Selo Re - Moda Responsável

worldfashion • 16/01/20, 23:33

renner_r-4990-550109924_5-2renner-r-4990-550109991_5-editar-22Após apresentar uma linha inspirada na flora brasileira em extinção e produzida com matérias-primas de menor impacto ao meio ambiente, a Renner informa que tem coleção assinada com selo Re - Moda Responsável, que simboliza o jeito da marca pensar e praticar a sustentabilidade em todas as áreas do negócio. Inspiradas no folclore brasileiro, as peças foram desenvolvidas através da reutilização criativa de tecidos, a partir da vestido-renner-r-11990-549603124_5-2técnica de upcycling. Além disso, focam no aproveitamento total de resíduos e possuem múltiplas formas de usar.

A partir de princípios do design circular, a Renner aplicou o processo de upcycling para criar novas peças com sobras têxteis de seus fornecedores. O desenho dos produtos foi pensado para utilizar ao máximo possível os resíduos disponíveis, reduzindo assim o descarte do material. Desta maneira, além das roupas confeccionadas a partir de tecidos parados nos fornecedores, os retalhos gerados na etapa de corte destes itens foram usados para fazer os acessórios da coleção, sempre com a proposta de chegar o mais próximo do zero desperdício.

macacao-renner-r-15990-549740081_5-editar-2Utilizando muitas referências do design brasileiro e alinhado com o desejo de identidade, a nova coleção é criativa, alegre e vibrante. O mix de tecidos excedentes escolhido traz essa identificação, através de estampas inspiradas na flora, que se misturam com poás, geométricos e orgânicos, todas, de certa forma, remetendo à natureza. Nessa mesma linha de elementos nacionais, as camisetas produzidas com algodão BCI exibem lendas fictícias originais. Para a criação dessas histórias, a marca selecionou símbolos da natureza brasileira e mesclou com informações das culturas regionais. Assim, surgiram o Carimbó da Onça Guaraná, o Cordel do Baiacu Capim-Dourado e o Samba da Arara Rendeira.

Campanha Selo Re - Moda Responsável

O maior aproveitamento do que se tem no guarda-roupa também gera um consumo mais consciente. Pensando nisso, a Renner desenvolveu uma cartela de produtos que possibilitam múltiplos usos: o quimono que pode ser usado como blusa ou saída de praia, a saia que vira vestido, o vestido que desmembrado pode ser usado como saia e top, o top com estampas diferentes na frente e saia-renner-r-13990-549603191_5-2verso, o top de linho reversível com diversas opções de amarrações e a saia em camadas que vira vestido amarrado no pescoço. A coleção ainda traz peças híbridas, que fluem em looks femininos e masculinos como macacões, camisetas, camisas e shorts. Acessórios como tiara, scrunchie com laço e brinco remontam a uma atmosfera cool e jovem.

A coleção já está disponível no e-commerce da Renner e nas araras das lojas localizadas no Shopping Leblon (RJ), no Shopping Bosque Grão-Pará (PA), no Shopping RioMar Recife (PE), no Salvador Shopping (BA) e na loja de rua da Oscar Freire (SP).

vestido-renner-r-15990-549611618_5-2short-renner-r-9990-549611546_5-2

SOBRE A LOJAS RENNER

Constituída em 1965, a Lojas Renner S.A. foi a primeira corporação brasileira com 100% das ações negociadas em bolsa e está listada no Novo Mercado, grau mais elevado dentre os níveis de governança corporativa da B3. Atua em todo o país por meio da Renner, que tem moda em diferentes estilos; da Camicado, empresa no segmento de casa e decoração; da Youcom, especializada em moda jovem; e da ASHUA Curve & Plus Size, que oferece roupas nos tamanhos 46 a 54. A companhia opera ainda com a Realize CFI, que apoia o negócio de varejo, através da oferta e gestão de produtos financeiros.

brinco-renner-r-3590-550200648_1-2renner-r-2990-55020065_1-2A sustentabilidade está presente na missão e nos valores corporativos da Lojas Renner. Por isso, em 2018 a varejista assumiu alguns compromissos públicos para o ano de 2021, alinhados com o entendimento deste valor enquanto pilar de atuação da companhia.

Confira abaixo:

• Ter 80% dos produtos feitos com matérias-primas e processos menos impactantes;

• Utilizar algodão certificado em 100% de sua cadeia de fornecimento;

• Ter 75% do consumo corporativo de energia proveniente de fontes renováveis;

• Reduzir em 20% as emissões absolutas de gás carbônico (CO2);

• Ter 100% da cadeia nacional e internacional dos fornecedores de revenda

com certificação socioambiental.

da redação com informações da Press Pass Comunicação imagens fotos divulgação

“Guaraná Cultura”

worldfashion • 12/01/20, 23:22

2019-ellus_guarana_10_22271Originais do Brasil, Guaraná Antarctica, Ellus e Salinas apresentam a coleção “Guaraná Cultura”. A linha teve inspiração na Amazônia e em Maués, cidade que é berço do Guaraná Antarctica e que fazem da marca um símbolo nacional.

2019-ellus_guarana_05_21008-copy-2As três marcas se inspiraram no fruto do guaraná para criar peças vibrantes, cheias de brasilidade e que terão uma importante função socioambiental. A parceria valoriza a essência original do Brasil da marca, com grifes, que trazem toda a leveza necessária para encarar o verão brasileiro.

Todo o street style e identidade urbana da Ellus ganha uma releitura mais próxima à natureza. A grife apresenta coleção com camisas, bermuda, camisetas, windbreaker e bonés. As estampas foram inspiradas na cultura do guaraná, fruto da região de Maués na Amazônia, que é repleta de lendas e histórias contadas pela população local.

Especializada em moda praia, Salinas terá sete diferentes biquínis na coleção. Serão ainda dois maiôs, dois chinelos unissex, duas bermudas e uma sunga. Tão brasileira quanto o Guaraná, a Salinas traz sua bossa à coleção na linha beachwear. Diferentes texturas, tecidos e aviamentos remetem à fauna e flora da região do cultivo.

2019-ellus_guarana_13_22538-2Bikini, maiô, saia pareô, boardshort, chinelo e sunga compõem a coleção cápsula, que tem as principais modelagens da marca com aviamentos exclusivos.

“Guaraná Antarctica faz parte do dia a dia dos brasileiros. Ter a oportunidade de unir nossa marca com Ellus e Salinas em peças que valorizam nossa origem na Amazônia é algo grandioso e importante na construção de um novo tipo relacionamento com nossos consumidores”, comenta Daniel Silber, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

Toda a coleção “Guaraná Cultura” já está disponível nos tamanhos de P ao GG em lojas físicas das duas grifes e também em e-commerce, franquias e lojas multimarcas de todo o Brasil.

A coleção tem ainda um papel que vai além da moda. Parte do lucro será investido nos projetos que Guaraná Antarctica apoia na cidade de Maués, a 641 quilômetros de Manaus. Por meio da Aliança Guaraná de Maués, projeto financiado por Guaraná e USAID e executado pelo Idesam, é desenvolvido um ativo e 2019-ellus_guarana_15_22917-21participativo trabalho junto a um conselho de produtores para promover a produção sustentável do fruto, além de trazer melhorias, escolhidas pela própria comunidade, nas áreas de educacional e sociocultural, com envolvimento e atuação de produtores e instituições do município.

Para que o público possa acompanhar todos os detalhes da parceria entre as marcas e também conhecer o impacto gerado na região de Maués, basta acessar o site http://www.guaranacultura.com.br.

da redação com informações da Index Conecta   imagens fotos divulgação

lenzing & duratex

worldfashion • 08/01/20, 02:49

A produtora de fibras celulósicas está investindo na construção da maior fábrica de celulose de madeira do mundo no Brasil, para potencializarr o crescimento do negócio e fortalecer a posição no mercado. O investimento de 1,3 mil milhões de dólares (1,17 mil milhões de euros) é uma joint venture com a Duratex, a maior produtora de painéis de madeira industrializada do hemisfério sul.

A unidade industrial será instalada no estado de Minas Gerais, perto de São Paulo, e produzirá até 500 mil toneladas de polpa de madeira anualmente, oriundas de plantações com a certificação FSC (Forest Stewardship Council), que assegura que os produtos provêm de florestas bem geridas que oferecem benefícios ambientais, sociais e econômicos.

Segundo a Lenzing, o novo centro de produção fortalece a integração e posição da empresa em termos de custos retroativos, assim como o crescimento do negócio de fibras especiais, alinhado à sua estratégia corporativa sCore RTE. A dissolução da polpa de madeira é essencial para a produção de fibras de base biológica, pelo que a joint venture deverá garantir todo o volume desta matéria-prima ao grupo.

img_5823«As fibras celulósicas da madeira dão uma importante contribuição para melhorar a sustentabilidade na indústria têxtil», afirmou o CEO Stefan Doboczky. «Com este investimento, iremos tornar-nos mais competitivos, agiremos de forma mais independente e, posteriormente, fortaleceremos a nossa posição no mercado. A confiança e o apoio dos principais acionistas da Lenzing e da Duratex foram essenciais para este projeto», explicou.

A fábrica deverá começar a operar no primeiro semestre de 2022 e estará entre as mais produtivas e energeticamente eficientes do mundo, alimentando-se em cerca de 40% de excesso de bioeletricidade, gerada no local como energia verde.

O projeto representa um marco na estratégia da Lenzing para a neutralidade de carbono.

da redação  fonte: site PortugalTextil de 07/01/2020 imagem foto divulgação

100 anos da KLM: coleção especial, do uniforme à bolsa

worldfashion • 06/01/20, 00:00

A KLM  comemorou em setembro 2019, seu centésimo aniversário, e para a ocasião criou uma coleção exclusiva e limitada de produtos. Tudo é feito com materiais sustentáveis – do bambu ao plástico reciclado. Tanto os uniformes das comissárias, como a capa das cabeceiras de couro na cabine receberam uma segunda vida. Talvez o melhor de tudo seja que esses itens não contam apenas uma história especial, mas também devolvem algo aos seus criadores.

11

A KLM coleta materiais de todos os seus departamentos e os dá uma vida nova. A companhia tem várias iniciativas em andamento para separar resíduos e reutilizar materiais, o que foi, portanto, o foco principal na hora de montar essa coleção. Somente na KLM já é possível encontrar uma grande variedade de materiais sustentáveis e puramente KLM. Em outras palavras, perfeito para os artigos de edição limitada do centenário.

Os uniformes femininos da companhia são feitos para uso intensivo e com a mais alta qualidade, e após anos de serviço fiel são substituídos por novos. Porém, o material usado para os uniformes é de qualidade tão boa que ainda pode ser usado para outros fins, o que é ótimo não apenas pelo material, mas também pela cor azul icônica que a KLM consegue trazer de volta nos produtos.

O uniforme é transformado em uma bolsa, mas antes de tudo, o tecido deve ser separado pela máquina e processado em fibras. Em seguida, é processado em uma máquina de agulhas especial em um feltro azul-KLM macio e extremamente forte. É um tecido ideal para inúmeros produtos, como bolsas de ombro, etiquetas de bagagem, chaveiros, capas para laptop e carteiras.

2

O material não é apenas especial, mas também as pessoas que os fabricam. Eles fazem parte da i-did, organização parceira da KLM, que ajuda as pessoas em assistência social a aproveitar sua vida profissional novamente e a descobrir – ou redescobrir – seus talentos e interesses, e com sucesso. Setenta por cento desses homens e mulheres encontraram um emprego permanente depois de trabalharem no i-did.

Os uniformes femininos não são os únicos itens a bordo que podem receber uma nova cara. A companhia substitui regularmente as capas de couro dos encostos de cabeça na classe econômica.

As capas são feitas de material autêntico e natural – perfeito para a coleção KLM100. A empresa de reciclagem Circulairinbedrijf usou sua experiência e técnicas inovadoras para criar capas para passaportes, suportes para notebooks, estojos de óculos, bolsas e muito mais. Os pneus reciclados para aeronaves da KLM Cargo provaram ser a solução ideal para a alça de uma bolsa.

31

Semelhante ao i-did, o Circulairinbedrijf ajuda a levar as pessoas com deficiência física ou mental ao mercado de trabalho. Oferece entre dez e quinze opções de locais onde as pessoas ganham experiência trabalhando em uma variedade de projetos e produtos. Permite que os estagiários expandam sua rede para que possam melhorar suas chances de trabalho efetivado.

51A KLM também coleta matérias-primas sustentáveis e recicladas fora da companhia – copos de café feitos de bambu, e bandeiras da KLM, penduradas do lado de fora de cada prédio da empresa, são feitas de garrafas PET. A companhia também tem garrafas d’água fabricadas na Join the Pipe.

Todos os produtos da coleção KLM100 são vendidas a um preço justo, e parte dos rendimentos vai para a fundação “Make a Wish”. A instituição realiza os desejos das crianças com doenças graves e às vezes com risco de vida.

Como lembrete do centésimo aniversário da companhia, todos os produtos exibem o logotipo especial KLM100. Você pode visualizar e comprar todos os itens on-line na loja KLM. Todos os produtos são edições limitadas e disponíveis em poucas unidades. Passageiros podem comprar online e pedir para retirar os produtos a bordo de seu próximo voo com a KLM, em voos partindo de Amsterdã.

4A propósito, se você comprar um produto, não se esqueça de conferir o rótulo. Para enfatizar seu passado bem viajado, quase todos os produtos feitos com o tecido do uniforme contêm uma etiqueta de lavagem que diz: “O tecido deste uniforme teve inúmeras horas de voo, cumpriu belos anos de serviço e conheceu milhares de pessoas especiais”.

A KLM completa 100 anos e é pioneira no setor de transporte aéreo, sendo a companhia aérea mais antiga que ainda opera sob seu nome original. A empresa pretende ser a companhia aérea com mais foco no cliente, inovadora e eficiente, oferecendo um serviço confiável e produtos de alta qualidade na Europa. Em 2018 transportou um recorde de 34,1 milhões de passageiros, oferecendo aos seus passageiros voos diretos para 162 destinos com uma frota moderna de 214 aeronaves. A companhia aérea emprega uma força de trabalho de mais de 33.000 pessoas em todo o mundo. O Grupo KLM como um todo transportou mais de 43 milhões de passageiros em 2017. Além da KLM, o Grupo KLM inclui a KLM Cityhopper, Transavia e Martinair. A malha aérea da KLM conecta a Holanda com todas as principais regiões econômicas do mundo e é um poderoso motor impulsionando a economia da Holanda.

Desde a fusão em 2004, a KLM faz parte do Grupo Air France-KLM. Essa fusão deu origem a um dos principais grupos de companhias aéreas da Europa, com duas marcas fortes operando em dois grandes centros: o Aeroporto Schiphol de Amsterdã e o Charles de Gaulle de Paris. O grupo concentra-se em três atividades principais: transporte de passageiros e carga e manutenção de aeronaves. Juntas, as duas companhias aéreas transportam mais 100 milhões de passageiros por ano.A companhia também é membro da SkyTeam Alliance global, que possui 19 companhias aéreas associadas e uma malha aérea conjunta de 1063 destinos em 173 países.

No Brasil a KLM opera atualmente 18 frequências semanais entre a Holanda e o Brasil – são 4 voos para Fortaleza, 7 frequências para o Rio de Janeiro e outras 7 para São Paulo. Juntamente com a parceria global Air France e a GOL Linhas Aéreas Inteligentes, parceira desde 2014 no Brasil, as companhias já operaram mais de 1 milhão de passageiros e cobrem 99% da demanda entre o Brasil e a Europa.

da redação  com informações da empresa  imagens: fotos divulgação

diretoria da ABIT para o TRIÊNIO 2020 - 2022

worldfashion • 03/01/20, 02:25

abit_nobo_redes_sociais_400x400mi_4253108488415839-360x400Fernando Pimentel foi reeleito presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), para o triênio 2020-2022. E assumirá o novo mandato a partir do próximo ano, juntamente com membros do Conselho de Administração, Conselho Fiscal e respectivos Suplentes da Entidade.

“Fiquei muito honrado com a confiança dos conselheiros e dos associados em me convidar para uma recondução ao cargo de presidente por mais esse período. São muitos os desafios que nos esperam, mas nada que não possa, com a força de nosso conjunto, ser enfrentado de forma altiva e propositiva como sempre temos feito, mas agora num cenário ainda mais sensível, tanto na esfera política quanto na econômica, no Brasil e no mundo”, destaca Fernando Pimentel.

Para os associados e conselheiros a reeleição se fez necessária para continuar a trabalhar em projetos para o fortalecimento do setor. É o que acredita Anna Maria Kuntz, conselheira da Vicunha. “O conselho que acaba de ser eleito terá grandes desafios para apoiar as empresas nos cenários que estão por vir”, ressalta a executiva.

“Ter uma votação por unanimidade, sem sequer voto nulo ou branco, dispensa comentários. Acho incrível a liderança desta equipe da Abit. É impressionante a forma de inserir todos no propósito, seja uma pequena indústria até mesmo estudantes que se destacam. Espero naturalmente que consigamos prosseguir no mesmo caminho”, afirma Hari Hartmann, representante do Sindivest Bahia

“Nosso desafio para este novo período é resgatar para o setor têxtil e de confecção o seu merecido lugar na economia nacional”, afirma Dilézio Ciamarro, presidente do Sinditec.

ana-mariaAnna Maria Kuntz (à esq.), Dilézio (centro), e Hari Hartmann (à dir.) em votação do novo Conselho Abit

Natural do Rio de Janeiro, Fernando Valente Pimentel, 65, é formado em Economia e Administração de Empresas com Especialização em Marketing, pela Faculdade Cândido Mendes. Atua no setor têxtil e de confecção desde 1977, foi diretor superintendente da Abit e é membro de várias comissões na Confederação Nacional da Indústria (CNI). Pimentel tem representado a indústria têxtil e de confecção em diferentes fóruns no Brasil e no exterior, como International Textile Manufacturers Federation (ITMF), International Apparel Federation (IAF), Organização Internacional do Trabalho (OIT), Organização Mundial do Comércio (OMC), União Europeia (UE), Federación de Industrias Textiles Argentinas (FITA), American Apparel and Footwear Association (AFAA), entre outras.

da925314-4eb8-48d6-bfbb-3d9c9ddd5d76

Conselho de Administração Abit – 2020-2022

Presidente Fernando Valente Pimentel Paramount

1º Vice-Presidente Ricardo Steinbruch Vicunha

2º Vice-Presidente Giuliano Donini Marisol

3º Vice-Presidente Renato Gomes da Silva Boaventura Solvay/Rhodia

Conselheiro Vice-Presidente Fuad Mattar Paramount

Conselheiro Vice-Presidente Ivo Rosset Rosset & Cia

Conselheiro Vice-Presidente Flávio Gurgel Rocha Guararapes

Conselheiro Vice-Presidente Ivan José Bezerra de Menezes TBM

Conselheiro Vice-Presidente Ronald Moris Masijah Sindivest –SP

Conselheiro Vice-Presidente Gilberto Mestriner Stocche Santista Work Solution

Conselheiro Vice-Presidente Romeu Antonio Covolan Canatiba

1º Conselheiro Secretário Mauro Henke Dystar

2º Conselheiro Secretário José Altino Comper Sintex Blumenau

3º Conselheiro Secretário Grasiela Moreto Ufo Way

1º Conselheiro Tesoureiro Alfredo Emílio Bonduki Kalina

2º Conselheiro Tesoureiro Luiz Arthur Pacheco de Castro Paramount

3º Conselheiro Tesoureiro Mário Adriano Leão Sette Coteminas

Conselheiro Fiscal Carlos Zabani Hudtelfa

Conselheiro Fiscal Flávio Roscoe Nogueira Sindimalhas MG

Conselheiro Fiscal Rui Altenburg Altenburg

Conselheiro Fiscal S. César Pereira Döhler Döhler

Conselheiro Fiscal S. Luiz Augusto Barreto Rocha BDS

Conselheiro Fiscal S. Luca Pascolato Santaconstância

Conselheiro Adriana Saliba Morasco Lycra

Conselheiro Alberto Conrad Lowndes Haco Etiquetas

Conselheiro Alessandro Pascolato Santaconstância

Conselheiro Antonio Cesar Berenguer de Bittencourt

Gomes CIRJ - RJ

Conselheiro Antonio Greco Fiação Alpina

Conselheiro Carlos Alberto Mazzeu Lupo

Conselheiro Carlos Alexandre Winderlich Ferraz Sindivest - Maringá

Conselheiro Carlos Eduardo Benatto Abint

Conselheiro Claudio Dini DiniTêxtil

Conselheiro Daniel Borger Norfil

Conselheiro Dênis Luis Lunelli Lunelli

Conselheiro Dilézio Ciamarro Sinditec

Conselheiro Eli Kattan Afipol

Conselheiro Fabio Hering Cia Hering

Conselheiro Felipe Alexandre Felipe Neto Ind. Têxtil Apucarana

Conselheiro Guilherme Colonna Rosman De Millus

Conselheiro Guilherme Dionizio Gomes Filho Abritac

Conselheiro Guilherme Weege Malwee

Conselheiro Heitor Alves Filho Sindiroupas - SP

Conselheiro João Karsten Neto Karsten

Conselheiro João Paulo Reginatto Sultextil

Conselheiro José Inácio Peixoto Neto Cataguases

Conselheiro Lars Muller Desleeclama

Conselheiro Lineu Jorge Frayha Indorama

Conselheiro Lucas de Carvalho Rocha Unifi do Brasil

Conselheiro Luciano José de Araujo Sindivest-MG

Conselheiro Marco Antonio Branquinho Junior Cedro Têxtil

Conselheiro Matheus Diogo Fagundes 2 Rios

Conselheiro Paulo Walter Leme dos Santos Comask

Conselheiro Rafael Barroso Cabral Sinditextil - CE

Conselheiro Rainer Zielasko Fiasul

Conselheiro Rogério Mascarenhas Cezarino Sift –MG

Conselheiro Romeu Trussardi Neto GVR Home

da redação com fotos divulgação

O novo motorola RAZR®

worldfashion • 29/12/19, 20:41

razr-black-camera-detail-closedAté chegar ao produto final, foram vários estudos para entender como as telas flexíveis poderiam melhorar e reinventar a forma como as pessoas usam seus smartphones. Para isso, a Motorola desenvolveu e testou vários formatos dobráveis, utilizando mais de 20 protótipos durante as fases iniciais de pesquisa com os consumidores. E o design flip, que todos conhecem e amam, acabou sendo a solução perfeita. Ele resolve o principal problema real do consumidor: o de possuir um aparelho realmente compacto, sem comprometer a experiência de uma tela grande que os usuários valorizam tanto.

razr-black-combo2razr-black-top1O motorola RAZR® tem elegância e design totalmente exclusivos. Ao utilizar aço inoxidável premium e Gorilla Glass 3D, a parte externa do aparelho ficou mais protegida e se encaixa confortavelmente na mão. Como o original, o novo motorola razr é fino e compacto, sem contrastes de cores e materiais, destacando ainda mais seu design inigualável.

razr-black-front-closedrazr-black-left-side-open1Durante o desenvolvimento do motorola , RAZR® vários desafios em função das limitações tecnológicas, que desafiaram a empresa em encontrar novas soluções de engenharia. O primeiro sistema de fechamento com “zero gap”, que permite que ambos os lados da tela flexível se fechem perfeitamente, protegendo-a da sujeira e poeira, foi patenteada.

A antena foi redesenhada para caber em um espaço com metade do tamanho dos smartphones atuais; e o revestimento do aparelho com uma camada protetora que oferece resistência a respingos d´água¹ acidentais, cria uma barreira que ajuda a proteger contra exposição moderada à água, tais como derramamentos, respingos, transpiração ou chuva leve. Não é projetado para submersão na água ou exposição a água pressurizada ou outros líquidos; pode diminuir com o tempo. Não é à prova d’água.

Com essa visão disruptiva de engenharia e design, estão inaugurando uma nova era da mobilidade. Enquanto o tamanho dos smartphones cresce cada vez mais, o motorola razr é compacto e oferece o melhor dos dois mundos. Quando aberto, ele garante uma experiência mais imersiva, com a tela dobrável Flex View de 6.2″ e proporção 21:9. Enquanto não utiliza, simplesmente feche o aparelho e curta seu design inovador, que cabe de forma confortável no seu bolso.

Quando fechado, a tela interativa Quick View permite acessar informações importantes de forma prática e fácil. Você pode fazer chamadas, responder mens agens, fazer pagamentos, controlar suas músicas, tirar selfies incríveis e utilizar o Google Assistant™. Tudo isso sem abrir seu aparelho.

razr-black-front-openUma experiência de smartphone totalmente única e diferente de tudo que o mercado oferece hoje. Para os consumidores que procuram uma marca icônica, combinada a uma tecnologia revolucionária e design único, o novo motorola razr é o smartphone ideal.

Pronto para curtir o radicalmente diferente motorola razr? Cadastre-se em motorola.com.br para receber mais informações sobre o lançamento, que chegará ao mercado brasileiro a partir de janeiro..

A RAZR® é uma marca registrada de Razor USA LLC; RAZR e RAZR-formatives são utilizadas com a permissão de Razor USA LLC.

da redação com  informações da RPMA Comunicação imagens: fotos divulgação

janeiro 2020 - INSPIRAMAIS E FENIN

worldfashion • 20/12/19, 01:43

INSPIRAMAIS 2020

32A 20 ª edição do Inspiramais, único salão de inovação em criação, design e tecnologia,envolvendo indústrias dos setores calçadista, moveleiro, confecção, acessórios e bijuterias, e engloba integralmente o mercado de design e de moda do Brasil, da América Latina e de países da Europa, será realizado em janeiro, nos dias 14 e 15, celebrando 10 anos de estímulo à unificação de linguagem e metodologia de construção da moda nacional. A entrada para o Inspiramais é gratuita para profissionais do setor e ocorrerá no Centro de Eventos Pró Magno, em São Paulo.

Sustentabilidade será o mote principal da temporada, que traz Sincronia como palavra-chave – tema que discute a conectividade entre os vários aspectos da moda.

10687494_742028499220318_4852198643438505856_o-640x640A grade das palestras apresenta assuntos pertinentes a todo o mercado, como por exemplo, responsabilidade e compromisso como tendência global, design sustentável e diferencial competitivo, resgate de técnicas ancestrais com apelo sustentável e novos materiais, patrimônio imaterial e a jornada das startups sustentáveis, entre outros.

Destaque também para os debates que enfocam a legislação como aliada ao posicionamento empresarial de empresas inovadoras, como as tecnologias imersivas impactam o custo da sustentabilidade nas indústrias têxtil e calçadista e a gestão da escassez co m novas tecnologias e co-criação.Para encerrar, haverá uma conferência com o americano Phil Pallen, abordando a ética dos negócios nas redes sociais.

61

Confira a programação parcial já confirmada:

Terça-feira,14/01

9h30min

Encontro Conexão Inspiramais 2021_I

Walter Rodrigues - Coordenador do Núcleo de Design do Inspiramais

13h - 13h45min

Encontro Conexão Inspiramais 2021_I

Marnei Carminatti, Consultor do Núcleo de Design do Inspiramais

5313h15min - 13h45min

Diálogos sustentáveis: ativismo digital e o papel dos influencers - Palestrantes Carol Garcia Fundadora da Shopping Nomads e Jorge Grimberg ( Jornalista e Consultor Criativo ): escritor e consultor estratégico de negócios para as indústrias de moda, beleza e lifestyle. Com 15 anos de carreira, atuou como diretor para a América Latina do portal de pesquisa de tendências WGSN. É correspondente no Brasil das publicações internacionais Business of Fashion , Vogue Runway e CNN Style . Como consultor, desenvolveu uma metodologia de trabalho baseada em estratégia e planejamento de inovação para marcas.

14h45min - 15h15min

Materiais sustentáveis e design “one of a kind” - Palestrante Waldick Jatobá (Empresa MADE): Antes de comandar a feira Made – Mercado, Arte, Design, a qual fundou, foi diretor-geral do escritório de um banco português em São Paulo. Quando a instituição fechou as portas, o economista baiano resolveu abraçar uma paixão antiga: o design. Da convivência com os amigos designers Humberto e Fernando, os célebres irmãos Campana, e da observação do cenário brasileiro veio a ideia do salão Design São Paulo, realizado em 2011 e que dois anos mais tarde se desdobrou na primeira edição da Made.

1215h30 às 15h50

Ancestralidade e tingimento natural: índigo brasileiro - Palestrante Kiri Miyazaki (Empresa Miyazaki Índigo): A extração do azul do índigo japonês é um longo caminho a percorrer. Da germinação à extração do pigmento azul são necessários 365 dias. Primeiro, as sementes são semeadas e colocadas em uma estufa, por 30 dias. São transplantadas para o solo e lá ficam por mais quatro meses. São colhidas secas e entram em um processo de fermentação por mais 120 dias. O preparo da tinta de tingimento pode levar mais 30 dias. E só depois desse longo processo que o azul surge. Kiri Miyazaki resgatou esse processo e deu início à plantação de índigo brasileiro, consagrando-se como expert em tingimento natural.

15h50 às 16h40

Debate Legislação como aliada ao posicionamento empresarial de empresas inovadoras:Propriedade intelectual e certificação com Thays Leite Toschi, Presidente da Comissão de Direito da Moda da OAB SP e Eloisa Artuso, Diretora Educacional do Movimento Fashion Revolution Brasil.

4116h40 às 17h50

Conferência Gestão, inovação e sustentabilidade - Palestrante Rafael Weber (Empresa W/Africa – StartSe): Empreendedor.

Quarta, 15/01

9h30min

Encontro Conexão Inspiramais 2020_II

Walter Rodrigues, Coordenador do Núcleo de Design do Inspiramais

14h - 14h45min

Debate: Como as Tecnologias Imersivas Impactam o Custo da Sustentabilidade na Indústria Têxtil e Calçadista com Leticia Acciarito, 3D Fashion designer na SENSE Immaterial Reality, Aline Rocha, Head de Marketing e Vendas na América Latina e Amanda Gouveia, Head de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios do aplicativo AUGmentecture Inc.

2114h

Palestra Preview do Couro 2021_II com Marnei Carminatte e Ramon Soares, Consultores do Núcleo de Design do Inspiramais”

15h às 15h30

Debate Gestão da escassez com novas tecnologias e co-criação - Novos modelos de negócios com manufatura aditiva e cocriação - Palestrante Beatriz Barbosa Azevedo (Empresa WeMe3D): Fundadora da WeMe3D, uma startup de acessórios em manufatura aditiva para corpo e casa, que surgiu da preocupação socioambiental com o intuito de promover a economia compartilhada.

Experiências imersivas em storytelling de produto com tags digitais

Gustavo Balducci (Empresa IMEX Lab BA ): Designer e artista visual multimeios focado na produção e no desenvolvimento de projetos tecnológicos, produzidos para mídias como GQ Magazine, Elle e Capricho.

10697181_748260708597097_3703115899159654704_o-640x426115h45 às 16h15

Pegadas responsáveis na América Latina: Piñatex e outros efeitos da economia circular - Palestrantes Eva Medalla (Empresas: Capita Uruguay, Calmoslow): auruguaia é storyteller e brand therapist, consagrou-se como a estrategista por trás de marcas sustentáveis de moda nos âmbitos têxtil e calçadista, entre elas Capita Uruguay e Calmoslow, reforçando o país como elemento de posicionamento em mercados globais; e Fernanda Borges(Kasulo Sapatos Veganos): proprietária e fundadora da marca vegana Kasulo, a primeira a utilizar Piñatex no Brasil.

16h30min - 17h

ReFARM: Novos Modelos de Negócio para a Circularidade - Pedro Horta, Coordenador de Sustentabilidade do Grupo Soma

encontro6-696x59717h15min - 17h45min

Influenciadores Digitais e Impacto Social: A Ética dos Negócios em Rede - Palestrante Phil Pallen (Fundador da Phil Pallen Personal Branding): responsável por construir, gerenciar e posicionar influenciadores digitais e marcas líderes em setores tão distintos quanto os de moda, empreendedorismo, política e entretenimento, o americano é uma das grandes vozes mundiais quando o assunto é comunicação responsável e compromisso autêntico em plataformas 360.


FENIN

_-c2a9moisesmoraes-20130616-0056-okDe 12 a 14 de Janeiro de 2020, no Centro de Eventos Pro Magno se realiza, mais uma vez, a “5a edição da FENIN INVERNO SÃO PAULO”. E de 28 a 31 de Janeiro de 2020 no  SERRA PARK  em GramadoS, será a realização da 24ª FENIN Outono/Inverno RS, são  feiras de negócios para lojistas e compradores de várias regiões do país.

São promovida pela FENIN FEIRAS, do Grupo EXPOVEST Eventos e Participações.

Em São Paulo estão confirmados os seguintes expositores - ARROW, BALBOA, BLACKJEANS, BLUEBAY, CALIFORNIA SURF, CROCKER JEANS, DIXIE JEANS, FATAL, FITWELL, GANGSTER, GIORGIO BIANCO, GRUPO EIXO, HANSEZ, HEMINGWAY, KLA, MISS YES, MOCHINE, MOSAICO, ORACON, OVERCORE, QUEENS, PACIFIC BLUE, SAFIRA, SAIL VOYAGE, THE STYLE BOX, TROPICAL BRASIL, VLC, VICTORY EAGLE, YATCH MASTER, ZAFFERANO, entre outras.

banner-vertical-inova-fenin01Em Gramado, segundo Julio Viana, diretor da EXPOVEST: “na edição de 2020 estaremos reunindo, mais uma vez, importantes indústrias de confecção de todos os segmentos da moda nacional: moda feminina, moda masculina, infanto-juvenil. Vale destacar a forte presença de confecções de jeanswear e malharias: retilínea e circular. E preparem-se que teremos muitas novidades.”

i.nova FENIN.- será um movimento de renovação da feira trazendo o que há de mais atual no mercado em termos de tecnologia para a indústria e varejo. Plugado em serviços das principais startups que estão dando certo no mercado, esse novo conceito vem para agregar mais dinamismo aos novos eventos.

Uma ilha de inovação e tecnologia da feira faz parte do movimento i.nova FENIN, iniciativa da organização da feira que vem oferecer mais e melhores atrações na programação do evento, cobrindo todo o período da feira. A grande novidade serão as 20 startups selecionadas que estarão expondo suas soluções em produtos/serviços focados no varejo e na indústria, direcionadas para toda a cadeia têxtil produtiva, unindo todo o setor, de ponta a ponta, e com o apoio do SINDILOJAS do Rio Grande do Sul.

Além do Polo de Inovação e Tecnologia, com seu espaço exclusivo de divulgação para geração de relacionamentos e negócios, a próxima edição em Gramado também terá Palestras e um Desfile com as principais marcas expositoras.

instagram-post-fenin-68No dia 29 de Janeiro as 17 horas o palestrante será Carlos Ferreirinha um dos principaia formadores de opinião sobre negócio e gestão do luxo e premium da América Latina. Com mais de 25 anos de gerenciamento de operações, desenvolvimento de negócios, marketing, comunicação e inteligência estratégica de negócios. Ferreirinha foi CEO Brasil e Diretor para América Latina da Louis Vuitton – Grupo LVMH. Em 2001 fundou a MCF Consultoria, que traduz a inteligência da gestão do luxo, através de consultoria, orientação estratégica, treinamento e capacitação, atuando em todo o mercado brasileiro, América Latina, além de países da Europa, principalmente Portugal e África. Eneste mesmo período foi colunista especial da WORLD FASHION REVISTA. Atualmente Carlos Ferreirinha também é líder da ABRAEL – Associação Brasileira das Marcas de Luxo (internacionais e nacionais). Colunista da revista Expressions da AMEX há 10 anos e colunista convidado das principais revistas de luxo brasileiras e internacionais. Em 2013, fundou em sociedade a BENTO STORE que já foi reconhecida entre as melhores inovações de varejo do mundo pela revista americana design retail na lista anual “The Innovators”. BENTO STORE é parte da consultoria estratégica da MCF.

da redação com Informações INSPIRAMAIS  Agencia Capsula e FENIN Solange Motta Comunicações  com imagens fotos divulgação

NIKE X SACAI

worldfashion • 18/12/19, 07:24

su19_sacai_assets_stills_primary_02_89811A nova collab NikeXSacai celebra a beleza do movimento e mistura a qualidade do desempenho das roupas da Nike com a criatividade e estilo das criações de Sacai. A coleção é composta por onze peças - como tênis, saias, jaquetas, camisetas, shorts, meias, calças e tops - que ganharam uma nova perspectiva com o design inovador que só a união entre as duas marcas poderia trazer.

su19_sacai_assets_stills_secondary_09_89821su19_sacai_assets_stills_secondary_06_89824A partir da mistura de peças e modelos diferentes, a estilista fundadora da Sacai, Chitose Abe, cria algo completamente novo. “Muitas vezes pego as partes que mais gosto de duas peças diferentes e as uno para criar uma nova roupa, que se torna muito maior. O resultado final chamo de híbrido”, explica Abe. As peças híbridas criadas pela estilista são as marcas registradas da Sacai.

Para essa coleção, Chitose realizou uma releitura das peças de corrida clássicas da Nike - trazendo a su19_sacai_blazer_black_1080x1215_89825su19_sacai_blazer_white_1080x1215_89826trajetória da marca junto a irreverência da estilista, por exemplo, ao transformar o corta-vento em uma saia ou criar um novo shorts a partir da adição de drapeados a um clássico da marca.

O tênis LDWaffle, por exemplo, é uma das peças que pode ser considerada a cara da coleção, já que une o protagonismo da Nike na área de sneakers e o estilo de criação de peças ‘híbridas’ de Abe. “Nós literalmente tínhamos duas fotos impressas de dois tênis diferentes que foram dobradas ao meio e colocadas em cima umas das outras para criar a ideia da estilista”, conta Fraser Cooke, Diretor de Projetos Especiais da Nike sobre os primeiros passos da criação do tênis.

Todas peças de roupas, assim como os tênis, da nova collab NikeXSacai estarão disponíveis no nike.com.

da redação com informações da Tastemakers   imagens fotos divulgação

VERT

worldfashion • 16/12/19, 01:26

vert_aw19_venturi_arthur-wollenweber_17-2A Vert tem design parisiense, mas a fabricação e matéria-prima são 100% brasileira, os tênis da VERT são feitos de lona de algodão orgânico, cultivado por agricultores familiares do nordeste brasileiro, sem uso de agrotóxicos. Palmilha e sola são fabricadas com borracha nativa da Amazônia, comprada de seringueiros do Acre dentro das regras do comércio justo. O objetivo da VERT é criar calçados de design clean e urbano, buscando sempre um impacto positivo na cadeia produtiva, tanto na parte social como ambiental.

vert_venturi_b-mesh_vt012115_black_olive_pierre_lateralEm cinco cores diferentes - all black, black olive pierre, gravel natural grey, rouille dried petal pierre e suede tent black, o tênis possui entressola em EVA, soleta em borracha com 24% de borracha natural da Amazônia, palmilha em EVA com 8% de EVA reciclado, 12% de borracha da Amazônia, revestida em tecido de poliéster 100% reciclado de garrafas PET na parte superior, revestido de juta na parte inferior e forro em tecido de algodão orgânico com poliéster reciclado de garrafas PET.

O novo modelo Venturi segue a tendência de sola outdoor que ganhou força e continua como grande ícone de moda. O modelo mistura o design vintage dos anos 90 com cores modernas e fáceis de compor combinações para o dia a dia. Além disso é ideal para passeios em todos os tipos de chão, dando mais conforto na pisada.

vert_venturi_suede_vt022099_rouille_dried-petal_pierre_lateralSeguindo o alto rigor de qualidade no Rio Grande do Sul dentro dos critérios internacionais REACH os recortes do cabedal são em couro ou camurça, o cabedal em tecido de algodão orgânico com poliéster reciclado de garrafas PET, seus cadarços são produzidos em algodão orgânico e apliques no cabedal em TPU (Poliuretano Termoplástico).

A Vert trabalha com materiais ecológicos produzidos no Brasil como forro e palmilha de algodão orgânico e sola de borracha amazônica e, após muitas pesquisas e testes, o couro usado nos produtos se torna mais macio e confortável para os fãs da marca. Todos os modelos estão disponíveis do tamanho 34 ao 44 no e-commerce da marca. www.vert-shoes.com.br

da redação  com informações da Agência Lema

HAVAIANAS

worldfashion • 12/12/19, 21:53

21062019_img_5784_fotopedromonteiroA Havaianas, a marca de sandálias mais querida do mundo, apresenta mais uma grande novidade será a patrocinadora global do World Surf League. Além da parceria, para oferecer uma experiência única e divertida para os amantes desse lifestyle e surfistas profissionais, as legítimas também estarão presentes em 6 etapas oficiais sendo 4 do Championship World Tour, 1 do Challenger Series e 1 do circuito de Long Board.

Para celebrar a parceria, neste final de semana, sabado 14 e domingo15 de dezembro, Havaianas estará presente na WSL Zone, espaço criado pela liga de surfe que irá transmitir as finais da temporada 2019 da WSL, que acontecem no Havaí até o dia 20 de dezembro.

6y2mwi2m0ojci5sbvnmlu9waonxymrgby92da92a1lnowezn0edo5eznxotz1gtozujywadn2mmm3qdoknwmkvtyldjy0mgoirjz0ykmlqjz0ykmlcjn4ykmlejnwmtmf1snx0yxt92yuihct1sagjtjgjtjbntjwrhdopjmO amor dos surfistas pela marca é de longa data. Você sabia que foram os surfistas que, em 1994 viravam a sola das sandálias Havaianas para ficarem de uma cor só? Pois então, as sandálias “que todo mundo usa” já estavam nos pés dos surfistas e de quem gosta do esporte desde sempre. Neste ano, em junho, a marca patrocinou a etapa brasileira do Circuito Mundial, e realizou a ativação mais comentada da praia de Itaúna: a primeira loja subaquática do mundo. Com o sucesso da parceria, Havaianas será uma das primeiras empresas brasileiras a ter contrato desse porte com a World Surf League.

21062019_img_5786_fotopedromonteiro“Temos uma relação natural e genuína com surfistas do mundo todo há muitos anos, e o surfe representa muito do estilo de vida que nossa marca celebra. Vemos a plataforma Havaianas & WSL como uma parceria de longo prazo, onde vamos criar experiências incríveis para os amantes desse lifestyle tão único” — comentou Fernanda Romano, CMO do Grupo Alpargatas.

Com o patrocínio, Havaianas espera ampliar sua relevância internacional e estar cada vez mais presente na cabeça dos amantes do universo do surfe. Para a temporada 2020 do Circuito Mundial, a marca terá presença na etapa inicial, em Gold Coast, na Austrália, em Saquarema, no Brasil, no Surf Ranch em Lemoore California e em Peniche, em Portugal. Mas não será somente na principal competição de surfe do mundo que Havaianas estará presente. Estão previstos os patrocínios à etapa do Challenger Series, qualificatória para o Circuito Mundial, na Espanha, e também à New York Longboard Classic.

havaianas-wsl-brasil-07-fotopedromonteiroCom um contrato de dois anos firmado com a gigante brasileira, a WSL se tornou um fio condutor para estratégias internacionais de marketing e espera fortalecer ainda mais os laços com o Brasil.

“Dar as boas-vindas à Havaianas como parceira da WSL no Brasil e no mundo é uma incrível indicação de quão popular é o surfe na região e de quão significativa é essa região para o esporte”, disse Ivan Martinho, GM da América Latina. “Estamos muito empolgados em fazer parceria com uma marca que é tão bem-sucedida e tão brasileira; é realmente importante trabalharmos com marcas fortes, como a Havaianas, que são líderes em seu segmento “. — diz Ivan Martinho, General Manager da WSL na América Latina.

da redação com informações da Agência Lema imagens fotos divulgação de Pedro Monteiro