AS INDÚSTRIAS CENTENÁRIAS NO BRASIL

worldfashion • 12/08/21, 18:22

foto_aerea_fabrica_capricornio_foto_divulgacao-640x425O parque industrial têxtil do Brasil, conta com empresas centenárias ou quase, que acreditam no potencial do consumo brasileiro e seguem avante construindo novos caminhos para o futuro promissor, com foco nas práticas de sustentabilidade com consciência ecológica e mudanças de mentalidades para os desafios que surgirão.

149 anos - CEDRO TÊXTIL

Completados hoje (12 de agosto), a tecelagem será a pioneira a lançar showroom virtual com conteúdo exclusivo e book digital. O objetivo é apresentar produtos com maior agilidade e interação.

A preparação de uma das empresas privadas mais longevas do Brasil para a entrada no mercado digital já havia sido iniciada quando teve início a pandemia do coronavírus. Desde então, com as medidas de distanciamento social e protocolos de segurança adotados para conter o avanço da doença, ficou ainda mais evidente que a tendência à digitalização chegaria rapidamente (e definitivamente) a todos os segmentos da economia, inclusive na indústria. Foi então que a Cedro Textil se reinventou mais uma vez. Redistribuiu a verba de marketing e acelerou a criação de um dos primeiros showroons virtuais da indústria têxtil para facilitar a exposição e venda de seus produtos, em todo o Brasil.

showroom-virtual-cedro1Para atender com maior agilidade os clientes de diversos portes e perfis, de redes de fast fashion a pequenas confecções, a empresa lançou também um Book Digital/Interativo, com fotos reais dos artigos e comandos clicáveis, facilitando a navegação e o acesso às informações técnicas dos denins se sarjas. Já o showroom da Cedro conta com mais de 60 produtos da linha Jeanswear, com fotos e informações detalhadas sobre as características de cada artigo, bem como imagens da aplicação e dicas de efeitos de lavanderia exclusivas.

Como a venda da Cedro requer uma consultoria qualificada, atendimento personalizado e adequação do pedido à necessidade de cada cliente,  a conclusão da compra não é feita na plataforma online. Ainda assim, a tecelagem passa a fazer parte de uma forte tendência de alta nas vendas online. Segundo índice MCC-ENET, desenvolvido pela Neotrust Movimento Compre & Confie, em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital, no primeiro semestre de 2021, comparado ao mesmo período do último ano, houve alta de 13,05% nas vendas e de 24,15% no faturamento do e-commerce no Brasil.

luiz-cesar-guimaraesPara o diretor comercial da Cedro, Luiz César Guimarães (foto à direita) as novas estratégias virtuais de vendas  servirão também para qualificar ainda mais a comunicação com os clientes. “Na última década mudamos nosso posicionamento de mercado para premium e, desde então, oferecemos não apenas produtos, mas também serviços de qualidade agregados. Temos um time de estilistas que pesquisam e antecipam as principais tendências da moda jeanswear para o mercado brasileiro e fornecem informações completas sobre quais as técnicas de lavanderia são mais indicadas para cada tecido”, explica.

Representante da Cedro Têxtil no estado de Pernambuco há mais 20 anos, Mirtha Simone está ansiosa para poder utilizar o  showroom e o Book Digital/Interativo junto aos clientes. “No início da pandemia tivemos uma redução imediata nas vendas, já que nossa atuação dependia de reuniões presenciais que, repentinamente, não podiam mais acontecer. Com o tempo nos adaptamos, resgatamos os contatos de forma virtual, mas com ainda alguma dificuldade em apresentar os produtos. Agora vai ficar bem mais fácil, rápido e seguro fechar uma grande venda, sem perder nada em qualidade e no detalhamento das informações técnicas necessárias”, afirma Mirtha.

O showroom virtual da Cedro Têxtil já está no ar (showroom.cedro.com.br). Para acessar é preciso entrar com os dados da empresa e navegar pelas linhas de produto disponíveis. Para ter acesso ao Book Digital/Interativo basta solicitar a um representante comercial da empresa (contatos em cedro.com.br/ComoComprar).

114 anos  - COATS

coats_ipirangaMultinacional líder na fabricação de linhas de costura e produtos para artesanato, comemora 114 anos no Brasil, onde inaugurou em 1907, a sua primeira fábrica no Brasil e opera até hoje no bairro Ipiranga, em São Paulo (SP).

A companhia de origem britânica com sede no Reino Unido, é uma companhia FTSE 250, integrante da FTSE4 Good Index Series, participante do Pacto Global da ONU e membro da Ellen MacArthur Foundation. Também se comprometeu com uma meta de longo prazo de zero emissões líquidas até 2050, o mais alto nível da Science Based Target Initiative,

Atualmente, a empresa conta com duas unidades fabris no Brasil - a segunda está localizada em Natal (RN). Ambas atuam na produção de insumos para atender duas frentes: indústria, orientada na produção de artigos utilizados como matéria-prima para diversos segmentos da indústria, incluindo automotivo, vestuário, calçados e EPIs; e produtos que envolvem o universo do artesanato, contando com marcas top of mind, como Drima, Anchor, Laranja, Camila, Milward, Linha 10 e Cisne, com atendimento ao varejo e ao atacado.

douglqs-aceiro1“É uma honra para a Coats comemorar os 114 anos de presença no Brasil, onde contribuímos para o desenvolvimento da indústria têxtil e a geração de empregos, com pioneirismo no lançamento de soluções cada vez mais sustentáveis e ecológicas. Reafirmamos o nosso compromisso com o País, certos do potencial de crescimento do mercado brasileiro”, afirma Douglas Aceiro, Managing Director da Coats para América do Sul.

Sustentabilidade

A sustentabilidade é prioridade para a Coats, que foi a primeira empresa têxtil a utilizar água de reuso no Brasil. Mensalmente, a Coats deixa de consumir água potável em seus processos industriais, economizando o equivalente ao abastecimento de 765 famílias por mês. Além de fazer parte do Pacto Global das Nações Unidas, em atenção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030, a empresa investe em ampla gama de linhas de costura, fios, zíperes e acabamentos sustentáveis e ecológicos.

Inovação, outra prioridade da companhia é a inovação, que está aliada ao pioneirismo no lançamento de diversas soluções que incorporam as mais recentes tecnologias, como a Epic ProtectV, desenvolvida em conjunto com a HeiQ Viroblock para oferecer excelente desempenho de costura em aplicações mais exigentes, nas áreas médica e esportiva, com o benefício adicional de propriedades de auto higienização.

img_8992-2A Coats também tem como foco a saúde e a segurança de seus 17 mil colaboradores, distribuídos em mais de 50 países. Em 2020, alcançou o faturamento global de US$ 1,2 bilhão. Com base na crença de que todos os acidentes podem ser evitados, a empresa tem a cultura de segurança preventiva e espera que todas as fábricas alcancem, até 2025, a certificação ISO 45001, para sistemas de gestão de saúde e segurança.

A Coats Corrente também conta com diversas premiações, como: GPTW 2018, 2019, 2020, 2021; GPTW Mulher 2020, 2021; FIA – Lugares Incríveis para Trabalhar: 2020 – Selo de qualidade e certificado 2020/ 2021 – Selo de Clima Organizacional Você S/A: 2018/2019 – Melhores Empresas para Trabalhar

99 anos - ALTENBURG

fachada-altenburg-blumenau-credito-mariana-finta-altenburgEmpresa genuinamente catarinense que completa seu centenário em 2022, é uma empresa familiar, considerada uma das maiores indústrias têxteis do país, tem muitos motivos para comemorar já em 2021.

Para se ter uma ideia, a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), apresentou os números do setor no primeiro semestre de 2020, as ações em andamento e as expectativas para o final do ano e o cenário não foi muito positivo. A indústria têxtil e de confecção sofreu redução de 22% em sua produção no primeiro semestre de 2020, em relação ao de 2019. Mesmo neste cenário, a empresa de Santa Catarina fechou 2020 com saldo positivo, anunciando investimentos e expansão, tanto em número de lojas, quanto em fábricas e pontos de vendas.

Enquanto para 2021, a expectativa do setor têxtil e de confecção, segundo a Abit – mesmo ainda com grandes incertezas, é de uma retomada com perspectivas de que a produção tenha um crescimento, para a Altenburg esse saldo positivo já chegou e apresentou no primeiro semestre de 2021 um crescimento parecido com um dos melhores anos da empresa que aconteceu no ano de 2016. Este crescimento acima das expectativas também trouxe algumas dificuldades logísticas que afetaram o atendimento do mercado, as quais a Altenburg tem atuado fortemente para solucionar.

Nas vendas para lojas multimarcas, a empresa registrou um crescimento de 51% em comparação com 2019 e 87% em relação a 2020. Já no varejo próprio, esse crescimento foi de 43% em relação a 2019 e 45% em relação a 2020. “O comportamento do consumidor vem se lapidando há alguns anos, principalmente no setor da indústria têxtil. No entanto, em 2020 trouxe uma nova perspectiva. O isolamento social, o medo da doença e do desemprego, além de outras tantas responsabilidades, alterou o modo de pensar e de viver. Mais tempo de vida dentro de casa trouxe outro olhar para o lar e as pessoas buscaram por mais conforto e bem-estar. Para se destacar foi preciso ir além e conhecer esse novo consumidor. Estamos felizes com o resultado positivo que foi baseado em muito trabalho”, destaca Tiago Altenburg, diretor comercial da marca.

thiago-altenburgAlém do saldo positivo nas vendas, a Altenburg registrou também um aumento no número de contratações de novos colaboradores. De janeiro até agora, foram contratados mais de 170 funcionários. “Passamos por um ano muito difícil, mas acreditamos numa recuperação gradual do setor. Com a empresa crescendo, sentimos a necessidade de abrir novos postos e novas oportunidades em todos os setores da Altenburg”, conclui Tiago Altenburg.

A empresa tem mais de dois mil empregos gerados diretamente, com três plantas no Brasil e uma no Paraguai, mais de sete mil pontos de venda e 13 lojas próprias, além de ser a maior produtora de travesseiros da América Latina. Com foco no design, conforto e qualidade, a Altenburg leva todos os meses mais de 1,4 milhões de produtos por todo o Brasil e América Latina. As vendas também ocorrem no e-commerce www.altenburg.com.br.

75 anos - CAPRICÓRNIO

fabrica-capricornio-640x426-Trazer mais verdade para o mundo através do denim - esse é o propósito da Capricórnio Têxtil – fundada em 1946, no bairro paulistano da Mooca, pela família Manfredini – que completa 75 anos em 2021 como uma das três maiores fabricantes do tecido no país e a quarta marca mais lembrada por confeccionistas e atacadistas.

Com mais de 700 funcionários e duas unidades fabris, no interior de São Paulo – Bragança Paulista e São Carlos, a Capricórnio Têxtil é uma das poucas companhias nacionais de denim totalmente verticalizadas. Atua em toda a cadeia produtiva, desde a compra do algodão, fabricação de fios até tingimento e construção do tecido denim. São mais de 60 tecidos, com infinitas possibilidades de lavagens, divididos em seis grandes famílias: Original Denim, Light Denim, Confort Denim, Flat Confort Denim, Poli Confort Denim e, o mais novo lançamento, o Eco Denim.

gustavo-manfredini-ceo-da-capricornio-textil_m-640x427“Nosso foco é crescer com rentabilidade e, para isso, temos que continuar sendo inconformados, inquietos e criativos para entregar produtos e serviços mais competitivos, com menor custo e maior qualidade, sem deixar de lado a responsabilidade socioambiental”, afirma Gustavo Manfredini, (foto à esquerda) CEO da Capricórnio Têxtil. “Os próximos dois anos serão dedicados à consolidação do novo posicionamento de marca e produtos, das novas estratégias de gestão, visando a excelência profissional e o crescimento sustentável”.

As mudanças começaram há cerca de cinco anos com a passagem do comando da companhia da segunda para a terceira geração da família Manfredini. A Capricórnio investiu mais de R$ 30 milhões na modernização do parque fabril, reorganizou as áreas de trabalho e o quadro de colaboradores e revitalizou a marca, além de fincar a sustentabilidade como uma de suas principais bandeiras rumo ao futuro.

“Fizemos pesquisas e fomos para a rua para saber in loco como o mercado enxergava e avaliava a Capricórnio para, só então, estabelecer nossa estratégia de transformação”, diz Manfredini. “Constatamos que na visão da maioria, a empresa era uma fornecedora de denim tradicional, reconhecida por sua solidez, mas que precisava ganhar jovialidade e se aproximar mais do mercado”.

01ed102c1d96f8e42b9b8168ee8f8a67-640x452Com o cenário mais claro, a companhia intensificou os investimentos na modernização do parque industrial a fim de diversificar o mix de produtos, ganhar mais competitividade. Pouco a pouco, a empresa foi atingindo seus objetivos com uma produção enxuta e oferta de preço, qualidade e serviço. De acordo com o CEO, 2020 foi o ano de olhar para dentro, de buscar melhorias de processos e sistemas. É nesse contexto que surge o Projeto Sinergia, que reúne diversas iniciativas com o objetivo de melhorar a sintonia entre os departamentos, seus processes, equipes, sistemas e tecnologias de suporte. Trata-se de um programa de transformação digital, baseado em três pilares de atuação: industrial, comercial e financeiro.

“Quando se fala sobre o futuro das organizações, transformação digital é um termo recorrente, envolvendo dois pontos essenciais: a adoção de novas ferramentas e processos, e a mudança de mindset”, diz Manfredini. “A virada de chave é indispensável para que o resto ocorra, sem apego a processos antigos, desafiando os paradigmas da organização”.

img_1659_m-426x640O ano de 2020 foi marcado, ainda, pela consolidação do Programa de Compliance – implantado em 2019 como parte do processo de governança corporativa – que resultou na implementação na prática do Código de Conduta a ser seguido por colaboradores e parceiros comerciais. Paralelamente, a Capricórnio Têxtil tornou-se uma das integrantes da Rede Brasil do Pacto Global da ONU, um chamado para as empresas alinharem suas estratégias e operações aos princípios universais e desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. “Nos alinhamos a essa iniciativa e usamos essa estrutura para direcionar nossos esforços e estratégias”, afirma o CEO da Capricórnio. “O nosso Movimento para Sustentabilidade está pautado em três pilares independentes: produto, planeta e comunidade e segue os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, um esforço global para construir um futuro melhor”.

Com os olhos voltados para o futuro, a Capricórnio Têxtil espera nos próximos dois anos estar pronta para competir em condições de igualdade no exterior. “Somos bastante competitivos no mercado interno e estamos trabalhando para ganhar evidência internacional”, diz Manfredini. “Não dá para ficarmos fechados no nosso jardim, temos de ter a competência do mercado internacional, porque tudo hoje é conectado”.

A empresa fundada em 1946, como Lanifício Capricórnio, passou pela produção de tecidos para camisaria, fabricou uniformes profissionais e na década de 1980 direcionou a produção exclusivamente para o denim. Totalmente verticalizada, é uma das cinco maiores fabricantes de denim do país, com uma produção anual de 55 milhões de metros. Com duas unidades fabris no interior de São Paulo (São Carlos e Bragança Paulista) faturou R$ 375,3 milhões em 2020.

52 anos - VICUNHA

1No mercado desde 1969, é referência global em soluções jeanswear, atuando no segmento de tecidos denim e brim. Além de produtos inovadores, a empresa leva ao mercado inteligência para a customização de serviços em tendências de moda, sustentabilidade, design e lavagens. É isso que faz da Vicunha uma empresa one stop shop, modelo de negócio que possibilita atender as necessidades dos clientes em um só lugar, ajudando a aumentar sua competitividade com soluções integradas. Celebrando a multiplicidade de um mundo em constante evolução, a Vicunha tem como propósito estimular a cultura do jeanswear, para que cada pessoa no mundo encontre seu jeansidentity.

tecnobluPensando nisso, a Vicunha, multinacional brasileira, juntamente com a Tecnoblu, fabricante de etiquetas para a moda, encomendou ao IEMI Inteligência de Mercado, um estudo exclusivo, que ouviu 800 consumidores de moda, de todos os perfis (idade, gênero, poder de compra, amantes ou não de moda) e regiões do país, para descobrir o que pensam os brasileiros sobre o jeanswear.

Dentre o público ouvido na pesquisa, estão dois grupos: os “amantes da moda”, que atuam como os grandes propagadores de tendências de consumo desse produto; e os jovens da Geração Z, acima de 16 anos, que irão compor a grande massa de consumidores nos próximos 10 anos

O Brasil detém umas das principais cadeias produtivas do jeanswear no mundo: ampla, integrada e diversificada, englobando desde a produção das fibras até a confecção das roupas. Não é à toa que somos um dos mercados mais modernos e competitivos do planeta neste segmento.

Quem são os consumidores de jeanswear no Brasil?

O perfil médio dos consumidores de jeanswear é formado por mulheres, que representam 2/3 dos consumidores no Brasil (68% do total), de todas as camadas sociais. Além disso, são jovens: quase 90% delas têm até 45 anos de idade.

Por outro lado, quando questionados sobre quem são os usuários de jeanswear, 87% dos consumidores acreditam que esse produto pertença a todas as idades e somente um pequeno grupo vê esse produto apenas para jovens.

Onde usar o jeans?

Para o consumidor brasileiro de jeans, de forma geral, o tecido é um dos mais versáteis do guarda-roupa pois pode ser usado em diversos ambientes e ocasiões: desde momentos de lazer (42%), como em reuniões de família e encontro com os amigos, até em eventos esportivos (15%), passando, também, por ambientes profissionais (33%).

Além disso, o que torna o jeans uma peça tão popular entre os brasileiros é o conforto que proporciona para o uso diário (56%), a versatilidade que possibilita o uso em diversos ambientes (45%) e o estilo múltiplo das peças (40%).

Quem deverá usá-lo nos próximos anos?

Um dos resultados da pesquisa mais importantes para o futuro do jeanswear no Brasil é que 99% dos consumidores afirmaram que irão continuar a usar e a consumir jeanswear nos próximos anos. Além disso, não menos que 80% dos consumidores brasileiros afirmaram que o jeans é um produto fundamental no seu modo de vestir e que não se veem sem esse produto em seu guarda-roupa.

Quanto o brasileiro gastou com o jeans em 2020?

O consumo de jeanswear, em 2020, sob os efeitos da pandemia, acabou registrando uma queda de 13% em vendas nominais (sem descontar a inflação) em comparação ao ano anterior. Ainda assim, foi um bom resultado se comparado ao vestuário em geral, que encerrou o período com um resultado de vendas 17% menor do que o registrado em 2019.

Em 2020, o valor total das vendas de jeanswear no varejo apontou um consumo médio de R$ 103 por habitante para essa linha de produtos, com cada comprador adquirindo, em média, 1,3 peças jeans por ano. Isso significa que o preço médio por peça jeans adquirida foi de R$ 78.

marcelo-prado“A pandemia teve impacto direto na forma como os brasileiros consomem, inclusive no vestuário. Por ficarem mais tempo em casa e terem que controlar mais os gastos por conta das incertezas econômicas trazidas pela crise, os brasileiros tiveram que adaptar costumes externos a uma rotina mais caseira. Neste cenário, o jeans aparece como uma solução versátil para todas as ocasiões do dia do consumidor. Por isso, acreditamos que o jeans vai ser uma peça-chave na retomada do varejo de vestuário este ano”, completa Marcelo Prado, sócio-diretor do IEMI.

O jeanswear não costuma ser um produto para se dar de presente, e sim, um produto adquirido quase sempre para uso do próprio consumidor (92% dos casos), que o compra motivado, muitas vezes, apenas pela “vontade de se sentir bonito/a”, como afirmam 32% dos consumidores pesquisados, ou para se dar um presente (16%), sem estar vinculado necessariamente a alguma data do varejo. Ainda assim, 73% dos consumidores de vestuário, pretendem comprar ao menos uma peça de jeanswear na atual estação outono-inverno.

germam“O mercado jeanswear é um importante impulsionador da economia, gerando milhares de empregos e produzindo novas tecnologias que se aplicam a diversos segmentos. Além disso, o jeans, no guarda-roupas do brasileiro, se tornou a peça mais democrática, atendendo desde os consumidores mais jovens e descolados, até os mais maduros e tradicionais”, completa German Silva, diretor de Marketing e Vendas da Vicunha.

As principais macrotendências comportamentais que vão influenciar a moda em 2022

A Vicunha antecipou duas grandes tendências de comportamento pautadas pelas novas necessidades do consumidor jeanswear no Brasil. Tais tendências têm influência direta da pandemia de Covid-19, que fez o mundo mudar comportamentos e prioridades.

A primeira macrotrend, chamada de Modo Híbrido, baseia-se no modelo híbrido de vida moderna das pessoas, em que as vidas profissionais e pessoais convivem em um mesmo ambiente e em um mesmo tempo. “Esse estilo de vida ascendeu, especialmente, com o início da pandemia, em que as pessoas foram obrigadas a fazer de suas casas, não somente o ambiente de conforto e relaxamento de suas vidas pessoais, mas também seu espaço de trabalho”, explica Lorena Botti, cool hunter da Vicunha.

No modo híbrido de vida, “as roupas tradicionais são repaginadas nos detalhes, com novos shapes, fundindo diferentes estilos, lorenacomo o activewear ao loungewear, criando um guarda-roupas extremamente versátil para ser utilizado em diferentes ocasiões”, acrescenta Lorena.

Outra macrotendência observada pela Vicunha vem do sentimento de otimismo que cresce à medida que a vida volta ao normal ao redor do mundo. Chamada de Otimismo Radical, esse comportamento evidencia estratégias de combate ao esgotamento emocional e valoriza ações de impacto positivo.

“As peças de roupas trarão um clima de nostalgia, especialmente da estética dos anos 2000, com um mood sexy, bem humorado, colorido e acolhedor. Além disso, a estética Novo Vintage é muito importante: a popularização do comércio de segunda mão e uma maior conscientização ambiental potencializa o desejo do consumidor por denim com cara de desgastado pelo tempo”, completa Botti.

da redação com informações da CEDRO-22 Graus Comunicação e Marketing; COATS-RPMA Comunicação; ALTENBURG-Apoio Comunicação+Marketing; CAPRICORNIO-Ativa Assessoria de Comunicação; VICUNHA TÊXTIL-InPress  imagens: fotos/divulgação

ECONOMIA CIRCULAR

worldfashion • 03/08/21, 10:19

trademark-protectionA The LYCRA Company, líder global em soluções sustentáveis de tecnologias para materiais elastizados para as indústrias de vestuário e cuidados pessoais, lança uma campanha, que tem o objetivo de avançar nas discussões a respeito da circularidade dos produtos têxteis. A campanha “Keep in the loop with LYCRA”, nas 210723-campanhacircularidade-linkedin-v2versões impressa e online, o link está na Plataforma de Moda WORLD FASHION, www,worldfashion.com.br é um convite para a indústria têxtil e especialistas do setor se juntarem à empresa no uso de materiais mais duráveis e sustentáveis que possam ser reciclados no final da vida útil, reduzindo, assim, o desperdício de têxteis e “fechando o ciclo” dessa cadeia de valor.

“Por meio dessa campanha, queremos explorar e discutir uma variedade de assuntos relacionados à circularidade - desde matérias-primas mais sustentáveis até a extensão da vida útil das roupas e soluções para o fim da vida dessas peças”, disse Jean Hegedus, diretora de sustentabilidade na The LYCRA Company. “Nossos recentes lançamentos, os fios COOLMAX® EcoMade e THERMOLITE® EcoMade, produzidos a partir de 100% de resíduos têxteis, são mais um passo na direção certa, mas há muito mais a se fazer para resolver essas questões importantes”, acrescentou ela.

img_5561-julien_bornA campanha, criada pela agência Grounded World, sediada nos Estados Unidos, usa um ‘loop’ como elemento de design para ilustrar a transformação de resíduos têxteis em novas fibras/tecidos. O tema da campanha “Keep in the loop with LYCRA” convida a indústria a manter-se atualizada sobre os mais recentes avanços em circularidade da The LYCRA Company, ao mesmo tempo em que busca impulsionar a conscientização e a colaboração entre os players do mercado têxtil.

“Circularidade é o foco principal da plataforma de sustentabilidade Planet Agenda, da The LYCRA Company, pois buscamos avançar não apenas em nossas próprias metas de sustentabilidade, mas também nas da indústria em geral”, disse Julien Born, CEO da The LYCRA Company. “Para atingir esse objetivo, será essencial que haja um esforço coletivo entre os colaboradores da indústria para que possamos, juntos, maximizar o impacto”.

da redação com informações da INOVAETC imagem: foto/divulgação

INDÚSTRIA TÊXTIL LANÇA INVERNO 2022

worldfashion • 09/06/21, 11:14

shutterstock_1070369402-640x4271Embora a produção do segmento de confecção ainda esteja aquém do verificado antes da pandemia, números gerais do setor no quadrimestre e dados trimestrais do PIB nacional mostram potencial para retomada No acumulado do primeiro quadrimestre de 2021, em relação a igual período de 2020, a produção têxtil cresceu 30,9% e a de confecção, 27,6%. Nos últimos 12 meses, registrou-se avanço de 7,2% no primeiro segmento e queda de 10,8%, no segundo. Fernando Valente Pimentel, presidente da ABIT -  Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, observa que esses números, assim como os dados do PIB nacional no primeiro trimestre, que surpreenderam positivamente, mostram haver espaço para retomada econômica este ano. Pimentel observa que, já considerando o mês de abril, a produção do segmento têxtil apresenta desempenho muito próximo do patamar de 2019. A confecção, porém, ainda está bem abaixo do desempenho que apresentou no período pré-pandêmico. O presidente da Abit pondera que, apesar dos números positivos do PIB trimestral, a retomada efetiva do crescimento dependerá da continuidade e avanço das reformas estruturantes, principalmente a tributária e a administrativa. “É fundamental criarmos um ambiente de negócios melhor”. Na sua avaliação, ainda há um grau elevado de incertezas, derivado da persistência da pandemia, da necessidade de avanço mais rápido da vacinação, da preocupação com o baixo nível dos reservatórios de água e risco de racionamento de energia elétrica, bem como da agenda de modernização e adequação do arcabouço legal à demanda premente do aumento de competitividade da indústria e da economia. fernando_pimentel-460x300“É preciso considerar, ainda, que quanto mais formos nos aproximando das eleições de 2022, será maior o impacto do quadro político no humor da economia, na confiança dos empreendedores e dos consumidores e nas decisões de investimentos”, frisa o presidente da Abit, alertando: “Não podemos continuar desperdiçando chances, pois o Brasil, na última década, cresceu 0,3% ao ano, ou seja, pouco mais de 3%, enquanto o mundo teve expansão superior a 30%. Desaprendemos de como promover a expansão do PIB de modo continuado e sustentável”.

Para Pimentel, um país como o Brasil, com imenso potencial, não pode almejar nada menos do que crescimento de 4% por ano. “Para isso, exige-se taxa de investimento superior a 20% do PIB, mas ainda estamos bem aquém disso”.

LANÇAMENTOS MATÉRIAS PRIMAS

LYCRA®

6a44a47996f4faaf09c32e57ac443c6b-476x608A The LYCRA Company, indústria especializada no desenvolvimento de soluções em fios e tecnologias para o setor têxtil, participou de mais uma edição da semana de lançamento das tecelagens. O evento híbrido, com cinco dias de duração contou com programação de palestras e lançamentos das principais tecelagens jeanswear. A empresa marcou a sua presença com a participação de uma convidada internacional, Melissa Stewart, Diretora de Tecnologia e Inovação da empresa  que apresentou as novas tecnologias LYCRA® Anti-Slip e COOLMAX® EcoMade, em palestra virtual transmitida pelo canal no YouTube da Denim City SP .

“É um prazer participar mais uma vez da semana de lançamentos do setor, levando soluções tecnológicas que contribuem para a saúde do planeta e para o conforto do consumidor que se beneficiará com as nossas inovações, pensadas em oferecer não só a liberdade para se movimentar como também durabilidade para suas peças, influenciando positivamente a indústria têxtil”, declarou Silvana Eva, Gerente de Marketing do segmento de Jeanswear da The LYCRA Company.

Entre os lançamentos com as principais tecelagens, vale destacar que o fio LYCRA® ADAPTIV™, capaz de esticar, se acomodar e se adaptar a diferentes formatos de corpos, proporcionando o mesmo conforto e incrível elasticidade, graças a um polímero revolucionário.

77a999320e6917ce3fe29bbc48fba532-480x606As empresas do setor como  Canatiba, Cedro, Covolan, Santista e Vicunha, também lançaram coleções com diversas tecnologias do fio LYCRA® durante a semana de lançamentos do setor de denim. A Canatiba ampliou a sua família de produtos com a tecnologia LYCRA® dualFX®, com seus artigos “Lupin Black Duo Core” e “New Adele”.  A Cedro foi a primeira empresa no mundo a lançar um tecido com esse novo fio. O fio LYCRA® ADAPTIV™ deu origem a tecnologia “Cedro Comfy” presente no tecido FITSYOU, artigo de lançamento da linha Comfort Shape da Cedro, que além de não restringir os movimentos, se adapta ao formato do corpo como uma segunda pele. A empresa apresentou as suas novidades em seu showroom localizado no Fashion Brás. A Covolan vai lançou uma linha de produtos com o fio LYCRA® EcoMade, primeiro fio elastano feito com materiais reciclados pré-consumo.  Já a Santista apresentou dois tecidos mais encorpados com fio LYCRA® mais grosso - Push Up e Gummy, e também outros dois artigos com alto power e certificados com a tecnologia LYCRA® BEAUTY - Amy Triblend e Amy Galaxy Triblend, para peças que modelam o corpo com conforto. E a Vicunha apresentou o tecido “Ritz” com tecnologia LYCRA® FREEF!T®, além de novos artigos com a tecnologia LYCRA® dualFX®.

SENSIL®

A SENSIL® - marca da poliamida premium e sustentável da NILIT  e a LYCRA® - marca do fio elastano da The LYCRA Company, apresentaram neste momento em que é exigido a todos nós uma colaboração coletiva e a busca por novas tecnologias, que tragam soluções e maior êxito, se tivermos parcerias que fortaleçam a pesquisa e o desenvolvimento, com o objetivo comum de apresentar ao mercado e ao consumidor final, aquilo que ele busca e necessita.

sensil-lycra-lancam-novidades-em-jeanswear2-640x427Assim, a união das líderes globais no mercado de fios para a moda, SENSIL® e LYCRA®  com os seus potenciais e tecnologias apresentaram ao mercado têxtil uma inovação para o denim, que proporciona novas possibilidades de lavagem, modelagem e conforto para o jeanswear.

Pautadas pelas mudanças de hábito e a nova consciência dos consumidores de moda, que buscam conforto e durabilidade, a parceria de SENSIL® e LYCRA® propõe em um único produto, exclusivo toque sedoso e fresco - que vem oferecer um denim extremamente suave no toque com a pele, leveza e conforto.  A tecnologia permite a aparência de algodão, com performance de fibras inteligentes, elevando o denim para outro patamar de estilo, usabilidade e sustentabilidade. Essa união encontrou um espaço para diálogo com a tecelagem Nicoletti Denim, parceiro estratégico para o desenvolvimento desses tecidos especiais, com tecnologias diferenciadas para o segmento de denim. Lançou uma coleção que combina as tecnologias da poliamida premium SENSIL®, da Nilit, e LYCRA® lastingFIT, que, juntas, proporcionam alta durabilidade, soft stretch, secagem rápida, um toque sedoso e gelado. O produto é extremamente versátil pois permite o uso de diferentes lavanderias com excelente resistência. A coleção “Next Comfort” com duas linhas de tecidos - “Nikola” (mais encorpado) e “Percy” (mais leve), com foco em calças, vestidos e camisas.

banner2-2Para apresentação desses novos desenvolvimentos, a Nicoletti convidou uma nova descoberta do mundo da moda: Dan Tavares, arquiteto carioca apaixonado pela moda e autossuficiente na produção de seus próprios visuais. Com o início da pandemia, Dan viu a oportunidade de colocar em prática seu sonho.  Trabalhando principalmente com sarja e malha, Dan Tavares recebeu um desafio da tecelagem: trabalhar com denim pela primeira vez. Seus looks bem estruturados e minimalistas, trazem um ar streetwear moderno, sem gênero, o casamento perfeito para uma nova tecnologia que traz em sua essência o estilo do jeanswear e a performance de tecidos inteligentes.

“Este projeto tem total alinhamento com o propósito de nossa marca SENSIL®. Trabalhando em colaboração com a LYCRA® e unindo a mais alta tecnologia de ambas as companhias, com a experiência e know-how da Nicoletti Denim, estamos trazendo novas soluções para marcas e varejistas, contribuindo com o desenvolvimento de peças que vêm de encontro às mudanças de comportamento dos consumidores e sua demanda crescente por conforto, qualidade e durabilidade superiores”, afirma Fabianne Pacini, diretora global de marketing e conteúdo na NILIT, detentora da marca de poliamida SENSIL®.

LANÇAMENTOS DAS TECELAGENS

CANATIBA

Em casa nova no Denim City São Paulo, a Canatiba comemorou a conquista de uma importante certificação internacional para os seus processos produtivos e anunciou novas tecnologias e produtos alinhados com as demandas têxteis contemporâneas, que se transformam rápida e definitivamente.

500-4324-img_6765-640x427A empresa recebeu a certificação OEKO-TEX STANDARD 100 (Classe II). É um reconhecimento Internacional que abrange todas as fases industriais, desde a matéria-prima até o acabamento dos produtos, e garante a não toxidade dos tecidos Canatiba em contato direto com a pele. A Certificação da Canatiba abrange tecidos tingidos em 100% Algodão, Liocel ou Viscose; as misturas com Poliéster, Linho, Elastano, Elastomultiéster; e as bases denim com acabamentos, inclusive aqueles com repelência à água e com produtos biologicamente ativos, como os antivirais. Ao lado dos selos BCI (Better Cotton Iniciative), ZDHC (Zero Descarte de Produtos Químicos Perigosos), HIGG INDEX (Avaliação de Desempenho Ambiental) e ÉKO DYE (Tingimentos Ecológicos),  a OEKO-TEX STANDARD 100 é mais uma demonstração do compromisso histórico da empresa em busca da sustentabilidade e das melhores práticas ambientais e sociais.

4-480x640A tecnologia de impressão digital implantada com pioneirismo pela Canatiba, conta agora com um conjunto de estampas alinhadas com tendências de moda internacionais.

São três grupos de desenhos.

1- ‘Direto das séries’, destaque para o xadrez híbrido, com ‘pontos de intersecção’ com listrados em tons de azul vermelho, rosa e amarelo, disponíveis nas bases Delta (100% algodão, 5 onças), Baguta (100% algodão e 7,5 onças) e Forasteiro (98% algodão, 2% elastano, 8 onças).

2- Jardim do Éden é o segundo grupo de estampas com florais híbridos, em dimensões que vão das mais delicada às mais amplas, e predominância de azul, rosa e alaranjados, em três variações da base Delta (100% algodão e 5 onças).

3- Abstratos e Orgânicos, reúne desenhos com apelo vintage que remetem ao psicodelismo dos anos 70 – a década do jeans – em uma paleta de tons de índigo, arabescos e efeitos de contraste. As estampas estão presentes no Forasteiro (98% algodão, 2% elastano, 8 onças), Baguta (100% algodão e 5 onças),  Chambray (100% algodão e 5,5 onças) e Delta (100% algodão e 5 onças).

Os lançamentos Canatiba foram agrupados em plataformas de produtos, cada qual agrupando um conjunto de tecnologias.

-Tecno Comfort plataforma que reúne os produtos com tecnologias que representam inovação e evolução em elasticidade (Maxskin Duo, Duo Core, Trio Core, Bi-Elástico, Demax e Unicore). São tecidos que primam pelo conforto, ajuste perfeito ao corpo, alto poder de recuperação, manutenção da forma e alta performance em elasticidade.

500-4329-img_6762-640x427- UniCore plataforma de destaque da temporada, sinônimo de conforto sobretudo para as bases rígidas. O fio encapado com um componente bicomposto, confere performance de tecido rígido com o stretch mínimo. proporciona durabilidade e resistência e mantém a forma por inúmeras lavagens, com conforto térmico, toque extremamente macio e flexibilidade em shapes mais amplos com baixo encolhimento.Essa tecnologia está presente no Navona UniCore, uma base de 8,5 Oz, com 86% de algodão, 14% de poliéster e largura de 1,50 m. O tecido ganhou tingimento Azul Original Ecológico e tem 20% Stretch.

- Megaflex plataforma que agrupa tecidos elastizados que proporcionam conforto nas mais diversas formas e peças em denim, valorizando sempre a liberdade de movimentos. Os efeitos e texturas marcam os lançamentos. Uma das texturas mais inusitadas está presente na família dos tecidos trincados. O tingimento Bleach Core gera um efeito superficial que mantem o núcleo do fio alvejado. O resultado é um ring dye perfeito, revelando o contraste de cor na lavanderia, com um aspecto craquelado que só o envelhecimento natural do tecido era capaz de alcançar.

- ÉKO® nesta plataforma os tecidos que contribuem com a preservação do meio ambiente, produzidos através de processos ecologicamente responsáveis e que tem na sua composição um mix fibras sustentáveis, recicladas e certificadas, formam a plataforma Éko (Eko Recicle, Maxskin e Premium Denim Duo Core). Aqui os efeitos sensoriais, as cores e o aspecto natural dos tecidos são os destaques desses lançamentos. O Panamá Linho Pt (91% algodão, 25% viscose, 11% linho) é um bom exemplo. É um Premium Denim de 7 onças com construção e toque remetem à leveza e ao acolhimento das fibras naturais. No mesmo conceito, a empresa apresenta o Mandrake Pt (5,5 onças, 80%algodão) e o Trincado White Denim (10,5 onças, 100% algodão) - ambos Premium Denim – além do Novára Pt, Maxskin de 7 onças  com 64% algodão, 25% viscose e 11% linho.

600-2392-img_6777-640x427- Smart Denim® é uma nova geração de denins inteligentes e funcionais, desenvolvidos com tecnologias e acabamentos inovadores, matérias primas especiais, tingimentos e construções diferenciadas. Nesta plataforma (Everclean, Elastopol e Utilitários). Entre os Utilitários, os lançamentos chegam com cores ultras sólidas, com uma paleta que percorre nuances de amarelo, alaranjado, vermelho e vinho, nas bases Utilitários Leve Collor,   Utilitárius Megaflex Collor e Utilitárius Collor, sarjas 100% algodão (de 6,5 a 7,5 onças); além do Utilitárius Rip Stop Collor (98% algodão, 2% elastano), um maquinetado de 7 onças.

São cinco bases com gramatura entre 10,5 e 11 Oz e composição de 99 a 100% algodão: o Trincado Rígido Denim (tingimento Azul Original Ecológico); Trincado Megaflex (tingimento Azul Original Ecológico e 20% Stretch); Trincado Black Rígido (com tingimento Black Ecológico); Trincado White Denim em PT e Trincado Collor, disponível em 6 cores,  presente também na plataforma Éko. O destaque é o Lupin Black, com 98 algodão, 2% elastano e 10 onças, com tecnologia Megaflex. O Denim Malha chega com o Home Office Weft Collor, com 80% algodão, 18% poliéster, 2% elastano e 9 onças.

Nestas bases têm uma receita de lavanderia diferenciada. Para obter o efeito de forma rápida e efetiva, é necessário um choque térmico. Com ele, o denim alcança o encolhimento, revelando as chamadas “trincas”.

Em sintonia com os lançamentos, a consultora Bia Aidar falou sobre as tendências internacionais agrupadas em três eixos temáticos que analisam os comportamentos e os padrões estéticos que orientarão a moda no planeta. A busca pelo conforto, inserida em produtos mais sustentáveis e funcionais. A escolha por bases maleáveis que expõe a valorização do sensorial, em busca do equilíbrio entre liberdade e contenção, criatividade e realidade, paciência e precisão. E sobre a roupa como veículo de memórias afetivas.

Na contrapartida da velocidade das informações digitais, o “feito à mão” ressurge com especial destaque. A qualidade atemporal ganha importância. Misturas de esportes invernais e um toque de rebeldia punk impactam uma vertente jovem e empolgante para derivar novos conceitos de linguagem de moda, sempre intimamente ligada com o comportamento de cada época.

CAPRICORNIO

O foco do lançamento foio a nova linha Eco Denim, que nasceu a partir de pelo menos um atributo sustentável, seja na matéria-prima, seja no processo de produção ou trabalhando a economia circular é um dos resultados práticos do Movimento para Sustentabilidade da Capricórnio. Os cinco primeiros artigos lançados são:

pinus1-480x6401 - Pinus: produzido com tecnologia Repreve, uma fibra ecológica inovadora desenvolvida a partir da reciclagem de garrafas plásticas;

luna2-480x64012 - Luna: que contém Tencel em sua composição, fibra natural regenerada pelo homem a partir de celulose ou de pasta de madeira;

pequi-480x640sucupira-480x640 3 - Pequi e 4 - Sucupira com tecnologia Laser Friendley, que facilita o processo de desgaste a laser, reduzindo a necessidade de processos mais agressivos de alvejamento em lavanderia e consequente redução do consumo de água;

cipo-480x6405 - Cipó: composto por fios produzidos a partir de aparas de algodão recicladas, movendo a roda da circularidade e garantindo um processo mais sustentável.

Além da Linha Eco, a empresa tem mais cinco famílias com produtos já consagrados no mercado. São elas: 1 - Original Denim – Fabricado em 100% algodão, pode ser encontrado em uma grande variedade e tonalidades. Cheia de tradição e estilo, é ideal para peças com visual vintage, garantindo resultados incríveis para calças retas, clochard, pantalonas, jaquetas, pantacourt, wide leg, boyfriend e mom. A regra é abusar de lavagens mais elaboradas, estonagem intensa, lixados e puídos bem detonados. 2 - Light Denim – Jeans mais leve, próprio para climas mais quentes. É ideal para ser usado não só na linha de camisaria, mas, também, na confecção de vestidos, blusas, regatas, shorts, bermudas, calças clochard e jogger. Conta também com opções rígidas e elastizadas. 3 - Comfort Denim – O algodão, quando combinado com o elastano, forma o match perfeito para a tendência da vez: conforto. É o denim preferido dos estilistas e dos apaixonados por movimento. 4 - Flat Comfort Denim – Com toque de cetim, cores intensas e luminosas, que aliado ao conforto do elastano garante um visual nobre e uniforme. Com ajuste perfeito ao corpo, pode ser usado em peças de alfaiataria masculinas e femininas. 5 - Poli Comfort Denim – A dobradinha do elastano com o poliéster garante versatilidade na lavanderia e ótimo rendimento nas confecções.

img-1585-427x640Veja os outros destaques desse lançamento: Mali – Traz o brilho da construção cetin e de um tingimento blue super intenso, aliados a um toque extremamente macio e um super stretch de 67% com alta recuperação, o que o torna um tecido completo para várias aplicações. Malu – Tecido leve com um caimento perfeito e ótima fluidez, seu toque é super macio e sua cor super intensa em tingimento blue, ideal para camisas, vestidos, etc. Kiev – Tipo o Mali com 70% de stretch e alta recuperação e conforto do fio dual core. Luna – Idem malu, com a sustentabilidade resistência do Liocel. Joa – Um 100% algodão com acabamento especial que confere maior brilho e nitidez ao tecido, realçando o efeito dos fios flamês. Salva – 100% algodão com visual rústico proporcionado pelo efeito dos fios flamês que compõem o urdume deste tecido com excepcional largura. Pasquin – Um artigo para se trabalhar com simplicidade, fica ótimo amaciado, proporciona um excelente custo benefício, com um visual clean e cor azul intensa.

Adepta da cocriação e da inovação aberta, a Capricórnio criou, em 2019, a Capri.Lab em parceria com a lavanderia portuguesa Pizzarro, uma das líderes mundiais no segmento e reconhecida por sua inovação e renome entre os melhores estilistas e designers. “Através de uma consultoria exclusiva, ajudamos os nossos clientes a aproveitar ao máximo a versatilidade e rentabilidade dos nossos tecidos, usando técnicas de lavanderia super modernas, sustentáveis, alinhadas com as últimas tendências de moda e adaptadas para a nossa realidade do mercado brasileiro - diz João Bordignon, diretor de Marketing e Novos Negócios.

CEDRO TÊXTIL

cedro-sentidos_cred-marcio-rodrigues-616x640O conforto não é mais o mesmo. Com a pandemia e o aumento do tempo em casa, o que antes era requisito para um jeans confortável, agora não é mais. Atentas a essa demanda, a Cedro Têxtil e a The LYCRA Company se uniram para lançar em primeira mão no mercado jeanswear a tecnologia Comfy: um elastano LYCRA® diferente e robusto, que permite a confecção de peças que equilibram o conforto e a sustentação, sem sacrificar nenhum dos dois atributos. Esta novidade, só terá o lançamento global no segundo semestre, e fará parte da coleção Sentidos, que foi apresentada em fins de maio, no Lounge da Cedro, em São Paulo (SP).

“A grande promessa da coleção é o denim FitsYou, um produto inovador e com grande potencial de aceitação por parte dos consumidores finais, constituído com a tecnologia da Cedro, Comfy. Além do extremo conforto, as peças confeccionadas com o FitsYou garantem um melhor ajuste, dando a impressão de que foram feitas sob medida para o consumidor”, explica Joanna Carrara, estilista da Cedro. Silvana Valente, Gerente de Marketing da LYCRA®, completa: “Conforto é um conceito difícil de ser explicado, é preciso experimentar. Assim que apresentamos o projeto à Cedro, a equipe de estilo imediatamente viu benefício no produto, testou e entendeu a grande oportunidade de mercado”.

cedro-sentidos_cred-marcio-rodrigues-4-640x545A coleção Sentidos foi inspirada na OP Art e na Arte Cinética, que simbolizam um mundo mutável e instável, a coleção Sentidos traz em sua identidade visual e editorial elementos que se confundem o olhar e representam a fusão entre arte e moda urbana. As fotos são, mais uma vez, do renomado fotógrafo de moda Márcio Rodrigues e peças assinadas pela equipe de estilo da Cedro Têxtil, mantendo a linha criativa com um forte apelo de moda a partir da indústria. Assim, toda a cadeia produtiva do setor é beneficiada com produtos concebidos desde a primeira etapa com o olhar no que será tendência nas ruas, nos próximos anos.Ao todo, serão sete novidades, sendo seis denins super elastizados (FitsYou, Calan, Yudi, Nagano, Duo Sparta e Ueda) e um elastizado (Shimane). Elas fazem parte do portfólio de 37 produtos que compõem a coleção, atendendo às mais diversas demandas do exigente mercado brasileiro. “Sobretudo este ano neste ano atípico, em que pudemos desacelerar e olhar com ainda mais cautela para as necessidades de cada região do Brasil, conseguimos montar um book que atende os mais diversos tipos de cortes e corpos”, conta Eduardo Vaz, responsável pelo Marketing da Cedro.

As novidades da coleção Sentidos chegam com a estreia do primeiro Book Digital/Interativo, com fotos reais dos artigos e comandos clicáveis, facilitando a navegação e o acesso às informações técnicas dos denins se sarjas.

Covolan Denim

dsc04586-640x640Toda linha de produtos da Covolan Denim homologado com fio LYCRA®: FREE JEANS e alguns artigos da linha NATURE COTTON vão ser em um futuro breve homologados com fio LYCRA® EcoMade, primeiro fio elastano da The LYCRA Company produzido com 20% material reciclado préconsumo e com certificação GRS (Global Recycled Standard), mantenho o mesmo desempenho, porém com mais sustentabilidade. O fio LYCRA® EcoMade foi desenvolvido de forma sustentável através de processos que reduzem o uso de recursos, com melhor desempenho ambiental e minimizando o desperdício. É ideial para Denim proporcionando melhor ajuste, conforto e liberdade de movimento com

desempenho robusto e brilho otimizado. O objetivo do fio LYCRA® EcoMade é contribuir para a sustentabilidade da indústria de vestuário e do planeta como um todo, fornecendo produtos com tecnologia que agregam valor e conservam recursos em todos os níveis da cadeia produtiva.e para marcar esse início já apresenta três produtos abaixo:

Os produtos são:

ancona-_-5048-_-3b-427x6401 - ANCONA | 5048 Tecido Denim tingimento Zero Anilina* Blue Light em construção cetim, com máximo conforto do algodão, aliado à elasticidade LYCRA® EcoMade e excelente para lavagens mais claras com efeitos desgastados. Produto certificado: OEKO-TEX STANDARD 100, BCI, Bann Premium Zero Aniline * Indigo Dye. Composição: 97%CO 3%PUE LYCRA® Eco-Made Largura: 1,46 +/- 2 Ligamento: Cetim Alongamento: 35 / 45% Oz Original: 9,5 +/- 3 Encolhimento Urdume: 4% +/- 2 Oz Acabado: 12 +/- 3 Encolhimento Trama: 20% +/- 3

bergamo-_-4913-_-2b-427x6402- BERGAMO | 4913: Tecido Denim tingimento Zero Anilina* Blue intenso com a elasticidade de máximo conforto LYCRA® EcoMade, compõem a construção deste denim em índigo blue e imprime toda a diferenciação com um caimento impecável. Atenção para a largura deste tecido, muito favorável para os encaixes de modelagem. Produto certificado: OEKO-TEX STANDARD 100, BCI, Bann Premium Zero Aniline * Indigo Dye.omposição: 98%CO 2%PUE LYCRA® Eco-Made Largura: 1,62 +/- 2 Ligamento: Sarja 3X1 Alongamento: 40 / 50%

Oz Original: 9,3 +/- 3 Encolhimento Urdume: 4% +/- 2 Oz Acabado: 11,3 +/- 3 Encolhimento Trama: 20% +/- 3. Atenção para a largura deste tecido!

genova-l-427x6403 - GENOVA | 4920: Tecido Denim tingimento Zero Anilina* Blue intenso com o visual de fios flamés sutis no urdume, tingimento índigo blue e o máximo de conforto através da elasticidade LYCRA® EcoMade. Tecido excelente tanto para TOPs como BOTTOMS. Produto certificado: OEKO-TEXSTANDARD 100, BCI, Bann Premium Zero Aniline * Indigo Dye. Composição: 98%CO 2%PUE LYCRA® Eco-Made Largura: 1,48 +/- 2 Ligamento: Sarja 3×1 Alongamento: 30 / 40% Oz Original: 9,7 +/- 3 Encolhimento Urdume: 4% +/- 2 Oz Acabado: 10,8 +/- 3 Encolhimento Trama: 13% +/- 3.

rutilo-dsc02951-427x6404 - RUTILO | 5087: Tecido Denim com tingimento Zero Anilina* Blue intenso Denim em construção maquinetado com ligamento diferenciado e de excelente largura. Tecido mercerizado homologado LYCRA® e com bons resultados para lavagem com desgaste e rasgos também a laser.  Produto certificado: OEKO-TEX STANDARD 100, BCI, Bann Premium Zero Aniline * Indigo Dye. Composição: 97,5%CO 2,5%PUE LYCRA® Eco-Made Largura: 1,60 +/- 2 Ligamento: MAQ. Dif. Alongamento: 30 / 40% Oz Original: 10 +/- 3 Encolhimento Urdume: 4% +/- 2 Oz Acabado: 8,8 +/- 3 Encolhimento Trama: 14% +/- 3

Das certificações: OEKO-TEX STeP, DETOX-TO-ZERO by OEKO-TEX, ISO 14001, ISO 9001, ISO 45001; Programas sustentáveis: Contribuidor do ZDHC, Índice do Higg-Index e membro do PACTO GLOBAL; Tecnologias Sustentáveis: BIOMASSA, Estação de Tratamento de Efluentes com MBR e Genius Denim - Green Dye.

O DETOX TO ZERO não é uma certificação e sim todo um sistema para uma melhor gestão focada na remoção de produtos químicos potencialmente perigosos das cadeias de

abastecimento da indústria têxtil, a qual atende a MRSL (Manufacturing Restricted Substance List), uma lista que apresenta os limites internacionais para os componentes químicos

restritivos nos processos produtivos, conforme preconizado pela campanha do Green Peace – e foi integralizado ao processo de certificação do STeP by OEKO-TEX®. Desta

forma em nossa última auditoria de certificação do STeP, fomos auditando e aprovados em relação aos requisitos para o atendimento do DETOX TO ZERO.

Todas as certificações conquistadas pela Covolan como a ISO 14001, ISO 9001, ISO 45001, OEKOTEX STANDARD 100, STeP, além dos outros programas e ações sustentáveis, foram fundamentais para o atendimento dos requisitos do DETOX TO ZERO.

11O Pacto Global da ONU é uma chamada para as empresas alinharem suas estratégias e operações dentro dos princípios de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção, desenvolvendo ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade. Hoje, O Pacto Global é considerado como a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo. A Covolan Têxtil,  ao se tornar membros, além de avançar nosso negócio por meio de um modelo sustentável nós nos comprometemos com seu principal propósito, que é contribuir com a agenda 2030, composta pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), os quais são eles:

1. Erradicação da Pobreza. 2. Fome Zero e Agricultura Sustentável. 3. Saúde e Bem Estar. 4. Educação de Qualidade. 5. Igualdade de Gênero. 6. Água Potável e Saneamento. 7.Energia Acessível e Limpa. 8. Trabalho Descente e Crescimento Econômico. 9. Indústria Inovação e Infraestrutura. 10. Redução das Desigualdades. 11. Cidades e Comunidades Sustentáveis.

12. Consumo e Produção Responsáveis. 13. Ação contra a mudança Global do Clima. 14. Vida na Água. 15. Vida Terrestre. 16. Paz, Justiça e Instituições Eficazes. 17. Parcerias e meios de implementação.

2Os projetos são desenvolvidos por meio das plataformas de ação, desta forma, as organizações escolhem como irão voluntariamente, através de suas ações, contribuir com os objetivos de acordo com o seu segmento, atividade, cultura e valores. Ao aderir  ao Pacto Global a Covolan, além de se comprometer com as ODS, corrobora o respeito e a prática dos princípios desta iniciativa, os quais são: Apoiar e respeitar os direitos Humanos, apoiar a liberdade de associação, eliminar todas as formas de trabalho forçado, compulsório ou infantil, eliminar a discriminação no emprego, preservar o meio ambiente desenvolvendo iniciativas responsáveis e eliminar a corrupção.

Com esta iniciativa todos os países e todas as partes interessadas, atuam em parceria colaborativa, buscando o cumprimento da Agenda 2030, pactuada pelo Brasil e outros 192

países que integram a Organização das Nações Unidas (ONU).

“Todos nós temos o mesmo trabalho. Estamos unidos no negócio de um mundo melhor” UN Global Compact

Santista Jeanswear

patchesA marca referência em denim na América Latina, apresentou as suas novidades para o outono/inverno 2022 na abertura oficial de seu espaço na Denim City em 24 de maio passado. Para a ocasião trouxe produtos focados na sustentabilidade e denims com alto power de stretch, conforto para vestir todos os formatos de corpos e sem gênero para peças diversificadas.

Santista-Visuais-Website-03Na apresentação das tendências de comportamento e direções de estilo decodificando os sinais que influenciaram o design e consumo a Sueli Pereira, Gerente de Inovação e Design, colocou que os momentos transformadores que estamos vivendo desde o ano passado, fizeram com que a Santista Jeanswear buscasse reafirmar seu compromisso com a sustentabilidade, algo que já está enraizado no DNA da marca, por meio dos artigos Upcycle Concept que em sua alta composição, utilizam fibras recicladas no urdume e na trama, sem tingimentos, que resulta em aspecto original, criando um enfeito denim rústico e autêntico, além de mínima utilização de água no processo, tornando-o o mais sustentável. Para ilustrar os usos do Upcycle, o designer João Foltran, da House of Blog, apresentou no espaço da marca a coleção que desenvolveu utilizando o mínimo de produtos químicos e sem utilização de água para seu desenvolvimento final. Para completar o ciclo sustentável uma parte da venda das peças será revertida para uma importante ONG de reflorestamento.

Outro artigo que mereceu destaque foi o Stckiker com 70% de stretch resultante do elastano especial Lycra®, que traz versatilidade ao tecido, uso ilimitado se adequando com conforto todos os tipos de peças e corpos e lembrando que o consumidor masculino adere cada vez mais ao fit skinny.

Santista-Visuais-Website-03

Os artigos lançados foram: Upcycle Concept, Now Orion, Black e Mix Black; além dos artigos Push-up e Gummy no conceito denominado STICKER POWER que promete adesivar os corpos, modelando e definindo as curvas. Uma outra novidade que está no showroom é a ilha de shapes & perfil de consumidor, que visa facilitar a aplicação das tendências aos fits mais demandados e ofertados no mercado, a empresa que há mais de sete anos vem monitorando o varejo e em paralelo aprofundando o entendimento dos valores que guiam os comportamentos e hábitos dos consumidores. Com essas duas pesquisas/linhas a área de tendências cruzou os dados para interpretar de forma mais assertiva os principais shapes, ofertados no mundo: são 10 femininos e quatro masculinos, adequando tecidos e acabamentos de acordo com a estética de cada perfil e desta forma oferecer um guia que facilite as escolhas de sua marca.

VICUNHA

1Para a empresa a busca por conforto no trabalho remoto e resgate do otimismo são tendências comportamentais que influenciarão a moda em  2022. Assim a multinacional brasileira Vicunha antecipou as tendências pautadas pelas novas necessidades do consumidor jeanswear e mapeou duas novas megatendências em vestuário que vem crescendo cada vez mais no mercado de moda jeans, sem deixar de lado a pegada sustentável e inovadora.

1.Megatendência ‘Modo Híbrido se baseia no modelo híbrido de vida moderna das pessoas, em que as vidas profissionais e pessoais convivem em um mesmo ambiente e em um mesmo tempo. Esse estilo de vida ascendeu, especialmente, com o início da pandemia, em que as pessoas foram obrigadas a fazer de suas casas, não somente o ambiente de conforto e relaxamento de suas vidas pessoais, mas também seu espaço de trabalho. Tal megatendência se divide em dois cenários:

nayara-640x427helena-640x427-2No estilo Workleisure - junção das palavras work (trabalho) com leisure (lazer), o termo é designado para falar da tendência de levar conforto a momentos profissionais. À medida que entramos em um período de transição, a moda se preocupa em equilibrar o novo desejo do consumidor por conforto com as demandas da vida profissional. O design leva em consideração as rotinas híbridas vividas em ambientes internos e aos poucos externos. Hoje, trabalhar confortavelmente é uma necessidade.

Neste estilo, as modelagens tradicionais são repaginadas nos detalhes e, junto a shapes um pouco mais oversized, compõe os novos clássicos para um guarda-roupa  cápsula inteligente e assertivo. Os materiais são macios ao toque, confortáveis e de boa qualidade. Os elastizados são a chave desta tendência

Do esportivo ao folk, malha e moletom denim aparecem proporcionando uma união de estilo e praticidade, tudo o que esse lifestyle pede. Acentos vintages e temas nostálgicos ainda são presentes, mas se diluem, criando um jeanswear atemporal.

Os principais shapes femininos: Wide Leg, Vintage Pants, Super Skinny, Comfy Denim Shirt, Hug Jackets e Loungewear Denim.

Os principais shapes masculinos: Relaxed Pants, Denim Shirt, Denim com Moletom.

Detalhes: Cós e Barras elastizadas, Detalhes Vintage e Mix de Denim e de outros Tecidos.

Lavagem: Vintage, Degradê e Efeito Patchwork.

Tecidos: Stretch 360º, Extreme Power, Baixos Encolhimentos, Recuperações Perfeitas e Tingimentos Puro Índigo.

squeeze-2-640x427squeeze-3-640x427O mood Athflow funde roupas esportivas e a alfaiataria. Se no Workleisure o objetivo é tornar momentos da vida profissional mais confortáveis, a tendência Athflow combina os mundos do activewear e do loungewear para criar um guarda-roupa extremamente versátil para ser utilizado em diferentes ocasiões e cenários. Afinal, nossos espaços profissionais e pessoais nunca estiveram tão interligados. Aqui, as peças estão mais fluidas: shapes clássicos voltam à cena em volumes oversized, tornando-se os novos coringas. Parkas, overshirts, pantalonas e, até mesmo, volumes matelassados são super bem-vindos, pois transmitem a leveza que as pessoas precisam para encarar os novos tempos.

Tons terrosos se tornam novos básicos, oferecendo uma conexão soft com a natureza, passando uma sensação de segurança e tranquilidade ao mesmo tempo.

Principais shapes femininos: Relaxed Fit, Maxi Camisa, Inteiros, Casual Loungewear (aqueles que lembram pijamas mas são extremamente sofisticados) e Alfaiataria Comfy.

Principais shapes masculinos: Relaxed Fit, Blazer Soft e Look Monocromático.

Detalhes: Cós e Bolsos Alfaiatados, Cós com Amarração ou Elastizado, Pregas, Recortes Vintage e Detalhes Utilitários.

Lavagem: Vintage Wash e Tie-Dye.

Tecidos: Denim Colour Athletic e Construção de Moletom.

2.Megatendência ‘Otimismo Radical’ A segunda macrotendência em comportamento e moda é o Otimismo Radical. Em um cenário em que a vacinação contra a Covid-19 avança ao redor do mundo, surge um sentimento de otimismo renovado, que evidencia estratégias de combate ao esgotamento emocional e valoriza ações de impacto positivo. E a moda pode ajudar os consumidores a construir essa postura mais alegre e confiante, onde o jeanswear está sendo direcionado para um futuro cada vez mais diverso, imaginativo, sem limites e, principalmente, pautado pela necessidade de mudanças positivas, sociais, ambientais e ética. E dentro do Otimismo Radical temos duas histórias:

helena-2-640x427Future Nostalgia - rege o ciclo da moda, mas cada geração é diferente. Enquanto os Millennials seguem as tendências dos anos 90, a Gen-Z encontra conforto nos estilos do início dos anos 2000. Também percebemos que o desejo de comemoração está despertando um interesse do consumidor por peças com brilho - a busca por roupas brilhantes aumentou 43% em relação a 2020, de acordo com a plataforma global de compras de moda Lyst. Esta trend traz um clima de retrospectiva da estética daquela época, então, olhar para as estrelas pop deste período é riquíssimo para construir este mood sexy e bem-humorado. O jeans com stretch aparece em lavagens com visual faded. As micro peças cheias de aviamentos são essenciais para compor o estilo. Além disso, a estética Novo Vintage é muito importante: a popularização do comércio de segunda mão e uma maior conscientização ambiental potencializa o desejo do consumidor por denim com cara de desgastado pelo tempo. Ideais para uma vida pós-pandemia, fits oversized em bases rígidas ganham força, assim como a estética de alvejamento caseiro conquista pela possibilidade de customização e reciclagem de peças já existentes.

Principais shapes femininos: Low Rise Fit, 00’s Flare e Party Denim Look

Principais shapes masculinos: Skater Pants e Print Total Look.

Detalhes: Denim com Aplicações e Over Patches.

Lavagem: Sobretinto, Extreme Bleach e Logo Mania.

Tecidos: Novo Vintage, Tingimentos especiais (mentolado) e Marcação do Tempo

francesca-2-640x427francesca-640x427Feel Good - esta trend é uma manifestação otimista e escapista contra tempos sombrios. Com origem nas áreas do Design e da Beleza, ela é
francesca-3-640x427colorida, lúdica, divertida e acolhedora, além de trazer em seu core a cultura pop, elementos kitsch e muito humor.

À medida que o mundo emerge das restrições da pandemia, a cor se tornará um símbolo de autoexpressão, otimismo e equilíbrio. Neste contexto, ganha força a trend Kidcore, inspirada na infância, com símbolos, cores e formas que trazem à tona a criança dentro de cada um.

Como resposta à masculinidade tóxica, a moda masculina se abre ainda mais a cores doces em formas divertidas, para atender a um perfil contemporâneo que é mais livre de padrões. As roupas se apresentam como telas em branco para receber ‘obras de arte’ autorais, expressando individualidade e alegria.

Principais shapes femininos: Alfaiataria Funny e Kids Fit.

Principais shapes masculinos: Soft Colours (aplicadas em shapes com pegada workwear e bermudas).

Detalhes: Ultra Girl e Painter.

Lavagem: Artistic Mode, Soft Marble e Efeito Óptico.

Tecidos: Fios Penteados com toque, conforto e ótima recuperação.

“A sociedade vem se transformando de forma acelerada nos últimos anos e a pandemia foi um grande vetor para acelerar ainda mais esse desenvolvimento. E nesse novo mundo em que vivemos (e que chegou para ficar), o trabalhar e viver remotamente implica em uma série de atitudes. Geralmente em um único lugar temos que cuidar da família, da casa e do trabalho. A partir disso, surgem  necessidades por conforto e praticidade que se unem à sustentabilidade e à versatilidade tornando-se elementos essenciais para elevar a qualidade de vida. Neste sentido, produtos que unam essas tendências serão mais demandados, pois tornarão a rotina dos consumidores mais leve”, afirma Lorena Botti, cool hunter da Vicunha.

………………………………………………………………………………………………………………………………

da redação com as informações: ABIT - Viveiros & Associados / CANATIBA - Ronald Sclavi / CAPRICORNIO - Ativa Ass.Comunicação / CEDRO - 22 graus Com.Marketing / COVOLAN - Thaisa Peralta / LYCRA - Mkt Mix Ass.Comunicação / SANTISTA - Helena Augusta Ass.de Comunicação / SENSIL - Ag Três / VICUNHA - IN PRESS

Imagens: fotos/divulgação

industria&comércio

worldfashion • 22/04/21, 14:54

9c2255815c5f91896a0ef08f808583bdAs indústrias centenárias do setor têxtil,  empreenderam e evoluíram os seus negócios para o comércio,  assim acompanham e entendem melhor sobre as constantes alterações do consumo.  As ações permitem mudanças rápidas na criação e produção, para atender o consumidor cada vez mais exigente e informado. Vamos conhecer as propostas para o futuro da Cia.Hering e Lupo, duas gigantes deste setor

CIA.HERING

68effc81e00dea4e9aab784eff9bb76d-640x360Empresa referência no mercado da moda nacional, com 140 anos de história, sempre em evolução nos seus negócios, apresenta o novo logotipo, ainda mais conectada com a experiência do consumidor. A reformulação, assinado pela FutureBrand São Paulo, reconhece o legado da Cia. Hering para o Brasil e a prepara para o futuro como uma plataforma de marcas que conecta moda a pessoas.

“Estamos vivendo um cenário sem precedentes no mundo todo, mas acreditamos que sempre temos o poder de construir um futuro melhor - dia após dia. Pensando nisso, hoje reforçamos ainda mais o nosso desejo em focar no thiago-hering_diretor-executivo-de-negocios-427x640consumidor, criar experiências surpreendentes e posicionar a Cia. Hering como uma plataforma de marcas”, explica Thiago Hering, COO da companhia.

A nova proposta corporativa, reunirá marcas como Hering e Dzarm, impulsionando os negócios e criando produtos, serviços e soluções que colocam as pessoas no centro das decisões por meio do digital integrado e de uma sólida expertise no B2B. “Sempre trouxemos em nossa essência o estímulo ao empreendedorismo - somos uma Cia. conectora de negócios, especialista em moda brasileira, comprometida com as pessoas e corajosa nas decisões. Construímos um ecossistema sustentável e com impacto positivo para todos os stakeholders. A união de forças com nossos parceiros é fundamental. Estas qualidades nos trouxeram até aqui e vão sustentar os próximos capítulos da nossa história” continua Thiago. “Nos últimos anos, evoluímos e ampliamos a nossa experiência phygital. Repensar a marca corporativa nos trouxe uma visão ainda mais clara de onde queremos chegar e qual é o nosso foco daqui pra frente: uma Cia. Hering conectada às novas tecnologias para oferecer experiências únicas e surpreendentes a todas as pessoas”, revela.

Com profundo conhecimento sobre sua cadeia de valor, a companhia mantém relacionamentos sustentáveis a partir do fomento de uma indústria da moda mais justa e inclusiva. Ao trazer o foco para a experiência, a Cia. Hering busca na inteligência de dados a fórmula para unir estas duas pontas e conectar parceiros a canais, pessoas à moda. O resultado é um ecossistema que gera impacto positivo e equilibra alta qualidade, design excepcional, tecnologia de ponta e bom custo-benefício.

80dd81a9b85b491dc5d8cd53ce37c8cf-640x360“Ao equilibrar um propósito forte com uma experiência engajadora, tornamos a Cia. Hering uma future-proof brand. Este olhar passa então a nortear todas as suas marcas, que compõem um ecossistema baseado na colaboração, na troca e no valor do coletivo. Isso é o que define a plataforma”, explica Ewerton Mokarzel, diretor executivo de Criação e sócio da FutureBrand São Paulo. De acordo com ele, o rebranding reforça características fortes que são parte da essência da Cia. Hering - como o empreendedorismo e fomento à inovação.

Uma identidade visual renovada marca o novo momento da Cia. Hering. Mais preparada para o ambiente digital, a nova marca corporativa assume um papel mais amplo de conexão e acolhimento das diferentes iniciativas e propostas de valor das suas marcas. Pensado para representar esse ecossistema, o redesenho do logotipo e a criação de um universo visual mais moderno trazem vida ao posicionamento atual e preparam a companhia para conduzir a indústria da moda ao futuro.

Manifesto Cia. Hering

Nossa expertise veio com o tempo.

E com o tempo, cresceu a paixão pelo que fazemos.

Para nós, sempre é preciso ir além.

Temos orgulho de ser brasileiros e conhecer profundamente o País.

Nossa cadeia de valor produz, entrega, conhece e conecta parceiros aos canais, soluções às necessidades e pessoas à moda.

Sabemos que por trás dos números existe o aspecto humano que tanto nos move.

Por isso, nossa inteligência transforma dados em emoções e experiências únicas.

Temos em nossa essência a coragem para empreender, a confiança no coletivo, o ambiente aberto à inovação, a busca constante por conhecer o cliente para sempre surpreendê-lo e a união de forças com nossos parceiros.

2733526cc481ee0f5423fc9d8b216712-640x3601Nossa plataforma de marcas constrói um ecossistema sustentável que gera impacto positivo e equilibra alta qualidade, design excepcional, tecnologia de ponta e custo-benefício.

É isso que fazemos todos os dias com muita paixão e vontade, para que nosso legado não seja apenas um manifesto, mas que se manifeste em todos os que fazem parte da nossa história.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação imagens: fotos/divulgação

LUPO

download-1A marca começou como uma relojoaria em Araraquara, interior de São Paulo, até se tornar fábrica de meias em 1921, data inicial da história da Lupo. Em 1947, a empresa já despontava no cenário brasileiro como a maior fabricante de meias masculinas produzidas em material 100% algodão, mesmo ano em que recebeu as primeiras amostras do Nylon, o fio sintético que iria revolucionar o mercado de meias no mundo todo. A nova coleção de cuecas lançada em 1991 foi o momento da diversificação dos produtos, uma nova fase no crescimento da Lupo.

16“Sem dúvida, chegar aos 100 anos é um motivo de celebração. Mas mais do que celebração, é motivo de olhar para a nossa história e refletir sobre quão valiosas são as lições que colhemos durante essa jornada que dura já três gerações”, comenta Liliana Aufiero, Diretora Presidente da Lupo e neta do fundador Henrique Lupo.

22Com duas sedes; uma na cidade de Araraquara, interior do Estado de São Paulo, que ocupa uma área de 90 mil metros quadrados, empregando mais de 5 mil pessoas na região; e a outra na Bahia, em Itabuna, que ocupa uma área de 40 mil metros quadrados e emprega cerca de 2 mil funcionários. É a primeira marca nacional no setor têxtil a alcançar, no INPI, o reconhecimento de marca de Alto Renome, reforçando o quanto está presente no inconsciente e no coração dos brasileiros. Atualmente, a organização oferece 12 mil itens em seu portfólio, composto pelas marcas Lupo, Lupo Sport, Trifil e Scala, produzindo mais de 145 milhões de peças por ano, e atendendo a todos os segmentos e estilos. A linha Lupo Sport, a mais recente, traz roupas e acessórios desenvolvidos com alta tecnologia para a prática esportiva. A marca inova também colocando no mercado coleções voltadas para o universo geek através da linha Lupo Urban, contando também licenças exclusivas do cinema, como Disney, Marvel e Mario Bros.

25fcc515f541fe9a6837db8cef9596c4A Lupo se reinventou e apostou numa linha de máscaras confortáveis e com uma tecnologia inovadora, o que garantiu bons resultados para a empresa em 2020 e deve continuar em 2021. As máscaras foram desenvolvidas com a tecnologia antiviral e antibacteriana Amni Virus-Bac Off, que consiste em um agente antiviral presente na matriz do fio têxtil de poliamida Amni que inativa vírus envelopados (como o Coronavírus) e não envelopados, além de eliminar bactérias e bloquear a contaminação cruzada, assim evitando que a roupa seja um veículo de transmissão. Outro ponto positivo é que essa tecnologia é embutida no DNA do fio, tornando a proteção permanente mesmo depois de diversas lavagens. O sucesso foi tão grande que além das máscaras, essa tecnologia está sendo aplicada em outras linhas de produtos Lupo.

A sustentabilidade é um importante pilar da empresa, que constantemente está em busca da utilização consciente dos recursos naturais, com reuso e reciclagem, sempre que possível, procurando o aprimoramento do capital humano. Na produção utiliza 100% de fios e malhas de algodão com certificação BCI, Better Cotton Initiative, uma organização sem fins lucrativos criada em 2002, com sede em Genebra na Suíça, que atua na melhoria dos processos de plantio de algodão. A empresa também possui Certificação Florestal do Forest Stewardship Council (FSC) em 100% de suas embalagens de cartão, ajudando na preservação dos recursos naturais.

O consumo de energia elétrica, lenha e combustível vem sendo reduzido. No relatório mais recente de sustentabilidade da Lupo foi apresentada uma redução de 65% no consumo de energia elétrica, assim como houve uma redução significativa na emissão de CO², de 2017 para cá. Economia de água e todos os outros recursos também são uma preocupação da empresa, que vem atingindo resultados cada vez mais promissores.

imagem_loja119_2No tocante ao capital humano, a Lupo tem diversas iniciativas para promover a equidade de gênero, sendo que 79,4% dos seus colaboradores se identificam com o sexo feminino e os colaboradores homens e mulheres que exercem o mesmo cargo têm como remuneração a mesma base, segundo o relatório de sustentabilidade da empresa.

Para marcar os 100 anos da companhia além de várias ações comerciais como a inauguração em outubro próximo, a MegaStore Lupo, uma loja com aproximadamente 526 m², uma das maiores lojas Lupo no país, com todas as linhas de produtos da marca, no aniversário do Shopping Lupo, no centro de Araraquara, lançam:

- O Espaço Lupo será um novo ambiente cultural, como uma espécie de museu interativo, construído para marcar o centenário. Destinado à cultura, o espaço vai contar a história da família de seu fundador, Henrique Lupo, desde o início da concepção da empresa até o futuro da marca. Para conceber o Espaço Lupo, foi reunida uma equipe de peso, com alguns dos principais profissionais do País no ramo: o escritório de arquitetura MMBB, a historiadora Simona Misan e o especialista em mostras artísticas, o arquiteto Marcus Vinicius. Com esse espaço, a Lupo pretende deixar mais um legado sólido para o Brasil.

acessorios-meias-meia-lupo-01275-001-cano-medio-sem-punho-p-1595525737985- O Livro 100 anos Lupo será contada por um dos maiores escritores do Brasil, Ignácio de Loyola Brandão, araraquarense, integrante da Academia Brasileira de Letras e doutor Honoris Causa pela Unesp, que trará a história desde a saída da família Lupo da Itália até o protagonismo da marca, mesmo durante a pandemia, toda a história de coragem, pioneirismo e crescimento da Lupo. A escolha do autor também carrega o vínculo especial que a família tem com a cidade de Araraquara, no interior de São Paulo, onde está localizada toda a operação, fabricação e escritórios da Lupo.

- Concurso Jovens Estilistas, no segundo semestre, para revelar e selecionar novos talentos. Os participantes trabalharão sobre itens das diversas linhas Lupo, como Lupo Sport, Lupo Urban, Cuecas, Pijamas, entre outros.

- Show exclusivo para o time Lupo, que poderá ser online (de acordo com a situação da pandemia até a data do evento). Onde os próprios colaboradores poderão escolher o artista através de uma votação interna. Serão apresentados 3 nomes, de gêneros e estilos diferentes, fechando as comemorações do centenário

A LUPO é reconhecida por vários setores e entidades em nível nacional e internacional como uma empresa moderna, ágil e comprometida com os aspectos sociais, econômicos e ambientais, conta com mais de 645 lojas em todo o País. Além de fornecer produtos para mais de 3.209 cidades diretamente pela equipe de vendas. As demais cidades são atendidas por revendedores e a Lupo exporta para mais de 30 países.

da redação com informações da JB Press House imagens: fotos/divulgação

Canatiba Printing

worldfashion • 17/03/21, 14:57

4-480x640Nesta terça feira, em coletiva de imprensa virtual, Fábio Covolan - Diretor de Marketing e Exportação da Canatiba, apresentou o lançamento da estamparia digital sobre o denim, reafirmando o prioneirismo da empresa com inovação e sustentabilidade. Foram meses de pesquisa, entre a aquisição do equipamento, montagem/ajustes e produção, para apresentar ao mercado uma revolução no cenário do jeanswear brasileira, abrindo novas fronteiras, em cores, formas e desenhos ( desde imagens fotográficas digitais, passando por grafismos, até os chamados microdesenhos utilizados para gravataria)  o leque de ofertas para a criação de estilistas, confecções e marcas, para desenvolverem estampas exclusivas para suas coleções, a partir de 100 metros de denim, que passarão por testes de qualidade e adequação da arte às bases escolhidas.

600-2354-img_6238-640x603Uma série de bases denim e sarjas PT,  com mais de 97% de algodão, na impressão digital,  alcançam resultados inusitados, possibilitando algo até então impossível para esse recurso de estamparia: a variação visual das lavagens, faz com que cada estampa multiplique seus efeitos.

São poucas e contornáveis as limitações que a nova técnica apresenta, se o fundo da estampa é na cor branca, por exemplo, são utilizadas as bases PT e para fundos escuros em microdesenhos a opção de tingimento se mostrou mais adequada. No mais, o céu é o limite.

frente-6002356-427x640A Canatiba também lança suas próprias estampas, como padrões camuflados, xadrez, dobby (pontilhados de gravataria), animal printing, florais e desenhos de céu que saltam aos olhos pela resolução que alcançam no tecido. O xadrez remete a padronagens de alfaiataria (como o Príncipe de Gales). O animal printing em bases PT chega ao requinte dos efeitos de pelagem e as cores e tons das nuvens - no azul do denim – e das flores – com as múltiplas lavagens – revelam um jeans absolutamente inovador.

No cardápio da tecelagem, consta também ampliação da linha Elastopol - com utilização de fios de poliéster 100% produzidos nas fábricas da tecelagem. São três novas bases. Destaque para o Marrakéxe Elastopol  (9,0 Onças, 65% algodão, 33% poliéster, 2% de elastano, tingimento ecológico e 50% de Stretch). A tecnologia Megaflex apresenta duas novas bases: o Forasteiro Thermofix New Collor (8,0 Onças, 98% algodão, 2% elastano, largura de 1.59 m e  35% de Stretch) e o Marrakéxe Stretch Denim (8,5 Onças, 76% algodão, 22% poliéster; 2% elastano, largura de 1.50 m, tingimento ecológico e 45% de Stretch), o  novo produto de melhor custo/benefício da Canatiba.

frente-6002346-427x640No grupo Premium Denim, com foco em tecidos 100% algodão, a Canatiba apresenta quatro novas bases entre as quais o Mascate + LARGO (10 Onças, tingimento ecológico com 15% de Algodão Reciclado) com o diferencial de largura de 1,80 m e o Phelps Blue Denim (6,0 onças com 1.70 m de largura), muito usado para camisaria, que ganha agora lavagem ecológica, com economia de 80% de água.

SUSTENTABILIDADE

Todos os lançamentos terão como novidade o acabamento Rice Éko, que traz o conceito de economia circular mais uma vez entre as boas práticas utilizadas pela Canatiba. Trata-se de um óleo extraído da casca do arroz. Tradicionalmente usado no mercado cosmético, esse acabamento adiciona vivacidade às cores, toque natural às bases, maciez e boa costurabilidade. O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de arroz, com cerca de 11 milhões de toneladas colhidas por ano, o que gera aproximadamente 20% desse volume em resíduos. A casca de arroz leva mais de cinco anos para se decompor. Mesmo quando descartada em aterros, sua decomposição resulta na produção de gases poluentes, como o metano.

frente-6002350-427x640Também na direção dos processos sustentáveis na sua cadeia produtiva, a tecelagem passou a adotar o sorgo na engomagem de todos os tecidos da sua linha. Esse cereal substitui com ganhos ambientais outras fontes de amido (batata, mandioca, milho, etc).

O Sorgo é o quarto cereal mais produzido no planeta e cresce com baixa utilização de água, menor área de cultivo - inclusive em áreas de solos mais secos e pobres - com colheita mecanizada e boa tolerância a pragas (diminuindo o uso de agrotóxicos).

Na base do ciclo de produção do denim, a agricultura, com a utilização do sorgo a Canatiba contribui para o aumento da área cultivável de alimentos, prática das mais importantes para o equilíbrio ambiental.

Os lançamentos e processos sustentáveis da Canatiba Denim Industry reafirmam os compromissos da empresa na geração de valor na cadeia têxtil a partir da inovação com responsabilidade social e ambiental – marcas registradas em mais de meio século de história. Desde do  “envelhecimento” industrial, passando pela elasticidade, até a incorporação características funcionais, como tratamentos antimicrobiais, fazem parte do cardápio de inovação do segmento mais competitivo da cadeia têxtil. E agora com a tecnologia até então utilizada somente em outros segmentos: a impressão digital no denim - Canatiba Printing será a estrela dos lançamentos da tecelagem nas bases Elastopol, Megaflex e Premium Denim,

da redação  com informações da Duo Press imagens: fotos/divulgação

Persono

worldfashion • 27/01/21, 17:30

A Coteminas  fundada em 1967, em Montes Claros (MG), por José Alencar, é uma empresa têxtil verticalmente integrada, atuante nos mercados nacional e internacional,  produz fios, tecidos, produtos têxteis de cama, mesa e banho, uniformes profissionais, brins e jeans, unindo qualidade e custos altamente competitivos. Entre as marcas do grupo estão: Artex, Santista e mmartan. Lançou em Dezembro 2020, um projeto inédito e inovador, batizado de Persono,.para conscientizar, monitorar e auxiliar no tratamento de distúrbios do sono. A nova unidade da empresa transforma o high-touch em high-tech ao propor um olhar científico para a saúde e para a qualidade do sono dos brasileiros.

img_1624

Segundo Josué Alencar, diretor da Coteminas, responsável pela unidade Persono, “a privação do sono é uma pandemia silenciosa que se agravou ainda mais neste ano de 2020, com o Coronavírus. É extremamente importante que as pessoas tenham consciência de que o sono adequado é o melhor remédio para muitos problemas de saúde”.

fabrica_04-640x427Com o propósito de melhorar a vida das pessoas a partir de um dormir de maior qualidade, a unidade Persono atuará em 3 frentes: conscientização sobre a importância do sono; coleta de dados de monitoramento com diagnóstico e acesso a produtos e serviços para dormir melhor.

As primeiras entregas começam com o pilar da conscientização, tendo por objetivo levar embasamento científico sobre a importância do tema e suas consequências para a saúde. Com o apoio de especialistas em medicina do sono, a marca já lançou webinars, newsletters e um blog dedicado ao tema. E ainda promoverá pesquisas, podcasts e até uma série documental, já em produção, para exibição em TV e canais de streaming.

fabrica_03-640x427fabrica_02-640x427Dados da Associação Mundial de Medicina do Sono (WASM), atual World Sleep Society, revelam que “os problemas de sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e a qualidade de vida de mais de 45% da população mundial.” Infelizmente, o problema de privação de sono é ainda mais grave no Brasil: levantamento de 2016 publicado na revista Science Advanced mostra que somos um dos povos que menos dorme no planeta, só ficando atrás dos japoneses e dos habitantes de Singapura. E isso, certamente tem impactos diretos em diversos aspectos da saúde desses povos e até mesmo das economias de suas nações.

Numa pesquisa realizada entre os dias 5 e 10 de novembro de 2020, em todas as regiões do país, esse estudo representativo abrangeu 5 classes sociais e 4 diferentes recortes etários, computando um total de 2 mil respondentes, amostragem semelhante à realizada por institutos como Ibope para eleições presidenciais. Conduzida pela plataforma de human analytics da MindMiners - empresa de tecnologia - e coordenada pela consultoria Unimark/Longo, a pesquisa “Acorda, Brasil!” teve como objetivo imediato a conscientização da classe médica, autoridades públicas e de toda a sociedade para o grave problema de privação de sono em nosso país, já que mostra que 62% dos brasileiros sofrem de distúrbios do sono, percentual muito acima da média mundial, que é de 45%.

josuecc81alencar2-427x640“Certamente, a pandemia contribuiu para um aumento de distúrbios do sono, fortemente motivados pelas preocupações com questões financeiras” - comenta Josué Alencar - diretor da Coteminas, responsável pela marca Persono, (na foto ao lado).  “Mas há tempos que a qualidade do sono tem sido negligenciada. O sedentarismo, por exemplo, é um dos fatores históricos que contribui negativamente para a má qualidade de sono do brasileiro. E, agora, o vilão da vez é o celular levado para a cama. Com sua luz azul que inibe a produção do hormônio do sono e a ansiedade provocada por notícias e redes sociais, este mau hábito já  faz parte das noites de 78% dos brasileiros” - complementa.

Para corroborar com a necessidade de conscientização, a pesquisa revela que, mesmo tendo plano de saúde, o brasileiro se consulta muito pouco sobre distúrbios do sono: 86% não consideram problemas com sono uma razão suficiente para ir ao médico.

Agora em Janeiro 2021 anunciaram parceria inédita com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e, assim, levar o projeto inovador de conscientização, monitoramento e detecção dos distúrbios do sono Persono ao mundo dos esportes.

imagem-1Na foto: Alberto Cavaleiro - Labortório Olímpico/COB, Marcelo Freitas - Labortório Olímpico/COB, Manoela Penna - diretora de comunicação e marketing/COB, Roberta Martins - gerente de marketing de Persono, Josué Alencar, diretor de inovação e novas tecnologias da Coteminas. e Jorge Bichara - diretor de esportes/COB

Segundo Josué Gomes, presidente do Grupo Coteminas, o patrocínio se inicia com a marca Persono, como fornecedor oficial do COB, mas mais do que simplesmente patrocinar, haverá uma cooperação entre os times técnicos e científicos do Persono e do COB com foco na qualidade do sono e sua importância para atletas de alta performance. Ainda de acordo com o empresário, através do esporte, a Coteminas espera poder contribuir para as próximas conquistas do Time Brasil.

“É um privilégio trabalhar com atletas que representam toda uma nação, afinal eles levam para as competições a esperança da nossa sociedade. E, fazer qualquer contribuição para melhorar a performance deles já é uma conquista que, além de nos orgulhar, marcará a nossa história”, afirma.

“Para o COB, é muito importante ter parceiros que colaborem com o desenvolvimento do esporte no nosso país e nos ajudem a dar aos atletas as melhores condições de treinamento e performance”, diz Paulo Wanderley, presidente do COB.

imagem-3“A parceria com a Coteminas tem duas vertentes importantes: trata-se de mais uma empresa de destaque em seu segmento que faz parte do nosso rol de patrocinadores, levando a marca do COB a novos públicos, além de produzir informação e dados para incrementar nosso trabalho de Ciência do Esporte em busca de resultados sempre melhores”, diz Manoela Penna, diretora da Comunicação e Marketing do COB, (na foto acima à esquerda ao lado de Josué Alencar, diretor de inovação e novas tecnologias da Coteminas, Roberta Martins - gerente de marketing de Persono e Jorge Bichara - diretor de esportes/COB.)

A compreensão do sono de cada atleta olímpico permitirá o desenho de protocolos de recuperação física e mental adequados para cada um, de acordo com as exigências de força, velocidade, resistência e reflexos de cada modalidade esportiva.

“A partir do momento que a tecnologia vai monitorar a qualidade de sono, ela possibilitará um controle sobre o volume de sono e o que o atleta estará apto a realizar no dia seguinte. O Persono será mais uma ferramenta extremamente para o acompanhamento do sono dos atletas e suas condições físicas”, revela Jorge Bichara, diretor de Esportes do COB.

Para o desenvolvimento da tecnologia que irá monitorar o sono dos nossos atletas, a Coteminas tem realizado parcerias com renomados institutos de polissonografia, além de investir em ciência de dados na busca de sistemas de alta precisão e eficiência para monitoramento do sono.

imagem-22Josué Alencar, diretor da Coteminas, responsável pelo projeto Persono foto acima ao lado de Roberta Martins - gerente de marketing de Persono.  detalha: “Temos o propósito de melhorar a qualidade de vida das pessoas através de sono. Expor a importância de uma rotina regrada, que leve a uma vida mais saudável e produtiva, é fundamental numa sociedade em que pouco se fala sobre o assunto”.

O potencial para os atletas é enorme, já que um sono regulado tem a capacidade de ajudar nas vertentes imunológica (mantém a produção de anticorpos); metabólica (controla a diabetes e previne a obesidade); cognitiva (fortalece a memória, previne a depressão, melhora a aprendizagem, estimula a criatividade e agilidade de resposta); cardiovascular (controla a hipertensão e reduz riscos de doenças CV); genética (evita mutações negativas no DNA) e reprodutiva (mantém os níveis normais de testosterona e a capacidade reprodutiva feminina).

“Um sono adequado tem capacidade de recuperação muscular, energética, hormonal e arterial. Além de consolidar a memória e de reorganizar os neurônios e seus circuitos, o que é essencial para os atletas”, conclui Dra. Ana Carolina Corte, coordenadora da equipe médica do COB.

da redação com informações da Epifanica imagens:da fábrica  fotos/divulgação, outras créditos de Rafael Bello/COB

COMUNICADO

worldfashion • 12/01/21, 10:40

logologo-2A Rhodia, empresa do Grupo Solvay, assinou acordo com Grupo MCassab, que atuará na distribuição de fibras e fios têxteis de poliamida. Atualmente, a MCassab já é distribuidora de especialidades químicas produzidas pela Rhodia no Brasil.

A implantação deste canal de distribuição para as fibras e fios têxteis da Rhodia faz parte da estratégia de crescimento da empresa neste segmento, ampliando a sua rede de promoção, atendimento e disponibilidade junto aos clientes com necessidades e volumes específicos.

imagemDentre os principais fios de poliamida da Rhodia que o Grupo MCassab passa a distribuir destacam-se:

Amni® Virus-Bac Off, desenvolvido para combater a contaminação cruzada de vírus e bactérias, incluindo o coronavírus, entre os artigos têxteis e o usuário. A poliamida pode ser usada em roupas casuais, esportivas, uniformes escolares, roupas profissionais, meias, calçados e acessórios, máscaras de uso social e até vestimentas e enxovais hospitalares.

Amni Soul Eco®, primeiro fio de poliamida 6.6 biodegradável do mundo, cuja fórmula foi aprimorada para permitir que as roupas feitas com esse fio se decomponham rapidamente após serem descartadas em aterros sanitários.

Amni® Biotech Eco, fio biodegradável com proteção bacteriostática para uso diário, especialmente em peças de lingerie, underwear, meias e roupas esportivas.

Amni® UV Protection, tecnologia com proteção contra raios UVA e UVB com, principalmente para alta exposição à luz solar, usado em artigos de moda praia, esportiva, de lazer e acessórios.

Amni Colors®, que oferece otimização de recursos têxteis com o desenvolvido para inserir uma tonalidade especial ao fio. Além de eliminar a etapa de tingimento e o risco de manchas, também evita a perda de intensidade da cor nas roupas.

Emana®, fio inteligente com minerais bioativos incorporados em seu DNA, que absorvem o calor do corpo humano e emitem raios infravermelhos longos de volta ao corpo, proporcionando benefícios cosméticos e esportivos com muito conforto e bem-estar.

antonio-leite“Estamos confiantes de que, juntos, conseguiremos ampliar ainda mais a aplicação das tecnologias inovadoras da Rhodia no setor têxtil, levando as nossas inovações sustentáveis e que promovem qualidade de vida para um maior número de pessoas”, afirmou Antonio Leite, Vice-Presidente Global de Poliamida e Fibras do Grupo Solvay.

Sobre o Grupo Solvay

A Solvay é uma empresa de ciências cujas tecnologias oferecem benefícios em muitos aspectos da nossa vida cotidiana. Com 24.100 empregados em 64 países, a Solvay une pessoas, ideias e elementos para reinventar o progresso. O Grupo busca criar valor compartilhado sustentável para todos, principalmente por meio do programa Solvay One Planet, elaborado em torno de três pilares: proteger o clima, preservar recursos e promover uma vida melhor. As soluções inovadoras do Grupo contribuem para produtos mais seguros, limpos e sustentáveis, que podem ser encontrados em residências, alimentos e bens de consumo, aviões, carros, baterias, dispositivos inteligentes, equipamentos de saúde, sistemas de purificação de água e ar. Fundada em 1863, a Solvay está hoje entre as três principais empresas do mundo na maioria de suas atividades e obteve vendas líquidas de € 10,2 bilhões em 2019. A Solvay está listada na Euronext Brussels (SOLB) e Paris e nos Estados Unidos, onde ações (SOLVY) são negociadas através de um programa de ADR Nível I. No Brasil, a Solvay também atua com a marca Rhodia.

da redação com informações da PexPress  imagens: fotos/divulgação

HYOSUNG

worldfashion • 08/01/21, 11:59

20160711-1-3-1A Hyosung empresa Sul Coreana, é referência mundial em tecnologia de ponta, inovação, qualidade e serviço incomparável. Com mais de 100 locais de trabalho localizados em 30 países, possui 20 mil colaboradores em todo o mundo. O elastano é produzido em 10 plantas industriais localizada na Coréia do Sul, China, Turquia, Vietnã, Brasil e Índia. No segmento têxtil é a líder mundial em fios de elastano através da marca creora®.

43No Brasil, em 2011 instalou a mais moderna planta industrial do Grupo, situada na cidade de Araquari, em Santa Catarina. Com terreno de 250 mil metros quadrados e área construída de 40 mil metros quadrados. É a unidade com o ponto estratégico, não só para produção e distribuição nacional, mas como base de produção e distribuição de elastano para países como a Argentina, Peru, Equador, Colômbia e Chile.

11O Grupo sul-coreano Hyosung anunciou essa semana o investimento de R$ 200 milhões no Brasil para ampliação de sua planta industrial, o que aumentará a escala de produção de sua fábrica de elastano localizada em Santa Catarina. Com isso a sua capacidade produtiva aumentará para 22 mil toneladas no total - 80% a mais da capacidade produtiva atual (hoje a produção é de 12 mil toneladas por ano).

3-640x3601No Brasil a expansão foi decidida devido ao rápido aumento da demanda no mercado por elastano, fibra sintética conhecida por seu excepcional alongamento, já que a venda de roupas confortáveis, como homewear e uso esportivo aumentou no mercado têxtil da América Latina devido à propagação do COVID-19. Outro motivo são as tarifações de importação no Brasil. Portanto, uma base de produção local é essencial para manter a competitividade de preços. Além disso, o Brasil faz fronteira com dez dos doze países da América do Sul e tem uma grande extensão do seu limite em contato com o mar, características geográficas vantajosas para exportação para regiões próximas.

Com a expansão da fábrica, a Hyosung espera não apenas atender à crescente demanda na região Sul Americana, mas também responder preventivamente à era pós-COVID-19, expandindo a liderança frente aos seus concorrentes. Atualmente, a participação da empresa no Brasil é a maior, com 65% do mercado.

presidente-hyosung-554x640“O risco sem precedentes causado pelo COVID-19 agravou a incerteza e acelerou a velocidade da mudança”, disse o presidente da Hyosung, Cho Hyun-joon. Ele enfatizou: “Em tempos de mudança, devemos transformar a crise em oportunidade, investindo continuamente em nosso futuro”.

Expansão também na Europa, que se iniciou em novembro 2020, a empresa decidiu ampliar sua fábrica de elastano na Turquia para 2021 por meio de um investimento de USD 55 milhões (KRW 60 bilhões) para atingir o mercado europeu. Também foi estabelecida uma base de produção na Índia em 2019 para os mercados emergentes da Ásia, além de uma fábrica no Vietnã para atingir todo o mercado asiático.

A estratégia é dedicar esforços para estabelecer plantas de produção de elastano por continentes, mantendo sua posição incontestável como líder global. Elastano creora® marca posição da empresa no setor têxtil e de confecção O posicionamento da Hyosung Brasil está muito atrelado a seu desenvolvimento de produtos inovadores em elastano, reconhecido mundialmente no mercado por sua alta performance e rendimento – com seu rendimento, de 8 a 10% superior, gerando resultado direto para os produtores de têxteis e confecções.

hyosung1_2maio20181Os artigos confeccionados com o fio creora® tem maior qualidade e durabilidade e sua consistência superior garante estabilidade produtiva, com risco de rompimento de fibra quase nulo. Resistente a altas temperaturas, o elastano suporta até 135 graus no processo de tingimento. Além disso, também aceita reprocesso sem perder a força do fio e sem comprometer as características do produto têxtil, que mais chama atenção no elastano.

5-640x289Este ano a Hyosung também apresentou ao mercado mundial seu novo fio creora® 3D Max especial para Denim, creora® Color+ com afinidade tintorial para cores extraordinárias em misturas de fibras naturais e/ou sintéticas e seus recentes desenvolvimentos como creora® Regen fio certificado pela Global Recycle Standard (GRS) e feito 100% de resíduos recuperados, e o creora® Bio-massa, uma série de fios com tecnologias multifuncionais de desempenho.

da redação com informações de Carlos Lopes Assessoria    imagens: fotos/divulgação

DelfimProtect

worldfashion • 06/01/21, 10:44

maquina-640x427A Delfim Tecidos, indústria de médio porte especializada em produção têxtil com mais de 60 anos de estrada no mercado nacional. Com modernas máquinas Kettenstuhl, Rachel, Jacquard Tronic e Tramadeira saem, tules, filós, organzas e mosquiteiros. Em cores diversas e metragens específicas para produtos finais nas áreas de moda, decoração e artesanato. Sua tinturaria própria permite desenvolver tingimentos e acabamentos específicos para atender as mais recentes tendências e necessidades do mercado. Além de uma coleção de toalhas de mesa rendadas em diferentes tamanhos e padronagens.

A empresa presta serviços personalizados de urdimento, tingimento e acabamento de tecidos para outras empresas do ramo.Qualidade na produção e agilidade na entrega do produto são fatores determinantes no atendimento a clientes de pequeno, médio e grande porte. A competente equipe de vendas e o sistema de distribuição capilarizado permitem obter os melhores resultados para estes clientes. escreveu uma nova história.

Durante a adversidade da pandemia que arrasou diversos negócios, a empresa corajosamente andou na contramão e com um investimento de R$ 1 milhão e desenvolveu um tecido antiviral que inativa o vírus em um minuto e garantiu que a empresa surfasse a onda da inovação nesse período crítico e lançou a DelfimProtect, um tecido inovador antiviral que é capaz de inativar a ação do vírus em um minuto, segundo dado comprovado em laudo emitido pela Unicamp.

foto-mauro-deutsch-640x4271Essa largada foi possível graças à visão da companhia, que desde quando o assunto virou notícia na China, acionou o modo ‘atenção’ e refletiu sobre como as coisas seriam quando a doença chegasse no Brasil. Porém, não imaginava que de sua linha de produção sairia um produto com uma relevância tão significativa e que fizesse sucesso em tão pouco tempo. “Nós não fazíamos ideia onde esse produto iria nos levar, pois ele se mostrou muito mais potente sob o ponto de vista antiviral. E ele nos permitiu surfar muito bem essa onda de inovação”, conta Mauro Deutsch, CEO da empresa.

O DelfimProtect ganhou protagonismo e permitiu que a empresa atravessasse os primeiros meses mais críticos da pandemia sem precisar demitir nenhum colaborador. Concedeu férias coletivas, interrompeu a produção, porém, nesse período concentrou seus esforços totalmente na realização dos últimos testes científicos de validação do tecido, que se diferencia por ser 100% poliéster, possuir alta eficiência da filtração bacteriana superior a 93% (o padrão exigido pela ABNT é de 70%) e repelência à água.

Para garantir que tudo corresse bem com o desenvolvimento do DelfimProtect e alinhar o cenário da empresa para colocá-lo no mercado, contou com um suporte de várias frentes: um comitê gerencial que se encarregou de levantar as condições da companhia e fazer os ajustes necessários, fez contato com médicos infectologistas para trocar informações, teve o apoio dos fabricantes das máquinas de sua linha de produção, a participação de uma equipe interna que detém um forte conhecimento sobre malha e a parceria da Nanox, empresa ligada à Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). “Foi um trabalho bastante disruptivo, desenvolvido de forma rápida, por quase 20 mãos. Nada teria acontecido sem esse time” declara Mauro Deutsch

maquina-1-640x427Com o sucesso do DelfimProtect, a empresa teve que ajustar sua capacidade de produção de sua linha. As máquinas, que antes eram mais dedicadas à fabricação do tule, passaram a produzir o produto. De 60 mil metros/mês, saltou para 500 mil metros/mês. E, de acordo com Mauro, a capacidade produtiva tem fôlego para atingir até 1 milhão de metros/mês. E ele está confiante nisso. “Tem muito mercado e demanda para isso. O tecido deixou de ser usado só para a confecção de máscaras”, analisa. Hoje é possível encontrar o DelfimProtect em toalhas de restaurantes, aventais de uniformes de garçons, equipamentos de EPI, uniformes hospitalares. Mas o céu é o limite, na visão do executivo da Delfim. “Já existem clientes utilizando o produto em camisetas e calças com punho”.

Esse passo dado pela Delfim coloca a empresa em uma situação estratégica neste momento, porém também diante de novos desafios: a busca por novas inovações não pode parar, para Mauro Deutsch: “Essa é uma crise diferente das outras. É mundial, que tirou nossa capacidade de planejar o ano seguinte. Para lidar com as incertezas e o medo, temos que continuar inovando. Nosso mercado principal é o tule, cujo principal período de venda do ano é o carnaval. Já sabemos que em 2021 a festa não será realizada e, por isso, não podemos ficar parados. Temos que ajudar a sociedade a resolver outros problemas”.

Pensar no outro é algo que faz parte do DNA da Delfim. Duas decisões mostram esse princípio. Uma delas foi não repassar integralmente o custo da produção do DelfimProtect para o cliente, tornando o tecido acessível para o mercado. A outra foi uma parceria feita com o G-10 Favelas, que possibilitou a doação de um volume de tecidos equivalente a três mil máscaras para o projeto Costurando Sonhos. “Nós ampliamos nossa preocupação social para além dos portões da empresa. Isso permitiu que muita gente possa se proteger adequadamente durante a pandemia e várias costureiras possam levar comida para casa nesses tempos difíceis”, aponta Mauro Deutsch.

foto-mauro-deutsch-1-472x640Perante o setor, Mauro Deutsch presidente da Delfim está orgulhoso e com os resultados obtidos. Espera que seu exemplo sirva de incentivo para os demais empresários a assumir uma postura mais corajosa perante à crise. “É muito gostoso ver que as coisas estão funcionando, que fomos na contramão e que valeu cada investimento”. Para este ano, a expectativa é fechar o período com tudo equilibrado, sem perda de receitas. “Nós não vamos crescer em 2020, mas se fecharmos no zero a zero será uma grande conquista. A incerteza é a única certeza que nós temos neste momento. Tudo o que fizemos nesses últimos meses será nossa base para que nos próximos dois anos possamos retomar o crescimento”, conclui.

Enquanto isso boa parte do setor lacrou suas portas, cortou custos, perdeu pedidos, demitiu pessoas, teve dificuldade de acesso ao crédito e amargou prejuízos - segundo um levantamento da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção (Abit) feito em junho deste ano, 96% das empresas do mercado tiveram queda na carteira de encomendas, sendo que mais da metade das fábricas (55%) registrou redução maior do que 50% no número de pedidos - a Delfim caminhou corajosamente na contramão. Investiu para viabilizar o DelfimProtect. “A dor de barriga veio para todo mundo. Eu aprendi que você tem que ir para frente. Cada vez que você recua, para dar um passo para frente há uma grande inércia a ser vencida. E nós decidimos apostar no produto, mesmo sofrendo muitas críticas pela nossa ousadia. Se não tivéssemos feito isso, estaríamos no retrocesso”, reflete Mauro Deutsch.


da redação com informações da Digital Trix Comunicação  imagens: fotos/divulgação

SANTISTA TÊXTIL

worldfashion • 14/12/20, 18:37

logo1No último dia 04 de dezembro 2020, foi concluido a aquisição da Santista Têxtil pelo GBPK Holdings, grupo de 21 investidores brasileiros, a empresa pertencia ao grupo mexicano Siete Leguas.

São 21 investidores na GBPK holding, em sua maioria atuando em outros segmentos e a sigla se refere às iniciais de alguns sócios,que foram escolhidas de maneira aleatória. um deles é o Sr. Gilberto Stocche, CEO da Santista Têxtil há quatro anos, que permanece como presidente da empresa. De acordo com Stocche, a decisão do grupo pela compra foi norteada por acreditarem na recuperação da indústria nacional e, também, no potencial de crescimento da empresa.

gilbertostocche3-427x640“A Santista Têxtil tem uma marca consolidada, perfil inovador e é uma das responsáveis pelo crescimento do setor têxtil no Brasil. Com a aquisição, temos como objetivo desalavancar a companhia, trabalhar na sua modernização e no aumento da produtividade”, afirma.

Em 2019, um ano de transição para a companhia por ser subsequente à compra pelo grupo Siete Leguas, o faturamento da Santista Têxtil foi de 663 milhões de reais. Os dois primeiros meses de 2020 foram positivos para o grupo Santista, sendo que os resultados foram maiores em comparação com o mesmo período de pelo menos 5 anos anteriores e cerca de 20% acima do objetivo para 2020. Mas, como todo o mercado, a empresa sofreu o impacto da pandemia, principalmente entre março e junho.

No entanto, com o apoio dos colaboradores e da Consultoria Falconi, foi possível otimizar a gestão por meio de diferentes medidas, como administração do caixa, renegociação de dívidas, venda de maquinário antigo e melhora da performance. Com isso, atualmente a companhia passa por um momento de forte retomada, refletindo em um segundo semestre de melhor resultado, com destaque para a Argentina.

A Santista Têxtil acumula 91 anos de história e atua, tanto no Brasil como na Argentina, em duas Unidades de Negócio: Jeanswear, dedicada à produção de tecidos para a confecção de jeans, e Workwear, voltada para a produção de tecidos para roupas profissionais.

As expectativas pós aquisição, além de dar sequência ao plano de modernização e produtividade da Santista Têxtil, a GBPK Holdings vislumbra aumentar ainda mais o volume de exportação. “O acordo comercial de livre comércio firmado entre Mercosul e União Europeia, que eliminará as tarifas de importação para mais de 90% dos produtos comercializados entre os dois blocos, possibilitará diversas oportunidades nesse sentido”, aponta Stocche.

Ele ainda reforça que a GBPK Holdings manterá ativo o perfil inovador da empresa. A Santista Têxtil foi a primeira companhia a produzir e comercializar um tecido que inativa o coronavírus, por exemplo. Lançado há três meses, o produto foi testado e comprovado pela USP. “A inovação está no nosso DNA, é a nossa marca, sempre valorizaremos essas ações”, afirma. E, por fim, Stocche também ressalta a importância de continuar investindo em sustentabilidade. “A Santista Têxtil atua de forma sustentável desde 1980, quando o tema ainda não era tão discutido. Temos uma série de práticas nesse sentido, como a reciclagem de resíduos e a nossa atuação com Biomassa. E continuaremos investindo nesse setor”, ressalta.

da redação com informações da Mosaike imagens: foto/divulgação