e da marca, com foco no crescimento sustentável.

img_20180827_142908056-480x640“Quero contribuir ativamente para elevar a qualidade dos produtos e estreitar o relacionamento com o mercado, por meio de uma equipe de vendas especializada em soluções para o cliente. Os profissionais que estão na linha de frente do negócio fazem toda a diferença!”, declara o diretor,

“Com relação aos produtos, também devemos trabalhar no desenvolvimento de artigos mais nobres e fortalecer a consultoria em lavanderia, para os confeccionistas”, finaliza Alexandre.

Algumas das estratégias do novo gestor devem ser testadas ainda neste semestre, para que a Capricórnio inicie 2019 com força máxima no mercado.

da redação do WF      fonte: Campanha Comunicação                fotos: divulgação

Canatiba conquista certificação BCI e o selo Sou de Algodão

worldfashion • 27/07/18, 15:10

1_1a_linha_de_producao_textil__canatiba_-28170-640x4289e15fd72-54d8-4c23-b709-2e2ea7f56e3c1A Canatiba Denim Industry, conquistou o BCI - Better Cotton Initiative. Essa certificação internacional reforça o compromisso da tecelagem no desenvolvimento desse que é o segmento mais competitivo da cadeia produtiva têxtil em todo o planeta.

A Better Cotton Initiative (BCI) é uma organização sem fins lucrativos, com sede em Genebra, Suíça. A BCI atua para melhorar a produção mundial do algodão para aqueles que o produzem, para o meio em que é cultivado e o para futuro do setor. Seus associados são entidades que representam produtores, marcas de confecção prestigiadas, varejistas, fornecedores e outros elos da cadeia econômica do algodão, além da sociedade civil.

71855-sou-de-algodao-movimentojpg1O processo BCI deve funcionar como cadeia, permitindo que a oferta proporcionada pelos produtores engajados seja equalizada com a demanda, que pode ser estimulada pelos agentes que atuam nos processos de beneficiamento, comercialização e transformação do algodão, promovendo o crescimento e a sustentação do mercado de Better Cotton.

No Brasil, a certificação é controlada pela Abrapa - Associação Brasileira dos Produtores de Algodão que tem como propósitos garantir e incrementar a rentabilidade do setor por meio da união e organização dos seus agentes.

A Canatiba também conquistou o selo de participação em uma das plataformas mais inovadoras e criativas do setor – o movimento Sou de Algodão. A ideia é fortalecer e unir os principais agentes da cadeia produtiva em torno de um bem comum: promover a sustentabilidade e o consumo consciente na moda, transformando uma commodity em um produto com alto valor agregado.

canatiba-heloisafaria1O movimento se baseia em uma série de ações de comunicação e educação, voltadas para o mercado e para o público final. Os produtos Canatiba com mais de 75% de algodão em sua composição utilizarão o selo.

O Brasil está entre os cinco maiores produtores e exportadores de pluma, e é o maior fornecedor de algodão sustentável do mundo. A Canatiba acredita e aposta nessa liderança que valoriza um esforço de décadas de toda

Esta semana na casa de Criadores a estilista Heloisa Faria apresentou look com os tecidos da Canatiba.

da redação WF    fonte: Ronaldi Sclavi     fotos:divulgação

MOVIMENTO SOU DE ALGODÃO

worldfashion • 29/06/18, 10:06

71855-sou-de-algodao-movimentojpgEm maio último, após o painel liderado pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), na 23ª edição do Clube da Fibra, evento da FMC Agrícola, que reúne representantes de todo o setor, a Vicunha Têxtil uma das principais líderes mundiais na produção de índigos e brim, confirmou o seu apoio ao movimento Sou de Algodão.

Lançado em 2016, o movimento Sou de Algodão já conta com aproximadamente 30 parceiros – incluindo algumas das maiores têxteis do país – unidos pelo desejo de aumentar a demanda pelo algodão no mercado brasileiro, através da conscientização do consumidor final.

vca2284-438x640vca3371-438x640Presente em diversos segmentos, da decoração à moda, o algodão traz uma série de vantagens para o público. Inicialmente, o meio ambiente é o principal beneficiado: peças de algodão são mais duráveis e, assim, menos descartáveis. Além disso, por se tratar de uma matéria-prima natural, ele resulta em tecidos extremamente confortáveis, mais versáteis e resistentes, carregando propriedades que conversam com os desejos de moda mais conscientes do consumidor atual. A rápida absorção da transpiração permite que a pele respire, mantendo-a fresca e seca e garantindo bem-estar em diversas ocasiões.

vca3198-427x640vca2532-450x640Um dos objetivos do movimento é estimular no público a busca pelo conhecimento sobre a origem e o desenvolvimento das peças de roupa. O próprio jeans não recebe esse tipo de atenção no momento da compra: grande parte da população associa a matéria-prima a outros tecidos. O Sou de Algodão não só estimula a questão social, como conversa com o momento de resgate e ressignificação da moda, em que as tendências apontam para um lifestyle mais confortável e autêntico. Nesse cenário, o denim clássico e versátil se incorpora ao dia a dia e destaca o mood vintage em looks contemporâneos – uma das apostas da Vicunha para as próximas temporadas.

marcel-imaizumi_vicunha_2-1024x620“Estamos muito felizes em fazer parte desse movimento. Como indústria, reconhecemos que é nossa missão colaborar com mudanças necessárias para o desenvolvimento do setor têxtil, especialmente no que se refere a transparência, inovação e sustentabilidade. Ao mesmo tempo, torna-se evidente nosso papel de conscientização junto a toda cadeia produtiva, em um contexto de transformações nos âmbitos social, econômico e ambiental. O ‘Sou de Algodão’ sintetiza esse propósito e nos orgulhamos de poder valorizar o protagonismo dessa matéria-prima em um momento-chave para o mercado”, afirma Marcel Imaizumi, Diretor Executivo de Operações e Planejamento Estratégico da Vicunha.

160628090039_i21Para o presidente da Abrapa, Arlindo de Azevedo Moura, o engajamento da Vicunha reflete a importância que a iniciativa vem ganhando ao longo dos elos da cadeia produtiva, com destaque para a indústria têxtil, de confecções e o varejo. “Quando uma empresa como a Vicunha, com toda tradição e credibilidade, abraça o movimento, ele se fortalece, potencializando a atração de novos parceiros. O grande lastro das parcerias que fazemos no ‘Sou de Algodão’ é a associação de valores positivos, transferidos de parte a parte. Dentre estes, ressalto a sustentabilidade. Estamos muito felizes em ter a Vicunha Têxtil conosco. Trata-se de uma empresa com meio século de história na transformação dessa matéria-prima nobre em tecidos e fios, que se preocupa com pessoas e com o meio ambiente e tem o algodão como sua principal matéria-prima”, afirma.

da redação do WF  fonte: Presspass   fotos: divulgação / crédito das imagens de moda: VTrends

IEMI aponta alta no varejo e indústria de moda infantil

worldfashion • 30/05/18, 16:05

_g1a0996-640x4271O IEMI Inteligência de Mercado foi criado em 1985 para atender a demanda das indústrias e entidades de classe por dados numéricos e comportamentais relativos aos seus segmentos, bem como para ajudar a sustentar o planejamento de suas ações, tornou-se a principal fonte de informações para os mercados têxtil, de vestuário, calçadista, moveleiro e de colchões. Atuando em todo território nacional, a empresa contribui para o desenvolvimento de seus clientes na realização de estudos e pesquisas nos principais mercados. Privilegiando a qualidade de seus serviços, métodos, procedimentos e atitudes, o IEMI é pautado pelos mais elevados padrões éticos, zelando pela credibilidade e transparência na condução dos seus trabalhos.

imagem_release_1305086Coincidentemente à divulgação da alta no varejo e indústria da moda infantil, acontece o único e maior evento de lançamentos e tendências do setor de moda infantil da América Latina, a “FIT 0/16 Feira Internacional do Setor Infantojuvenil e Bebê e o Pueri Expo Feira Internacional de Negócios em Puericultura ” as feiras ocorrem em momento favorável para o setor, já que estimativas preliminares do IEMI Inteligência de Mercado - especializado em estudos de mercado de vestuáriom - apontam que o vestuário infantil e bebê deve movimentar mais de R$ 53 bilhões no varejo em 2018, receita 7,9% maior em relação ao ano passado. No volume, as projeções para este ano apontam a comercialização de 1,5 bilhão de peças, crescimento de 4,8% sobre 2017.

imagem_release_1305034As boas perspectivas de 2018 revelam a continuidade de um ciclo positivo para o vestuário infantil e bebê. No ano passado, a receita dos varejistas já havia acumulado alta de 13,1% em comparação a 2016, chegando a R$ 49,1 bilhões. O crescimento foi atribuído a recuperação do número peças comercializadas, atingindo 1,4 bilhão de peças em 2017, 4% superior ao ano anterior.

marcelo-prado-divulgacao-e1526395252199Segundo Marcelo Prado, diretor do IEMI e colunista da seção MERCADO da World Fashion Revista, este é um momento estratégico para a consolidação do segmento de moda infantil no País, que após os resultados de 2014 vivenciou queda de 8,5% no varejo e 6% na indústria nos anos de crise (2015 e 2016). Embora as expectativas sejam positivas para 2018, o executivo relata que muitas lojas ainda não estão ofertando um mix adequado de produtos a seus consumidores.

“Mais do que nunca, o varejista precisa investir na diversificação de produtos, disponibilizando novidades e ofertas com uma larga amplitude de preços. Com isso, é possível garantir aos clientes itens diferenciados e atraentes, naturalmente mais caros, mas que estimulem o consumo”, avalia Prado.

O executivo alerta que o lojista também não deve deixar de contar com uma linha robusta de básicos e casuais com preços acessíveis. “O importante é atender todo tipo de público.  A partir de agora, o varejo precisa virar a página da crise e voltar todo o seu foco para as oportunidades e desafios que este mercado tem a oferecer”, finaliza.

imagem_release_1305085Ainda de acordo com estudo recém-lançado pelo IEMI, a produção também deve registrar crescimento de 3,5% sobre 2017, acima dos 2% projetados para o vestuário em geral. Já sobre a receita da produção, é estimado acréscimo de 8,7% em 2018 comparado ao ano passado, índice também superior ao mercado em geral, que deve apresentar alta de 6,2%.

O cenário vem embalado pelos resultados alcançados em 2017, no qual a produção de moda infantil e bebê, em volumes, apresentou alta de 3% (1,5 bilhão de peças). O crescimento foi equivalente à produção de vestuário em geral, onde houve aumento de 3,2% (5,9 bilhões de peças) sobre 2016. Em valores, a produção de moda infantil cresceu 11,4% sobre 2016 (R$ 28,6 bilhões), e a produção de vestuário em geral aumentou 11,3% (R$ 135,2 bilhões) também em relação ao ano anterior.

532-smart-reclinavel_vinho_aplicacao-593x640Conforme os organizadores informam, os números da Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), para o setor andam na contramão da crise que atinge a economia nacional. Em 2017 o segmento registrou crescimento de 6,2% no Brasil, com faturamento de R$ 6,39 bilhões, contra R$ 6,02 bilhões do ano anterior.

Esse ritmo de crescimento se deve principalmente ao bom desempenho de algumas empresas. A Brinquedos Bandeirante registrou aumento de 15% em seu faturamento durante o ano passado e já projeta mais 10% este ano. Já a Teliê Brinquedos prevê aumentar em 15% seu faturamente para 2018. As duas empresas estão entre os expositores do setor de brinquedos confirmados na Pueri Expo2018 – Feira Internacional de Negócios em Puericultura. O evento, que acontece simultaneamente à FIT 0/16 – Feira Internacional do Setor Infantojuvenil e Bebê, espera receber mais de oito mil lojistas de todo o Brasil e da América Latina.

Estreando na Pueri Expo, a Bandeirante avalia que a feira é um grande instrumento de divulgação para a marca e também uma forma de aproximação com seu público, contribuindo para manter as projeções para este ano. “Entendemos que o principal objetivo é consolidar a parceria com o varejo, mas também reforçar a presença no Canal especializado”, diz Marcelo Aidar, gerente comercial da empresa.

520-smart-baby-comfort-com-mae-e-menino-515x640Na feira, a empresa vai expor os principais lançamentos de 2018, entre eles a linha de “Passeio do Bebê” que traz muitas novidades como o triciclo smart premium (dobrável), bem como as linhas Superquad Passeio & Pedal, Banjipe, Velobaby e Smart Comfort.

A Brinquedos Bandeirante, segundo Aidar, vem fazendo parte da infância de milhões de brasileiros há mais de meio século. “Desde a fundação, desenvolvemos e produzimos brinquedos que, além de divertidos e seguros, estimulam o crescimento e o desenvolvimento saudável das nossas crianças. São mais de 140 produtos que atendem crianças de faixa etária a partir dos 9 meses até 6 anos”, afirma.

Já a Teliê Brinquedos, que também participa pela primeira vez na Pueri Expo, apresentará seus brinquedos com design diferenciado e confeccionados artesanalmente. “Nossos brinquedos, além do caráter lúdico, têm também uma preocupação de incentivar a criança a sua criatividade e habilidades manuais, seja customizando, costurando ou pintando”, afirma Bete Akemi, sócia da empresa. “Os brinquedos, em sua maioria, também vêm com curiosidades relacionados a eles e desenhos para colorir”.

catálogo brinquedo 2016 B.cdrA Teliê fabrica 46 brinquedos diferentes, divididos em sete categorias, sendo eles Bonecas, Bichinhos e Costurinhas, para crianças de 2 a 9 anos; Pic Nic; Jardinagem; Arte na Cozinha e Fantasias e personagens, para crianças acima de 3 anos.

catálogo brinquedo 2016 B.cdrPara Akemi, participar da Pueri Expo será um grande desafio.”Teremos a oportunidade de divulgar a nossa marca de uma forma mais ampla e para mercados diferentes do que estamos acostumados”, analisa.

Em sua terceira edição, a Pueri Expo é a única feira exclusiva para o setor de puericultura no Brasil, inspirada na “Kind+Jugend”, que acontece em Colônia, na Alemanha, e é referência mundial. O evento vai apresentar as novidades em carrinhos de bebê, cadeirinhas veiculares, cangurus, cadeiras para alimentação, cuidados para o bebê, mobiliários, brinquedos e acessórios. A feira é exclusiva para lojistas que podem fazer o credenciamento gratuito pelo site www.pueriexpo.com.br.

270613_561911_d3s_0703_pq_web_-600x399Serviço:

FIT 0/16 e Pueri Expo

Data: 7 a 10 de junho  Local: Expo Center Norte – Pavilhão Vermelho

Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme   Horário: 10h às 19h (no último dia, das 10h às 17h)

Credenciamento visitantes pode ser feita pelo http://fit016.com.br ou www.pueriexpo.com.br

o credenciamento de uma feira já libera  o acesso à outra.

da redação do World Fashion Revista     fontes: IEMI - ADS Comunicação Corporativa  e  FIT e PUERI - 2PRÓ Comunicação    fotos:divulgação

EXPOSIÇÃO “Couro: o sustentável luxo da moda”

worldfashion • 11/04/18, 14:23

mdes_v15_0001-448x298

Promovida pelo Sindibolsas MG - Sindicato das Indústrias de Bolsas do Estado de Minas Gerais, em parceria com o Sindicalçados MG - Sindicato das Indústrias de Calçados do Estado de Minas Gerais e CICB - Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil, com apoio da FIEMG – Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais e Inspiramais, a próxima edição do Minas Trend irá contar com a exposição “Couro: o sustentável luxo da moda”, que visa a valorização do design nacional e da importância do couro como matéria-prima moderna e alinhada com os processos produtivos da indústria de moda.

nova-kaeru-640x427Na apresentação desta exposição nomes como Ágali, Celso Afonso, Débora Germani, Diwo, Elisa Atheniense, Floré, Junia Gomes, La Spezia, Mara Spina e Paula Bahia mostram as criações que utilizaram o produto natura,  couros bovinos e de cabra de padrão internacional, além de outros exóticos como os de python, pirarucu, jacaré e salmão,  produzidos pelos curtumes brasileiros: Arte da Pele, Baby Leather, Couroquímica, Courovale, Fuga Couros, Natur, Nova Kaeru e Rhoma Pelles.

imagesCelso Afonso, presidente do Sindibolsas/MG, comentou que a iniciativa, além de destacar os valores intrínsecos do produto brasileiro, reforça a posição do Minas Trend como principal evento de lançamento de moda do segmento de luxo do país. “Sem dúvida, será uma oportunidade única para ampliar a visibilidade do setor de calçados e bolsas junto ao qualificado e exigente lojista que visita a semana de moda mineira, surpreendendo-o com produtos altamente competitivos e que conquistam o consumidor pelo arrojo e inovação. Na próxima edição, marcaremos presença no salão de negócios com 40 marcas dentre as mais representativas e conceituadas do segmento”, informa Afonso.

natur-640x427rhoma-peles-640x427CICB - Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), parceiro na produção e realização da mostra, promove a qualificação do setor de couros do Brasil e representa empresas responsáveis por 80% da produção nacional estimada em 40 milhões de peles/ano. Reunindo desde microempresas até grandes multinacionais da indústria curtidora, esse grupo produz couros bovinos, caprinos, ovinos e de peixe, além de exóticos - como os de cobras e jacarés -, entre outros, exportando para mais de 77 países onde são utilizados em segmentos diversos como os de vestuário, bolsas, calçados, automotivo e moveleiro, por meio do projeto Brazilian Leather, uma iniciativa em conjunto com Apex-Brasil, incentiva a participação dos curtumes brasileiros em feiras internacionais, como Première Vision Paris, Lineapelle New York, APLF Hong Kong e outras em mais dez cidades nos cinco continentes e também nacionais, como o Inspiramais, da qual é uma das organizadoras.

Serviço:

Exposição | Couro: o sustentável luxo da moda

Minas Trend – Primavera/Verão 2019

Data: 17 a 20 de Abril de 2018

Horário: de 3ª a 5ª feira, das 10h às 20h, e 6ª feira das 10h às 17h

Local: Expominas – Belo Horizonte – MG

CUSTO BRASIL

worldfashion • 05/04/18, 16:22

da925314-4eb8-48d6-bfbb-3d9c9ddd5d76-640x480A ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção)  divulga que em fevereiro 2018, a produção física de produtos têxteis caiu 4,4% e a de vestuário e acessórios, 1,7%, em relação a janeiro. Esta retração ficou bem acima da média geral da indústria de transformação brasileira, que foi de 0,1%. Na comparação com fevereiro de 2017, observa-se acentuado recuo na fabricação de roupas, de 7,5%, ante crescimento de 1,3% dos produtos têxteis e de 4,1% da manufatura em geral.

not-producao-de-texteis-evolui-em-maio-10071715332779No acumulado do primeiro bimestre de 2018, fica clara a tendência de queda das confecções, cuja produção física recuou 2,7% no período, no qual os têxteis cresceram 5,1% e a indústria de transformação como um todo, 5,4%.  A entidade considera que o desempenho é reflexo da baixa competitividade da economia nacional, juros altos, elevada carga tributária, câmbio e o custo Brasil, e destaca também a concorrência desleal exercida por alguns países asiáticos.

foto015A despeito de todos esses problemas, a indústria têxtil e de confecção tem sido uma das que mais estão contratando trabalhadores na manufatura nacional. O seu saldo positivo, de 8.217 vagas no primeiro mês do ano, é o segundo melhor da indústria de transformação. Em 12 meses, quando houve saldo positivo de 83.539 empregos no País, o setor teve o terceiro melhor desempenho em toda a indústria de transformação (3.804 postos de trabalho).

da redação WORLDFASHIONREVISTA  fonte: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação fotos: divulgação

collab Riachuelo e a marca LYCRA®

worldfashion • 24/03/18, 11:04

aempresa2No próximo dia 3 de abril, chega ao mercado um novo produto collab - uma coleção exclusiva desenvolvida em colaboração, entre a Riachuelo e o Grupo Invista detentora da marca LYCRA®.

campanha-lycrar-para-riachuelo_credito-gil-inoue-5-640x427A coleção terá peças que darão total liberdade de movimento, conforto e qualidade. As modelagens definidas pela Riachuelo aliada aos tecidos: índigo e sarja das tecelagens: Canatiba e Santanense, que são homologadas pelo rigoroso controle de qualidade e performace do fio marca LYCRA®, que busca o índice de conforto ideal, realizando uma série de ensaios em seus laboratórios, que levam em consideração fatores como customizações para cada região do corpo, taxas mínimas e máximas de encolhimento e laceamento de tecidos até, de fato, atingir o nível adequado de conforto para peça do vestuário.

campanha-lycrar-para-riachuelo-2-640x427Os homens terão nas peças conforto para seu dia a dia, a linha infantil proporciona a liberdade de movimentos necessária para a rotina de uma criança. E finalmente para as mulheres, um mix  de modelagens com muitas opções em jeans, e sarja colorida com toque suave e power strech, sempre com muito estilo. Os preços a partir de R$ 79,90 para as sarjas coloridas femininas e R$ 99,90 para os jeans masculinos.

20160316_181528-640x384-640x384“O brasileiro tem por hábito usar jeans para realizar tarefas corriqueiras, sair para jantar, trabalhar e nas horas de lazer. Para atender a essas diversas ocasiões, nada melhor do que um produto com o estilo antenado da marcella-kanner-640x6126Riachuelo e com o fio LYCRA®, responsável por proporcionar a sensação de conforto, que é o principal atributo que o consumidor quer quando compra um jeans” afirma Denise Sakuma, Diretora de Negócios da marca LYCRA®, e conclui “Estamos satisfeitos por lançarmos esta coleção especial com a Riachuelo: o consumidor sentirá na pele a diferença de qualidade entre um jeans com o fio LYCRA® e com a modelagem da Riachuelo”.

“Estamos muito felizes em desenvolver esta parceria com a LYCRA®, marca que é sinônimo de qualidade e conforto, atributos que sempre prezamos em levar aos nossos clientes”, diz Marcella Kanner, Gerente de Marketing da Riachuelo.

riachuelo-loja-conceito-na-oscar-freire-20-1024x6821Os produtos estarão expostos simultaneamente nas 300 lojas Riachuelo em todo território nacional, nos greeter na entrada da loja.

img_4671-450x300Sobre o fio LYCRA®, uma marca registrada do Grupo INVISTA, que redefiniu o que é conforto, caimento, liberdade de movimento e manutenção da forma em praticamente todas as categorias de vestuário, desde que foi usado pela primeira vez como substituto da borracha, há 60 anos. Designers de todo o mundo valorizam os tecidos com fio LYCRA® quando criam roupas elegantes e duráveis, que não restringem o movimento. A marca LYCRA® é amplamente reconhecida por fiações, fábricas de tecidos, confecções e marcas de vestuário e outros na cadeia de suprimento como garantia de inovação e qualidade.

pessoal_trabalhando_na_fabrica_da_guararapes_eduardo_maia_27Sobre a Riachuelo é uma fabricante além de varejista e assim conta com a agilidade na produção e rapidez na distribuição. São esses os fatores que garantem a Riachuelo o posto de maior empresa de moda do Brasil e referência no setor de fast fashion. Com o maior parque fabril da América Latina, a empresa cria e produz suas coleções feminina, masculina, infantil, de moda casa e acessórios, sempre tendo como referência as últimas tendências das passarelas internacionais. Atualmente, a rede possui mais de 22 milhões de clientes no cartão Riachuelo e mais de 300 lojas próprias espalhadas pelo Brasil.

da redação WORLDFASHIONREVISTA   fonte: Invista/ MktMix Assessoria de Comunicação  fotos:divulgação