CONGRESSO INTERNACIONAL ABIT 2019

worldfashion • 31/07/19, 16:14

AGENDA - Dias 22 e 23 de outubro no Expominas

em Belo Horizonte/MG simultâneo ao MINAS TREND.

13

CUSTO BRASIL

worldfashion • 05/04/18, 16:22

da925314-4eb8-48d6-bfbb-3d9c9ddd5d76-640x480A ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção)  divulga que em fevereiro 2018, a produção física de produtos têxteis caiu 4,4% e a de vestuário e acessórios, 1,7%, em relação a janeiro. Esta retração ficou bem acima da média geral da indústria de transformação brasileira, que foi de 0,1%. Na comparação com fevereiro de 2017, observa-se acentuado recuo na fabricação de roupas, de 7,5%, ante crescimento de 1,3% dos produtos têxteis e de 4,1% da manufatura em geral.

not-producao-de-texteis-evolui-em-maio-10071715332779No acumulado do primeiro bimestre de 2018, fica clara a tendência de queda das confecções, cuja produção física recuou 2,7% no período, no qual os têxteis cresceram 5,1% e a indústria de transformação como um todo, 5,4%.  A entidade considera que o desempenho é reflexo da baixa competitividade da economia nacional, juros altos, elevada carga tributária, câmbio e o custo Brasil, e destaca também a concorrência desleal exercida por alguns países asiáticos.

foto015A despeito de todos esses problemas, a indústria têxtil e de confecção tem sido uma das que mais estão contratando trabalhadores na manufatura nacional. O seu saldo positivo, de 8.217 vagas no primeiro mês do ano, é o segundo melhor da indústria de transformação. Em 12 meses, quando houve saldo positivo de 83.539 empregos no País, o setor teve o terceiro melhor desempenho em toda a indústria de transformação (3.804 postos de trabalho).

da redação WORLDFASHIONREVISTA  fonte: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação fotos: divulgação

INFORMAÇÕES ABIT

worldfashion • 10/08/17, 15:22

da925314-4eb8-48d6-bfbb-3d9c9ddd5d76-640x480

1 - Balança comercial de Janeiro a Julho de 2017

A  ABIT  - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções divulgou nesta quarta feira, que a balança comercial do setor de Janeiro a Julho de 2017  das importações do setor têxtil e de confecção (sem fibra de algodão) aumentaram 25% em volume entre janeiro e julho deste ano, e 6% na comparação entre julho de 2017 e o mesmo mês de 2016. Mas por outro lado, as exportações caíram 7% em volume no acumulado dos sete primeiros meses deste ano e 2,6% na comparação entre julho de 2017 e o mesmo mês do ano diretamente anterior.

A associação apurou, ainda, que as importações de vestuário tiveram crescimento expressivo na comparação entre julho de 2016 e 2017, de 68,5%. Nos sete primeiros meses deste ano, a evolução foi de 36%.

Já o volume de exportações neste segmento cresceu 2% nos sete primeiros meses de 2017, em comparação ao mesmo período do ano passado. Na comparação entre junho de 2016 e o mesmo mês de 2017, por outro lado, houve aumento de 5% no volume exportado.

De acordo com o balanço da Abit, segmentos como camisetas, saias e meias mostraram forte alta no volume importado de janeiro a julho deste ano, de 227,9%, 355,8% e 135,2%, respectivamente.

O preço médio pago por estas mercadorias mostrou forte queda, de 62,92%, 54,84% e 28,32%, respectivamente.

2 - WORKSHOP sobre “sistemas de compliance”

No próxima quarta-feira, dia 16/08, a Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) reunirá empresários do setor em workshop para discutir os “Sistemas de Compliance”.

A discussão faz-se necessária devido ao andamento da Lava Jato e às profundas transformações pelas quais o Brasil está passando. O cenário exige que as empresas fortaleçam seus códigos de ética e transparência ou, para as que ainda não têm, fica clara a necessidade de criarem programas de governança e compliance.

fernando_pimentel-460x3001“Durante o ano em que a Abit comemora seu 60º aniversário, programamos uma série de eventos para compartilhar com os nossos associados, e compliance é um dos temas mais importantes para o setor e para esta época em que estamos. As boas práticas precisam ser compartilhadas e servir de exemplo para as empresas que ainda não têm nenhum sistema de governança ou código de ética”, afirma Fernando Pimentel, presidente da Abit.

SERVIÇO:

Workshop Abit: Sistemas de Compliance

Quando: 16 de agosto de 2017 (quarta-feira)

Onde: Rua Marquês de Itu, 968, Higienópolis – São Paulo

Valor: R$ 50 para associados e R$ 150 para não associados

Inscrições: fernanda.tamburus@abit.org.br

Da redação do World Fashion         informações para imprensa: Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação     Fotos: divulgação

SCMC - Santa Catarina Moda e Cultura

worldfashion • 06/03/17, 12:04

Na última quinta-feira (23), a presidente do Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC), Amélia Malheiros, esteve na Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) para apresentar os resultados da plataforma nos últimos anos e as propostas para a continuidade das ações.Durante o encontro, Amélia destacou os resultados do SCMC na transformação do olhar das indústrias locais para questões importantes como o design, a inovação e a sustentabilidade. Também falou sobre os programas de integração entre alunos, professores e profissionais das empresas, que confere um novo perfil de profissional transformador para a indústria do futuro.

img_1969-640x4276

img_1359-640x427img_1623-640x427O Santa Catarina Moda e Cultura (SCMC) é uma plataforma colaborativa que conecta empresas e universidades de moda e design para capacitar pessoas, fomentar a inovação, estimular ambientes pulsantes e ressignificar protagonismos.

Em mais de 10 anos de atuação, mais de 50 empresas catarinenses já passaram pelo SCMC e 25 instituições de ensino aderiram à plataforma através da participação dos seus alunos. Foram mais de 400 eventos de capacitação que impactaram cerca de 30 mil profissionais e acadêmicos. Juntas, as empresas associadas faturam acima de R$ 4 bilhões.

Atualmente, 16 empresas fazem parte da plataforma: Altenburg, Audaces, Cia. Hering, Círculo, Copa&Cia, Coratex, Cores e Tons, Dudalina, Fakini, HI Etiquetas, Karsten, Lepper, LOA Underwear, Marisol, Meu Móvel de Madeira e Tecnoblu.

Este movimento dos empresários catarinense mobilizou indústrias têxteis e do vestuário do Ceará com o evento Ceará Moda Contemporânea (CMC) e de Minas Gerais  AMEM - Associação Mineira das Empresas de Moda

1-640x4271“Ficamos muito felizes! Quando começamos, há 12 anos, o compartilhamento de informações entre as indústrias e o crescimento conjunto mesmo entre concorrentes era impensável. Hoje, percebemos que existe um movimento neste sentido que é benéfico para todos os envolvidos”, comenta Amélia. Ela complementa ainda que os executivos do SCMC acreditam que é possível não só que plataformas como essa se apliquem a outros estados na área de moda, mas também em outros segmentos.

da redação do WORLD FASHION   Informações para imprensa: Marina Melz     Fotos: divulgação

FIT 0/16 - Edição Outono-Inverno

worldfashion • 21/11/16, 09:57

img_36331A Koelnmesse é uma das promotoras líderes no mundo na organização de feiras para as áreas de mobiliário, design, bem-estar e estilo. As feiras imm cologne, LivingKitchen, ORGATEC, spoga + gafa, interzum e Kind + Jugend são conhecidas entre os atuantes do mercado internacional como o maior encontro da indústria. Com 90 anos de experiência e conhecimento em exposições, o Centro de Eventos da Koelnmesse é hoje a principal plataforma de negócios para mais de 25 setores comerciais. A promotora alemã também desenvolve e monta novas feiras de negócios com foco regional, em várias partes do mundo, incluindo o Brasil, onde organiza quatro feiras: a feira de moda infantil FIT 0/16, realizada duas vezes por ano em São Paulo e em paralelo à Pueri Expo, evento inspirado na maior feira de artigos infantis do mundo, a “Kind + Jugend” em Colônia (Alemanha), que teve sua estreia em junho de 2016, a feira de tecnologia para indústria alimentícia ANUTEC Brazil em Curitiba, que terá sua segunda edição em Agosto desse ano e a UrbanTec Brasil no Rio de Janeiro, evento focado em soluções para mega cidades, que a Koelnmesse organiza em parceria com a Fundação Getúlio Vargas.

cassiano-facchinetti-316x316O novo escritório em São Paulo, localizado em Perdizes no histórico edifício Casa das Caldeiras, conta com uma equipe com mais de 10 anos de experiência na organização de grandes eventos para diversas indústrias , sob comando do diretor Cassiano Facchinetti responsável pela realização e desenvolvimentos das atividades comerciais dos eventos da Koelnmesse no Brasil.

A maior e mais tradicional feira de lançamentos do setor de moda infantojuvenil e bebê da América Latina, organizada e promovida pela Koelnmesse,aconteceu de19 a 21 de novembro, e reuniu os principais compradores e tomadores de decisão desse mercado, que entraram em contato com cerca de 100 marcas expositoras, em um ambiente propício para negócios e atualização profissional.

Mais uma vez, o evento chama atenção por representar um segmento que, apesar do momento turbulento da economia, não deixou de crescer e apresentar números consideráveis.A FIT 0/16 é a principal feira de um setor cujo valor de produção para vestuário infantil e bebê chegou a R$ 20,9 bilhões em 2015, com destaque para os segmentos que mais cresceram entre 2011 e 2015: meias, com alta 35,3%; roupa íntima/para dormir, com alta de 31,8% e moda praia, com crescimento de 26,5% no período. O varejo movimentou R$ 32,4 bilhões em 2015, para uma produção de 1,4 bilhão de peças (Fonte: pesquisa Mercado Potencial de Moda Infantil e Bebê – 2016, IEMI Inteligência de Mercado)

“Esse segmento atende um público que, podemos dizer, não para de crescer, já que temos, no Brasil, 39 milhões de crianças de 0 12 anos de idade”, calcula Cassiano Facchinetti, diretor-geral da Koelnmesse no Brasil. Reunindo toda essa cadeia produtiva, a FIT 0/16 Outono-Inverno congregará marcas e expositores dos ramos de modas bebê, teen e infantil, moda praia, acessórios, enxoval, brinquedos, móveis infantis, linha maternidade, puericultura e decoração.

Com a participação de cerca de 100 marcas expositoras par um público estimado de 4 mil lojistas/compradores, a segunda edição de 2016, sob nova direção,  trouxe as novidades da moda Outono-Inverno e Meia-Estação, além de enxoval, acessórios, decoração e puericultura. Foram oferecidas palestras gratuitas ministradas por consultores e profissionais do setor, trazendo um ambiente propício para negócios e atualização profissional.

Alguns dos lançamentos mostrados na feira:

coisa-de-mae-decoracoes_london2-2-640x480A Coisa de Mãe Decorações trouxe uma linha completa de enxoval de quarto (kits de berço, camas de babás, almofadas, e outos itens de decoração), em tecido e tricô, combinados com bolsas e malas de maternidade. Os lançamentos serão as coleções Abacaxi, London, Color Full e Retrô.

coquelicot-640x427A Coqueliot e Lequiqui apresentou suas novidades em enxoval, kits completos de berço, e moda bebê de 0 a 2 anos. Os enxovais são fabricados com tecido 100% algodão ou 100% linho, agora disponível nas novas cores amarelo e rosa. A marca também lança no evento as mochilas infantis, e a linha de lembrancinhas para maternidade e chá de bebê.

lancamento-mini-lady-640x538A fabricante de tricô infantil Mini Lady e Mini Lord  lançou a linha Teen, que atenderá os tamanhos 10, 12, 14 e 16, e com o lançamento da coleção Cápsula “Rock Star”, onde todas as peças podem ser usadas por pai, mãe, filho e filha, infantil, teen e adulto.

divino-talento-499x640O Atelier Divino Talento mostra aos visitantes da FIT 0/16 sua arte em quadros, objetos de decoração, kits de higiene e lembrancinhas de maternidade e chá de bebê. Há 24 anos, os artigos são produzidos artesanalmente, inspirados em temas delicados do universo da maternidade.

happy-girl-400x400A Happy Girl Acessórios com tiaras e laços com grande variedade de 60 cores. A presilhas são feitas em aço inoxidável, com fitas de gorgorão importadas dos Estados Unidos. Além dos acessórios clássicos, a marca dispõe ainda de laços inspirados em personagens de filmes e novelas infantis.

high-trade-480x640As novidades da Gumii foram o Babador Bandana, peça com design dinamarquês que pode ser usada para proteger o peito da criança na época de dentição, além do uso para proteger a roupa na hora da alimentação. É unissex, servindo tanto para meninas e meninos por ter diversas estampas. O Babador Ovo outra solução na hora da papinha, já que protege toda a região do busto, não deixando que restos de alimentos ou respingos caiam sobre a roupa. Já o Skarf, é um acessório elegante, divertido e original, que pode ser usado como faixa, skarf ou lenço, dependendo do look. A Gumii tem ainda em sua linha de mochilas, disponíveis para crianças de todas as idades.

janete-pinheiros-confeccoes-528x640As fantasias da Janete Pinheiro Confecções, que há 28 anos fabrica fantasias e figurinos infantis, apresentaram a coleção para o carnaval, com peças para bebês e crianças de 0 a 12 anos. As roupas são inspiradas nos mais diversos temas, como princesas, camisolas e pijamas, festa junina, carnaval e Halloween.

mini-me-600x600Entre os lançamentos da Mini Me, o Vestido Baby Lilás, para bebês dos 6 meses aos 2 anos de idade. A marca traz ainda os ternos alinhados, para crianças de 1 a 12 anos.

new-star-folhados-640x640A coleção infantil da New Star Folheados, com brincos, pulseiras, colares e anéis para os pequenos. As semijóias são inspiradas em temas da natureza, personagens infantis, diversas estampas tradicionais, e as clássicas plaquinhas.

nini-bambini-427x640A Nini & Bambini, pela primeira vez na FIT, apresentou suas coleções Inverno 2017 e Verão Nordeste 2017. As peças são interativas e didáticas, e exploram a criatividade da criança. Há 16 anos no mercado, a empresa fabrica roupas para meninos e meninas de 0 a 12 anos de idade.

pituchinhus-479x640A Pituchinhus mostrou a sua coleção inspirada nos contos de fadas onde há mundos mágicos, e as meninas são princesas! Com o conceito de Grife para Princesas, as peças são delicadas, lúdicas, com tecidos leves e modelagens rebuscadas.

spezzato-teen_inverno_2017-640x427A Spezzato fez sua estreia na FIT 0/16 apresentando sua linha Teen, em quatro coleções. O clássico filme dos anos 90 “Thelma & Louise” foi o ponto de partida para a criação de uma das coleções. A cartela de cores traz tons terrosos e sujos, fazendo contraposição a uma profusão de nude e azul claro que são grandes tendências dessa estação. Na coleção Riot Girls, o estilo rocker ressurge menos subversivo, mais feminino e até romântico. A estampa de liberty é um clássico do movimento grunge da década de 90. Para a estação ela vem delicada, nas variantes nude e preto. Na coleção Western Festival, as roupas pedem personalidade e conforto. Pensando nisso a estampa principal desse tema, “Boho Scarf”, traz o estilo boêmio em tecido e malha fluídos. Peças como saias longas com fendas, macaquinhos e blusa de ombro a ombro compõem a linha. Por último, a coleção Boudoir Glitz vem fundamentada em tons de cosméticos como Nude, Pink e diferentes nuances de vinho. Um tema que mescla tecidos leves com peles glamorosas (ecológicas), veludos e uma sutil releitura de peças do undeware.

tex-cotton-427x640A Tex Cotton com as marcas Animê, Authoria e Momi, lançaram as coleções de Inverno 2017. A novidades estarão nos tecidos, tendências internacionais e versatilidade das peças. Direcionadas para o seguimento do vestuário infantil e adolescente, cada marca possui suas características singulares, seja para crianças de 4 a 12 anos, até o público Teen, de 12 a 20 anos.

verive-640x622A malharia Verivê mostrou na FIT 0/16 sua coleção completa de saídas de maternidade em tricô 100% algodão, que é o mais indicado para o recém nascido. O grande lançamento será a coleção para mães e filhos, inspirada na realeza britânica, clássica, elegante e contemporânea.

veste-rosa-nuvem-9-425x6401A Veste Rosa, moda juvenil de 12 a 18 anos voltada para o público Tween e Teen, tem a preocupação de preservar a fase transitória em que as meninas passam nesta faixa etária. Alguns detalhes exclusivos nas modelagens de saias e vestidos com calcinha acoplada, evitam que a peça saia do lugar, dando conforto às meninas.

zip-640x630A grande novidade da Zip nessa edição da FIT 0/16 foi a Coleção Classic, uma linha completa confeccionada especialmente para os bebês. São vários produtos que fazem parte dessa linha, tais como: ursos de pelúcia, chocalhos, porta chupetas, porta pijamas, blankets, mochilas, gorros, espiral de atividades, protetores de cinto e protetores de pescoço. Tudo confeccionado com tecido antialérgico, lavável, macio e confortável para não irritar a pele do bebê.

img_3634-480x640img_3636-480x6401A WORLD FASHION esteve  presente  e um dos parceiros de mídia da FIT 0/16.

Da redação do WORLD FASHION     Informações para imprensa: 2PRO Comunicação       Fotos: divulgação

ABIT e SINDITÊXTIL-SP tem novos presidentes

worldfashion • 01/11/16, 15:34

da925314-4eb8-48d6-bfbb-3d9c9ddd5d76-640x480

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) escolheu nesta quinta-feira (27/10) seu novo presidente para o triênio 2017- 2019. O economista e administrador Fernando Valente Pimentel foi o eleito juntamente com os 52 membros do Conselho de Administração que fizeram parte da chapa única. O mandato começará em janeiro de 2017.

fernando-pimentel-abit-427x640Fernando Pimentel é carioca e dedicou quarenta dos seus 62  anos ao setor têxtil. Há 11 anos como Diretor Superintendente da Abit, Pimentel tem representado o setor em vários fóruns nacionais e internacionais como o International Textiles e Manufacters Federation (ITMF), International Apparel Federation (IAF), Federación de Industrias Textiles Argentinas (FITA) e American Apparel and Footwear Association (AFAA), além de organismos como diversas câmaras de comércio, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Organização Mundial do Comércio (OMC). Pimentel também é membro de vários comitês da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

“Comecei no setor em 1977. Conheço razoavelmente bem as dificuldades dos empresários, do mercado, mas também sei o quanto é empolgante, criativa e pujante a cadeia têxtil e de confecção. Gosto muito do meu trabalho na Abit, da equipe de colaboradores e dos amigos e companheiros com os quais convivo ,  ou estão sempre em contato, em todo o Brasil. Pessoas que, como eu, lutam e acreditam neste setor e no Brasil”, disse Pimentel após resultado das urnas.

13439146_1161210883966266_671327248333609856_n-480x360Para o atual presidente, Rafael Cervone, o novo líder do setor dará continuidade ao trabalho que a Abit já vinha desempenhando. “A escolha do Fernando Pimentel  para presidente foi natural, justa e merecida. Ele tem sido incansável na defesa e na promoção do setor, conhece profundamente os desafios e as oportunidades que temos à frente. Além disso, tem conduzido a equipe da Abit nesses  últimos anos e possui ótimo trânsito em Brasília. Tenho certeza que esta foi a melhor escolha neste momento de tantos desafios”, declarou Rafael Cervone na reunião de Conselho realizada também no mesmo dia da eleição.

Fernando Pimentel assumirá a Abit no mesmo ano em que a entidade completará 60 anos e que a indústria buscará recuperar a produção depois de  dois anos em queda. “No último mês, já percebemos que a situação parou de piorar, mas ainda está longe das condições necessárias para o setor voltar a crescer  e recuperar os empregos que perdeu. Só nos últimos 12 meses foram 60 mil postos fechados apesar das contratações positivas em agosto e setembro últimos. Certamente, começaremos 2017 mais esperançosos, porém não será um ano fácil dado o estrago porque passou e passa a economia do país,  diz Pimentel.

A balança comercial do setor fechou o acumulado de jan/set com déficit de US$ 2,4 bilhões o que representou uma queda  de 39% em relação a jan/set de 2015. Isso se deve à queda de 34% das importações durante o ano e ligeiro crescimento no quantum exportado .

Já a produção física de jan/ago deste ano permaneceu pior em relação ao mesmo período de 2015, com queda de 8,5% no têxteis e de 9,4% na confecção. “O varejo não está demandando como esperado. O consumidor ainda está segurando os gastos e isso afeta toda a cadeia. Com a proximidade das festas de final de ano deveremos ter uma pequena melhora. Não teremos, porém, um Natal com consumo forte “, conclui Pimentel.

As empresas associadas do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Estado de São Paulo elegeram nesta quinta-feira (27/10), através de chapa única,  o executivo Luiz Arthur Pacheco o novo presidente do Sinditêxtil-SP, bem como a diretoria para o triênio 2017-2019. O Sindicato é um dos mais antigos do Brasil, com 84 anos de fundação, e representa as empresas responsáveis por 30% do faturamento do setor têxtil nacional.  A nova diretoria tomará posse em janeiro de 2017.

luiz-arthur-pacheco-sinditextil-sp-544x6401Luiz Arthur Pacheco de Castro tem 52 anos, é formado em Direito e Administração de Empresas pela Universidade Mackenzie, em São Paulo. Iniciou carreira em escritórios de médio e grande portes, mas foi na Paramount Têxteis que  construiu sua carreira profissional ao longo dos últimos 27 anos, sendo atualmente o Diretor Corporativo e de Relações com Investidores, além de membro do Conselho Consultivo da empresa. Hoje,  é Diretor Tesoureiro do Sinditêxtil-SP, participa do Conselho de Administração da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), é vice-diretor do Centro das Indústrias de São Paulo (CIESP)- Distrital Sul, e Diretor Adjunto do Departamento de Ação Regional da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) – DEPAR Zona Sul.  Devido sua presença constante no Rio Grande do Sul, onde a Paramount tem atividades, Luiz Pacheco também é diretor do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem do Rio Grande do Sul (SITERGS), membro do Conselho de Relações do Trabalho da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) e Conselheiro Fiscal do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP).

aldredo-bonduki-322x370Para o atual presidente do Sinditêxtil-SP, Alfredo Bonduki, a escolha foi merecida. “É com muita tranquilidade e confiança que irei transmitir a presidência do  Sinditêxtil-SP ao companheiro Pacheco, que há tantos anos contribui voluntariamente com o Sindicato, tendo atuado na nossa área tributária, na trabalhista e também na tesouraria da entidade, sempre de forma ética e dedicada. Destaco também que Pacheco se tornou um profundo conhecedor de todos os segmentos do setor têxtil paulista”, afirmou Bonduki durante reunião de diretoria do Sindicato também realizada nesta quinta-feira.

Não faltarão desafios para o novo presidente Pacheco à frente do setor têxtil paulista. Uma das principais agendas será a competitividade das empresas de São Paulo que vem perdendo posições para outros estados em função de incentivos fiscais e tributários que os vizinhos concedem para atrair empresas. “ Iremos intensificar as reuniões com a Secretaria da Fazenda e com o próprio Governador Alckmin, uma vez que São Paulo já perdeu cerca de 20% na arrecadação que vinha das indústrias têxteis. Precisamos apoiar as empresas para que permaneçam no Estado gerando renda e emprego” comenta Pacheco.

programa-mais-voce-ensina-colcha-em-patchwork-e28093-03-09-2012-e28093-passo-a-passo-620x5001Outra pauta na agenda do Sinditêxtil-SP será a implantação do Projeto Retalho Fashion que, desde seu lançamento, em 2012, está parado por conta da administração municipal que não dá prosseguimento na parte que compete ao governo. “Este é um projeto criado na gestão do presidente Bonduki e que nós vamos dar continuidade pela importância social e ambiental do Retalho Fashion. Precisamos dar um destino correto às 20 toneladas de retalhos que são produzidos diariamente no Brás e Bom Retiro”. Pacheco ainda destaca na agenda a questão trabalhista que foi foco de sua atuação em anos anteriores no Sindicato. “ A questão trabalhista é muito séria e complexa, não somente em São Paulo e não somente no nosso setor. Contudo, nosso estado tem sido protagonista em temas como o combate ao trabalho análogo à escravidão e o Sinditêxtil-SP foi a primeira entidade industrial a participar de reuniões sobre o tema. Atuaremos também no âmbito nacional, junto com a Abit, na complexa questão da NR 12 e na atualização das leis trabalhistas, visando aumentar a segurança jurídica das empresas”.

Da redação do World Fashion   - Informação para imprensa  Ricardo Viveiros & Associados – Oficina de Comunicação

ABIT TEM NOVO PRESIDENTE

worldfashion • 28/10/16, 14:10

13439146_1161210883966266_671327248333609856_n

Foi eleito ontem (27 de outubro)  o novo presidente da Abit - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção para o triênio 2017-2019. Fernando Valente Pimentel (à ersquerda) que atualmente ocupa o cargo de diretor superintendente da Entidade.

A partir de janeiro do próximo ano, Pimentel assume a liderança da Associação, que atualmente é conduzida por Rafael Cervone presidente (à direita).

Febratex 2016

worldfashion • 31/08/16, 15:39

febratex-2016-640x427

A 15ª edição da Febratex – Feira Brasileira para a Indústria Têxtil, maior feira para a indústria têxtil das Américas, realizada entre os dias 09 e 12 de agosto de 2016, no Parque Vila Germânica, em Blumenau (SC), superou as expectativas iniciais e foi cenário de bons negócios, mostrando a retomada da confiança dos empresários na recuperação da economia brasileira a partir do segundo semestre de 2016. Profissionais do Brasil e de países como Alemanha, Argentina, Áustria, Bolívia, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia, Estados Unidos, Guatemala, Paraguai, Peru e Turquia, entre outros marcaram presença. A feira reuniu expositores de cerca de 60 países, totalizando 2,4 mil marcas, que apresentaram aos visitantes seus mais recentes lançamentos e informações sobre tecnologia e processos.

helvio-pompeu-640x427 “A ‘Febratex 2016’ foi um divisor de águas para a indústria têxtil nacional e surpreendeu positivamente com muitos negócios fechados durante o evento e negociações em andamento para o pós-feira. Terminamos a feira com otimismo e mostrando uma maior confiança do empresariado para o segundo semestre e já estamos com a próxima edição da ‘Febratex’, que será realizada entre os dias 21 e 24 de agosto de 2018, com mais de 92% de área vendidos”, declarou Hélvio Roberto Pompeo Madeira, diretor-presidente do FCEM | Febratex Group

audaces-427x640“O evento foi muito bom, recebemos uma visitação qualificada, um público técnico que buscava informação e ciente de que o momento é de investir no negócio para crescer. Escolhemos a ‘Febratex’ para o lançamento do Audaces Idea 4 D, também chamado de 4Dalize, único sistema no mundo que permite aos estilistas desenhar roupas diretamente sobre um manequim tridimensional e, em instantes, materializar sua criação em uma impressora 3D. As cerca de 5 mil empresas participantes do programa de fidelidade ‘Clube Audaces’ receberão o novo software gratuitamente”. Claudio Roberto Grando, presidente da Audaces

automatisa-640x427“A ‘Febratex’ é a maior feira da América Latina e transcende a situação do país. A indústria brasileira é a referência na região, principalmente em inovação, e os visitantes sabem que no evento encontram lançamentos, novidades e não apenas ‘mais do mesmo’. Esta edição foi um divisor de águas para a indústria têxtil no Brasil, foi muito positiva”. Joana de Jesus, diretora comercial da Automatisa

datacolor-640x516“A visitação da ‘Febratex 2016’ superou nossas expectativas tanto em quantidade quanto em qualidade, mostrando que a feira foi bem divulgada. O interesse por informações técnicas dos nossos equipamentos para medição de cor (colorimetria) facilitou a apresentação do novo conceito Datacolor de Solução Completa para desenvolvimento e controle de qualidade na medição de cores”. Ricardo Lovreto, diretor de vendas e serviços da Datacolor para o Brasil e América do Sul

epson-640x4691“A ‘Febratex 2016’ foi boa desde o início do evento, pois a feira foi muito bem divulgada e nós trouxemos diversos lançamentos. Vendemos oito máquinas na primeira hora de feira – cinco nos stand e três por telefone para clientes que não puderam vir a Blumenau. A visitação foi muito qualificada, interessada nos diferenciais técnicos dos produtos, tanto de clientes quanto de prospects”. Evelin Wanke, gerente de vendas da Epson

hi-tech-640x427“Tivemos uma ótima visitação durante a ‘Febratex 2016’, fechamos diversos negócios e temos ótimas perspectivas de contatos iniciados na feira para os próximos meses. Os empresários buscavam informações sobre os diferenciais técnicos de nossos equipamentos e soluções químicas para lavanderia, espacialmente ligadas a sustentabilidade e economia de recursos”. Júnior Sotéras, gerente de desenvolvimento de máquinas da Hi-Tech

invista-427x640“A ‘Febratex 2016’ teve uma boa visitação, com clientes qualificados do Brasil e da América do Sul, focados em obter informações técnicas sobre as novidades com o objetivo de atuarem globalmente”. Marcelo G. Gonzales, Diretor de Vendas da Invista

j-teck-640x427“Recebemos na ‘Febratex 2016’ uma visitação qualificada, de clientes atuais e novos. Este contato com os empresários nos proporciona levantar informações para o aprimoramento de nossos produtos. Realizamos bons negócios durante a feira, especialmente porque temos opções de produtos para micros, pequenas, médias e grandes empresas. Apresentamos muitas novidades para o mercado de sublimação digital, destacando cinco impressoras e diversos lançamentos de tintas digitais J-TECK, como as tintas para cabeça de impressão Panasonic, Kyocera e Ricoh e as tintas FLUO com PINK e YELLOW para fazer produtos diferenciados, além de tons fortes e vibrantes, como o preto e o vermelho, perfeitas para marcas esportivas, de moda, comunicação visual, produtos para cama/mesa e banho e infantis, entre outros”.  Manoela Christoff, gerente da J-TECK

lectra-640x465“Recebemos clientes e prospects e a visitação da ‘Febratex 2016’ foi muito boa, qualificada. Os empresários estavam  realmente interessados em diferenciais tecnológicos para o seu negócio, evidenciando a expectativa de um segundo semestre melhor”. Adriana Vono Papavero, diretora geral da Lectra para a América do Sul

malharia-princesa-427x640“Cerca de 80% dos visitantes que recebemos em nosso stand queriam informações técnicas sobre os diferenciais dos nossos lançamentos. A ‘Febratex 2016’ foi muito bem divulgada pois, além do suporte aos clientes regionais, recebemos clientes e prospects de vários Estados brasileiros; hoje mesmo enviamos 12 empresários de outros estados para visitarem nossa fábrica em Joinville (SC)”. Vagner Tebalde, diretor comercial da Malharia Princesa

spgprints-640x471“Nossa participação na ‘Febratex’ foi um sucesso, recebemos clientes e prospects qualificados que superaram nossas expectativas mais otimistas para o evento. Apresentamos ao mercado a nossa nova marca e identidade visual e fizemos também durante o evento o lançamento para a América Latina da impressora JAVELIN® (scanning), o próximo passo na revolução de impressão digital têxtil, em uma ação que representa um investimento de 30 milhões de euros e nos permite oferecer uma solução completa para a impressão digital no país, incluindo peças, tintas e assistência técnica. Vamos solicitar um espaço maior para nossa empresa na próxima edição da feira”. José Maria Alves Junior, diretor geral para a América Latina da SPGPrints

virtual-age-417x640“A ‘Febratex 2016’ foi ótima, recebemos uma visitação qualificada formada na sua maioria por membros da diretoria e de áreas estratégicas das empresas. A receptividade do polo de confecções  de Blumenau foi muito importante e mostrou que estamos no caminho certo, ao comemorar 30 anos de atuação, com a especialização da solução Virtual Age by TOTVS focada no têxtil, como por exemplo na Dudalina onde atuamos em todo o processo, da fábrica até as lojas, próprias ou franqueadas”. Cid Ribeiro, gerente comercial da Virtual Age

A Febratex 2016 foi o local escolhido por diversas empresas para o lançamento mundial e/ou regional de equipamentos e tecnologia, com uma repercussão extremamente positiva. A programação paralela da feira destacou o Fórum de Informações ABTT, a CONTEXMOD e o Fórum Digital/Cenários UseFashion. O evento contou com o apoio da ABRAMACO – Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos para Confecção; ABIMAQ – Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos; ABIT – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção; ABTT – Associação Brasileira de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda; e da ABQCT – Associação Brasileira de Químicos e Coloristas Têxteis.

vista-interna-640x4272

Da redação do WORLD FASHION  Fotos e informações para imprensa: Persona Consultoria de Comunicação

FASHION TRUCK BRASIL INVADE PORTUGAL

worldfashion • 03/08/16, 15:41

ftb-verao16_6-640x480

As areias da região de Algarve em Portugal recebem  desta terça 02 de agosto e durante todo o mês o “fashion truck” recheado de peças de moda praia brasileira. A pop up store itinerante estacionará a cada semana em uma praia do badalado balneário europeu: Portimão, Albufeira, Vilamoura e Monte Gordo.

ftb-verao16_4-640x421Realizada pelo Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria da Moda Brasileira) criado em 2000 pela Abit em parceria com a Apex-Brasil, para apoiar e preparar as empresas das indústrias têxtil e de confecção interessadas em comercializar seus produtos em outros países.

ftb-verao16_3-640x360Neste projeto FASHION  TRUCK - a loja terá a presença das marcas Adriana Degreas, Farm, Cajubrasil, Maryssil, Mar Rio, Feriado Nacional, Rio de Sol, +55Canga e Poko Pano (participantes do Programa Texbrasil), Triya, MOS e SUB (integrantes do Programa Fashion Label Brasil) da ABEST (Associação Brasileira dos Estilista), que apoia o projeto.

ftb-verao16_1-640x360A expectativa é vender cerca de USD 770 mil durante a temporada, tanto na loja quanto no e-commerce europeu Brazilian Bikini Shop, que tem presença em mais de 30 países, e também participa da operacionalização da pop up. Essa é a segunda edição do evento, que no ano passado foi realizado na região da Riviera Francesa, também durante o verão europeu. Na ocasião, as vendas totalizaram USD 2,3 milhões entre junho e setembro. “Além de promover as marcas comercialmente, esse tipo de ação gera muitos ganhos de imagem junto ao consumidor final, permitindo um contato bem próximo com clientes de alto poder aquisitivo e que são influenciadores em seus países. No ano passado, por exemplo, além das vendas realizadas durante a pop up, tivemos relatos de lojistas que posteriormente compraram das marcas após conhecê-las durante a temporada”, detalha a gerente executiva do Texbrasil, Lilian Kaddissi.

Da redação WF - WORLD FASHION                fotos e divulgação: Namidia Assessoria de Comunicação

Repensar a indústria da Moda

worldfashion • 17/05/16, 16:54

logo

As inscrições estão abertas para a primeira edição do Congresso Internacional Abit, evento promovido pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), com o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos),por meio do Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria da Moda Brasileira), e que será realizado entre os dias 1 e 2 de junho, no WTC Events Center, em São Paulo (SP).

O Congresso promete reunir os principais nomes de todos os elos da cadeia têxtil nacional e também internacional (da matéria-prima ao varejo), abordando temas estratégicos para o  setor, como o panorama e as perspectivas da macroeconomia do Brasil e do mundo, para onde caminha o varejo, inovação em materiais, processos e modelos de negócios, start-ups, acesso a mercados, expectativas de consumidores, sustentabilidade, trabalho digno, logística, gestão eficiente, entre muitos outros. O evento tem como media partner, o jornal O Estado de S. Paulo.

reuniao do CONTEXTIL, textile 2020, na feira Tecnotextil que aco“Nosso dia a dia é conversar com empresários, ouvir suas queixas, ideias e necessidades. São empresas de todos os portes, todos os segmentos, de diferentes regiões do Brasil, mas que têm os mesmos desafios. Como inovar? Onde investir? Qual o momento? Foi pensando em ajudar a responder essas perguntas, de forma personalizada ao setor, que criamos o Congresso Abit”, explica Rafael Cervone, presidente da entidade.

A ideia é que o evento aconteça a cada dois anos em diferentes cidades do país, provocando o desafio de inovar, seja um grande empresário com atuação internacional, ou uma pequena confecção no interior do País.

Dentre os principais palestrantes confirmados estão: Eduard Macquin (Lectra, França),  Elgar Straub (VDMA, Alemanha), Fernando Cunha (Universidade do Minho, Portugal), Flávio Rocha (Riachuelo, PE), José Luis Cordeiro (consultor da Singularity University, EUA), Alexandre Cobra (da marca Adriana Degreas, RJ), Lars Leber (OQvestir, SP), Renato Meirelles (Data Popular, SP) e Paulo Renato Macedo (Tropos Lab, MG).

fernando_pimentel-460x3001“Será um fórum destinado a repensar a indústria da moda, incentivando o debate quanto às rotas tecnológicas. E isso vem ao encontro do estudo Têxtil 2030 que estamos concluindo junto com empresários, pesquisadores, instituições do governo e acadêmicos, visando um encaminhamento do que deverá ocorrer nos próximos 15 anos”, afirma o diretor superintendente da Abit, Fernando Pimentel.

Confira abaixo, os painéis  e temas do Congresso internacional Abit 2016:

Internacionalização:

- Marcas mundiais no varejo brasileiros: ameaças e oportunidades

- Visão das Cadeias Globais de Suprimentos

- Experiência de uma multinacional brasileira

- Importância dos Acordos Comerciais na estratégia de comércio e investimentos

- Perspectivas das marcas brasileiras no mercado mundial

Varejo:

- As novas regras do varejo

- O comportamento do consumidor e as suas escolhas de compra

- Fast Fashion e seu desenvolvimento

- Gestão eficiente de dados como fator de geração de valor para empresa

Inovação através de materiais:

- Novas tecnologias: o tecido é o computador

- Absorção das inovações pela indústria

- O desafio de chegar ao consumidor final

- Inovação por meio de materiais

Inovação em processos – os novos paradigmas da produção:

- Tecnologia de RFD como fator de competitividade

- Manufatura Avançada 4.0

- Estamparia Digital

- Estamparia Digital sob a ótica da Indústria

Inovação em modelos de negócios:

- Modelos de negócios online

- Produção customizada a partir da demanda do cliente

- Impressão 3D e as utilizações na indústria têxtil e de confecção

O evento é promovido com o apoio da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), por meio do Texbrasil (Programa de Internacionalização da Indústria da Moda Brasileira) e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Para conferir a programação completa, basta acessar: www.congressoabit.com.br.

SERVIÇO

Data: 01 e 02 de junho de 2016. (4ª e 5ª feiras)

Horário: das 8h às 19h

Local: WTC Events Center / Sheraton São Paulo (Avenida das Nações Unidas, 12.559, Brooklin - 04578-903 - São Paulo)

Inscriçõesaté o dia 23 de maio no: www.congressoabit.com.br