26ª edição do Minas Trend

worldfashion • 19/10/21, 10:56

salao-de-negocios_mw-20219_credito-agencia-fotositeO Salão de Negócios, exclusivo para lojistas e compradores, estará aberto de 10h às 20h com agendamentos, no perído de 01 a 04 de novembro. Devido à pandemia, não haverá desfiles, programação cultural e gastronômica nesta edição. A programação on-line será aberta ao público em geral e contará com palestras e lives com especialistas, que falarão principalmente sobre as inspirações e as referências para o setor, as tendências do Outono/Inverno 2022 e as apostas do novo mercado de Moda.

flavio-roscoeDe acordo com o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe, o Minas Trend movimenta o mercado nacional e gera milhões de reais em negócios para toda a cadeia produtiva. “O evento surgiu para alavancar os negócios e para aproximar fabricantes de lojistas. Nesta edição de retorno, após um intervalo em função da pandemia, o Minas Trend tem foco total nos negócios de moda, gerando oportunidades para uma das principais cadeias produtivas do país e atuando para alavancar a retomada do setor”, diz.

Para o dirigente, o olho no olho será importante para a retomada desse novo momento da moda. “O evento promove o intercâmbio de experiência entre os participantes e consegue, assim, estimular o crescimento e a organização desse setor que é tão próspero, empregador e criativo”, comemora.

Seguindo todos os protocolos sanitários de segurança, o evento contará com programação híbrida, presencial e on-line, e reforçará o seu potencial para a geração de negócios e movimentação econômica da cadeia produtiva do setor em nível nacional.

A estimativa é de participação de cerca de 90 marcas dos segmentos de vestuário, calçados, bolsas, joias e acessórios. Nomes como Luiza Barcelos, Lázara Design e Arte Sacra já estão confirmados para o evento.

luiz-barcelosrogerio-vasconcelosPara o presidente do Sindicalçados-MG, Luiz Barcelos (foto à esquerda) essa edição tem gosto especial, pois traz de volta o contato presencial. “Esse contato é fundamental para a troca de experiência e networking entre os participantes”, ressalta. O presidente do Sindivest-MG, Rogério Vasconcelos (foto à direita) acredita que essa edição vem para consolidar o evento “que fez muita falta para o mercado mineiro”.

manoelbernardesfotocellsoO presidente do Sindijoias, Manoel Bernardes (foto à direita) afirma que é uma oportunidade para as marcas se apresentarem neste momento de reaquecimento da economia. “O evento une marcas e compradores. Por isso, é um momento de extrema importância para os negócios das marcas mineiras”. Para o presidente do Sindibolsas-MG, Celso Afonso (foto à esquerda) essa edição é de extrema importância. “Ela sinaliza a volta dos eventos mais importantes do país e o início de um novo ciclo de normalidade. O setor de bolsas tem se mostrado em recuperação e a presença já confirmada de lojistas no evento comprova isso”.

26ª edição do Minas Trend

Salão de Negócios

Exclusivo para lojistas e compradores:

Datas: 1° a 4 de novembro de 2021

Horário: 10h às 20h

Local: Expominas - Av. Amazonas, 6200 - Gameleira, Belo Horizonte - MG, 30510-000

Confira a programação on-line e escolha quais palestras assistir:

28/10 | Quinta-feira

19h – Palestra de Inspirações 2023_I apresentando as inspirações e referências para o setor da moda, com a cartela de cores e a metodologia da pirâmide de produtos.

Palestrante: Marnei Carminatti – Consultor do Programa Inspiramais

Onde: youtube.com/minastrend

01/11 | Segunda-feira

18h – Live – Tendências do outono/interno 2022 - Vestuário

Palestrante: Marcela e Carolina Malloy – Diretoras Criativas da Arte Sacra

Mediação de Anna Magalhães – Digital Influencer

Onde: Instagram @minastrend_

19h – Live – Tendências do outono/inverno 2022 - Bolsas

Palestrante: Luiza Garcia, gerente de estilo da marca ISLA

Mediação de Anna Magalhães

Onde: Instagram @minastrend_

02/11 | Terça-feira

11h – Minas Trend Phygital - Como vai funcionar a nova plataforma digital do evento e a importância do ambiente on-line para impulsionar as vendas

Palestrante: Marcia Croce, CEO da DGNG Design & Negócio, e Guilherme Scalon, CEO da Teceo plataforma colaborativa

Mediação de Manoel Bernardes, empresário do segmento de joias e presidente do Sindijoias

Onde: youtube.com/minastrend

03/11 | Quarta-feira

16h – Live – Tendências do outono/inverno 2022 - Acessórios

Palestrante: Mariana Penteado, consultora de estilo da Hector Albertazzi

Mediação de Anna Magalhães – Digital Influencer

Onde: Instagram @minastrend_

17h – Marketing de Influência – Como escolher a melhor estratégia:

Palestrante: Amanda Tayar, digital influencer e proprietária da marca de acessórios Tilasm

Onde: A palestra será presencial para os compradores no evento e exibida no youtube.com/minastrend

19h – Insights do novo mercado de moda

Palestrante: Daniela Dornellas, curadora de conteúdo da plataforma Fashion Meeting

Onde: youtube.com/minastrend

04/11 | Quinta-feira

16h – Live – Tendências do Outono/Inverno 2022 – Calçados

Palestrante: Paulo Bahia – mediação de Anna Magalhães – Digital Influencer

Onde: Instagram @minastrend_


da redação com informações da Rede Comunicação de Resultados  imagens: foto divulgação

ID:RIO

worldfashion • 18/10/21, 11:47

claudio-silveira-foto-por-davi-magalhaesSob as asas do Cláudio Silveira co-fundador do DFB - Dragão Faschion Brasil e idealizador e diretor geral do atual DFB Festival, que realiza anualmente em Fortaleza /CE,  aconteceu no Rio de Janeiro, o festival multicultural ID:Rio, na cidade de Niterói, o evento trouxe em seu escopo, o “Rio_Moda_Summit”, em parceria com o Senac RJ, que aconteceu com palestras, mesas redondas, workshops, talks e desfiles colaborativos, reunindo o melhor da moda produzida no polo de Cabo Frio e um marketplace para o acesso de micro e pequenos produtores ao mercado, estimulando o empreendedorismo e garantindo uma maior visibilidade das marcas de todo o interior do Estado.

ej3_5140O festival ID:Rio voltado para profissionais de toda a cadeia produtiva da moda, novos empreendedores e alunos de estilismo, moda, design, administração, marketing e áreas afins. Teve uma programação cultural focada em grandes nomes da nova música popular brasileira, em shows gratuitos, no Palco Niterói,  o palco foi montado na megaestrutura do evento.

Na abertura oficial do evento na sexta-feira (15), estavam presentes Cláudio Silveira, diretor geral do ID:Rio e idealizador do DFB Festival; thiago-britto-enel-brasilThiago Britto, da Enel Brasil; Patrícia Varela, da Enel Brasil; wilma-freitas-dir-educacao-senac-rjDanielle Barros, Secretária de Cultura e Economia Criativa RJ; Wilma Freitas, diretora de educação Senac RJ; Sérgio Reis, diretor regional Senac RJ e Bira Marques, bira-marques-sec-exec-pref-niteroiSecretário sergio-reis-dir-regional-senac-rjExecutivo da Prefeitura de Niterói.

As palestras, realizadas de forma presencial e online, teve como temas as discussões sobre estratégias, economia circular, inovação e empreendedorismo. 1 “Posicionamento e estratégias digitais em moda”, 2 “Economia Circular e sustentabilidade no Mundo da Moda”, 3 “Cases de inovação e empreendedorismo em moda infantil” e 4 “A moda transforma”, além de um bate-papo com os organizadores do livro Cozinha de Inovação: pesquisa e inovação na cozinha do Senac RJ: Osvaldo Gorski, Gisela Abrantes e Juliana Jucá.

id_rio_04_foto_thais_gadelha-427x640Com desfiles colaborativos se apresentaram as marcas Sal de Areia e Almah Praia, além de desfiles virtuais que foram transmitidos no evento reunindo marcas e designers dos polos produtivos de moda locais como Pro Risca, AB Moda Praia e Fashion Film de marcas dos polos produtivos do Rio de Janeiro: Bentha, La Vie Sports, Aglaia, Casa Verde, Fruto do Conde e Vanilla Eyewear.

img-2820-640x427No palco do ID: Niterói Music, programação cultural focada em grandes nomes da nova música brasileira em shows gratuitos, apresentaram-se os artistas Felipe Roale, Luiza Reis, Bloody Mary e no domingo encerrou com o show do Gabriel O Pensador

O evento apresentado pela Enel Rio, contou com patrocínio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa dsc_7964-640x427do Governo do Estado do Rio de Janeiro, correalização do Senac RJ, e apoio da Prefeitura de Niterói, Reserva Cultural Niterói, Melissa, Delfa, além de InovaOnze e Itabus como mídia sponsor. A realização é da Equipe de Produção, responsável há 22 anos pelo DFB Festival, em Fortaleza/CE.

A participação no evento limitou-se à capacidade permitida por lei mediante os últimos decretos emitidos pelas autoridades responsáveis do estado do Rio de Janeiro e da prefeitura de Niterói.

imagem-3-640x6401Sobre a Enel Distribuição Rio, subsidiária da multinacional italiana Enel, atende 66 municípios do estado do Rio de Janeiro, abrangendo 73% do território estadual, com cobertura de uma área de 32.188 km². A Região Metropolitana de Niterói e São Gonçalo e os municípios de Itaboraí e Magé representam a maior concentração do total de 2,7 milhões de clientes atendidos pela companhia. A estratégia de atuação da Enel é baseada no seu Plano de Sustentabilidade e nos compromissos assumidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

E o Senac RJ atua há 75 anos na profissionalização de mão de obra para o setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Rio de Janeiro. A instituição de ensino investe fortemente em inclusão social por meio de capacitação para o mercado de trabalho e é reconhecida como referência na oferta de cursos profissionalizantes.

da redação com informações da Capuchino Press fotos/divulgação de Edson Junior:

TECNOLOGIAS

worldfashion • 14/10/21, 10:28

corse5_cred_divulgacaocorse-640x4271Criatividade com tecnologia é essencial para as soluções das questões sobre sustentabilidade nos negócios da indústria têxtil. A Malwee marca catarinense lançou peças com tingimento natural para uma moda mais limpa em sarja sustentável e tingidas em cores obtidas de pigmentos das amoras vermelha e branca.  A Coats desenvolveu e lança a linha de costura inovadora produzida a partir de garrafa pet reciclada, uma garrafa pet possibilita a produção de mil metros de linha de costura. Com uma tecnologia única no Brasil para a proteção de motociclistas, a Corse e a DuPont são parceiras para unir estilo e segurança. Jeans e jaquetas usam tecnologia mais forte que o aço para proteger motociclistas. A Fibra de Kevlar® no forro das roupas resiste ao calor e fricção do asfalto por mais de 30 metros sem rasgar.

MALWEE

1000086959-00005-640x532A marca catarinense está presente em mais de 20 mil pontos de venda pelo Brasil e faz parte do Grupo Malwee. Foi reconhecida como uma das 20 marcas mais transparentes do mundo pelo Índice de Transparência da Moda 2019, além de ser referência internacional em iniciativas sustentáveis. Sua moda é democrática, pensada para diferentes biotipos, idades e estilos, nos segmentos feminino, masculino, plus size e infantil. Tudo que a Malwee faz é para durar bem. É para o bem das pessoas e do planeta. A empresa faz moda sem ponto final. Roupas que duram mais e não se perdem a cada coleção. Uma moda que não se acaba com o uso. Que pode ser usada, repetida e depois vendida, doada ou trocada. Produzida de uma forma mais sustentável, em sintonia com um novo jeito de pensar, viver e utilizar nossos recursos.

1000096141-02640-1-640x556Dados da ONU Meio Ambiente apontam a indústria da moda como responsável por 20% da poluição industrial da água do planeta. Consciente do seu papel na mudança desse cenário, a marca lança peças coloridas com tingimento natural. e vai utilizar corantes naturais, na grande escala de forma permanente. São calças, jaquetas e bermudas feitas em tecido sustentável de sarja com algodão, nas cores rosa - extraída da amora  e verde derivada do extrato de amora branca. O impacto desse tipo de tingimento ao meio ambiente é muito menor já que os corantes naturais utilizam pigmentos produzidos a partir de caules, folhas, sementes e frutos de plantas e são matérias-primas renováveis, biodegradáveis e não tóxicas. São corantes orgânicos, provenientes de plantas cultivadas sem pesticida ou fertilizante tóxico.

1000085933-00005-356x640O processo começa com a preparação da fibra de algodão para receber o corante, para melhor fixação, e depois o tingimento é realizado à fervura. Além da sarja, é possível realizar a coloração natural em malhas ou tecidos que tenham como base a fibra de algodão. A Malwee já está realizando testes em outros tipos de tecido e a ideia é usar cada vez mais as cores da natureza.

download2“Somos incansáveis na busca por inovações e soluções para diminuir nosso impacto ambiental, principalmente em relação ao uso de água. Esse jeito de pensar mais sustentável já faz parte dos nossos processos e o tingimento natural é uma das alternativas para um futuro menos poluente na nossa indústria”, diz Taíse Beduschi, gerente de Sustentabilidade da Malwee.

As calças vêm em modelagem wide leg, combinando com um modelo de jaqueta cropped, peças essenciais para ter no armário inteligente. No masculino, o short em comprimento _xs16a00355e83c80e00c2b4f2eb03291b6meia coxa é a aposta.

“A Malwee é referência em moda sustentável no Brasil e esse lançamento consolida o nosso propósito de fazer e pensar moda de uma outra forma. O desafio de transformar elementos da natureza em cores está em sintonia com esse jeito de criar nossos produtos”, conclui Patricia Calixto, gerente da Marca Malwee.

da redação com informações da Néctar Comunicação Corporativa   imagem:fotos/divulgação

COATS

drima-eco-verde-2Empresa multinacional líder em fabricação em linhas industriais de costura, com operação em carca de 50 países, empresa em seis continentes 17 mil colaboradores e alçançou em 2020 o faturamento global de US$ 1,2 bilhão.

A história de pioneirismo e cultura inovadora da Coats garante que a empresa seja líder em todo o mundo. Oferece produtos, serviços e soluções de software complementares e de valor agregado para as indústrias de vestuário e calçados. Aplica técnicas inovadoras para desenvolver linhas com materiais de alta tecnologia e performance para áreas, como transportes, telecomunicações e energia e proteção individual.

Com sede no Reino Unido, a Coats é uma companhia FTSE 250, integrante da FTSE4Good Index Series, participante do Pacto Global da ONU e membro da Ellen MacArthur Foundation. Também se comprometeu com uma meta de longo prazo de zero emissões líquidas até 2050, o mais alto nível da Science Based Target Initiative.

Recentemente anunciou o lançamento do portfólio Drima EcoVerde, que traz a primeira linha sustentável para uso doméstico da América do Sul, feito  100% de plástico reciclado.  As garrafas usadas que se transformam em novas linhas de costura de poliéster 100% reciclado passam por uma série de processos: são coletadas, lavadas, classificadas e moídas em flocos. Em seguida, esses flocos são despolimerizados em seus componentes originais (EG e PTA) e convertidos em nova matéria-prima de poliéster.  Cada garrafa pet produz mil metros de linha.

“Trata-se de uma linha de costura revolucionária, que possui versatilidade de aplicações, demanda menos energia para fabricação da matéria-prima e permite redução significativa na emissão de carbono, com preservação do meio ambiente e economia de recursos naturais”, afirma Mara D´Alema, gerente de Produto da Coats para América do Sul.

A Drima EcoVerde foi projetada para criar costuras atraentes e duráveis em ampla variedade de tecidos e materiais. De sedas delicadas e roupas de lazer a jeans robustos, o produto garante excelente formação de pontos e aparência de costura.

drima-eco-verde-1A sustentabilidade é uma prioridade para a Coats, que investe tanto em produtos quanto em processos sustentáveis. No Brasil, a companhia foi a primeira empresa têxtil a utilizar água de reuso e deixar de consumir água potável nos processos industriais, o equivalente ao abastecimento mensal de 765 famílias. A empresa ainda participa do Pacto Global da ONU, em atenção aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para 2030.

“Com a Drima Eco Verde, os consumidores poderão participar ativamente da retirada de milhares de garrafas PET da natureza, ou seja, utilizarão um produto que já costumavam consumir, mas agora fazendo bem ao planeta e a todos nós que vivemos nele”, conclui Mara D´Alema.

da redação com informações da RPMA Comunicação    imagens: fotos/divulgação

CORSE

corse1_cred_divulgacaocorse-480x640Empresa especializada em roupas e acessórios para os amantes de motos, propõe aliar conforto e estilo à segurança de motociclistas. O diferencial da empresa brasileira é utilizar a fibra de aramida Kevlar® para produzir jeans e jaquetas com forros altamente protetivos, além de segundas peles. Pesquisas apontam que cerca de 12 mil motociclistas morrem por ano em acidentes no país. Levantamento da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia identificou o perfil dos acidentados: quase 90% são homens, a maioria jovens (entre 18 e 30 anos) e mais da metade usa a moto para trabalhar.

teste6_cred_divulgacaocorse-640x360Um homem vestindo calça jeans Corse, sentado no asfalto, arrastado por mais de 30 metros, o jeans fica todo rasgado a partir do primeiro metro, mas o forro da calça resiste, garantindo a sua proteção completa.

teste5_cred_divulgacaocorse-640x367O Kevlar® que a Corse utiliza na forração de roupas é uma fibra aramida criada pela multinacional DuPont. É um material resistente ao calor e com uma estrutura molecular que o torna mais forte do que o aço, usado em várias aplicações: na blindagem de veículos militares, espaciais e comerciais, em equipamentos de proteção de trabalhadores e de astronautas, assim como escudos e capacetes policiais, entre outros.

“Os tecidos feitos com Kevlar® protegem contra a abrasão, que no caso seria a fricção com o asfalto, evitando esfolamentos e arranhões. Mas esse material também é extremamente resistente ao calor gerado por essa fricção, reduzindo significativamente o risco de queimaduras”, explica Alexandre Claro, Gerente de Contas da DuPont Personal Protection .

fernandobraz_cred_divulgacaocorse-640x426“Além disso, a segurança no trânsito é um tema cada vez mais em voga entre os amantes de moto, que efetivamente passaram a se interessar por novas tecnologias que garantam proteção pessoal mais eficaz”, afirma Fernando Braz, sócio fundador da Corse.

Braz afirma que, não bastassem as múltiplas proteções, o Kevlar® é leve, garante alta respirabilidade e proporciona excelente conforto térmico. “São roupas pensadas para o nosso clima aqui no Brasil. As vestimentas tradicionais de motociclistas são quentes, pesadas, muitas vezes produzidas em países com clima muito frio, como Estados Unidos e países da Europa. Por exemplo, uma jaqueta tradicional pesa 2,5 kg; a da Corse, com Kevlar®, não chega a 1 kg”, afirma o empresário.

corse3_cred_divulgacaocorse-640x427A Corse, iniciou em 2017 xom un investimento de R$ 70 mil e o faturamento anual em 2019 foi superior a R$ 1 milhão, e  vem se consolidando no mercado com crescimento exponencial ano a ano. O interesse do brasileiro pelo motociclismo só aumenta: dados da Abraciclo indicam que o mercado de motocicletas novas no país retoma a curva de crescimento de antes da pandemia: a estimativa é de alta de 27% nas vendas em 2021 em comparação ao ano passado

A DuPont (NYSE: DD) é líder global em inovação com materiais e soluções baseados em tecnologia que ajudam a transformar as indústrias e a vida cotidiana. Nossos funcionários aplicam ciência e experiência diversificada para corse2_cred_divulgacaocorse-640x427ajudar os clientes a desenvolver suas melhores ideias e fornecer inovações essenciais nos principais mercados, incluindo eletrônicos, transporte, construção, água, saúde e segurança do trabalhador. Mais informações sobre a empresa, seus negócios e soluções podem ser encontradas em www.dupont.com. Os investidores podem acessar as informações incluídas na seção Relações com Investidores do site investidores.dupont.com.

A DuPont Água & Proteção é líder mundial na criação de soluções em água, abrigo e proteção para um mundo mais sustentável, permitindo que seus clientes beneficiem-se através de capacidades únicas, escala global e marcas icônicas, incluindo Kevlar®, Nomex®, Tyvek®, Corian® Design, GreatStuff™, Styrofoam™ e Filmtec™.

dupont-logologo-dupont-303x303-1DuPont™, o logotipo oval da DuPont e todas as marcas comerciais e marcas de serviço indicadas com ™ ou ® são de propriedade das afiliadas da DuPont de Nemours, Inc., a menos que indicado de outra forma.

da redação com informações da 2PRÓ Comunicação  imagens: fotos/divulgação

LER, VER E OUVIR

worldfashion • 12/10/21, 15:29

fabrica-capricornio-640x426No mes que passou o mercado têxtil brasileiro, recebeu honraria e prestígio internacionais como o RIVET 50  premio internacional do universo denim, que elegeu o empresário Romeu Covolan da Canatiba Denim Industry como a personalidade da categoria TECIDOS/FÁBRICAS e Maria José Orione da Denim City São Paulo como personalidade da categoria AGENTE DE TRANSFORMAÇÃO.  O premio  GPTW - GREAT PLACE TO WORK  certificou a Capricornio Têxtil, pela gestão e organização percebido pelos funcionários. E no Brasil a Santana Textile promotora do concurso INOVA DENIM em parceria com a Andrade Máquinas, premiou o Victor Cunha, um estilista cearense pelo trabalho apresentado e a Santista Jeanswear aderiu ao  Movimento pioneiro do setor de vestuário e calçados, ModaComVerso,  que promove a moda socialmente responsável no Brasil.

RIVET 50

Neste ano o Rivet 50 reuniu mais de 100 indicados em cinco categorias: 1-cadeia de suprimentos, 2-designers, 3-executivos, 4-tecidos/fábricas e 5-agentes de transformação (categoria que reconhece as vozes que aumentam a conscientização sobre questões sociais). O índice é um barômetro para a indústria de denim, referenciando a evolução contínua do setor em inovação, sustentabilidade e criatividade.

romeu-covolanO empresário Romeu Covolan, fundador da Canatiba Denim Industry, foi eleito uma das personalidades mais importantes no mundo do Denim, na categoria tecidos/fábricas, e unnamedMaria José Orione, diretora acadêmica do Denim City Brasil, na categoria agende de transformação, foram indicados pela Lenzing, parceiro internacional da Canatiba, entre os representantes da América Latina no Rivet 50.

Na categoria de Romeu Covolan, o prêmio também reconheceu o trabalho de Steve Maggard, presidente da americana Cone Denim e  Hasan Javed, diretor da AGI Denim, empresa paquistanesa. A premiação já homenageou o CEO e presidente Chip Bergh, da Levi Strauss & Co., o “Padrinho do Denim”, Adriano Goldschmied e o CEO da Madewell, Libby Wadle, entre outros.

Romeu Covolan é a alma criativa por trás da Canatiba. Todo o desenvolvimento de produtos da tecelegem, pautado pela inovação, sustentabilidade, pioneirismo e qualidade, passa por esse profissional – figura ímpar e reconhecida nos eventos nacionais e internacionais do setor.

fabrica-canatiba-2A eleição reconhece a importância desse empreendedor. Romeu Covolan, um dos fundadores da Canatiba Denim Industry no ano de 1969, foi nos primeiros anos da empresa, operador dos teares mecânicos e lançadeiras manuais.

O inquieto empresário adaptou seu maquinário e, em 1980, a Canatiba entrou naquele que seria o segmento mais competitivo da cadeia têxtil, a estrada azul do denim, da qual jamais se distanciaria.

Desse momento em diante, um binômio passa a fazer parte do jeito de ser Canatiba: inovação e cultura denim. A cada fibra, a cada nova tecnologia disponível, ali estava a tecelagem que não temia experimentar, ousar e inovar.

Sob a batuta de Romeu Covolan, muito antes da palavra sustentabilidade virar mantra na indústria brasileira, a Canatiba já contava com estações de tratamento de efluentes e toda a estrutura para uma produção correta do tecido seguindo padrões dos mais exigentes.

A evolução do Denim no Brasil e no mundo passa pelo nome mais uma vez reconhecido nacional e internacionalmente: Romeu Covolan.

da redação com informações da Duo Press  imagens: fotos divulgação

GPTW - GREAT PLACE TO WORK

foto_aerea_fabrica_capricornio_foto_divulgacao-640x4251De acordo com a metodologia do Great Place to Work Brasil, a Capricórnio Têxtil, há 75 anos no mercado, e uma das três maiores fabricantes de denim do país foi certificada e reconhecida pelo GPTW - Great Place to Work Brasil como um excelente lugar para trabalhar de acordo com a percepção dos funcionários e as práticas da empresa.  “Estamos felizes em comunicar que, tivemos 90% da participação da nossa equipe na pesquisa de clima. A conquista do selo só atesta a nossa preocupação com gustavo-manfredini-ceo-da-capricornio-textil-m-640x427os nossos colaboradores”, comemora Gustavo Manfredini, CEO da Capricórnio Têxtil.

A certificação do GPTW é uma autoridade global em auxiliar a organização na jornada de ser um excelente lugar para todos trabalharem. Com validade de 12 meses, permite a medição de forma prática da percepção dos funcionários em relação à empresa.

É a primeira Indústria de tecidos planos a conquistar essa certificação, a empresa continuará trabalhando para preservar o que é bom, que foi bem avaliado, e melhorar o que foi mal avaliado, de forma a conseguir notas cada vez maiores nos próximos anos.

A empresa é uma das poucas companhias nacionais de denim totalmente verticalizadas, e atualmente, conta com 1603754205104selo-gptw700 funcionários nas duas unidades fabris, no interior de São Paulo – Bragança Paulista e São Carlos. Atua em toda a cadeia produtiva, desde a compra do algodão, fabricação de fios até tingimento e construção do tecido denim.

“Essa conquista nos enche de orgulho, além de evidenciar que as pessoas estão no centro da nossa estratégia de negócios. Nossos colaboradores citaram a humanidade, empatia e verdade como os três valores mais praticados pelos líderes e colegas de trabalho. Por meio da pesquisa também identificamos oportunidades para melhorar a experiência dos colaboradores e fortalecer nossa marca empregadora, seguindo sempre o nosso propósito de mantermos um ambiente de trabalho harmonioso e de constante estímulo”, finaliza Andreia Souza, Consultora de RH da Capricórnio Têxtil.

da redação com informações da  Ativa Assessoria de Comunicação   imagens: fotos/divulgação

Concurso Inova Denim

victor-452x640O Concurso Inova Denim é promovido pela Santana Textiles com o propósito de reforçar que o tecido mais democrático pode ir além de calças jeans five pockets ou jaquetas, pode ser utilizado em criações até então inimagináveis.  Os finalistas contaram com consultoria do estilista Alexandre Herchcovitch, que é parceiro da Santana Textiles.

O cearense Vitor Cunha, de 22 anos  é o vencedor do primeiro lugar do Concurso Inova Denim, que aconteceu no último dia 7 de outubro, em formato online, na segunda edição de 2021 do Blue Day - evento organizado pela Santana Textiles com apoio da Andrade Máquinas e o tema foi “Do algodão ao Denim” com destaque para o desfile dos jovens talentos finalistas dessa edição do Concurso.

Essa edição do Inova Denim foi direcionada para os jovens talentos das regiões Nordeste e Centro-Oeste e Vitor Cunha foi o vencedor apresentando o look agênero “Mar Interior” inspirado na mitologia dos jangadeiros, na colônia Z8 que é a mais conhecida dos jangadeiros do Ceará e nas redes de pesca com o azul do fundo do mar. Destaque para os detalhes em macramê que remetem as redes de pesca.

vitor_cunha_2-427x640santana-concurso_294-427x640Vitor Cunha,  o vencedor que ganhou uma máquina de costura industrial reta Sansei SA-MQ1. declarou sobre o prêmio: “Para a nossa profissão é de suma importância essa premiação, pois me dará espaço para fazer testes,  viajar mais fundo nos acabamentos e formar de uma forma prática, pois antes não tinha uma máquina, e agora com ela poderei acelerar o processo de pilotagem da minha marca @vitorcunhaautoral sendo de suma importância, para testar, descobrir e experimentar minhas criações”.

Os seis finalistas do Concurso Inova Denim - etapa Nordeste/Centro-Oeste contaram com consultoria do estilista Alexandre Herchcovitch, parceiro da Andrade Máquinas e a máquina reta com motor Direct Drive que o vencedor do concurso ganhou na premiação faz parte da linha de máquinas de costura da Andrade com chancela do estilista, que declara: “Ter como um dos prêmios uma máquina de costura industrial novinha é tudo o que eu queria quando iniciei minha carreira. Construir formas com tecidos foi para mim o início de tudo e máquinas de costura são o início de tudo isso acontecer”.

img-20210216-wa0039A diretora de marketing da Andrade Máquinas, disse: “É importante dialogar com os novos talentos da moda trocando experiências e incentivando para que não desistam de seus sonhos, por isso, apoiamos o concurso Inova Denim promovido pela Santana Textiles e com consultoria do Alexandre Herchcovitch,  que é nosso parceiro”.

Sobre a máquina reta Direct-Drive SA-MQ1, é uma ótima opção para costuras diversas em tecidos planos ou malhas de gramatura leve, média ou pesada. O moderno motor Direct-Drive vem acoplado ao eixo principal da máquina, proporcionando costuras mais firmes, devido à menor vibração no cabeçote, com consumo de energia até 70% menor que as máquinas convencionais, além de conter uma saída de energia para cabo USB.

da redação com informações da Suzana Comunica   imagens: fotos divulgação

ModaComVerso

e_aas8xvgberqvtO ModaComVerso é uma iniciativa para o universo da moda e no setor privado brasileiro ao unir grandes varejistas concorrentes em torno de uma causa em comum. É um esforço setorial, liderado pela ABVTEX (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) - entidade que representa o varejo de moda nacional desde 1999, e desenvolveu em 2010 um Programa de auditoria abrangente com o intuito de monitorar os diversos elos da cadeia de fornecimento, reconhecer as boas práticas, alertar sobre os problemas e focar nas soluções – a ação é um marco no monitoramento da cadeia produtiva na moda brasileira em prol do desenvolvimento da responsabilidade social no setor.

O Movimento chancela o Programa ABVTEX e pretende dar luz aos esforços já empreendidos pelos varejistas signatários. Empresas como Arezzo & CO, C&A, Calvin Klein, Carrefour, Dafiti Group, Extra, Loungerie, Marisa, Pernambucanas, Renner, Reserva, Restoque e Riachuelo, aderiram ao Movimento e, desde a data do lançamento, estão “vestidas” com a logomarca do ModaComVerso em suas comunicações.

edmundo“O Movimento é uma iniciativa de responsabilidade social compartilhada, em que nós, como associação setorial, impulsionamos o desenvolvimento responsável da cadeia de valor e a aplicação das regras de compliance junto aos varejistas e seus fornecedores nacionais e subcontratados, os monitorando com o propósito de ter uma cadeia totalmente comprometida com as boas práticas socioambientais e cumprimento da legislação”, afirma Edmundo Lima, diretor executivo da ABVTEX. “Buscamos também conscientizar o consumidor sobre seu papel na promoção de uma moda socialmente responsável”, completa o executivo.

De 2010 a 2020, foram realizadas 42.930 auditorias sendo 3.526 empresas aprovadas, em 615 municípios de 19 estados brasileiros, beneficiando a mais de 352 mil trabalhadores diretos na produção, com seus direitos garantidos e atuando em condições de saúde e segurança adequadas.

O ModaComVerso pretende engajar mais empresas e desenvolver maior diálogo com a cadeia de fornecimento assim como com toda a sociedade. Empresas varejistas interessadas em participar devem ser associadas à ABVTEX e participar do Programa ABVTEX. Também devem garantir que 100% de seus fornecedores nacionais sejam aprovados pelo Programa da entidade.

santista4747-427x640A Santista Jeanswear adere ao ModaComVerso cujo lançamento oficial em todo o País aconteceu em setembro. O Movimento tem por objetivo estimular uma moda socialmente responsável buscando impulsionar as boas práticas trabalhistas em todos os elos da cadeia do setor e conscientizar o consumidor sobre o seu papel – a união de grandes empresas do varejo e da indústria têxtil e de confecção em torno da causa faz do Movimento uma iniciativa inédita no universo da moda brasileira. O ModaComVerso visa dar visibilidade para quem, de fato, está fazendo a diferença na cadeia da moda e atuando responsavelmente no setor.

“Estamos comprometidos juntamente com os grandes varejistas do setor por uma moda socialmente responsável. Sempre estivemos comprometidos com as trabalhistas e queremos colaborar com o movimento que busca melhorar as condições da cadeia da moda, apoiando a disseminação de boas práticas”, explica Newton Coelho, Diretor de Negócios da Santista Jeanswear

Se você for um entusiasta da moda socialmente responsável, essa é uma ótima oportunidade para colaborar com um movimento que busca melhorar as condições da cadeia da moda, apoiando a disseminação de boas práticas e o combate ao trabalho análogo ao escravo, infantil e uso de estrangeiro irregular.

o_1fegp90g71rgm1ef71ct81hh8365a-c0A Santista Jeanswear, marca de origem brasileira criada em 1929, é uma das principais produtoras do autêntico denim no país e tecidos para roupas profissionais.  Com um posicionamento que se estende do mercado nacional ao internacional, apoiando seus clientes com equipes especializadas de consultoria de produto, moda e lavanderia. Reconhecida por 23 anos como a marca TOP OF MIND de uniformes no Brasil.

A Santista Jeanswear traz em seu DNA inovação, sustentabilidade e tradição em coleções atualizadas com as tendências globais e produtos tradicionais e tecnológicos para uniformização. E adere ao movimento ModaComVerso deste o lançamento oficial que aconteceu em setembro.

da redação com informações da Helena Augusta Assessoria de Comunicação   imagem: foto/divulgação

CONGRESSO e CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

worldfashion • 11/10/21, 13:33

As associações internacionais do Brasil (ABIT - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e Confecção) e da Europa (IAF - International Apparel Federation, EURATEX - European Apparel and Textile Confederation) estão colaborando e alinhando o conteúdo de suas conferências internacionais anuais de 2021.

logoO congresso ABIT traz o tema: ‘Transição do Sistema Global de Moda’. Já o tema da conferência IAF/EURATEX é “Um novo paradigma para a Indústria Têxtil e de Vestuário Europeia” e também enfatiza a transição. Todas as três associações estão plenamente cientes da urgência e importância da transição pela qual as indústrias de confecções e têxteis estão atualmente passando. Por meio de sua colaboração, as entidades irão oferecer programas complementares a um público global, cada um enfocando diferentes elementos dessa transição.

O foco da ABIT está nas pessoas, explorando a coleta de dados; uma transição para um design mais pautado pela individualização e comunicação em um ambiente digital. O foco da IAF está na dinâmica intra-cadeia de suprimentos, observando como as relações entre compradores e fornecedores precisam mudar. E a EURATEX se concentra fortemente no papel da legislação que molda as ações de nossa indústria.

fernando_pimentel-460x300 Fernando Valente Pimentel - Presidente da ABIT

A conferência internacional da ABIT acontece nos dias 27 e 28 de outubro. Visitantes de todo o mundo podem acessar o site www.congressoabit.com.br/ para ouvir um mix de palestrantes brasileiros e internacionais. O Brasil, que contém cadeias produtivas completas das fibras ao consumidor, costuma apresentar exemplos de transição que podem inspirar empresas de outras partes do mundo.

IAF e EURATEX estão realizando suas conferências consecutivas em Antuérpia, Bélgica, em 8 e 9 de novembro, respectivamente. Para os visitantes que podem ser impedidos por restrições relacionadas à pandemia de visitar o local em Antuérpia, as conferências estarão disponíveis online. Um site dedicado conjunto, www.conventionantwerp.com contém todas as informações e o link para se registrar. Antuérpia fica a menos de 50 quilômetros de Bruxelas, onde a Comissão da UE está revelando uma agenda ambiental e social muito ambiciosa voltada para uma transição em grande escala que terá grandes consequências para a nossa indústria.

As três conferências globais oferecerão percepções complementares sobre a enorme transição pela qual as indústrias de vestuário e têxteis estão passando. A conexão deles destaca que temos um sistema de moda global. Este é um momento histórico de alinhamento mundial do setor.

da redação com informações da Ricardo Viveiros & Associados - Oficina de Comunicação (RV&A)  - imagem: foto/divulgação

PESQUISAS

worldfashion • 08/10/21, 14:24

download1A Geração Z, está crescendo em uma era de transformação/mudança digital, desenvolvendo uma maneira interconectada e fluida de processar o mundo, em vez de digeri-lo por meio de uma estrutura binária. Para entender as peculiaridades destes jovens consumidores, a Bain, em parceria com Depop e Vogue, preparou um relatório com base em um levantamento feito com mais de 2 mil usuários do Depop nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália.

A Gen Z está desconstruindo as normas de gênero binário, mostrando sensibilidade para pessoas que não se identificam desta forma. Para eles, não se trata disso ou daquilo, mas sim disso E daquilo. Essa mentalidade representa uma mudança de paradigma quando comparada às gerações anteriores e os diferencia como um grupo distinto de pessoas, apesar de suas diferenças de cultura, idioma ou raça.

O relatório explora ainda como essa mentalidade mudou a concepção de empatia, auto expressão, troca e novidade. Ao examinar a interação e consumo em plataformas físicas e digitais, fica claro que tudo está muito misturado e as barreiras que separam comércio, entretenimento e conexão foram rompidas.

A Geração Z está reimaginando novidades na moda para atender às suas necessidades e valores, e valorizando cada vez mais os aspectos sociais e sustentáveis do que consomem.

O relatório aponta quatro principais destaques:

genz11. Empatia e consciência

• Os jovens da Geração Z são empáticos com a complexidade e diversidade de identidade humana. Eles tendem a ter uma noção mais fluida do que a atração sexual significa, e são relutantes em rotular a sexualidade, em comparação com as gerações anteriores.

• 75% dos entrevistados dizem que sua raça, gênero ou sexualidade não podem ser facilmente categorizados

• 60% dizem que sua identidade abrange raça, cultura ou línguas

• Também desafiam os estigmas associados à saúde mental. Estão mais dispostos a reconhecer e discutir saúde mental como algo comum.

• Reconhecem os aspectos positivos e negativos das mídias sociais e estão alertas quanto a privacidade de dados a bem estar social.

genz2 2. Autoexpressão

• Seus perfis de mídias sociais tendem a se destacar mais, em comparação com os millennials. Podem ser mais autênticos e espontâneos, com menor preocupação com filtros e curadoria.

• Em relação à moda, circulam entre colaborações, vintage e streetwear. Procuram marcas para buscar tendências e inspiração enquanto escolhem como se estilizar.

• Eles tendem a definir e refinar sua individualidade através de conversas com outras pessoas. Dentro desta mentalidade, a comunidade não se extingue, mas amplifica a auto-expressão.

• Em questões sociais, como desigualdade racial e mudanças climáticas, adolescentes e jovens adultos demonstram o poder da sua voz em números, não apenas em espaços digitais mas físicos também. Guiado pela crença que os “erros” de hoje se tornam os “fardos” de amanhã, Gen Z está mostrando ao mundo que cada indivíduo tem o poder de falar.

• 70% acreditam que podem fazer parte de um movimento social, mesmo que eles participem apenas por meio das mídias sociais

genz3 3. Troca e interconexão

• A forma como o indivíduo interage com o mundo e a economia, como consumidores e produtores.

• As plataformas digitais se espalharam por todas as indústrias e experiências: moda e varejo, jogos e música, redes sociais e muito mais. Para os consumidores, essas mesmas plataformas oferecem uma infinidade de oportunidades, incluindo conexão, entretenimento, educação, ganhar dinheiro e construir suas marcas pessoais. As plataformas vencedoras foram capazes de centralizar sua experiência na troca e engajamento, comunidade e conteúdo (criado pelo usuário).

• A Gen Z consome simultaneamente e produz: trocar ideias, produtos e serviços em plataformas mais do que em outras gerações. Está usando a mesma plataforma para fazer muitas coisas: criar e buscar inspiração; ganhar acesso e compartilhar informações; gastar e ganhar dinheiro; encontrar comunidade e gerar negócios.

genz4 4. Reimaginando novidades

• A geração Z reage fortemente a como as marcas vão responder aos temas relevantes, avaliando se o ativismo da marca é autêntico ou exibicionista. Entre estes aspectos, o apelo social e sustentável são os mais relevantes.

• Esta geração é a mais disposta a pagar por moda sustentável, sendo que 90% dos entrevistados contaram que fizeram mudanças em suas rotinas para serem mais sustentáveis.

• Dentro deste contexto de auto expressão, trocam autenticidade, itens de segunda mão ou moda reciclada também tem outro significado.

As marcas que ouvirem e aprenderem com a geração Z e incorporarem suas necessidades, estarão muito mais preparadas para os desafios futuros.

genz5

Apontamos também pesquisa da Getty Images que mostram como as imagens de famílias com diversidade são essenciais para contar histórias sobre vida equilibrada. O Visual GPS da Getty Images conduziu uma pesquisa ampla sobre a relação dos brasileiros com a família e o resultado foi surpreendente

Muitos recursos visuais populares se concentram em imagens de trabalho e estilo de vida, mas o equilíbrio pode estar errado para os brasileiros - especialmente para aqueles de níveis de renda mais baixos. Equilibrar trabalho e vida pessoal é um desejo principal dos consumidores brasileiros, mas em vez de priorizar hobbies ou saídas criativas fora do trabalho, os brasileiros tendem a favorecer o tempo com a família.

Entre as imagens testadas, representações da vida fora do local de trabalho criam histórias visuais atraentes, especialmente ao destacar momentos alegres - e realistas - com a família e entes queridos. O equilíbrio entre trabalho/vida pessoal para as mães é especialmente difícil, pois a pandemia afetou consideravelmente o emprego das mulheres. Com isso em mente, a pesquisa Visual GPS da Getty Images realizou uma pesquisa ampla sobre a relação dos brasileiros com a família e o resultado foi surpreendente.

Veja os principais dados obtidos pelo Visual GPS:

• Entre os brasileiros de baixa renda, 43% citam como fonte de preocupação / agravamento a falta de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal; 18% de renda média; 29% de alta renda

• Para pessoas de baixa e alta renda (esses dados podem ser muito pequenos para serem incluídos), ter um melhor equilíbrio entre vida e trabalho é uma meta (42% de baixa renda, 32% de renda média, 39% de renda alta)

• Entre os brasileiros de baixa renda, hobbies criativos têm menos foco do que pessoas de alta renda (9% contra 18%).

• No geral, 94% dos brasileiros procuram maneiras de celebrar as coisas boas de suas vidas. Embora concordem fortemente vs. concordem de forma diferente por faixa de renda, o percentual que concorda é praticamente o mesmo - na verdade, mais alto para pessoas de baixa renda do que para pessoas de renda mais alta

1258756461As imagens de mais alto desempenho, conforme o levantamento do Visual GPS no Brasil, apresentavam a família e os objetivos como fundamentais para uma vida realista e equilibrada. Os melhores desempenhos são de imagens que apresentam um elenco mais diversificado, modelos de pele mais escura e cenários realistas. O fato de essas imagens terem um desempenho melhor do que outras, mostra uma preferência crescente do consumidor por imagens naturalísticas com diversos modelos e paletas de cores mais robustas.

Depois da segurança financeira, ‘a educação dos meus filhos’ é uma prioridade para os brasileiros. Isso pode explicar porque tantas imagens de alto desempenho mostram pais ativamente envolvidos com seus filhos.

Dentre os principais motivos para a seleção dessas imagens, estão:

• Parece natural, como fotos que posso tirar

• Parece realista; não encenado

• A maneira como isso me faz sentir

• As pessoas mostradas na foto

download2As preferências geracionais ditam os desejos de mudança entre os consumidores brasileiros:

• Geração Z sobre índice na seleção de imagens com modelos de pele mais escura

• A geração do milênio sobre o índice na seleção de imagens relacionadas ao trabalho de casa

• Geração X e Boomers são mais propensos a selecionar imagens que incluem representações da vida familiar

da redação com informações da RPMA Comunicação e  Sherlock Communications Imagens: fotos/divulgação

Setembro em Paris

worldfashion • 06/10/21, 10:18

photo-2021-09-29-10-36-27Duas semanas, na capital francesa, valem muito para pesquisa de tendências do VM (visual merchandising), da moda, do design e do modo de viver.

By PhD. Sylvia Demetresco (*)

photo-2021-09-29-10-39-28photo-2021-09-29-10-39-38As feiras de moda WHO’S NEXT, IMPACT, RIVIERA & EXPOSED, BIJORHCA, VILLA BEAUTÉ ET LIFESTYLE e Salon du Mariage, agrupadas em dois pavilhões na Porte de Versailles, estavam bem menores, com 600 expositores entre as quais 150 novas, consideradas as novas pepitas, apresentaram as novas coleções aos profissionais e photo-2021-09-29-10-39-34photo-2021-09-29-10-39-36compradores internacionais, as tendências de amanhã e um encontro tão desejado de networking para os negócios possíveis.

Who’s Next dedica-se ao pret-a-porter, Impact a moda eco responsável e sustentável, Traffic a soluções inovadoras e Bijorhca à joalheria.

Riviera Paris reúne o beachwear: moda praia photo-2021-09-29-10-42-21photo-2021-09-29-10-42-18ensolarada, chique com tecidos algodão bordados ou enfeites com conchas.

Bijorhca reúne os segmentos: as griffes criativas « Fashion », as marcas novas « Trends », artigos em prata « Précieux » e aos técnicos e consertos « Elements ».

No espaço Impact surge a agência LA COUR PARIS x Hummade que foca como a moda poderia se engajar de maneira eco responsável e, como fazer a transição necessária photo-2021-09-29-10-42-17photo-2021-09-29-10-42-20para qualquer marca do segmento de moda.

Na villa Beauté novas marcas como:

LES SAVONS DE BEA - história de fabricar sabonetes 100% naturais com a metodologia da saponificação a frio.

JE COSMÉTIQUE - Se intéressa aos ingredientes naturais: les huiles végétales et les huiles essentielles.

photo-2021-09-29-10-42-15NYA PARIS – a necessidade das mulheres negras de terem cosmética adaptada a sua pele.

No espaço calçados e foco foram os tênis:

photo-2021-09-29-10-45-12NEWLAB – estilo minimalista com matérias brutas italianas, sofisticadas, superconfortáveis por terem palmilhas interiores que podem ser trocadas para maior conforto.

SNEAKCARE – spray que prolonga a vida dos tênis, mais resistentes e impermeáveis.

BLUNDSTONE - desde sua criação em 1870 à Hobart na Tasmânia, esta marca de botas é a mais reconhecida por ser inspirada na história e no patrimônio da Tasmânia.

0-105 – Coleção gráfica inspirada na cultura urbana, cada calçado feito manualmente com couros da Toscana.

OPENHAGEN STUDIO – fundada pelo Liebeskind, fabricada na Itália Portugal, em couros lisos e de tons claros.

A vedete:

photo-2021-09-29-10-45-04LE LISSIER – tênis confeccionados com tecidos que sempre usam o upcycling e Made in France e com edições limitadas. Esta marca trabalha sempre com tecidos que já foram utilizados para cenografias, sinalética, eventos ou outdoor. A pouco tempo criou um tênis com tecidos do castelo de Versailles: um elegante tênis fabricados à partir de tecidos da cenografia da exposição « Hyacinthe Rigaud ou le portrait Soleil » com o desenho da fleur de lys dourada (Flor de Lis - símbolo dos reis da França). Agora esta marca está focada em reaproveitar os 25mil metros de tecido que cobriram o Arco do Triunfo (dias 18 a 20 de setembro) num evento da Design Week, imaginado pelo artista Christo e realizado por sua esposa e equipe.  São estes 25 mil metros tecido mais 7mil metros de cordão vermelho que amarraram o tecido ao redor do arco do Triunfo. … e agora este material será reutilizado para criar um tênis. De um produto a outro, o corte, as estampas e o design se modificam o que torna cada um desses tênis em peças únicas e especiais. São todos fabricados manualmente em Portugal. Uma segunda vida dada a tecidos cenográficos.

photo-2021-09-29-10-43-42O Salon du Mariage, também na Porte de Versailles, em 8 mil metros e com 300 expositores, para tudo que é preciso para um casamento. Desde o vestido de noiva, as roupas do noivo e dos padrinhos, a decoração, o buffet, os acessórios, a música e até lugares de sonho para a festa, mostrando as tendencias para este segmento.

photo-2021-09-29-10-43-411Ao mesmo tempo rolam exposições de moda com as fotos de Peter Lindbergh no espaço fundação do designer Azzedine Alaïa. Uma cenografia original com umas cinquenta fotos PB dos anos 1980/90 com as roupas de Alaïa. Madonna, Naomi Campbell, Marie Sophie Wilson, Tina Turner, todas com roupas assinadas Alaïa em paisagens diversas como a torre Eiffel, as ruas de Paris e as praias do Touquet e Deauville. Uma exposição que nos embarca no mundo de moda, olhares, paisagens e roupas desconcertantes. A construção da exposição na fundação Alaïa é toda branca. Altas divisórias brancas delineadas com fios de luz néon branca, uma cenografia na qual só as roupas negras se destacam.

photo-2021-09-29-10-39-33Outra exposição foi a de Jérôme Blin num universo suntuoso dentro do Hotel Sofitel Paris Le Faubourg, suas silhuetas negras com toques de ouro, sejam fios, rendas, bordados e folhas voadoras, recheiam vitrinas e o hall de entrada do hotel. Uma mulher enigmática, audaciosa, sofisticada, moderna e rica. Guipure, fitas, tule, tecidos misturados, renda de Calais, penas se misturam nestas roupagens luxuosas.

Maison & Objet

A cada ano o Salão Maison & Objet cria um tema, nesta edição o tema era “Desenvolvimento Desejável”, como nova análise ao decifrar quais as tendencias do momento e os comportamentos de consumo.

photo-2021-09-29-10-36-28Este tema permite alinhar produtos éticos e soluções práticas para mostrar o que está fazendo parte, nos modos de viver do ser humano, em todas as moradias. Para isto a tendencia verbal do salão está entre “durável” e “desejável”.

Serenidade, espiritualidade, solidariedade, durabilidade foram separadas em quatro eixos profundos: autenticidade e proximidade; super sensibilidade; human tuch valorização do saber fazer; e take care on Earth (assumir as responsabilidades ambientais).

Share (novos produtos), Leisure (para estar em casa), Mom Village (últimas criações em design), Academy Studio (informar, formar e inspirar), Materiautheque (materiais tecnológicos e inovadores) e Ligth Trend (a importância do papel da luz em tudo). Estes foram os espaços criados para entender como o objeto se aloca nas casas, escritórios, hotéis, lojas, restaurantes, eventos, exposições etc.

photo-2021-09-29-10-39-37Depois de mais de 15 meses sem o salão físico por causa da pandemia, em Villepinte, vieram 48.641 visitantes, num clima de felicidade e bons negócios. Expositores e público se entenderam e negociarem bem de acordo com Philippe Brocart, diretor de Maison&Objet. Claro que houve uma baixa na presença, mas havia 13.660 visitantes internacionais. Foram 1746 marcas (normalmente eram 3 mil marcas) que estiveram presentes, sendo que 349 novas entradas.

Como sempre no Hall 6 havia as grandes empresas de design, iluminação, decoração, mobiliário, divididos em Forever, Ecletic, Today.  No pavilhão 5 Fragrances, Home e Craft – um dos melhores com novos artistas. No pavilhão 4 Cook and Share e o painel de tendencias. Nos outros três um mix de Smart Gifts, Kids & Family, e Fashion Accessoiries.

Algumas apresentações se destacam no meio de tantas possibilidades!

Light Trend empresa de iluminação da dupla Akari-Lisa Ishii & Motoko Ishii se superou ao apresentar luminárias, espaços especiais para luz acoplada a higienização, criando 5 palavras chaves para o bem-estar do usuário: High-giene, High-brid, High-ligth, High- tech, High-touch. Com uma luminária em que é possível colocar a máscara ou qualquer objeto no seu interior para ser higienizado com um design majestoso e que também pode ser um mancebo, criando sombras no solo por conta da estrutura em filamentos; ou com a cápsula para os atletas olímpicos; ou ainda com a sapateira que se abre e fecha num toque, tudo extremamente pensado e útil, sempre focando o bem-estar das pessoas.

photo-2021-09-29-10-39-43A Bokart, uma empresa da Croácia que cria paredes de espelhos com texturas internas, ao modo tradicional, mas com uma expectativa tecnológica rara, para decorar e espelhar ambientes diferentemente.

Nesses tempos de pandemia a Blocko criou pequenos espaços redondos para reuniões a dois que podem ser instaladas em bibliotecas, restaurantes, escritórios ou outros lugares. Havia várias marcas alocadas num espaço central da feira com este tipo de ambiente, portátil, separado e inovadores.

A Materiautheque era um espaço negro grandioso, apresentando novos materiais que, enclausurados em bolhas de acrílico, subiam e desciam como gangorra e, no solo havia a informação precisa de suas especificidades.

photo-2021-09-29-10-39-44Na parte Crafts onde artistas plásticos se reuniram com ofícios de tradição as mais interessantes foram Fanex que cria ovos/caixas de porcelana de Limoges; Fuseau de Lavande, com sua técnica centenária, traz  a lavanda trançada, desde o tempo dos reis, para servir de saches perfumados com a própria planta; a artista Nathalie Borderie com seus vidros encantados; e Benedict Vallet com suas esculturas de porcelana, com mil formatos, que se contornam em cordas e formas, quase como um tecido alinhavado com fibras naturais.

Por fim nos acessórios uma marca de bijuteria embaladas em casca de ovos, num stand micro e bem bolado, amarelo gema com palha, muito simples e muito vistoso.

Assim um pequeno extrato do que acontece na moda em Paris nesta semana de moda em setembro.

(*) Sylvia Demetresco é doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP, com pós-doutorado em Semiótica no Instituto Universitário da França, em Paris. Professora de Visual Merchandising na Ecole Supérieure de Visual Merchandising, em Vevey, na Suíça. É autora de livros sobre vitrinas, entre os quais: Vitrina Construção de Encenações (Educ/Senac), Vitrinas Entre-Vistas: Merchandising Visual (Senac), Vitrinas E Exposições: Arte E Técnica Do Visual Merchandising (Editora Érica, 2014) e Vitrinas: Arte, História e Consumo de São Paulo (Via das Artes, 2014). contato: sylvia@vitrina.com.br | www.vitrina.com.br

FEIRAS 2021 / 2022

worldfashion • 01/10/21, 09:12

m4-640x427As feiras da indústria têxtil e de calçados estão retornando aos poucos com versões física+digital para atender aos diversos segmentos da indústria e comércio da moda. Em ordem cronológica de outubro 2021 a agosto 2022, informamos as feiras já confirmadas. Com certeza teremos novos eventos que surgirão para 2022, que ainda estão em planejamento. Por ora seguem EXPOTEXTIL PERU DIGITAL; WORLD PLASTIC CONNECTION SUMMIT, ZERO GRAU, MAQUINTEX, INSPIRAMAIS, FENIN E FEBRATEX.

EXPOTEXTIL PERU DIGITAL 2021 -

25 A 30 DE OUTUBRO 2021

Com uma série de apresentações - via webinar - a comissão organizadora da Expotextil Perú Digital 2021, vem realizando uma intensa divulgação a nível regional mostrando as vantagens e oportunidades de negócios para expositores e visitantes da segunda edição digital da principal feira fornecedora de indústria têxtil e de confecção do país, que acontecerá de 25 a 30 de outubro, a partir das 10h00. às 19h00.

Durante os webinars, a diretora da Expotextil Perú Digital 2021, Luisa Mesones, destacou que esta feira é uma alternativa diferente por conter uma plataforma virtual moderna, para que todas as empresas possam mostrar seus produtos e serviços, bem como interagir com seus pares por meio de conhecidos canais de comunicação como Skype, WhatsApp, Zoom, Meet, e-mails e redes sociais, entre outros.

“Nos apresentamos novamente em aliança com outros organizadores de feiras na plataforma MEGAFIP que reúne cinco feiras que funcionarão de forma independente, como no ano anterior, e com diferentes públicos: Expotextil Perú Digital 2020, Seguritec Peru, Figas, Expo Pesca - Acuicultura e Expo Yo Constructor ”, disse Mesones.

banners-web-txtdig21-visita

A Luisa Mesones disse que digitalizar a feira não é apenas uma decisão comercial, “o ano passado começou como um desafio devido à pandemia da Covid 19 e hoje continua como um desafio de desenvolvimento e avanço tecnológico”. Na primeira versão reunimos 100 expositores e mais de 5.400 visitantes. (Apenas Expotextil). E acrescentou: “O mais importante para continuar a fazer negócios, tanto para expositores como para visitantes, é a informação especializada e a Expotextil a tem”.

Ela explicou que o expositor da feira terá total controle de todas as informações da rede. “Você pode entrar no seu estande: catálogo, fotos, especificações técnicas, vídeos, informações de contato, informações da empresa, etc.” Acrescentou que a Expotextil atribui-lhe um código de acesso e uma demonstração muito amigável para que saiba inserir as informações e que quem tem dificuldades digitais terá conselhos para o ajudar se for necessário.

A Expotextil Perú Digital 2021 é uma alternativa diferenciada consubstanciada em uma moderna plataforma virtual para que todas as empresas do setor têxtil e de confecção possam expor e comercializar seus produtos e interagir com expositores e visitantes do setor.

Por último, informam que a Expotextil Digital 2021 decorrerá em paralelo com a já conhecida “Semana da Indústria Têxtil” que no ano passado, na sua edição virtual, reuniu mais de 3.600 participantes para as conferências de apresentação, técnicas e de gestão.

Marcam presença nas conferências Máquinas e Equipamentos para a Indústria Têxtil e de Confecção, Fornecedores e Fabricantes da Indústria do Vestuário, Couro e Calçados, Fabricantes e Fornecedores da Cadeia de Sublimação Digital, Impressão Têxtil e Serigrafia Têxtil, Fabricantes e Fornecedores da Indústria Têxtil Home e Decoração, Têxtil Ancestral Peruano e Moda Sustentável.

da redação com informações da Expotextil Perú/Jimena Carguallay

WORLD PLASTIC CONNECTION SUMMIT -
De 03 A 06 DE NOVEMBRO 2021

O World Plastic Connection Summit é uma das principais ações do projeto setorial para as cinco verticais apoiadas pelo programa Think Plastic Brazil: Agrobusiness, Brinquedos, Construção Civil, Embalagens e Utilidades Domésticas.

18Será a primeira edição do evento, que se realizará entre os dias 3 e 6 de novembro de 2021. O evento global online desenvolvido em uma plataforma digital inovadora, reunindo cinco ações paralelas e coordenadas, é uma ação do Think Plastic Brazil (Programa de Exportação e Internacionalização dos Plásticos Transformados Brasileiros), criado pelo INP (Instituto Nacional do Plástico) em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), em dezembro de 2003, quando a cadeia nacional integrada dos plásticos foi reconhecida como uma das 10 maiores no mundo, tendo destaque em sua alta tecnologia, empregabilidade e sustentabilidade.

A ação é resultado da solicitação do mercado, após pesquisa detalhada com as quase 140 empresas participantes em março de 2020, logo no início da crise sanitária mundial. O objetivo do World Plastic Connection Summit é criar um espaço para interação, efetivação de negócios internacionais, troca de conhecimento e pesquisa de tendências para todos os stakeholders nacionais e internacionais da indústria de Plástico Transformado, gerando conexões e caminhos viáveis para o mercado.

O World Plastic Connection Summit será composto por:

- Mostra Internacional, criada para promoção internacional comercial e de imagem com estandes individuais das empresas apoiadas pelo programa que receberão importadores e jornalistas internacionais para reuniões virtuais com foco nos treze países-alvos do Think Plastic Brazil.

- Seminário Internacional: seminário técnico internacional para disseminar informações relevantes para tomada de decisões tanto dos mercados-alvos como do potencial do setor de transformados plásticos brasileiro, com a participação de profissionais renomados de diversos países. O Seminário será realizado nos dias 3 e 4 de novembro e abrangerá o lançamento do Guia de Tendências de Cores e do Anuário 2021 Think Plastic Brazil.

- Prêmio Internacional: Premiação com objetivo de valorizar o Processo de Internacionalização, homenageando as ações relevantes das empresas associadas ao Programa.

- Tendência de cores – Color Trends: Estudo profundo global das tendências de cores do mercado do plástico transformado, imprimindo a cultura brasileira e apresentando as possibilidades de produção e desenvolvimento às empresas nacionais. A pesquisa de cores será coordenada pelo pesquisador e curador o estilista Walter Rodrigues que desenvolveu uma metodologia específica para o mercado de plásticos transformados após entrevistas com empresas brasileiras que participam do programa Think Plastic Brazil.

walterWalter Rodrigues atua como consultor em diversos projetos, desenvolvendo guias de inspirações e tendências, mas é a primeira vez que trabalha com o universo do plástico transformado. O Think Plastic Brazil atua nas verticais Agrobusiness, Brinquedos, Construção Civil, Embalagens e Utilidades Domésticas.O Guia internacional de Tendências Color Trends 2021/2022 trabalha com as palavras que definem o Brasil na visão dos estrangeiros - Afeto,  Alegria,  Hospitalidade - através das cores.

A ideia é espalhar as cores do Brasil para o mundo e o país é rico em cores como azul, amarelo e rosa.  Cada região possui suas próprias cartelas, o Sul é mais invernal, por exemplo, o Norte é explosão de cores e alegria.

Walter Rodrigues declara:

“É a primeira vez que chego com um projeto dentro das casas das pessoas e em uma variedade de produtos, de Utilidades Domésticas até brinquedos. Fiquei encantado com as possibilidades para os brinquedos e também para as utilidades domésticas”.

O Color Trends foi dividido em etapas: na primeira etapa Walter Rodrigues entrevistou 12 empresas que desenvolvem produtos para exportação e participam do Think Plastic Brazil e com empresas que produzem pigmentos que colorem as peças que fazem parte do cotidiano.

Com essas informações Walter Rodrigues apresenta inspirações e consultoria para o desenvolvimento de produtos que serão mostrados, em primeira mão, durante o World Plastic Connection Summit 2021, e a cartela de cores estará também em um guia com inspirações para cada segmento.

- Anuário internacional: Anuário em três idiomas (português, inglês e espanhol), apresentando as conquistas do Think Plastic Brazil e as empresas brasileiras participantes do Programa.

A plataforma conta com coordenação do Gestor de Estratégia e Planejamento de Projetos, Carlos Moreira, que destaca: “O Think Plastic Brazil teve uma resposta rápida às necessidades de isolamento trazidas pela pandemia, direcionando esforços a novas e modernas formas de interação e negociação para a continuidade dos negócios internacionais de plásticos transformado. Agora partiremos para a ampliação de ações, com foco na internacionalização e no aperfeiçoamento técnico das empresas. Esta é razão central pela qual o World Plastic Connection Summit é tão importante e está sendo desenvolvido por uma equipe multidisciplinar para oferecer o melhor em cada uma das cinco ações do congresso global”.

PROGRAMAÇÃO

Ø Seminário Internacional (3 e 4 de novembro de 2021)

Ø Lançamento Color Trends (3 de novembro de 2021)

Ø Lançamento Anuário Think Plastic Brazil (4 de novembro de 2021)

Ø Prêmio dedicado à Internacionalização (4 de novembro de 2021)

da redação com informações da Ponto Texto Comunicação e Conteúdo

ZERO GRAU -

DE 15 A 17 NOVEMBRO 2021

Gramado/ RS é uma das primeiras cidades do Brasil, onde os turistas são testados para Covid-19 ao ingressar no município. A prefeitura municipal em parceria com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul  implementou o projeto piloto em  agosto/21, e deve tornar Gramado uma referência nacional na contenção da transmissão do Coronavírus. Esta informação é do Secretário Municipal  de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Relações Institucionais de Gramado, Ubiratã Oliveira, divulgada durante Live da plataforma eMerkator e com a audiência de lojistas e de industriais de calçados que acompanhavam o evento preparatório  para a  Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios, que acontecerá nos pavilhões do Serra Park, na serra gaúcha.

movimentacao-zero-grau-edicao-de-2020_credito-dinarci-borges-640x427

A Merkator Feiras e Eventos iniciou o credenciamento dos visitantes, da próxima edição da Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios, que vai acontecer presencialmente de 15 a 17 de novembro, no Centro de Eventos do Serra Park, em Gramado (RS). O credenciamento antecipado que já pode ser feito pela internet no site da feira pode ser impresso pelo visitante que deve trazê-lo consigo, para evitar filas no acesso à feira durante este período de pandemia. “Esta é a primeira medida que estamos colocando em prática do nosso protocolo sanitário para a realização da feira. Acreditamos que receberemos uma resposta positiva e imediata dos nossos lojistas e demais profissionais que visitarão a Zero Grau”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feira e Eventos, promotora da feira.

frederico-pletsch_diretor-da-merkator-feiras20e20eventos_crc3a9dito20dinarci20borges_1420Esta confiança do empresário se deve a experiência adquirida na edição do ano passado, em 2020, quando a feira aconteceu durante o momento mais crítico da pandemia do Coronavírus. “Na época, conseguimos executar com muita dedicação e muito zelo, um rigoroso protocolo de medidas de prevenção à Covid-19. Trabalhamos não só no período que antecedeu a feira, mas durante o evento estivemos empenhados em fazer cumprir o regulamento, auxiliando na fiscalização, no controle e na conscientização do público”, enfatiza Pletsch. A promotora confeccionou seu próprio protocolo somando as medidas sanitárias do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal de Gramado. “Para nossa satisfação, a feira se transformou ao longo deste ano em uma referência de cuidados sanitários e de conscientização do público envolvido”, assegura ele.

Nesta edição será permitido a circulação máxima e simultânea, de 2.500 pessoas nos pavilhões, que ocupa uma área de 25.000 metros quadrados de área. “No ano passado, por exemplo, este número era menor, de 1.700 pessoas, mas esta liberação se deve a atual situação do país, muito pelo aumento dos índices de vacinação”, friza Pletsch. Mas dentro dos pavilhões, o distanciamento entre as pessoas será de 1,5 metros, desde a entrada, nos corredores até mesmo junto aos acessos dos restaurantes, lancherias e banheiros. Também todas as entradas da feira terão tapetes com produtos sanitizantes e vários pontos de descontaminação nas áreas de uso comuns com os totens de álcool gel 70%. Será evitado a distribuição de materiais impressos e outras ações que possam proporcionar a aglomeração dos visitantes.

movimentacao-zero-grau-2020-credito-dinarci-borges-640x427Os itens mais importantes e que terão obrigatoriedade será o uso de máscaras, por todos, durante todo o período do evento, iniciando já na montagem da feira que acontece cerca de uma semana antes. Os pavilhões serão bem sinalizados com placas indicativas dos locais de descartes das máscaras, além de avisos constantes, pelo sistema de som, da necessidade da troca a cada 03 horas. Também será proibida a oferta de alimentos e bebidas nos estandes com exceção para amostras lacradas que deverão ser higienizadas no ato de entrega do recipiente. Por fim, haverá uma lista com nomes e contatos dos participantes que será arquivada por, pelo menos, um mês para monitoramento da saúde dos visitantes.

A Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.

da redação com informações da Marta Araujo

MAQUINTEX E SIGNS NORTE NORDESTE -

DE 17 A 19 NOVEMBRO 2021

m1-640x427

Esse será o primeiro grande evento do calendário de retomada 2021/2022 da Febratex Group. A Maquintex e Signs Norte Nordeste, que já vão para suas 8ª e 7ª edições, respectivamente, são realizadas em conjunto visando ampliar a abrangência dos segmentos têxtil, serigráfico e de comunicação visual, contribuindo assim, para o desenvolvimento da economia do Norte e Nordeste.

m3-640x427As feiras de inovação e conhecimento para as indústrias têxtil e comunicação visual acontecerão de 17 a 19 de novembro no pavilhão Oeste do Centro de Convenções do Ceará, na cidade de Fortaleza,  totalizando 13.500m².

A edição de 2021 conta com um dia a menos do que a edição anterior, realizada em 2019, mas com ampliação de horário. A mudança ocorreu com a intenção que os expositores aproveitem o tempo na cidade para organizarem visitas e outras ações com representantes da região.

images1O diretor de comunicação da Febratex Group, realizadora do evento, Hélvio Pompeo Jr., explica a mudança. “Sabemos que as feiras são o principal momento para fechar negócios, mas esse contato informal, em outros locais da cidade, em outros ambientes, também faz a diferença. A maioria dos expositores são de fora de Fortaleza, então vagamos um dia na agenda para eles aproveitarem esse momento na cidade,” afirmou.

Grandes expositores do Brasil inteiro já confirmaram presença no evento, as empresas Welttec, Grupo NS, Sun Special, Silmaq, Mimaki, Andrade Máquinas e Barudan. Já na Signs Norte-Nordeste, as marcas confirmadas são Alltak, Sign Tech by Xixiro, BR Group, Colorsign, Multivisi e Sublime

Nordeste.

Para além das exposições, haverá mais de 30 horas de eventos paralelos, como o Seminário de Tecnologia Gráfica, do Sindigráfica CE; a Cambea etapa Nordeste, da Altak; a Jornada do Especialista em Comunicação Visual, da Revista Grandes Formatos; a Exposição TEIAS, Ateliê de Economia Criativa e Artesanal Cearense, da UniAteneu; além das Conferências Maquintex e Signs Norte Nordeste. A participação nas feiras é gratuita e as inscrições devem ser realizadas através do site www.maquintex.com.br/inscricoes.

da redação com informações da Capuchino Press

INPIRAMAIS 2023_I

DIAS 25 E 26 DE JANEIRO 2022

pesquisa-de-sustentabilidade-e-inovacao-inspiramais-2023-i_credito-adidas-mylo-stan-smith-640x640Estimular a inspiração do mercado de moda a partir do olhar e do toque nos materiais, estreitando o relacionamento, com a oportunidade do contato presencial. Essa é a proposta do Inspiramais, cuja próxima edição será realizada em formato phygital, no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre, nos dias 25 e 26 de janeiro de 2022. O salão que apresentará as novidades para a temporada 2023_I manterá o mesmo DNA do evento físico que foi realizado durante uma década em São Paulo.

A organização do evento – que seguirá todos os protocolos de saúde recomendados pelos órgãos competentes – já está em andamento. A planta será a mesma do último evento presencial, reunindo soluções em design, inovação e sustentabilidade para segmentos como calçados e artefatos, confecção, moveleiro e bijuterias no mesmo ambiente. O novo formato deve alavancar e promover novos negócios: além dos brasileiros, são esperados 50 compradores internacionais.

pesquisa-de-sustentabilidade-e-inovacao-inspiramais-2023-i_credito-adidas-allbirds-640x473A sustentabilidade será um dos destaques da edição 2023_I. Além de um estudo especial contemplando orientações para empresas que queiram investir em inovação sustentável – com conceitos e cases –, o salão contará com uma ilha de materiais sustentáveis, uma evolução do Corredor de Sustentabilidade, marca registrada de edições anteriores do evento físico. Já as palestras serão realizadas na Arena da Inovação e transmitidas também nos canais digitais do salão. O evento online permanece e os produtos lançados no Conexão Inspiramais estarão disponíveis neste formato.

“O Inspiramais conseguiu se reinventar e atender às necessidades do setor mesmo diante da pandemia. A próxima edição certamente será mais uma prova de que o evento se consolidou como referência para o mercado de moda e design. A retomada presencial com protocolos rígidos, o formato phygital e a escolha por Porto Alegre para realizar o evento são estratégias que trazem muita confiança e expectativas positivas para a exposição dos lançamentos e novas oportunidades de negócios. Acreditamos muito na força da região Sul e no grande potencial do Inspiramais”, destaca Silvio Martins, head de marketing da Cipatex®, patrocinadora do evento.

inspiramais-2023_i-divulgacao1

_ero5275hr-427x640Corpo é o tema da temporada 2023_I. “O corpo tem extrema importância no tempo em que estamos vivendo. Expressa nossa fragilidade e nossa força para continuarmos a projetar esperança e vida”, esclarece o coordenador do Núcleo de Pesquisa e Design do Inspiramais, Walter Rodrigues, que contou com o Núcleo de Pesquisa e Design do Inspiramais que elaborou o tema pensando no corpo como um arquivo do tempo. O registro da história humana. Está diretamente relacionado com aspectos sociais, culturais, econômicos e comportamentais.

O Inspiramais tem promoção da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), da Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel) e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Conta com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae Nacional, além das principais entidades setoriais do país: Abicalçados e ABVTEX, e realização por meio do projeto By Brasil, Components, Machinery and Chemicals.

da redação com informações da Roberta Schuler

FENIN – FEIRA NACIONAL DE INVERNO -

DIA 25 A 28 DE JANEIRO 2022

unnamedCriada, em Janeiro de 1997, a então FENIN – FEIRA NACIONAL DE INVERNO – concentra os lançamentos das coleções de INVERNO da indústria da moda nacional, o evento passou por várias transformações e adaptações, quando a feira foi inaugurada era para atender aos fabricantes que necessitavam de um espaço para apresentar ao mercado suas grandes novidades para a estação mais fria do ano. E a região sul do Brasil, sobretudo a Serra Gaúcha, oferecia um ambiente propício para isso, pois sempre foi a região mais fria do país. Começou nas dependências do Hotel Laje de Pedra, na cidade de Canela, um grande complexo hoteleiro que oferecia excelentes instalações para receber uma feira de moda e oferecia o charme do clima europeu para lançar a moda inverno no país. Um lugar aprazível, longe dos grandes centros urbanos, favorecia o interesse de expositores e lojistas, em busca do melhor lugar do país para aliar os negócios e lazer. Desta forma a feira foi conquistando grandes empresas, grandes indústrias de confecção e, automaticamente, obtendo grande repercussão frente aos principais centros lançadores de moda. Consequentemente, compradores das regiões sudeste, centro-oeste e até nordeste do Brasil começavam a se deslocar para o sul, ano após ano, cada vez em maior número e o crescimento da feira caminhando rumo ao sucesso.

download2Em Janeiro do ano 2000, a FENIN transferiu-se de Canela para Gramado, para o novo Pavilhão do Serra Park, inaugurando o belo centro de exposições cravado no alto da Serra Gaúcha, com 360 graus de vista para o Vale do Quilombo. Essa mudança era o que faltava para a FENIN se profissionalizar ainda mais. Num espaço mais adequado para receber o dobro de expositores, e com toda a infraestrutura necessária para se desenvolver.

Agora denominada FENIN FASHION GRAMADO OUTONO / INVERNO 2022 trará cerca de 250 expositores/marcas de vários segmentos de roupas e acessórios, no período de 25 A 28 DE JANEIRO DE 2022, no Serra Park em Gramado, sendo uma das únicas promotoras de eventos que realiza, uma feira no ramo de confecção no país. Os setores de moda presentes no evento englobam: Malharia Circular, Malharia Retilínea, Moda Masculina, Moda Feminina, Jeanswear, Acessórios e Moda Infantil que será a grande novidade com as melhores marcas da moda infantil do país.O evento promete ser o grande reencontro e um show a parte na retomada dos eventos presenciais no país.

whatsapp-image-2021-04-26-at-2103551whatsapp-image-2021-04-26-at-210357-1Grandes marcas de moda estarão presentes, entre elas Pacific Blue, Ana Gonçalves Tricot, Blue Bay, Highstill, Gangster, Mooncity, MDF, Diguete Tricot, Clajan Malhas e Consciência Jeans. Em uma parceria entre o SEBRAE RS, SIVERGS e a consultoria Costura de Negócios, um espaço coletivo destinado à indústria de confecções e artesanato do RS apresenta marcas de todo o Estado: o GRUPO RS estará presente com mais de 20 malharias e marcas em um espaço incrível na feira . Além disso, a ACIJA estará presente com as principais malharias de Jacutinga, representando o evento com o melhor da moda mineira. Já a Associação Gaúcha de Startups (AGS) e o Sindilojas Porto Alegre somam quadro com a feira no hub de inovação i.nova FENIN. Como startups Try Out, Lemonapp, Shasta, Bluday, Slap Law, Funnil e muitas outras, apresentam suas soluções tecnológicas para a indústria têxtil.

sp_jan2016_25-capa-1-oz5dkeesaynj5eybhdga3ndyev3iclq933qea4xyfc“Neste ano esperamos retomar o número de visitantes pré-pandemia e até superá-lo, devido a procura que estamos tendo para o evento. Inclusive respeitando todos os protocolos que precisam ser atendidos. Em 2021, o mesmo em ano de pandemia apresentou um número excepcional de visitantes e um bom número de marcas expositoras. Para 2022, estamos ampliando o evento e até mesmo com a participação do grupo de moda infantil.  A última feira da indústria têxtil realizada no Brasil foi a FENIN, e agora a FENIN é a primeira que acontecerá depois de tudo que vivenciamos no ano passado e neste ano. Novamente será uma vitória ”, avalia Júlio Viana (na foto ao lado de Denis Zavarize Viana), diretores da EXPOVEST, realizadora do evento.

O evento obedecerá todos os protocolos de segurança sanitária, para garantir a saúde e o bem-estar de todos no evento.

da redação

FEBRATEX 2022  -

DE 23 A 26 DE AGOSTO 2022

febratex-pavilhaoA maior feira das Américas para a indústria têxtil e a terceira maior do mundo, a Febratex, há 30 anos, é o ponto de encontro entre os profissionais do setor, trazendo milhares de visitantes do Brasil e do mundo para Blumenau e movimentando a economia da região e de Santa Catarina.

O importante evento com certeza marcará a retomada dos investimentos na economia e consequentemente na retomada e renovação da indústria têxtil brasileira.

06-11-21_post-nova-data

O promotora FCEM | Febratex Group, confirma a realização no período de 23 a 26 de Agosto de 2022 no Parque Vila Germânica, em Blumenau/SC.  E  planeja novidades e atrações inéditas para marcar este retorno como a maior edição da história da feira.

Vamos aguardar as informações atualizadas, para divulgar aos leitores.

da redação

As imagens são fotos divulgação

NOTÍCIAS DA INDÚSTRIA TÊXTIL

worldfashion • 28/09/21, 13:55

santista-jeanswear-e-quimica-intensa-apresentam-new-shades-of-blueAs novidades que chegam para o mercado são: A Santista Jeanswear e Química Intensa organizam a segunda edição do Blue Journey,  juntas as marcas preparam competição de moda e sustentabilidade do jeans, a primeira semifinal aconteceu em 16 de setembro e a final está prevista para 04 de novembro. A Brand Têxtil inova e lança processo de estamparia sustentável com amaciante à base de silicone reciclado Reconhecida pela sua estamparia de alto nível, está sempre em busca de soluções sustentáveis seja através do uso de fibras amigas do meio ambiente ou de processos que gerem impacto positivo. Dentro do programa de conexão com todo o eco sistema a Capricórnio Têxtil está realizando visitas às fazendas de algodão para estreitar relacionamentos e valorizar os produtores. Vem de Santa Catarina , o novo projeto “Coletivo Criativo” com a participação das indústrias locais que acreditam na união, em prol de novas criações e desenvolvimento do setor, a estratégia para os próximos anos são: possibilidade de crescer, com a adesão de novos participantes e a realização de mais eventos em conjunto.

BLUE JOURNEY

A Santista Jeanswear é marca de origem brasileira criada em 1929, é uma das principais produtoras do autêntico denim no país e tecidos para roupas profissionais. Com um posicionamento que se estende do mercado nacional ao internacional, apoiando seus clientes com equipes especializadas de consultoria de produto, moda e lavanderia. Reconhecida por 23 anos como a marca TOP OF MIND de uniformes no Brasil. A empresa traz em seu DNA inovação, sustentabilidade e tradição em coleções atualizadas com as tendências globais e produtos tradicionais e tecnológicos para uniformização.

santista-jeanswear-colecao-2022-253x640Com a proposta de revelar as melhores técnicas e técnicos da lavanderia do Brasil, a Santista Jeanswear e a Química Intensa organizam nova edição do Blue Journey, primeira competição nacional com o objetivo de fomentar a produção de moda jeans através de processos sustentáveis. Intitulada “News Shades of Blue”, a edição propõe o desafio de trazer o melhor resultado visual atrelado às melhores práticas sustentáveis e traz como jurados profissionais do mercado e a equipe da Santista Jeanswear.

A primeira tem semifinal aconteceu em 16 de setembro e com 80 lavanderias convidadas das oito principais regiões produtoras de jeans no país: Fortaleza, Pernambuco, Goiânia, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Na semifinal, foram selecionados dois representantes de cada região com base nos critérios aspectos visuais, stonagem, limpeza, brilho, caimento, toque e ponto de vista comercial.

Os selecionados competem na final prevista para 04 de novembro.

Com funciona o concurso? Cada competidor receberá duas calças idênticas mais um metro do mesmo tecido para testes prévios. Após isso, os competidores desenvolvem suas peças para a semifinal e para avaliação dos jurados que terão como critérios os seguintes pontos: Criatividade Técnica e Visual da peça desenvolvida; Processos e tempo utilizados dentro do conceito Sustentabilidade; Limpeza e Brilho do tecido; Efeito de marcação da peça ; Caimento e Maciez final. Vale destacar que somente os juízes sabem quantos pontos valem cada critério a ser julgado. Os selecionados para a final são as peças que obtiverem as maiores pontuações entre todas.

A final segue o mesmo curso da semifinal, tudo para estimular o uso de produtos e processos “Eco Sustentáveis” desenvolvidos pela Química Intensa no beneficiamento das calças jeans. Com isso, desmistificar a sustentabilidade para os beneficiadores de jeans e mostrar que é possível desenvolver peças incríveis de modo sustentável e reduzir custos de processos.

BRAND TÊXTIL

Uma estamparia de moda, com foco em estamparia exclusiva e valoriza a produção nacional. Há quinze anos no mercado, a indústria está em constante inovação, prezando sempre pela exclusividade, qualidade e entregas rápidas. Com infraestrutura e alta tecnologia, oferece ao mercado de moda pesquisas de tendência, estampas exclusivas e atendimento personalizado - tudo isso aliado à qualidade, flexibilidade e variedade de tecidos planos e malhas, e apresenta soluções criativas completas em estamparia digital, sublimação, rotativa e fio tinto.

A empresa inova e lança processo de estamparia sustentável com amaciante à base de silicone reciclado Reconhecida pela sua estamparia de alto nível,  está sempre em busca de soluções sustentáveis seja através do uso de fibras amigas do meio ambiente ou de processos que gerem impacto positivo. Acredita que a sustentabilidade é o futuro da moda, e está em pesquisa constante para aumentar sua linha de tecidos sustentáveis e tornar seus processos de produção mais limpos. A empresa foi pioneira em desenvolver o Banan, um tecido feito a partir da fibra da bananeira, e, pensando em processos amigos do meio ambiente, a photo-2021-09-27-10-41-53tecelagem que tem a estamparia em seu DNA, inova mais uma vez e apresenta ao mercado o ECOPRINT, um processo de estamparia desenvolvido com o objetivo tornar a indústria têxtil mais clean. “Iniciamos com as fibras sustentáveis, mas sentimos necessidade de ter o processo produtivo com menos impacto ao meio ambiente também. O nosso tecido cuida do nosso planeta.” - reforça Marcelo Costa, CEO da Brand. O ECOPRINT reúne diversas iniciativas desde o início até o fim da estamparia, incluindo produtos responsáveis de acordo com o ZDHC (Programa de Descarte Zero de Produtos Químicos Perigosos). Quatro etapas fazem parte desse ciclo produtivo e é na última fase, o acabamento, que a Brand decidiu incluir o TUBINGAL RISE, o amaciante à base de silicone reciclado da CHT(*), que além de ser sustentável, oferece lisura, toque macio e caimento ao tecido. Produzido a partir de acessórios de silicone descartados, pós-consumo, como capas de celular, chupetas, utensílios de cozinha e outros, o TUBINGAL RISE ajuda a promover a economia circular na moda.

Parceiras e com o objetivo em comum de contribuir para a sustentabilidade no mercado da moda, a Brand Têxtil e a CHT acreditam que a colaboração é chave para uma indústria têxtil com impacto positivo. A Brand é a primeira tecelagem brasileira a utilizar o TUBINGAL RISE na produção de tecidos. E para reforçar ainda mais seu comprometimento com o meio ambiente a Brand Têxtil também conta com tecidos desenvolvidos a partir de fibras certificadas como Viscose FSC, ECOVERO™, Algodão BCI e Poliéster PET em seu portifólio de produtos.

(*) O Grupo CHT é um player global de especialidades químicas e ativo em todo o mundo no desenvolvimento, produção e vendas. Desde a fundação da CHT em Tübingen, Alemanha - e há 45 anos atuando no Brasil - o Grupo, através da química inteligente, tem o propósito de oferecer soluções e processos inovadores e sustentáveis para o segmento têxtil, silicones, materiais de construção, tintas, revestimentos, papel, agroquímicos, home e personal care. As soluções têxteis da CHT adicionam qualidade, funcionalidade aos têxteis e otimizam seus processos de fabricação. Comprometida com o desenvolvimento da química sustentável, a CHT hoje conta com mais de 1600 produtos auditados pela bluesign® no mais alto nível (3) da ZDHC (Zero Discharge Hazardous Chemicals).

CAPRICÓRNIO TÊXTIL

17Faz parte do DNA da Capricórnio Têxtil a conexão com todo o ecossistema. Por isso, para ficar mais próximo aos produtores de algodão, a empresa uniu-se a Unique Commodities para acompanhar o plantio e estreitar o relacionamento com os profissionais. “Conectar elos do ecossistema e valorizar os produtores. Este é o nosso objetivo. Queremos acompanhar e reforçar a importância deles para a produção do nosso Denim”, comenta  Gustavo Manfredini, CEO da Capricórnio Têxtil.

Na foto: Fernando Campos, gerente de Trading Capricornio Têxtil, Gustavo Manfredini — CEO Capricórnio Têxtil e Jose Milton Falavinha - Fazenda Falavinha

No mês de agosto, três  fazendas da região de Mato-grossense, nas cidades de Campo Novo dos Parecis e Deciolândia, receberam a visita do Gustavo Manfredini CEO da Capricórnio Têxtil; Fernando Campos, gerente de Trading Capricornio Têxtil e Edivaldo Suzuki, diretor comercial e marketing da Unique Commodities.

fernando-campos-gerente-de-trading-capricornio-textil-gustavo-manfredini-e28094-ceo-capricornio-textilNa foto à direita Fernando Campos, gerente de Trading Capricornio Têxtil, Gustavo Manfredini — CEO Capricórnio Têxtil

Na ocasião, foi entregue um quadro especial, com calça Denim personalizada com o algodão de cada plantação e os funcionários também foram presenteados com uma peça. “Sempre fomos muito bem recebidos pelos produtores! O mercado ainda tem uma grande oportunidade para estreitar esse relacionamento e são poucas as indústrias que fazem isso. Arrisco a falar que estamos sendo pioneiros nesse tipo de ação e esses prêmios demonstram a importância que esses produtores têm para o nosso negócio. Ficamos muito satisfeitos com a repercussão dessa iniciativa”, Fernando Campos, gerente de Trading Capricórnio Têxtil.

edivaldo-suzuki-da-unique-commodities-valdir-jacobovski-fazenda-mm-cotton-e-gustavo-manfredini-e28094-ceo-capricornio-textilNo total serão 10 fazendas pelo país até o final de 2021. “Levamos aos nossos parceiros produtores o reconhecimento em forma de realização do suado plantio de algodão”, finaliza Edivaldo Suzuki, diretor comercial e marketing da Unique Commodities, uma empresa jovem e inovadora, com foco em consultoria e intermediação de negócios nos seguimentos do Agronegócio e Indústrias Têxteis. Sediada à margem esquerda do porto de Santos (Guarujá), com escritório comercial     (Na foto acima Edivaldo Suzuki da Unique Commodities, Valdir Jacobovski- fazenda MM Cotton e Gustavo Manfredini — CEO Capricórnio Têxtil)     no novo centro comercial da cidade de São Paulo e com escritório estratégico no Estado do Arkansas-EUA, atua com expertise na comercialização de commodities agrícolas, como algodão, soja, milho, trigo, caroço de algodão, torta de algodão e farelo de soja, e também na leitura de mercado e gerenciamento logístico, conhecimento técnico em inovações tecnológicas e tributarias. Acesso aos seguimentos de Tradings, Indústrias Têxteis, Indústrias de Defensivos Agrícola e Bancos. Buscam levar aos clientes uma experiência única e inovadora, através de novos conceitos na arte de fazer negócios.

COLETIVO CRIATIVO

Formado pelas empresas têxteis, Dalila, Lancaster, Latina, Lunelli, Marisol, Perfeito, RenauxView, Tecnoblu e Texneo, o Coletivo Criativo busca criar encontros, gerar novas oportunidades ao segmento, fortalecer a cadeia da moda nacional, estimular a criação autoral e a criatividade. Tendo como base a coletividade, aposta nas conexões para garantia de um amplo desenvolvimento de todo o setor.

Uma das maiores economias do Brasil, com aumento de 36% em comparação com o ano anterior, o setor têxtil é o 2º maior empregador da indústria de transformação com 11% dos empregos e 6,6% do faturamento, segundo a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit), além de ser referência também em inovação.

O Coletivo Criativo nasceu da união de grandes empresas têxteis que poderiam ser vistas como concorrentes, mas diante de um novo comportamento do consumidor, que passa a olhar cada vez mais para a essência das marcas, o grupo resolveu unir os diferentes olhares e apostar na co-criação. Formaram um ativismo poético que resultará em uma coleção única inspiracional que irá antecipar tendências e auxiliar na ampliação de networking.

Formado por nove empresas, que em média somam mais de 35 anos no mercado, tem como base Santa Catarina, estado reconhecido nacionalmente pela produção de artigos têxteis. Porém, ao longo dos anos, o setor catarinense foi se transformando e hoje prova que, além de padrões consagrados e bem-sucedidos no mercado, também é berço de inovação e criatividade. E é justamente para fortalecer essa visão sobre a cadeia produtiva têxtil nacional que o grupo aposta na união e na coletividade. “Acreditamos no poder do coletivo e o quanto a criação autoral é fundamental para o crescimento do setor”, cita o empresário Cristiano Buerger, um dos idealizadores do Coletivo.

foto_001-2021-coletivo-criativo_divulgacaoEntre os pilares do grupo está uma visão ampla para o futuro da moda criativa e uma oferta diferenciada de produtos com design e qualidade. Por isso, buscam antecipar as tendências para os próximos anos, com a criação de uma coleção única inspiracional, que será apresentada em um book colecionável de tiragem limitada com as inspirações levantadas pelo coletivo através do apoio de um dos maiores escritórios previsores de tendência de moda e design do mundo, o Edelkoort.

Como não poderia ser diferente, o catálogo será apresentado também de uma forma inovadora para o setor, com a promoção do evento Coletivo Criativo, agendado para entre 4 e 8 de outubro, em um dos principais polos têxteis de Santa Catarina e do Brasil, a cidade de Blumenau. Além de possibilitar que os visitantes tenham acesso ao book exclusivo, a mostra promoverá a conexão entre os profissionais do setor, com troca de informações e ampliação de networking através de conexões reais e mini talks. “O coletivo multiplica oportunidades e eleva a cadeia. Queremos inspirar para fazer negócios. Reunir fornecedores lado a lado em prol da criação para o futuro”, reforça Buerger.

da redação com informações da SANTISTA pela Helena Augusta Assessoria de Comunicação; BRAND TÊXTIL direto da fonte; da CAPRICORNIO TÊXTIL  pela Ativa Assessoria de Comunicação; COLETIVO CRIATIVO pela Oficina das Palavras  - imagens: foto/divulgação

8º CONTEXMOD

worldfashion • 27/09/21, 14:48

916ced7d-ddba-4b1c-a24b-d35c3c97b00bA ABTT - Associação Brasileira de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda, convida para participar do programa acadêmico do 8º Contexmod que ocorrerá entre os dias 16 a 18 de novembro de 2021, na modalidade on-line, a cargo da UNIFEBE, Brusque - SC. O evento conta com apresentações orais e pôsteres de trabalhos de pesquisa científica e tecnológica, relacionados com os temas Gestão,Tecnologia, Moda e Sustentabilidade, bem como diversas falas e palestras relativas ao segmento têxtil.

Programação das Áreas Temáticas

Gestão da Cadeia Têxtil, da Confecção e da Moda -Processos, ferramentas e inovação aplicados a sistemas produtivos têxteis, da confecção e da moda

Tecnologia Têxtil - Materiais têxteis, processos, equipamentos e inovação

Moda - Design, cultura, tecnologia de confecção, design de produto, processos criativos

Sustentabilidade na Indústria Têxtil e de Moda - Os processos industriais e de varejo

download1A ABTT fundada em 02 de novembro de 1962 como Associação Brasileira de Técnicos Têxteis, com associados exclusivamente “técnicos e engenheiros têxteis formados em instituições oficiais do Brasil ou do exterior”.

Em abril de 2015, em assembleia realizada na Escola Técnica da Indústria Químico e Têxtil (SENAI-CETIQT) no Rio de Janeiro com a presença de 73 técnicos têxteis, a denominação passou a ser  ABTT - Associação Brasileira de Tecnologia Têxtil, Confecção e Moda, e entre os seus objetivos, está a promoção do intercâmbio de ideias e experiências entre os seus associados e os demais profissionais têxteis de outros países, bem como com entidades congêneres nacionais e estrangeiras, realizando anualmente o CONTEXMOD - Congresso Científico Textil & Moda.

Neste ano, devido à pandemia que se vive, a edição do CONTEXMOD será realizada de forma online. Embora a organização esteja a cargo do Centro Universitário de Brusque - UNIFEBE, não haverá recepção presencial no local. Os inscritos receberão, posteriormente, o link de acesso às salas designadas para a apresentação de trabalho ou participação como ouvinte.

formas-de-ingresso-formas-de-ingressoO Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE), começa a ser escrita em 1973, em Brusque (SC), onde foi pioneira no Ensino Superior. Desde então, muito mais do que formar profissionais qualificados, trabalha diariamente para formar cidadãos éticos, com senso crítico e preparados para os desafios do mercado de trabalho e da vida. Da mesma maneira que se compromete com a educação, a UNIFEBE também se preocupa com o desenvolvimento de sua comunidade. É uma instituição sem fins lucrativos e totalmente engajada com o que acontece a sua volta. Juntamente com os alunos e a comunidade, estão os colaboradores, parte fundamental da história e missão da UNIFEBE.

Assim como a instituição, esses profissionais acreditam na educação como instrumento de mudança e aprimoramento social. Acreditamos no ser humano e nossa maior satisfação é trabalhar por um futuro melhor para essa e as futuras gerações.

71f24ee8-1b62-44e7-af00-b61f9f45d707O 8º Contexmod é uma oportunidade de intercâmbio de conhecimentos, discussão dos resultados de pesquisas e validações e transferência de tecnologias relacionados com a cadeia produtiva Têxtil e de Moda e disciplinas ou temas afins. Por esse motivo, as inscrições de resumos expandidos de até 3 páginas e palavras-chave, deverão ser submetidos de forma única e exclusivamente via internet até o dia 08 de outubro de 2021. Maiores detalhes no site: www.contexmod.com.br

Por se tratar de uma edição online, não haverá custo para a modalidade de “ouvinte”, o acesso para as inscrição serão liberadas posteriormente ( ainda sem data definida)

O comitê do 8º CONTEXMOD é formado por :

Presidente: Prof. Dr. Maurício de Campos Araújo - EACH – USP

Coordenadores Locais:

Profª. Dra Gabriela Poltronieri Lenzi - UNIFEBE

Prof. M.e Wallace Nóbrega Lopo - UNIFEBE

Coordenação ABTT:

Prof. Me Antônio César Corradi - ABTT

Comitê Científico de Gestão:

Coordenador: Prof. Dr. Günther Lother Pertschy - UNIFEBE

Prof. Dr. Dib Karam Junior - EACH – USP

Prof. Dr. João Paulo Marcicano – EACH-USP

Prof. Dr.André Ricardo Robic - IBMODA

Profª.Drª. Luciane Robic - IBMODA

Prof. Dr. Anderson Sasaki Vasques Pacheco - UNIFEBE

Prof. Dr. Fábio Lotti Oliva - FEA – USP

Prof. Dr. Adilson Caldeira - MACKENZIE

Comitê Científico de Tecnologia:

Coordenadora: Profª. Drª. Camilla Borelli – SENAI CETIQT

Dr. José Alexandre Borges Valle – UFSC

Prof. Dr. Jose Heriberto Oliveira do Nascimento – UFRN

Prof. Dr. Jorge Rosa - Instituto Senai de Tecnologia Têxtil, Moda e Confecção - SP

Profª. Drª. Rita de Cassia Siqueira Curto Valle – UFSC

Profª. Drª. Silgia Aparecida de Costa - EACH – USP

Profª. Drª. Sirlene Maria da Costa da EACH-USP

Profª. Drª. Catia Rosana Lange de Aguiar - UFSC

Profª. Drª. Valquiria Aparecida dos Santos Ribeiro – UTFPR

Profª. Drª. Késsia Souto Silva– UFRN

Comitê Científico de Moda:

Coordenadora: Profª. Drª. Arina Blum - UNIFEBE

Prof. Dr .Lucas da Rosa – UDESC

Profª. Drª. Araguacy Paixão Almeida Filgueiras – UFC

Profª. Drª. Rita M. Andrade – FAV – UFG

Profª. Drª. Suzana Helena de Avelar Gomes EACH-USP

Drª. Kathia Castilho - Abepem

Prof. Dr. Flávio Sabra -IFRJ

Profª. Drª. Lorena Abdala – FAV-UFG

Profª. Drª. Ana Cláudia Lopes – SENAI CETIQT

Comitê Científico de Sustentabilidade:

Coordenadora: Profª. Drª. Francisca Dantas Mendes - EACH – USP

Prof. Dr. Elias Basile Tambourgi - Engenharia Química – Unicamp - SP

Prof. Dr. José Carlos Curvelo Santana – UFABC-SP

Prof. Dr. Jürgen Andreaus – Química – Furb - Blumenau

Prof. Dr .Antonio Takao Kanamaru – EACH-USP

Profª. Drª Simoni Sartori – UNIFEBE

Prof. Dr. Welton Zonatti – IFRJ

Comitê Organizador:

Profª. Dra Camilla Borelli - SENAI CETIQT

Profª. Dra Gabriela Poltronieri Lenzi - UNIFEBE

Prof.Dr. Mauricio de Campos Araujo - EACH – USP

Prof.Me. Wallace Nóbrega Lopo - UNIFEBE

UNIFEBE - Centro Universitário de Brusque -Rua Dorval Luz, 123 - Bairro Santa Terezinha - CEP: 88352-400 - Brusque - SC - Cx. Postal 1501 - Fone/fax: (47) 3211 - 7000