TENCEL™ Modal com Tecnologia Índigo

worldfashion • 26/02/21, 11:54

tencel_indigo_infographic_op_20210223O Grupo Lenzing, aprimorando as ofertas sustentáveis para a indústria de denim com fibras modais da marca TENCEL™, acaba de lançar uma tecnologia pioneira para o mercado, onde o pigmento índigo incorpora diretamente nas fibras modais da marca TENCEL ™, usando um processo de tingimento de uma etapa. Isso proporciona estabilidade de cor superior em relação ao tingimento índigo convencional, usando substancialmente menos recursos. Esta oferta inovadora é premiada com o EU Ecolabel, um rótulo de excelência ambiental concedido a produtos que atendem a elevados padrões ambientais ao longo de seu ciclo de vida.

tencel-modal-with-indigo-technology-fiber-2A demanda da indústria de denim por alternativas ecologicamente responsáveis está crescendo rapidamente, à medida que marcas e parceiros da cadeia de suprimentos buscam maior sustentabilidade. A empresa tem trabalhado em estreita colaboração com os parceiros para neutralizar os processos de produção de denim prejudiciais ao meio ambiente por meio da origem botânica de suas matérias-primas e processos de produção responsáveis.

O jeans continua sendo um mercado importante para a Lenzing, e a introdução do TENCEL ™ Modal com a tecnologia Indigo foi projetada para ajudar a reduzir a pegada ecológica dos tecidos e roupas jeans.

Produzido na Áustria, predominantemente de madeira de faia derivada de fontes de madeira geridas de forma sustentável, esta nova oferta foi designada BioPreferred® pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

florian1“A inovação está no centro do que fazemos, desde o fornecimento de fibras sustentáveis até recursos e processos de produção líderes da indústria, com o objetivo sempre presente de proteger nosso meio ambiente”, disse Florian Heubrandner, vice-presidente de negócios têxteis globais da Lenzing AG. “Ao modificar os processos de fabricação tradicionais e implementar nossa tecnologia pioneira junto com materiais renováveis e ecologicamente responsáveis, o TENCEL ™ Modal com tecnologia Indigo estabelece uma nova referência para aplicação de índigo e sustentabilidade na indústria de denim.”

adrianogoldschmiedEntre os primeiros colaboradores no lançamento do TENCEL ™ Modal com tecnologia Indigo está Adriano Goldschmied, fundador da House of Gold, que é amplamente considerado o “Padrinho do Denim” por sua visão progressiva no desenvolvimento de denim. “A marca TENCEL ™ está liderando uma mudança revolucionária para a indústria do denim e sempre foi uma das minhas ecofibras para minhas coleções”, afirma Goldschmied. “Estamos entusiasmados em colaborar e lançar a cápsula conceito ‘Seed of Joy’ com tecidos de malha, circular e suéter usando TENCEL ™ Modal com tecnologia Indigo, em parceria com fábricas como Blue Diamond e In The Loop, bem como fabricante de máquinas Shima Seiki. ”

A tecnologia Indigo se baseia nas fortes credenciais das fibras modais TENCEL ™ com novos benefícios. Comparado com o tingimento índigo convencional, a retenção de cor de TENCEL ™ Modal com tecnologia Indigo é superior por meio de crocking e fricção a seco e úmido. Apesar da resistência ao desbotamento da lavanderia doméstica, os efeitos da lavagem para produtos denim podem ser alcançados usando técnicas comerciais de lavanderia. As fibras modais TENCEL ™ com tecnologia Indigo são inerentemente versáteis e permitem a implementação em uma variedade de combinações multifibras.

tencel-modal-with-indigo-technology-fiber-1Em comparação com o tingimento índigo convencional com uso intensivo de água e energia, esta tecnologia fornece coloração índigo com economia substancial de água, produtos químicos e eletricidade, junto com menos água residual produzida e sem energia térmica usada. Além disso, um pigmento índigo especialmente encomendado do fabricante de corantes DyStar®, garante que o TENCEL ™ Modal com tecnologia Indigo pode ser certificado com o STANDARD 100 pela OEKO-TEX®, garantindo níveis ultrabaixos de anilina. Günther Widler, Chefe de Tecnologia, Denim da DyStar® afirma, “Este pigmento índigo especialmente encomendado é baseado em mais de uma década de nossas experiências de trabalho em Síntese de Índigo na Alemanha. Vinte e cinco anos atrás, nós inventamos o DyStar® Indigo Vat 40% mais ecologicamente premiado para atender à demanda por manufatura e produção sustentáveis. ”

Para possibilitar o lançamento comercial do TENCEL ™ Modal com a tecnologia Indigo, a Lenzing fez parceria com parceiros líderes da cadeia de suprimentos, incluindo fábricas de denim - Candiani e Cone Denim.

cone-denim-jeans“Com o direcionamento da sustentabilidade em nosso núcleo, esperamos uma colaboração frutífera com a produção desse tipo de fibra ecologicamente responsável”, disse Alberto Candiani, gerente global da Candiani. “TENCEL ™ Modal com Tecnologia Indigo também representa um ótimo produto para expandir o desempenho e a estética do denim em torno da própria sustentabilidade.”

steven1Steve Maggard, presidente da Cone Denim, acrescenta: “A Lenzing é há muito tempo líder da indústria de fibras sustentáveis. Com os consumidores sendo mais ecologicamente corretos, a indústria de denim precisa evoluir e inovar em materiais mais inteligentes para se manter eficiente e competitiva. Estamos orgulhosos da parceria com a marca TENCEL ™ para lançar a tecnologia Indigo para fibras modais e promover maior sustentabilidade para denim. ”

da redação com informações do Departamento de Marketing da Lenzing   imagens: fotos/divulgação

Economia forte, trabalho digno!

worldfashion • 24/02/21, 14:48

Por Fernando Valente Pimentel*

O novo coronavírus, em contraste com sua invisibilidade a olho nu, escancarou aos olhos da humanidade as fragilidades do mundo, em especial de nações menos favorecidas, que ainda não conquistaram o desenvolvimento em níveis elevados. Os déficits na saúde, organização do Estado, educação, saneamento básico, moradia, infraestrutura, segurança pública e competitividade econômica potencializaram-se, dificultando o controle da doença e causando danos muito graves à sociedade e aos setores produtivos.

Tais reflexões são inevitáveis para os brasileiros por ocasião do Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, transcorrido em 28 de janeiro. Afinal, a pandemia aumentou ainda mais os números de desempregados e desalentados, já muito grandes antes de sua eclosão, que, somados, superam hoje a 20 milhões de pessoas. Grande parte delas, para sua sobrevivência e a de seus dependentes, está subempregada, fazendo bicos e entregue às agruras da informalidade.

bf139d84-6df5-4675-b468-52bcb463fad9Aliás, cabe alertar que, independentemente da pandemia, nosso país tem mais trabalhadores na informalidade do que na formalidade. É pertinente questionar por que isso ocorre, em meio a um cenário global cada vez mais voltado ao compliance em todos os níveis. Por que ainda enfrentamos essa situação, cujos desdobramentos são tão danosos à sociedade? Empregos e/ou empresas na informalidade resultam em menor qualidade no trabalho, produtos e serviços e baixa produtividade, fatores que ferem de modo contundente nosso grau de competitividade.

É preciso criar condições, já considerando as variáveis das relações laborais e os novos modelos de trabalho, como o home office, intensificado na pandemia, para que os negócios emerjam à formalidade e mantenham contratos com seus colaboradores regidos por termos dignos e condizentes com os direitos inerentes à cidadania. Obviamente, num cenário de avanço como esse, haveria redução enorme dos espaços para precarização dos recursos humanos e para o abominável trabalho escravo, que deve ser combatido diuturnamente.

Os problemas laborais ainda presentes no Brasil são quase uma ironia para um país que possui uma das legislações trabalhistas mais rigorosas, complexas e geradoras de insegurança, mas que, em termos práticos, mesmo com a recente reforma, ainda tem um dos maiores volumes de ações judiciais na área em todo o mundo. E, mais ainda, uma nação que não consegue oferecer a parcela expressiva de seu povo a prerrogativa humana do trabalho digno, o meio mais eficaz, correto e justo de distribuição de renda e inclusão socioeconômica.

Tal dívida social decorre de numerosos equívocos acumulados nas últimas décadas, todos eles afunilando na crescente perda de nossa competitividade, sintetizada no “Custo Brasil” e provocada por conhecidas causas, como excesso de impostos e burocracia, desequilíbrio cambial, ondas de juros altos e falta de crédito, insegurança jurídica e baixa produtividade decorrente do ensino precário e informalidade.

Esses fatores, ao longo de anos a fio, apesar de suas grandes dimensões, têm parecido invisíveis, como o novo coronavírus, aos olhos embaçados de um Estado superdimensionado, que serve mais a si próprio e relega a segundo plano as prioridades do crescimento do PIB, educação, saúde, segurança pública, saneamento básico, moradia e infraestrutura. É um setor público que produz leis em excesso, aumentando a complexidade e as incertezas. Nosso arcabouço legal, com as devidas correções de exageros, nos credencia, em tese, a ser protagonistas na agenda global de ESG (sigla do inglês Environmental, Social and Governance), princípios que balizam cada vez mais as relações multi e bilaterais, os investimentos e o ambiente de negócios.

Precisamos, com urgência, tornar nossos ativos legais mais visíveis a nós mesmos, bem como ao mundo, e colocá-los a serviço do desenvolvimento e do crescimento sustentado em patamares de pelo menos 4% ao ano, para recuperar o tempo perdido. Para isso, são prementes as reformas estruturais, como a tributária e administrativa, e a remoção de entulhos legislativos que seguem emperrando nossa competitividade. É preciso, de modo geral, lapidar o conjunto de leis, algumas delas muito boas e avançadas, que rege as relações econômicas e a interação do Estado com os setores produtivos.

Somente assim poderemos comemorar com justa ênfase as datas inerentes ao trabalho digno, que tem vínculo direto com uma economia forte e pressupõe interação sinérgica entre trabalhadores, empregadores e poder público, bem como segurança jurídica para todos, com foco no progresso de cada empresa, setor de atividade e do País.

*Fernando Valente Pimentel é o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

da redação com informações da Ricardo Viveiros & Associados Oficina de Comunicação   imagem: foto divulgação

Wonderlab SWAROVSKI

worldfashion • 23/02/21, 15:06

21Se inicia com a unificação de todas as partes da sua organização sob um conceito fascinante que traz à luz a expressão mais provocativa da marca e ganha vida com a primeira coleção da nova e primeira Diretora Criativa da marca Giovanna Engelbert, a Collection I. “Eu queria explorar a geometria fundamental do cristal e seu potencial como material. Olhar os primeiros desenhos de Daniel Swarovski foi uma fonte de inspiração absoluta, descobrir a magia de suas primeiras criações e compreender o poder do seu sonho de criar algo que o mundo nunca tinha visto até então. Ao iniciar minha própria jornada criativa, respeitei o quão transformadoras as joias podem ser, e quis criar peças e uma visão de estilo em que mulheres e homens pudessem abraçar e expressar seus eus ousados e únicos ao usá-las.”

Como se tivesse sido retirada do que Giovanna chama de “Jardim Matemágico”, Collection I é composta por colares, brincos, anéis, pulseiras e bijuterias que manifestam as propriedades fundamentais, mas mágicas, do cristal. Uma abordagem criativa para redimensionar, cortar e colorir os cristais, concebem uma coleção robusta, hiper expressiva e hiper-versátil que convida o mundo a explorar sua imaginação com uma sensação de grandeza e diversão.

swarovski_robert_buchbauer_giovanna_engelbert“Ignite your dreams” é a nova convocação para um mundo Swarovski, “O Wonderlab é uma ideia, é um lugar imaginário que incorpora tudo o que a Swarovski representa e que continuará a nos inspirar nos próximos anos”, diz Giovanna, e completa “O Wonderlab é onde a ciência e a magia se encontram, onde o extra e a elegância colidem, é um sentimento de admiração que todos deveriam experimentar quando os convidamos para o nosso novo mundo na Swarovski”.

“Por 125 anos, a Swarovski teve o poder de se transformar e se reinventar continuamente, sempre permanecendo fiel ao seu DNA. Estamos entusiasmados em adicionar um novo capítulo a essa tremenda história de sucesso, elevando o centro de gravidade da Swarovski para um luxo acessível e tornando-se verdadeiramente um lifestyle do cristal. ” diz Robert Buchbauer, tataraneto do fundadaor e atual CEO da empresa (foto acima com a Diretora Criativa da marca Giovanna Engelbert).

Com uma abordagem explosiva de cor, tamanho e estilo, a nova concepção vai além do produto e se manifesta em novas experiências, eventos e conceitos de loja em todo o mundo, transformando a forma como a Swarovski será percebida pelas próximas gerações.

As peças da coleção Collection I da Swarovski, foram nominadas de:

18ebd0086367abf0ae9055cc94d4488eMILLENIA - Com peças tão fundamentais para o guarda-roupa quanto uma camiseta branca, seus toques ousados e atemporais de requinte em um arco-íris de cortes e cores são feitos para ter e usar para sempre.

HYPERBOLA - Designs lindos em sua complexidade, inspirados em padrões matemáticos que geram um fascínio devido aos seus difíceis e elegantes entrelaços.

CONSTELLA - A melhor maneira de observar as estrelas. Constelações de cristal colocadas em finas barras de metal em combinações inesperadas são tão delicadas quanto a poeira das estrelas e trazem o cosmos para o dia a dia.

db27973ed0524836c2155c31b822528cMATRIX - Como se o cristal se formasse diante de seus olhos, essas peças extraordinárias e elegantes têm uma fluidez inesperada inspirada em movimentos exponenciais.

MESMERA - Aglomerados de cristal fascinantes e inovadores causam um efeito hipnótico com a sua união de pedras com formatos exclusivos para um look exuberante que dita o statement da noite.

HARMONIA - Seus cristais apresentam cortes superdimensionados em um ambiente suspenso, dando a ilusão de pedras flutuantes que causam uma sensação de mistério harmonioso a um visual poderoso.

f7d9a1eaf767f698983dd697a71e4527DULCIS - Desafiando os conceitos de força e a suavidade através da lente da arte moderna, as peças trazem doçura de espectro total para designs almofadados feitos para adornar e adorar.

CURIOSA - A elaboração de estruturas “matemágicas” em formas inesperadas de proporção divina. Desenhos interligados e complexos que despertam a imaginação como curiosos objetos de estudo.

GEMA - Apresenta a mais ampla variedade de cortes e cores ricas e vibrantes de cristais em um único conjunto de peças, produzindo um acúmulo aleatório de pedras preciosas em um caleidoscópio de alegria prismática que está pronto para ser usado.

cac5556075610ee0d8a57653463b185eCHROMA - Pedras ousadas em camadas e em sua expressão cromática mais pura. Como um prisma desconstruído, com várias cores sob o branco clássico, essas criações dão asas à imaginação.

ORBITA - Explorando a versatilidade com elementos dupla face que giram e podem ser vistos de todos os ângulos, esta é uma abordagem indumentária e meticulosa para forma cor e recortes complementares.

LUCENT - Cortes de cristal em cores vibrantes são os novos itens essenciais para os ousados e divertidos que procuram vestir um look básico com um toque de criatividade e brincadeira.

SOMNIA - Gemas que elevam os níveis de sonho através da mistura preciosa de pedras e cristais em camadas de correntes em tons ombré para abordagem da boemia moderna

a1O cisne da Swarovski tradicional da auto expressão da marca, é reimaginado através do filtro do Wonderlab, o mundo imaginário de cristal de Engelbert. Em suas próprias palavras, “o Wonderlab é onde a ciência e a magia se encontram, onde a exuberância e a elegância colidem, é o sentimento de admiração que todos deveriam experimentar ao serem convidados para nosso novo mundo na Swarovski”.

a6Como parte deste mundo, o cisne da Swarovski posiciona-se para olhar de frente a nova direção da marca, pronto para levantar voo. Evoluindo a partir de sua iteração mais recente, ele assume uma forma aperfeiçoada, com um pescoço alongado e posicionamento criado para reforçar o ímpeto cada vez mais avançado da marca. Simbolicamente, o cisne representa o amor eterno, um sentimento espelhado pelo amor de Swarovski pelo cristal. Ao adaptar e ao mesmo tempo permanecer fiel ao seu icônico emblema, a Swarovski reforça o orgulho pela sua história, bem como sua visão para o futuro. O toque final do novo ícone da marca, vem na forma de uma embalagem octogonal semelhante a um doce. Representando o renascimento, o octógono é um aceno imediato a um cristal facetado, com a Swarovski no centro.

O Wonderlab Swarovski ganha vida com o lançamento de 28 lojas Instant Wonder nos principais mercados globais. Começando com a Galleria de Milão hoje 23 de fevereiro de 2021, e seguem 27 inaugurações de lojas que acontecerão nas Américas, Europa, Ásia e Pacífico, incluindo novos locais em Paris e Nova York.

O espaço sensorial de varejo onde os visitantes serão recebidos, projetado para refletir a próxima campanha e a nova identidade visual da marca, é valorizado por cores e texturas vibrantes, esculturas metálicas e materiais inovadores, combinados para estimular a descoberta e a auto expressão. As lojas Instant Wonder da a42Swarovski transmitirão um encanto lúdico em um cenário de sonhos, que parece ser feito de doces, repleto de todo o espectro de peças de estilo de vida de cristal — componentes soltos, joias, relógios, estatuetas e acessórios — e possuem um entorno cativante decorado com a silhueta do logotipo octogonal da Swarovski, inspirado na nova embalagem.

Além das aberturas em cidades selecionadas, as inaugurações das lojas Instant Wonder da Swarovski serão acompanhadas de ações digitais e físicas, incluindo tours virtuais, pré-visualizações de peças da coleção e conteúdo de lifestyle para envolver ainda mais os clientes. Projetadas em parceria com a Villa Eugénie, sediada em Paris, essas lojas criarão uma sensação mágica de fascínio nos clientes. Amplificações locais em todos os mercados irão aprimorar ainda mais a experiência em todo o mundo.

Todas as atividades de lançamento serão sustentadas por um reposicionamento completo no tom, aparência e sensação da marca: um novo mundo Swarovski está surgindo. Sob a direção de Engelbert, a Swarovski proporcionará uma experiência imersiva e fascinante no mundo da joalheria que causará um impacto duradouro e inspirador em todos. A loja Instant Wonder no Brasil será inaugurada em Abril de 2021, com data a ser confirmada.

da redação com informações da MktMix Assessoria de Comunicação   imagens: fotos/by Lorenzo Bringheli and Mikael Jansson

PARCERIAS

worldfashion • 18/02/21, 16:46

01-andradeA Missão da ANDRADE MÁQUINAS, sempre foi oferecer produtos e serviços que auxiliem os fabricantes de confecção a produzir com maior rapidez e menos custo, dentro de um ambiente de competitividade internacional, de modo a gerar ganhos aos seus clientes e, por conseguinte, proporcionar melhor remuneração aos seus funcionários, colaboradores e acionistas. A empresa foi fundada por Manoel Joaquim Andrade, em 1957, no iniciou uma pequena loja de máquinas de costura domésticas, com apenas 35m², situada no bairro da Penha, onde atualmente encontra-se o Shopping Center Penha. Com o comando dos filhos do fundador, Paulo Andrada - Diretor Financeiro, e Mauro Andrada - Diretor Comercial,  a empresa cresceu rumo ao complexo mundo das máquinas de costura industriais para o setor confeccionista, hoje atua no mercado nacional com cerca de 500 revendas ativas nos segmentos de costura, bordado, corte, passadoria, enfesto e máquinas domésticas.

2Desenvolveu ao longo dos anos, um leque diversificado de parcerias, como a que mantém, há cinco anos, com  Alexandre Herchowit que aprova – e usa em seu ateliê - as Máquinas SA-M da Sansei, companheiras perfeitas para o estilo inovador e de qualidade impecável inerente ao seu design.

Em fevereiro deste ano, com a inauguração da flagship Amir Slama, num único local: loja, escritório de criação, ateliê, confecção, a Andrade Máquinas será parceira e juntos vão costurar novos caminhos da moda, com design e tecnologia.  O ateliê localizada no andar superior conta com 21 máquinas de costura, entre retas, overloques, zig zag, galoneiras e elastiqueiras, entre outras que atendem as normas NR12.

amir-slama-certoO espírto inovador para atender todas as necessidades e desejos do mercado de confecção está no core business da Andrade Máquinas e a parceria com Amir Slama reforça ainda mais o vínculo da empresa com o dia a dia de quem cria e faz a moda acontecer. Pois para acompanhar e transformar as tendências dos tecidos cores e estampas, há necessidade das máquinas que possibilitem colocar as ideias do criador em peças com caimento perfeito, com uma produção inteligente, sem muitos resíduos, economia de energia e com ergonomia pensada, para oferecer conforto e agilidade para as costureiras.

conceicao-ruizA Conceição Ruiz,  diretora de marketing da Andrade Máquinas,  declara: “A parceria com Amir Slama vem reforçar ainda mais a ligação da Andrade com o universo da moda e estar presente no novo ateliê do estilista, instalado em um espaço multifuncional e em uma das regiões mais fashionistas de São Paulo é muito bacana”.

E Amir Slama destaca que “iniciamos a parceria em um momento de incertezas econômicas devido a pandemia,  que refletiu em muitas lojas fechadas, e indo contra a maré, inaugurei esse espaço multifuncional com a proposta de full brand experience para que os clientes se sintam dentro da marca, nosso conceito e estilo de vida. A Andrade Máquinas acreditou

no  projeto e está sendo uma excelente experiência trabalhar com as máquinas da empresa que trouxeram maior agilidade na produção além da economia de energia e conforto para minha equipe de produção”.

costureiracristinacreomara-640x480A costureira Cristina Creomara,  que tem 22 anos de atuação na costura, sendo 11 anos com Amir Slama, conta que: “a adaptação com as máquinas da Andrade foi rápida e fácil,  além de que o atendimento técnico da empresa é excelente e ágil.  Eu utilizo cinco máquinas diferentes  - Zig Zag, Reta, Overloque, Galoneira e Elastiqueira. A Zig Zag é tudo de bom, tem um ponto muito bonito e é versátil,  dá  para adaptar vários aparelhos. A Reta e a Overloque são automáticas cansando menos as pernas e oferecendo agilidade na produção.”

20210204_113855-640x480A matriz da Andrade Máquinas fica em Guarulhos (SP) desde 2011, e possui filiais em Caruaru (PE), Maringá (PR) e Blumenau (SC), Fortaleza (CE) e Goiânia (GO). Neste mês inaugurando filial em Betim (MG). A empresa possui em seu portfólio máquinas das marcas SANSEI, Brother, Kansai, Durkopp Adler, e Japsew, especiais para costura; SANSEI e Brother para bordado; Macpi para passadoria; SANSEI by Orox para corte; Orange, linha de agulhas; e Aegis de peças de reposição.

da redação com informações da  Suzana Comunica  imagens: foto/divulgação

O alerta da História

worldfashion • 18/02/21, 14:27

Por Fernando Valente Pimentel*

São complexas as demandas do Brasil em meio à pandemia do novo coronavírus, cuja segunda onda, mais intensa do que se previa, eclode num momento em que ainda não estão dadas as condições para a retomada consistente do crescimento em níveis adequados, num cenário ainda de elevado desemprego e fim do auxílio emergencial do governo, com impactos sociais e no consumo. É um contexto no qual, a despeito da iminência do início da vacinação, seguem limitadas as atividades e permanecem as incertezas nacionais e globais, provocadas pela própria Covid-19, seus desdobramentos, disputas comerciais entre nações e retração dos mercados.

Exigem-se, portanto, muito foco, empenho, força e resiliência para promovermos o fomento econômico e a expansão do PIB no grau necessário para a recuperação do mercado de trabalho e das empresas, aumento dos investimentos e criação de milhões de empregos para as atuais e futuras gerações. Cabe lembrar que teremos de fazer tudo isso, sem mais adiamentos, num ambiente ainda permeado pelos prioritários cuidados sanitários, que impõem limitações, considerando que a imunização dos brasileiros irá estender-se ao longo de muitos meses. Trata-se, aliás, de medida premente para a prioritária preservação de vidas e a retomada de modo mais intenso das atividades, sem prejuízo à saúde dos trabalhadores das distintas áreas, seus familiares e toda a população.

7890868d-24e9-4d72-9dfb-72ce823c5505Considerando todas essas questões, é prudente refletir sobre algo crucial: a pandemia foi um fator imponderável, mas os problemas que a agravaram no Brasil eram sobejamente conhecidos e tiveram sua solução postergada durante décadas, culminando com a paulatina corrosão de nossa competitividade sistêmica, a qual vem provocando um processo de desindustrialização precoce em nosso país. Reflexos disso, lamentavelmente, foram os anúncios recentes de encerramento de produção por parte de importantes empresas dentro do nosso espaço geográfico. Decerto que essas decisões empresariais necessitam de uma análise mais abrangente, mas, sem dúvida, o ambiente inseguro e burocrático para operarem pesou, e muito, nas decisões das companhias.

Sim, é cada vez mais difícil conviver com nosso voraz e burocratizado sistema tributário, no qual se busca sempre a solução “mágica” da majoração de impostos para cobrir os rombos orçamentários nas três instâncias do poder público - federal, estadual e municipal. É exatamente o que estão tentando fazer agora governos estaduais, que aumentam as alíquotas do já elevado ICMS, impondo ônus extras a empreendedores e consumidores e, por consequência, limitando a capacidade de crescimento, geração de empregos e de investimentos, no momento mais inoportuno para isso.

Portanto, está mais do que na hora de consolidarmos um modelo eficaz e vencedor de economia e nação. A pandemia escancarou as fragilidades e incertezas às quais estão expostos os setores produtivos do Brasil. Portanto, é necessária mobilização ampla, determinada e focada, para concretizar as medidas mais relevantes voltadas ao resgate de nossa competitividade e produtividade dos fatores de produção.

Nesse sentido, é premente aprovar reformas, como a tributária e administrativa, que reduzam o “custo Brasil”, pois estamos perdendo posições no mercado mundial nos últimos 40 anos. Temos de avançar nessas e outras providências consensualmente estabelecidas como essenciais, a exemplo da segurança jurídica e políticas públicas eficazes no plano socioeconômico. Não podemos, mais uma vez, ficar para trás, assistindo ao mundo avançar, por falta de condições de competitividade de nossas empresas.

Vencer esse desafio também exige um choque de qualidade no ensino, a começar da Educação Básica, até a universidade, passando pela formação técnica e a continuada, pós-graduação, ciência, P&D. Não basta universalizar o acesso às salas de aula, que, aliás, ainda não alcançamos em todos os níveis. É preciso excelência, pois recursos humanos qualificados são o grande diferencial na competição global, o que deverá ser cada vez mais acentuado no contexto de um ambiente laboral permeado por tecnologias sofisticadas e por uma agenda ambiental irreversível.

Os projetos, demandas, metas e necessidades são muito claros. Depende de nós, como nação, viabilizá-los e construir um novo destino de desenvolvimento e justiça social. Considerando nosso imenso potencial de recursos naturais, clima, demografia, estrutura e capacidade dos setores produtivos, seria lamentável a omissão frente ao chamamento da História. Portanto, vamos tratar de atendê-lo!

*Fernando Valente Pimentel é o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit).

Lectra + Gerber Technology

worldfashion • 15/02/21, 14:43

lectra-480x3171Em fevereiro, foi anunciado pela Lectra  em Paris,  o plano de adquisição da totalidade do capital e direitos de voto da Gerber Technology, dos Estados Unidos -  empresa fundada em 1968, na cidade norte-americana de Tolland, que nas últimas cinco décadas vem incrementando e aperfeiçoando soluções computadorizadas de última geração, para design e sistemas de produção direcionados à indústria do vestuário, moveleira, automobilística e para os mais diversos setores; abrangendo equipamentos para planejamento, desenvolvimento de produto, modelagem, custos, de corte, encaixe, enfesto, corte automático e automação da sala de costura. Pioneira no Brasil, criadora do sistema CAD e CAM, especializada em alta tecnologia para industria da confecção.  A Lectra por sua vez, fundada em 1973,  possui 34 subsidiárias em todo o mundo, atendendo clientes em mais de 100 países, com cerca de 1.800 funcionários, e registrou receitas de 280 milhões de euros em 2019, listada na Euronext (LSS).

Após o conselho de trabalho francês da Lectra ser consultado e a documentação vinculativa ser assinada, a conclusão da aquisição permanecerá sujeita à liberação do controle da fusão e outras condições habituais e será submetida aos acionistas da Lectra para aprovação.

A aquisição, se e quando consumada, permitirá a Lectra complementar sua posição de mercado e continuar aprimorando suas ofertas com base na tecnologia da Indústria 4.0 que permitirá aos seus clientes aumentar a produtividade e lucratividade de suas operações.

A combinação proposta ocorrerá num momento oportuno para ambas as empresas: Gerber Technology e Lectra são importantes parceiras de tecnologia avançada, capaz de atender rapidamente às necessidades em constante mudança dos clientes e entregar ainda mais valor por meio de soluções perfeitamente integradas. Juntas, as duas empresas terão uma grande base instalada de softwares de desenvolvimento de produtos e soluções de corte automatizado em operação, com presença mundial e uma longa lista de clientes de prestígio.

A consolidação das capacidades de pesquisa e desenvolvimento das duas empresas permitirá uma combinação acelerada no desenvolvimento das tecnologias da Indústria 4.0 e ajudará sua base de clientes expandida a aproveitar todo o potencial dessas inovações

mohiti-uberoi“Foi uma honra liderar a transformação da Tecnologia Gerber e criar uma plataforma eficiente e abrangente que permite as iniciativas de transformação digital de nossos clientes. A Gerber Technology e a Lectra compartilham uma longa história de inovação e excelente atendimento ao cliente que, reunidos, criarão uma empresa ainda mais forte que oferece as melhores soluções e serviços de tecnologia para nossos clientes em todo o mundo ”, disse Mohit Uberoi, CEO, Gerber Technology.

lectra-proposes-to-buy-gerber-technology-for-300m-0“Hoje é um dia histórico para nossas empresas que trará enormes oportunidades de crescimento futuro. Teremos investimentos em inovação e recursos tecnológicos que serão altamente benéficos para o setor. Eles nos permitirão criar valor de longo prazo para nossos clientes e acionistas ”, afirma Daniel Harari, Presidente e CEO da Lectra. “Temos o prazer de dar as boas-vindas ao grupo de profissionais talentosos da Gerber Technology à equipe da Lectra. Unificar as duas equipes mostrará a força de nossos fantásticos funcionários. Juntos, seremos capazes de crescer e expandir os serviços que oferecemos aos nossos clientes e ajudá-los a acelerar sua transformação digital.” completa.

Daniel Harari continuará na presidencia e CEO da Lectra. O CEO da Gerber Technology, Mohit Uberoi, assumiria a função de consultor especial de Daniel Harari até o final de 2021.

Os acionistas da Lectra serão convidados a votar sobre a emissão de 5 milhões de novas ações da Lectra reservadas para AIPCF VI LG em uma Assembléia Geral Extraordinária dedicada, que está atualmente prevista para ser realizada em 30 de abril de 2021. Um relatório contendo informações adicionais estarão à disposição dos acionistas antes da Assembleia Geral Extraordinária.

De acordo com a aquisição proposta, a Lectra irá adquirir todas as ações em circulação da Gerber Technology em uma base livre de dívidas sem dinheiro por um pagamento inicial de 175 milhões de euros - através de uma combinação de dinheiro e dívida - mais 5 milhões de ações da Lectra recém-emitidas para AIPCF VI LG Funding, LP (“AIPCF VI LG”), uma afiliada da American Industrial Partners que é a única acionista da Gerber Technology. Isso representaria um valor total de cerca de 300 milhões de euros com base no preço de fechamento das ações da Lectra em 5 de fevereiro de 2021. Nenhuma contraprestação contingente é contemplada. A receita da Gerber Technology foi de 165 milhões de euros em 2020. Graças à forte criação de valor decorrente de sinergias significativas, a Lectra espera que a transação tenha resultados para os acionistas à partir de 2022. Ao fechar, Daniel Harari possuiria c.14,6% das ações da Lectra e a AIPCF VI LG deteria c.13,3%. O Conselho de Administração da Lectra receberá um diretor que representasse AIPCF VI LG.

lectra1A integração da tecnologia das duas empresas irá dotá-las de recursos para antecipar e lidar com as condições de mercado em constante mudança, e dará aos clientes que utilizam ou pretendem utilizar seus equipamentos, a tranqüilidade e a confiança necessárias para quem tem a responsabilidade presente de um investimento para o futuro. Sejam grandes corporações ou pequenas empresas.

da redação do World Fashion com informações da Adeline FOGEL do Group Public Relations Manager LECTRA    imagens: fotos/divulgação

INSPIRAMAIS 2022

worldfashion • 04/02/21, 15:15

O evento mobilizará o mercado da moda, digitalmente até dia 26 de fevereiro , você encontra os lançamentos de materiais, inovações e reuniões com geração de negócios, palestras, lives e com marketplace de soluções e estantes virtuais com interação entre visitantes, expositores e compradores.

gerson-luis-berwanger-assintecal-640x427Na avaliação do presidente Gerson Luis Berwanger, da Assintecal - Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos, o Inspiramais Digital proporcionou um ambiente importante para apresentação de inspirações para a temporada 2022_I, lançamento de produtos e a ampliação do networking. “Os caminhos são esses. O Inspiramais é uma feira de futuro. Conseguimos fortalecer o relacionamento virtual num primeiro momento, expor produtos, fazer contatos e, como a plataforma segue disponível, .teremos o ambiente propício para a realização de negócios”, opina Gerson.

fernando-bello-cicb-640x427“O couro encontrou no comércio online uma plataforma de grande aceitação por parte dos públicos compradores. Assim, o Inspiramais Digital, e sua construção como marketplace, resultou em negócios, incentivo e informações valiosas para os curtumes participantes”, destacou José Fernando Bello, presidente executivo do CICB - Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil.

Já o presidente Fernando Pimentel da ABIT - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, fernando-pimentel-abit-640x361destaca que ainda há muitos contatos que serão feitos, por meio da plataforma do evento, como as rodadas internacionais. “O Inspiramais tem sido uma ótima vitrine para as empresas de insumos para moda, calçados e mobiliário”, observa.

Para a diretora executiva Cândida Cervieri da Abimóvel - Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário, o Inspiramais é o reflexo da conjugação de esforços, de potencializar a candida-cervieri-diretora-executiva-da-abimovel_01-640x480integração produtiva e, principalmente, de objetivos comuns que consolidam a parceria entre Assintecal, CICB, Abit e Abimóvel, que promovem o evento.  “Nossas indústrias se encontram através da moda. Ela nos une e é ela que faz o mundo girar, pois sempre nos espelhamos em alguém, seja no vestir, no calçar, no mobiliar nossas casas, escritórios e outras áreas do bem viver, nas tendências mundiais de comportamento e consumo.  Esse ‘sentimento de pertencimento’ faz da moda um negócio poderoso, rentável e universal”, afirma.

TENDÊNCIAS

inspiramais2_reproducaoO que é o futuro do produto de moda? Qual é a chave da transformação para esse mercado? Esses questionamentos guiaram o desenvolvimento da pesquisa de inspirações que conduziu ao tema da temporada 2022_II. Mantendo a tradição de antecipar o tema que norteará a próxima edição do evento, Walter Rodrigues, coordenador do Núcleo de Design, apresentou em detalhes o Futureproof.

inspiramais4_reproducaoPara Walter, a prova do futuro é ter relevância. Quantum e Hipervisual são as narrativas da próxima temporada. Quantum propõe um olhar poético sobre os acabamentos, inspirados na beleza, cor, brilho e energia dos cristais e gemas preciosas ou interpretando a coexistência simultânea de acabamentos antagônicos como brilho e fosco. Já Hipervisual conecta com o maximalismo, com a inspiração gráfica, e a ancestralidade. “Expressa a oportunidade de inovar e perpetuar saberes, se tornando relevante para o futuro”, analisa Walter. Na cartela de cores, estão o azul, o lilás e o amarelo. “Queremos iluminar o mundo. Entendemos que o futuro precisa ser iluminado.”

inspiramais5_reproducao1Walter Rodrigues falou sobre a metodologia da pirâmide de produtos e a sua importância no processo criativo. “Ela organiza as etapas de trabalho dentro da construção de uma coleção. É importante perceber que, quando organizamos a coleção, conseguimos ter um olhar mais assertivo para os produtos a serem desenvolvidos, numa forma mais global de pensá-lo dentro da empresa”, explica. O topo corresponde a 10% da pirâmide (representada atualmente pelo tema Antídoto). Observa o DNA da empresa e analisa as especialidades e o seu reconhecimento no mercado. “O desenvolvimento de produtos nos 10% conta com a ideia de contexto mundial e de observar novas tecnologias para o storytelling da coleção em busca de um produto para um consumidor autoral”, esclarece.

inspiramais3_reproducao1A segunda etapa corresponde a 30% da pirâmide, onde hoje está o tema Free Spirit (dividido em Modern Classicism e New Romantic). Analisa o ranking de produtos, tendências, passarelas, vitrines e viagens. “Existe variação de produto, mas com um olhar para o consumidor multiplicador. As ideias que eram difíceis nos 10% foram transformadas em projetos mais possíveis e começam a acontecer nessa fase”, conta Walter.

Na base da pirâmide (60%) está o tema Sincronia. “Nesse ponto, falamos de ranking, tendências remanescentes, hits da estação, uso de estoques, e, principalmente, de observar moldes consagrados em novas matérias. As coleções de clássicos, commodities e básicos têm seu lugar aqui, observando um consumidor de massa”, finaliza.

foto-01-walter-rodrigues-640x427A pirâmide de Maslow, é um conceito muito interessante que explica as necessidades humanas, foi criado na década de 50 pelo norte americano Abraham H. Maslow (1908-1970), psicólogo e referência na Psicologia Humanista, ele considerou que a perspectiva de satisfação das necessidades é o que gera a força motivadora nos indivíduos. As mais básicas (base da pirâmide) é considerada como necessidade para a sobrevivência, seguindo em direção ao topo, deparamos com mais complexidades que são necessárias para alcançar a satisfação pessoal e/ou profissional. Esta ferramenta é frequentemente aplicada no marketing para ajudar a entender as motivações e desejos aplicáveis em vários segmentos.

Na coletiva com a imprensa, colocamos a questão de como entendemos a pirâmide nas necessidades de produção e concordamos que a  BASE: são as matérias prima (fibras/fios) (60%), o MEIO: Máquinário e Equipamentos (30%) e o TOPO: Inovação (10%), mas Walter Rodrigues ressalta que dentro da base (matérias prima) existem as subdivisões por tipos de origens como os naturais, animais, artificiais, sintéticos e os sustentáveis.

inspiramais_reproducao

PROGRAME - SE

A plataforma permanece ativa durante o mês de fevereiro, e todas as quartas-feiras haverá palestras inspiradoras. As rodadas de negócio nacionais foram divididas de acordo com os materiais. De 1º a 5 de fevereiro, são as rodadas de Sustentabilidade e Materiais de Segurança. De 22 a 26 de fevereiro, ocorrerão as de negócios de Materiais de Moda para Calçado e Confecção, e de 2 a 6 de março,  estão programadas as de Materiais para Móveis. Já as rodadas internacionais vão acontecer de 8 a 12 de fevereiro. Para conferir a programação completa, clique em www.inspiramais.com.br

da redação com informações da assessoria  Critério   imagens: fotos/divulgação

Persono

worldfashion • 27/01/21, 17:30

A Coteminas  fundada em 1967, em Montes Claros (MG), por José Alencar, é uma empresa têxtil verticalmente integrada, atuante nos mercados nacional e internacional,  produz fios, tecidos, produtos têxteis de cama, mesa e banho, uniformes profissionais, brins e jeans, unindo qualidade e custos altamente competitivos. Entre as marcas do grupo estão: Artex, Santista e mmartan. Lançou em Dezembro 2020, um projeto inédito e inovador, batizado de Persono,.para conscientizar, monitorar e auxiliar no tratamento de distúrbios do sono. A nova unidade da empresa transforma o high-touch em high-tech ao propor um olhar científico para a saúde e para a qualidade do sono dos brasileiros.

img_1624

Segundo Josué Alencar, diretor da Coteminas, responsável pela unidade Persono, “a privação do sono é uma pandemia silenciosa que se agravou ainda mais neste ano de 2020, com o Coronavírus. É extremamente importante que as pessoas tenham consciência de que o sono adequado é o melhor remédio para muitos problemas de saúde”.

fabrica_04-640x427Com o propósito de melhorar a vida das pessoas a partir de um dormir de maior qualidade, a unidade Persono atuará em 3 frentes: conscientização sobre a importância do sono; coleta de dados de monitoramento com diagnóstico e acesso a produtos e serviços para dormir melhor.

As primeiras entregas começam com o pilar da conscientização, tendo por objetivo levar embasamento científico sobre a importância do tema e suas consequências para a saúde. Com o apoio de especialistas em medicina do sono, a marca já lançou webinars, newsletters e um blog dedicado ao tema. E ainda promoverá pesquisas, podcasts e até uma série documental, já em produção, para exibição em TV e canais de streaming.

fabrica_03-640x427fabrica_02-640x427Dados da Associação Mundial de Medicina do Sono (WASM), atual World Sleep Society, revelam que “os problemas de sono constituem uma epidemia global que ameaça a saúde e a qualidade de vida de mais de 45% da população mundial.” Infelizmente, o problema de privação de sono é ainda mais grave no Brasil: levantamento de 2016 publicado na revista Science Advanced mostra que somos um dos povos que menos dorme no planeta, só ficando atrás dos japoneses e dos habitantes de Singapura. E isso, certamente tem impactos diretos em diversos aspectos da saúde desses povos e até mesmo das economias de suas nações.

Numa pesquisa realizada entre os dias 5 e 10 de novembro de 2020, em todas as regiões do país, esse estudo representativo abrangeu 5 classes sociais e 4 diferentes recortes etários, computando um total de 2 mil respondentes, amostragem semelhante à realizada por institutos como Ibope para eleições presidenciais. Conduzida pela plataforma de human analytics da MindMiners - empresa de tecnologia - e coordenada pela consultoria Unimark/Longo, a pesquisa “Acorda, Brasil!” teve como objetivo imediato a conscientização da classe médica, autoridades públicas e de toda a sociedade para o grave problema de privação de sono em nosso país, já que mostra que 62% dos brasileiros sofrem de distúrbios do sono, percentual muito acima da média mundial, que é de 45%.

josuecc81alencar2-427x640“Certamente, a pandemia contribuiu para um aumento de distúrbios do sono, fortemente motivados pelas preocupações com questões financeiras” - comenta Josué Alencar - diretor da Coteminas, responsável pela marca Persono, (na foto ao lado).  “Mas há tempos que a qualidade do sono tem sido negligenciada. O sedentarismo, por exemplo, é um dos fatores históricos que contribui negativamente para a má qualidade de sono do brasileiro. E, agora, o vilão da vez é o celular levado para a cama. Com sua luz azul que inibe a produção do hormônio do sono e a ansiedade provocada por notícias e redes sociais, este mau hábito já  faz parte das noites de 78% dos brasileiros” - complementa.

Para corroborar com a necessidade de conscientização, a pesquisa revela que, mesmo tendo plano de saúde, o brasileiro se consulta muito pouco sobre distúrbios do sono: 86% não consideram problemas com sono uma razão suficiente para ir ao médico.

Agora em Janeiro 2021 anunciaram parceria inédita com o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e, assim, levar o projeto inovador de conscientização, monitoramento e detecção dos distúrbios do sono Persono ao mundo dos esportes.

imagem-1Na foto: Alberto Cavaleiro - Labortório Olímpico/COB, Marcelo Freitas - Labortório Olímpico/COB, Manoela Penna - diretora de comunicação e marketing/COB, Roberta Martins - gerente de marketing de Persono, Josué Alencar, diretor de inovação e novas tecnologias da Coteminas. e Jorge Bichara - diretor de esportes/COB

Segundo Josué Gomes, presidente do Grupo Coteminas, o patrocínio se inicia com a marca Persono, como fornecedor oficial do COB, mas mais do que simplesmente patrocinar, haverá uma cooperação entre os times técnicos e científicos do Persono e do COB com foco na qualidade do sono e sua importância para atletas de alta performance. Ainda de acordo com o empresário, através do esporte, a Coteminas espera poder contribuir para as próximas conquistas do Time Brasil.

“É um privilégio trabalhar com atletas que representam toda uma nação, afinal eles levam para as competições a esperança da nossa sociedade. E, fazer qualquer contribuição para melhorar a performance deles já é uma conquista que, além de nos orgulhar, marcará a nossa história”, afirma.

“Para o COB, é muito importante ter parceiros que colaborem com o desenvolvimento do esporte no nosso país e nos ajudem a dar aos atletas as melhores condições de treinamento e performance”, diz Paulo Wanderley, presidente do COB.

imagem-3“A parceria com a Coteminas tem duas vertentes importantes: trata-se de mais uma empresa de destaque em seu segmento que faz parte do nosso rol de patrocinadores, levando a marca do COB a novos públicos, além de produzir informação e dados para incrementar nosso trabalho de Ciência do Esporte em busca de resultados sempre melhores”, diz Manoela Penna, diretora da Comunicação e Marketing do COB, (na foto acima à esquerda ao lado de Josué Alencar, diretor de inovação e novas tecnologias da Coteminas, Roberta Martins - gerente de marketing de Persono e Jorge Bichara - diretor de esportes/COB.)

A compreensão do sono de cada atleta olímpico permitirá o desenho de protocolos de recuperação física e mental adequados para cada um, de acordo com as exigências de força, velocidade, resistência e reflexos de cada modalidade esportiva.

“A partir do momento que a tecnologia vai monitorar a qualidade de sono, ela possibilitará um controle sobre o volume de sono e o que o atleta estará apto a realizar no dia seguinte. O Persono será mais uma ferramenta extremamente para o acompanhamento do sono dos atletas e suas condições físicas”, revela Jorge Bichara, diretor de Esportes do COB.

Para o desenvolvimento da tecnologia que irá monitorar o sono dos nossos atletas, a Coteminas tem realizado parcerias com renomados institutos de polissonografia, além de investir em ciência de dados na busca de sistemas de alta precisão e eficiência para monitoramento do sono.

imagem-22Josué Alencar, diretor da Coteminas, responsável pelo projeto Persono foto acima ao lado de Roberta Martins - gerente de marketing de Persono.  detalha: “Temos o propósito de melhorar a qualidade de vida das pessoas através de sono. Expor a importância de uma rotina regrada, que leve a uma vida mais saudável e produtiva, é fundamental numa sociedade em que pouco se fala sobre o assunto”.

O potencial para os atletas é enorme, já que um sono regulado tem a capacidade de ajudar nas vertentes imunológica (mantém a produção de anticorpos); metabólica (controla a diabetes e previne a obesidade); cognitiva (fortalece a memória, previne a depressão, melhora a aprendizagem, estimula a criatividade e agilidade de resposta); cardiovascular (controla a hipertensão e reduz riscos de doenças CV); genética (evita mutações negativas no DNA) e reprodutiva (mantém os níveis normais de testosterona e a capacidade reprodutiva feminina).

“Um sono adequado tem capacidade de recuperação muscular, energética, hormonal e arterial. Além de consolidar a memória e de reorganizar os neurônios e seus circuitos, o que é essencial para os atletas”, conclui Dra. Ana Carolina Corte, coordenadora da equipe médica do COB.

da redação com informações da Epifanica imagens:da fábrica  fotos/divulgação, outras créditos de Rafael Bello/COB

FEBRATEX 2021

worldfashion • 26/01/21, 14:54

fotoA Feira Brasileira para a Indústria Têxtil e de Confecção (FEBRATEX)  é a maior feira de máquinas e tecnologias têxteis das Américas, que apresenta a verticalidade da cadeia produtiva textil no Brasil, que aconteceria no mês de abril, por conta das incertezas provocadas pela pandemia do novo Coronavírus, foi adiada para agosto de 2021, aponta nota oficial divulgada pelo Febratex Group.

“A realização das feiras de negócios presenciais ainda exige muita cautela, previsibilidade e reavaliação constante das circunstâncias e, ao nosso ver, sempre com as perspectivas de boa-fé e otimismo. Esperançávamos que o primeiro trimestre de 2021 avançasse mais em relação ao controle da pandemia. O início da vacinação no Brasil ajudará muito a saúde pública, a economia brasileira e também vai trazer mais segurança para a realização dos eventos presenciais. Confirmamos, também, que seguiremos responsáveis pela aplicação das giordana-madeiraboas práticas de higiene sanitária e, por isso, os eventos acontecerão mediante a observância de protocolos, que estão prontos e adequados para garantir a realização de um evento seguro a todos os participantes”  informa Giordana Madeira, Diretora Executiva do Febratex Group

“Agosto sempre foi o mês da Febratex, há 30 anos a feira é realizada em anos pares nesse mês. É um ano atípico, mas consideramos agosto um mês consagrado e marcante para o evento. Acreditamos ser possível um cenário mais favorável para o início do segundo semestre de 2021, por isso apresentamos a nota data para a realização da 17ª edição da Febratex: de 10 a 13 de agosto de 2021 e estamos confiantes na realização de uma feira com toda a segurança necessária, com muito networking, grandes negócios e com a promoção do conhecimento”  complementa Giordana.

“Como pessoas, torcemos, diariamente, para a chegada do dia em que nos encontraremos pessoalmente e, como empresa, além de fazermos a nossa parte dando tempo à chegada das soluções, reforçamos o nosso propósito: realizar eventos, criar negócios, oportunidades e, acima de tudo, re-estabelecer a convivência segura entre as pessoas. Contamos com o entendimento e colaboração de todos para fazermos da Febratex o encontro para a retomada de negócios presenciais de toda a cadeia produtiva têxtil, contribuindo para a manutenção dos empregos e renda de mais de 1,5 milhão de famílias que trabalham diretamente na nossa indústria”, destaca Giordana.

febratex-marketplaceA empresa vem inovando e levando o evento, também, para o digital, como Fabratex Marketplace, plataforma considerada a extensão da feira para o meio digital, que vem para inovar e somar à feira que é reconhecida como a 3ª maior feira mundial do setor têxtil e estrategicamente esperada a cada dois anos, pelo mercado para exibição de lançamentos da indústria e de confecção.A 16ª edição em 2018, participaram 330 expositores representando 2,4 mil marcas, em 24 mil m2 de evento, com 50 mil visitantes presentes durante os quatro dias de feira. Os expositores são dos segmentos de matérias prima, fiação, tecelagem, acabamento e até confecção. Nesta 17ª edição, em 2021, contam com amplo apoio das associações: ABIMAQ- Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos; ABIT - Associação Brasileira da Indpustria Têxtil e Confecção; ABTT -  Associação Brasileira de Técnicos Têxteis; SINTEX - Sindicato das Indústrias de FiaçãoTecelagem e do Vestuário de Blumenau e apoio master do Banco Santander

487490_503086899752692_1060249665_n-640x425FEBRATEX

Data: 10 a 13 de agosto de 2021

Local: Parque Vila Germânica, Blumenau/SC

da redação com informações da Presse Comunicação    imagens: fotos/divulgação

TIFFANY

worldfashion • 20/01/21, 10:04

victoria-reynolds-chief-gemologist-and-vice-president-of-global-merchandising-high-jewelry-scaled“Quer melhor maneira de marcar a inauguração de nossa loja principal com este colar incrível da Feira Mundial de 1939, uma de nossas peças mais celebradas quando abrimos nossas portas na 57th Street e Fifth Avenue pela primeira vez,” conta Victoria Reynolds, Gemologista-chefe da Tiffany&Co. “O novo colar reflete perfeitamente a herança de nossa marca como joalheiro de luxo de Nova York, cujo fundador era conhecido como o Rei dos Diamantes”.

A pedra central, de tirar o fôlego, traz um diamante oval com mais de 80 quilates, cor D, impecável. Não é apenas muito rara, mas é um símbolo da abordagem pioneira da indústria da Tiffany&Co. para a rastreabilidade do diamante. Com origem responsável em Botswana, África, o diamante será engastado por artesãos da Tiffany na cidade de Nova York.

12A grande água-marinha do colar original e as formas excepcionais de diamante encantaram milhões de pessoas que passaram a admirar o espetáculo internacional.

Com seu tema futurista, “Amanhecer de um novo dia”, a Feira Mundial de 1939 prometia um vislumbre do “Mundo de Amanhã”. A intenção da feira era inspirar, em seus mais de 44 milhões de visitantes, o sonho de um amanhã melhor e mais efervescente.

A obra-prima da Tiffany fez exatamente isso, preparando o cenário para a inauguração de sua icônica loja principal na 57th Street e Fifth Avenue no ano seguinte, em 1940 - prenunciando o que será um momento histórico semelhante para a marca quando o colar de diamantes será revelado em comemoração à importante reabertura, em 2022, da loja principal da Tiffany Fifth Avenue

22A Tiffany adquiriu muitas gemas raras e notáveis para seus designs de joias em seus 183 anos de história, incluindo o lendário Tiffany Diamond, um dos maiores e mais sofisticados diamantes amarelos, bem como o Hooker Emerald, agora exibido no Smithsonian e no Mazarin Diamonds, adquiridos pela Tiffany no leilão das joias da coroa francesa.

Sobre a Tiffany & Co. Em 1837, Charles Lewis Tiffany fundou sua empresa em Nova York, onde sua loja logo foi aclamada como o palácio das jóias por suas pedras preciosas excepcionais. Desde então, a TIFFANY & CO. Tornou-se sinônimo de elegância, design inovador, artesanato fino e excelência criativa. Durante o século XX, sua fama prosperou em todo o mundo com expansão da rede de lojas e relevância cultural contínua, como exemplificado pelo café da manhã de Tumanany, de Truman Capote, e pelo filme estrelado por Audrey Hepburn.

Hoje, com mais de 14.000 funcionários, a TIFFANY & CO. E suas subsidiárias projetam, fabricam e comercializam joias, relógios e acessórios de luxo - incluindo mais de 5.000 artesãos qualificados que cortam diamantes e joias artesanais nas oficinas da empresa, cumprindo seu compromisso com a qualidade superlativa .

A Companhia opera mais de 300 lojas de varejo. em todo o mundo como parte de sua abordagem omnicanal, e confirma o compromisso com a sustentabilidade.

da redação com informações da MktMix   imagens: fotos/divulgação